Chrysler EUA Fiat Hatches Salões do Automóvel

Chrysler aposta em Fiat e se apresenta com 500 em Nova Iorque

chrysler-aposta-em-fiat-e-se-apresenta-com-500-em-nova-iorque Chrysler aposta em Fiat e se apresenta com 500 em Nova Iorque

Não há como remediar. O momento de se levantar é agora! Mais ou menos nesse sentido, a Chrysler se apresentou no primeiro dia de abertura do Salão de Nova Iorque 2009.

A montadora americana mostra que realmente precisa da Fiat para sobreviver e como a italiana é a única que estendeu as mãos, a Chrysler resolveu mostrar que abraçou de vez a idéia.

O presidente da Chrysler entrou no evento da melhor forma possível(para a Chrysler), dentro de um Fiat 500. O 500 estava ali apenas para marcar a presença da Fiat na vida da Chrysler.

Mas para um bom entendedor, a Chrysler além de apresentar uma nova filosofia visível no formato e conceito do 500, estava praticamente testando a reação do público ao modelo.

É lógico que o 500 poderia fazer algum sucesso nos EUA se tiver um bom marketing. Pequeno e econômico, o modelo se enquadra no que os americanos parecem querer para os próximos anos.

Se o salão durasse até 30 de Abril, certamente esse 500 já sairia do evento quase como um produto Chrysler. O tempo é curto, mas essa apresentação já marca que em Maio à Fiat ficará bem maior.

Fonte: Chrysler.

  • Rubens

    Espero que isso seja bom para nós consumidores. Tenho (devido ao custo-beneficio, se tivesse mais grana com certeza estaria com uma BMW) e aprovo os carros da Fiat. Tomara que com isso os carros da italiana melhorem mais aqui no Brasil.

  • Felipe Chieregato

    é, e se vier alguns modelos Chrysler a mais para o Brasil
    serão muito bem vindos (dependendo do preço neh)

  • desafiador

    tragam pra cá o dodge challenger a preços razoaveis que nós abraçamos essa parceria tambem.

  • Anderson Puff

    Sei lá, essa Chrysler é uma empresinha sem palavra, no Brasil já entrou duas vezes e não deu certo, deixou todo mundo na mão, a Mercedes não conseguiu arrumar a casa e entregou os problemas e agora a Fiat vai ajudar logo a Chrysler..

  • superleo

    Antes de qualquer coisa, digo que não tenho nem nunca tive carro da Fiat. Mas fico feliz que essa empresa inovadora, tecnológica e ousada esteja crescendo. E se não tive um carro deles até hoje, ainda pretendo ter, se continuarem respeitando o consumidor brasileiro, como fez ao ser a primeira a oferecer ABS e Airbag num carro popular ou os tecidos que impedem o escorregamento dos ocupantes nas freadas.

  • Giovanni

    Tem tudo pra dar certo… É verdade que a Chrysler já pisou muito na bola, mas dessa vez não há espaço pra erros. A única chance de sobrevivência pra eles é fazer direito seu dever, e algo me diz que irão fazê-lo. A Fiat ganhará um mercado muito maior, e a Chrysler a chance de sair do buraco. Nessa crise essa parceria faz muito sentido.

    • tonywalker

      Disse tudo! Agora não há espaço pra arrogância da “eu sou(era) a terceira maior dos EUA”. Água tá batendo na bun…! Ou vai ou racha, literalmente falando!!!!

  • Eduardo

    se a Fiat for esperta, obriga a Chrysler a tirar o Sebring de linha. vá ser feio assim em Marte!

  • Luis.J.R.

    Bom espero que dar certo!Vamos ver. :tong:

  • fernando

    uma coisa que a fiat terá de se adaptar é ao fato da maioria dos americanos preferirem carros automáticos a manuais, se é carro automático é especialidade da chrysler.

    espero que a boa administração da fiat salve a chrysler, porque ambas as marcas tem história e carros mto bons

  • alcantara

    pelo menos os crysller que pude andar aqui no Brasil, tive uma boa impressão dos carros, muito bons mesmo!

  • Gustavo Miranda

    Acredito que dessa vez, respaldada pela rede de assistência Fiat no Brasil, a Chrysler se consolide de vez em nosso mercado. Nas outras vezes ficou claro o que atrapalhou, primeiro foi o desinteresse em “cultivar” mercados extrangeiros, depois a dificuldade em criar produtos mais condizentes com os mercados externos ao norte-americano, e por fim, sob comando da Daimler-Benz, o choque cultural entre estas empresas, com prejuízo enorme para a Chrylser.

    Só estou curioso em saber quais serão os produtos da nova Chrysler, se além de alguns Fiats ela vai continuar oferecendo belos sedãs grandes e vans e se esses produtos serão mundiais, bem como fico curioso em saber se teremos por aqui modelos derivados de Punto, Linea, Idea, 500, etc…
    Boa sorte para a Chrysler! :smile: :smile: :smile:

  • AUSR444BRA

    Fiat nos EUA? parece o fim dos dias da industria automobilistica….

    • RICARDO VERAS

      03 :angry:Parece mesmo ser o fim dos dias para a indústria automobilística americana.Americano consumista andando de fiat 500?É mole ou quer mais!

  • Rodrigo QUINLAN VOS

    A FIAT esteve presente durante muitos anos no mercado automobilístico norte-americano. Inclusive com carros esportivos nos anos das décadas de 60 e 70.

    Se a CHRYSLER for incorporada ao Grupo FIAT Auto os gringos só tem a ganhar. Além do 500, o Punto, o Liena e o Nouvo Bravo seriam boas alternativas para alavancar os lucros da nova CHRYSLER.

    Quanto a nós brasileiros nada muda, nem tecnologia e nem preço dos veículos.

    E esqueçam de vez a ideia de ter mais carros “populares” da CHRYSLER no Brasil, pois são grandes, beberrões e tecnologicamente defasados em comparação com o que se tem na Europa e até aqui no Brasil.

Send this to a friend