Brasil Mercado Montadoras/Fábricas

Chinesa Geely quer voltar ao Brasil e conversa com grupo HPE

Chinesa Geely quer voltar ao Brasil e conversa com grupo HPE

De acordo com o jornalista Fernando Calmon, em colaboração para o site UOL, a marca chinesa Geely está querendo retornar ao mercado brasileiro. O fabricante asiático, dono de marcas como Volvo, Lotus, Lynk & Co e Polestar, teve pouca duração por aqui.


Atualmente longe do Brasil, a Geely estaria negociando com o grupo HPE, que representa as marcas japonesas Mitsubishi e Suzuki, tendo fábrica em Catalão-GO. Segundo Calmon, a empresa não revelou detalhes sobre o negócio. Sigiloso, o negócio deve ser anunciado em breve.

Chinesa Geely quer voltar ao Brasil e conversa com grupo HPE

O interesse da Geely na HPE é devido ao fato da empresa ter uma fábrica própria em Goiás, que já recebeu diversos investimentos e que possui um processo produtivo moderno, onde são feitos carros como Lancer, L200 Triton, ASX e Jimny, por exemplo.


A Geely já esteve no Brasil por cerca de dois anos, representada pelo grupo Gandini, mas por conta das vendas em baixa e devido às regras do Inovar-Auto, acabou saindo do mercado, onde vendia os modelos GC2 por R$ 29.990 e EC7 por RF$ 49.990, esse avaliado pelo NA na época.

Chinesa Geely quer voltar ao Brasil e conversa com grupo HPE

Os planos de Gandini envolviam também a chegada de produtos mais modernos, inclusive com grande estande no último Salão do Automóvel no Anhembi. A rede chegou a ter 26 pontos de vendas, mas foi extinta rapidamente.

Anteriormente, rumores falavam de um interesse da chinesa no porto de Imbituba-SC, onde a pretensão era de ter uma fábrica para carros da marca e também da Volvo. Outros boatos também diziam que a Geely tinha interesse na região norte de Santa Catarina.

Hoje, a Geely tem um portfólio de produtos bem moderno, que inclui modelos feitos sobre a plataforma modular CMA, a mesma usada pela Volvo no XC40, assim como nos carros da Polestar e Lynk & Co. Também existe uma variedade de carros elétricos e utilitários esportivos, além de marcas locais.

[Fonte: Fernando Calmon/UOL]

 

 

Chinesa Geely quer voltar ao Brasil e conversa com grupo HPE
Nota média 5 de 8 votos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • André

    Welcome again!

  • João Senff

    Daqui a pouco vem os fãs dos china falar que são os melhores carros do mundo. Mas que venha a Geely assim temos mais concorrência ou não já que quase ninguém compra as china.

    • Sino Weibo

      Se quase ninguém compra, como a Geely é a 4 maior montadora em vendas da China, e outra que vende bem também é a GWM Haval que é campeã em SUVs e sempre coloca seu modelo H6 entre os 5 mais vendidos la e entre os 50 mais vendidos do planeta? Ter preconceito é ate normal agora propagar mentiras é leviano.

      • João Senff

        Vc precisa ser menos fanático pelos carros chineses . Ou você é vendedor de carro chinês ou dono de uma importadora pra adorar tanto assim eles. Interpretação de texto meu amigo interpretação ou vai me dizer que os carros chineses são os mais vendidos no Brasil. O que eu quero saber qual carro é mais vendido na China eu quero é saber do mercado interno brasileiro. Não vamos contar os populares que esses a galera compra oq o dinheiro da. Vamos ver carros que a galera compra por gostar do carro mesmo acima dos 80 mil vai em dizer que é um chinês o mais vendido no Brasil

        • Sino Weibo

          Não é um chinês ainda pq em 2010 o governo barrou a entrada em massa de marcas da China com o Inovar Auto. Naquela época 13 marcas chinesas estavam no salão do autómovel de sp, e pelo menos 4 tinham planos de ter fábrica, e se estabelecer efetivamente no Brasil. O governo da Dilma foi la e em 2011 mudou as regras do jogo, aumentando o IPI para importação, limitando ou inviabilizando a operação de varias delas. Eu sou louco pra saber se, sem o Inovar Auto, o mercado brasileiro estaria como esta hoje. Mas veremos isso daqui uns 5 anos, pois estão voltando.

    • Rapaz, não faça uma blasfêmia dessas.

      Os China lovers piram!

