China Elétricos Lançamentos Preços Sedãs

China: Xpeng P7 quer peitar Tesla com autonomia de 706 km

China: Xpeng P7 quer peitar Tesla com autonomia de 706 km

A chinesa Xpeng está chamando a atenção do mercado mundial com seu sedã elétrico de formas futuras, chamado simplesmente de P7.


O modelo já era considerado um rival forte do Tesla Model 3 (em preço e igualmente com incentivo fiscal), mas agora a disputa se acirrou.

De acordo com o governo chinês, através do Ministério da Indústria e Tecnologia da Informação (aquela que sempre vaza os futuros lançamentos no país), o Xpeng P7 tem autonomia de até 706 km no ciclo NEDC, que é feito em laboratório.

China: Xpeng P7 quer peitar Tesla com autonomia de 706 km

Naturalmente, ele alcança menos que isso e se calcula em torno de 656 km na vida real. Ainda assim, usando baterias de lítio de 80,9 kWh, o P7 ainda se torna um rival forte do Tesla Model 3 Long Range, que alcança 668 km.

Contudo, embora ambos custem algo parecido (o Xpeng chega a 349.900 ou R$ 268.428, no máximo), com o americano saindo na faixa de 300.000 yuans (R$ 230.000), o chinês é bem maior. Ele mede 4,90 m de comprimento e tendo 3,00 m de entre eixos.

China: Xpeng P7 quer peitar Tesla com autonomia de 706 km

Quase um Model S, o Xpeng P7 tem 265 cavalos e 39,6 kgfm nessa versão de longo alcance, mas apenas com um motor elétrico no eixo traseiro, indo de 0 a 100 km/h em 6,7 segundos.

Com tração nas quatro rodas, o modelo alcança 428 cavalos e 66,5 kgfm, indo até 100 km/h em 4,3 segundos, mas com autonomia reduzida para 552 km.

Já a versão de acesso do Xpeng P7, que custa “apenas” 229.990 yuans (R$ 176.390), a autonomia com baterias de lítio de 70,8 kWh é de 568 km, sempre no ciclo NEDC.

China: Xpeng P7 quer peitar Tesla com autonomia de 706 km

O tempo de recarga das baterias em estações rápidas é de 28/31 minutos para as células de 70,8/80,9 kWh, respectivamente. Até 80% da carga em tomada comum é reposta em até 5,7/6,5 horas.

Visualmente sofisticado, o Xpeng P7 parece um Tesla e tem até maçanetas retráteis, além de rodas aros 18 ou 19 polegadas. Por dentro, luxo e tecnologia. O sistema de som, por exemplo, é da Dynaudio com 18 alto-falantes.

O cluster tem 10,25 polegadas, mas a multimídia Xmart OS da própria empresa, tem serviços online e loja de apps, podendo ainda integrar-se ao Alipay para compras e ao dispositivos móveis da Xiaomi.

China: Xpeng P7 quer peitar Tesla com autonomia de 706 km

E não para por aí, segundo a empresa, o Xpeng P7 vem com a plataforma de fusão de dados Nvidia Xavier, que possibilita ao sedã ter condução autônoma de Nível 3 na China.

Para isso, ele usa 5 radares, 12 sensores ultrassônicos e 13 câmeras, bem como mais uma em alta definição para monitoramento inteligente da via. Quer mais? Vem com pacote ADAS completo.

Xpeng P7 2020 – Galeria de fotos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Tom Costa

    Pelo visto tinha muito farol do cactus na prateleira.

  • Hugosw

    Muito bonito, mas achei a traseira meio caida demais… lembrando a CLS

  • A traseira e detalhes na frente, me impedem de dizer que é bonitão para o meu gosto, mas não é feioso.
    Interior bem bacana.
    Enfim mais um modelo promissor se houver uma nova geração.

  • André Luis Versiani

    Achei fantástico, que design bonito!

    • Aires Jone

      Arrisco-me a dizer que o Interior supera o Tesla S

  • G. de F.

    Feio que só ele… Será que é requisito de quase todo elétrico anunciado?

  • China será o próximo “imperio” , econômico, belico e tecnológico mundial.

    • Murilo Soares de O. Filho

      Espero que isso nunca aconteça!

  • th!nk.t4nk

    Chinês, feio e ainda por cima caro. Difícil a Tesla perder venda pra isso aí.

    • Sino Weibo

      Perde pq depende de província para provÍncia na China tem incentivos. A NIO por ex. acabou de mudar a sede de província por ter feito um acordo bilionário.

  • Vinícius

    Ferrari Roma Coronavírus Limited Edition

  • Sino Weibo

    A XPeng, assim como a Lixiang Motors, é nova, e tem menos experiência que a BYD e a NIO, que possuem soluções mais interessantes. Mas considerando o luxo, tecnologia, autonomia por esse preço, é uma pechincha. Mas hoje essa autonomia eles alcançam fácil com as novas baterias, a China tem as 3 maiores fábricas de baterias do mundo e vivem lançando upgrades, como a CATL que vai fornecer pra Tesla.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email