      • Sino Weibo

        Eu sou China Lover sim e vou comprar meu Geely Atlas quando chegar com muito orgulho hehe Na verdade estou entre ele e o Maxus D60, ou até um BYD Tang 2019, quem sabe, Changan CS75 ou 85 também me fariam bem, ou um Haval F7. E aquele FAW Bestune T77, conhecido como carro da Xiaomi? Na verdade eles tem opções demais, as vezes até me impressiona.

    • carnero

      Aposto que você postou isso do seu teclado made in germany né…

      • João Senff

        Provavelmente não . Certeza que é um chinês porém essa tecnologia eles já dominam mas tem muita diferença entre fazer um celular e um carro.

        • Eduardo Papa

          Que diferença faz? Maior mercado do mundo e vocês ainda com esse preconceito? Não consegue chegar na esquina sem ter algo da China controlando algo… pura bobagem e preconceito idiota e sem cabimento!

          • Edson Fernandes

            É mais ou menos assim: Fala mal dos carros chineses, mas estão mexendo no celular com placas chinesas, vê um display de TV fabricado na china e diversos componentes elétricos e eletrônicos em suas casas sendo chineses… “ah mas eles só fazem coisas genericas”… que vcs usam em casa.

            • Sino Weibo

              Se for um celular da Xiaomi por ex ou TV da TCL, ou um home appliance da Haier, etc, ae estamos falando de produtos feitos na China por marcas chinesas, outro patamar. E mais marcas estão chegando…

              • Edson Fernandes

                Sim, mas eu estou me referindo a diversos produtos que vc tem em casa cujo sua construção seja ela total ou parcial veio da China. Então o cara ta usando ali produtos que tem componentes ou são da China e diz que é tudo xing ling.

  • Sino Weibo

    A Geely pode fazer muito sucesso com seus novos modelos baseados na Volvo, mas a marca chinesa que ira causar grande impacto quando vier se chama GWM Haval.

  • marcosCAR

    Gostei muito dos carros que a Geely já teve no Brasil apesar da pouca venda.

  • Lucas Silva

    Bem, não vou criticar ela decidir voltar ao Brasil e tentar isto com o Grupo HPE, mas acho que se ela quisesse ter maior reconhecimento no país, talvez fosse uma boa ideia tentar fazer um arcodo com o grupo CAOA, sim, ele tem uns comerciais bem exagerados, e alguns até acabam virando fake news (como o do veloster), porém é inegável que o marketing deles é bastante efetivo (tanto que conseguiu popularizar a Hyundai no Brasil e que hoje tem até fabrica aqui), levando em conta que eles são donos da Volvo, se os carros deles conseguirem tirar 5 estrelas no LatinNCAP, seriam dois baita pontos de marketing que ela poderia usar junto ao Grupo CAOA a se popularizar por aqui (e talvez até poderia mudar a percepção do consumidor sobre carros chineses).

    • Idmar Boaventura

      Se é pelo marketing, não precisa vir pelo grupo CAOA. É só contratar a mesma empresa de publicidade. É ela, e não a CAOA, que faz os comerciais…

      • Lucas Silva

        É, pode funcionar também, mas é preciso ver se também tem concessionárias suficiente para popularizar a marca, mas realmente, um marketing semelhante ao que teve do Grupo CAOA com a Hyundai e a Cherry podem ajudar a mais pessoas a conhecerem a marca.

  • Agora é uma marca que tem alguma chance no Brasil.

    Mas é claro, mostrando o DNA Volvo.

    Por mais que os China Lovers achem que estamos no domínio chinês tecnológico, ainda não é verdade, vide COMAC e Huawei por exemplo.

    Mas enfim, benvindos Geely!

  • João Senff

    Tem um cara aqui que defende os china com unha e dentes . Será que é tão difícil pra ele acreditar que os china não são os melhores carros do mundo. No início era cópia barata depois foi produção barata agora eles estão começando a ganhar qualidade mas já colocar eles no mesmo nível de montadoras mais tradicionais aí é de mais ou vai me dizer que esse povo realmente acha um CAOA Cherry melhor que um Audi Q3. Pode ser mais equipado mas melhor nunca.

    • Sino Weibo

      Mano daonde tu viu isso? kkk Em que momento isso foi dito? Aliás, os Chery são mais baratos até que o Compass, que dirá um Q3. Não misture alhos com bogalhos. Os chineses vão vir sim com carros tops e que pode rivalizar com Audi no futuro, nas suas marcas de elétricos, estas sim de nicho, como NIO e Aiways. Os modelos que citamos são genéricos de marcas chinesas genéricas. Não tem nenhuma marca chinesa considerada premium no momento, mas todas estão oferecendo muito, por pouco. Todo carro chinês vem recheado com itens de série que vários modelos brasileiros caros não tem nem como opcional.

      • vitor henrique

        Kkkkkkkk algum chines fez alguma maldade com vc.

        • Sino Weibo

          Maldade são as porcarias peladas vendidas em nosso mercado, que tem gente que ainda defende.

  • NYC_Man

    Para as marcas de baixo volume eu acho que faz muito sentido atuarem no Brasil com parceiros com o Hpe e Caoa.
    Você dilui o risco, e os parceiros já tem estrutura, experiência.
    É parceria bom para todo mundo.
    Depois que ganhar corpo que toque a vida do sozinha.

  • ( ͡° ͜ʖ ͡°)

    Gostaria mesmo é das outras marcas do grupo, até a Link & Co e Próton.

  • Ewerton

    Não precisa, já tá teno muitas montadoras!

  • EArtur

    Pediram pra um menino de dez anos desenhar a grade frontal dos carros deles

  • and2sm .

    Know how e tradição não se compra , se constrói. Um relógio Casio pode ser ótimo , mas um Rolex… bem… é um Rolex. Carro é uma compra emocional. Em um determinado patamar de preços , os itens de série não são o único fator determinante de compra.

    • Sino Weibo

      Qual? P

  • Flávio Ba

    A Geely adquriu uma qualidade construtiva muito boa pros seus produtos. O problema dos carros “chineses” é o estigma.
    É balato, non? Tem galantia????

  • Marcus Vinicius

    Só SUVS da Geely dariam certo por aqui

  • Zé Mundico

    Não existe milagre, baixo volume de vendas implica em preço alto para o mercado local. Qualidade sempre vai ser proporcional ao preço e o que determina o sucesso de vendas por aqui é a liseira do distinto consumidor. Então vamos baixar a bola e entender que carro chinês aqui tem que ser balato e genérico. Pode até vir entupido de recursos tecnológicos, mas a qualidade sempre vai ser de carro chinês meia-sola.

  • CanalhaRS

    Já aprenderam que com o Gandini a bagaça não vai….kkkkkk…

  • Paulo César de Carvalho Júnior

    Rapaz…. A Geely agora é dona da Volvo.
    E o trato com a sueca, era encher a empresa de grana para tornar a marca realmente Premium, e em troca, ter as tecnologias construtivas, dividir plataformas, ou seja, já não é mais aquela Geely xexelenta, a coisa mudou.
    Uma empresa dona de empresas como a sueca, já não pode ser vista como “xingling”

    • LSM300C

      Acho que o povo esqueçeu de um pequeno detalhe, a Geely é a maior acionista da Mercedes, acho que se quiser um produto premium não vai faltar tecnologia pra isto.

      • Paulo César de Carvalho Júnior

        Pois é.. a Geely já não é mais aquela..

    • CanalhaRS

      Concordo, a Geely está caminhando para ser a primeira chinesa com qualidade e aceitação global.

    • Sino Weibo

      E a GWM (Great Wall Motors), como a Geely, outra marca privada da China, acaba de confirmar que terá fábrica no México, mirando o Brasil. GWM tem na marca Haval, a Jeep chinesa, seu maior sucesso, é líder em SUVs na China, agora lançaram também uma nova pick-p global, que também chegará aqui. São duas marcas que, pra mim, terão êxito no Brasil.

  • Toyo_Highlander fan

    Pensei que a Polestar fosse uma preparadora de motores!

    • Sino Weibo

      Eles transformaram ela numa marca de elétricos.

  • Comentarista

    A única maneira de entrarem no Brasil e serem bem sucedidos é oferecendo carros elétricos já que os brasileiros em geral são preconceituosos ou já possuem conceitos definidos sobre carros chineses a combustão muito por conta de suas próprias experiências.

    Como o elétrico é algo novo para nós, talvez seria uma oportunidade de mudar essa percepção que temos de seus carros.

  • MIN💀S

    Geelyy Xing Yue.
    Se vier por um preço competitivo vai vender igual pão quente.

  • Renato Alves

    Vai voltar pseudoluxo igual Chery, Jac e Ssangyong (sabemos que não é chinesa)

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email