Chrysler Sedãs Segredos-Flagras

Chrysler: próxima geração do 300C poderá ter tração dianteira

Chrysler 300C Platinum 1

Apesar de somar boas vendas em todo o mundo, o atual Chrysler 300C já tem uma nova geração sendo planejada pela fabricante. No entanto, a exemplo de outros modelos, o sedã deverá deixar a tração traseira (RWD) para adotar a configuração de tração dianteira (FWD).

Durante uma entrevista, o CEO do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA) deu indícios de que a próxima geração do 300C será construída a partir da mesma plataforma da minivan Pacifica, que chegará ao mercado para substituir a Town & Country.

Segundo o executivo, a fábrica da empresa em Windsor, no estado norte-americano de Ontário, deixará de produzir o sedã médio 200 no final deste ano ou no início de 2017. A unidade deverá ser responsável pela produção do novo 300C. “Esta planta e esta arquitetura [da Pacifica] é capaz de fazer um sucessor do 300, com tração dianteira ou nas quatro rodas”.

Ainda não há detalhes a respeito da terceira geração do Chrysler 300C. Porém, acredita-se que o novo modelo chegue ao mercado apenas em 2018.

[Fonte: Carscoops]

 





  • Walter Augusto

    Com isso a fiat lança a versão de número 501 do fiat 500.

  • Mario

    Aí não seria o 300C, e sim novo modelo. Sugestão de nome: 299

    • ObservadorCWB

      Preferiria Chrysler 171….rsrsrs

  • Murilo Soares de O. Filho

    Já li em sites americanos poderiam que o 300 poderia utilizar a nova base de tração traseira da Alfa Romeo, que substituirá o 166, a mesma base do Giulia, alongada.

  • Igor Campelo

    Faltou a aula básica de geografia: Windsor fica na província de Ontário, no Canadá.

  • Bruno Silva

    Porque não usar a base do Giulia?? Redução de custos mandou lembrança.

    • Murilo Soares de O. Filho

      Comentei isso também acima, mas acho que ainda há muita especulação.

  • fbl

    Fiat fazendo coisas de fiat

    • Fábio

      Opa, então tb devemos desmerecer a BMW que está mudando os carros pra tração dianteira! Os primeiros foram o X1 e o Série 2!

      • fbl

        por enquanto os serie 5 e serie 7 permanecem com tração traseira, certo? E bmw é bmw ne. A fiat comandando uma fabrica de carros grandes como a chrysler é bizarro mesmo e da nisso. Fiat fazendo fiatices.

        • Alexandro Henrico von Mann

          Tirara Chrysler da falência e ter ela como uma empresa rentável é fiatices também, né?

          • fbl

            Essa foi a parte boa pra chrysler.

        • Edson Fernandes

          Ah sim… é porque a Fiat no grupo não tem nomes como Ferrari e Maserati…

          Na boa… ? É tudo uma questão comercial. Não me parece que o publico que comprar um 300C compra por ele ter tração traseira, muito menos para usar isso para efeitos de esportividade ou estabilidade direcional.

  • EuMeSmObYmYsElF

    Ontario fica no Canadá, galera…

    • André Flandres

      E o Canadá fica na América do Norte. Tudo certo.
      Não me entenda mal, não sou daqueles que fala “estadunidense”. Acho uma atrocidade linguística. Prefiro “americano” mesmo para se referir ao que tem origem nos EUA, porque é o único país que tem a palavra “América” em seu nome. Já “norte-americano” parece-me perfeitamente aplicável a qualquer coisa relacionada à América do Norte, seja aos EUA, ao Canadá ou ao México.

      • EuMeSmObYmYsElF

        problema é que “norte-americano” é um termo já aceito como designante de alguém nascido nos estados unidos.. mas vamos lá, então deveria ser chamada de província norte-americana de Ontario, já que no Canadá não temos estados, temos províncias

        • Heisenberg

          De fato até pq nunca vi usarem Norte-Americano para os Mexicanos…

        • André Flandres

          Referia-me à lógica do uso não ao modo como costuma ser usado. De fato, não é usual “norte-americano” para canadenses e mexicanos, o que pode gerar problemas de comunicação. Por isso é melhor evitar tal uso. Mas não haveria problema do ponto de vista estritamente semântico-etimológico. No mais, vocês têm razão quanto às divisões político-territoriais do Canadá serem chamadas de “províncias” e não de “estados”.

      • Roger Rosato

        Ontário é uma província, não estado. Quem escreveu claramente confundiu Ontário com algum estado dos EUA.

      • BlueGopher

        Mesmo com esta sua generalização, de qualquer forma o texto continua errado pois o Canadá não tem estados, mas sim províncias e territórios.

  • Lauro Agrizzi

    Putz Nunca vi comentários com tanta asneiras.

    • EuMeSmObYmYsElF

      ilumine-nos com vossa sabedoria, ó senhor dos comentários.

  • The Monster Man

    Fail…

  • Maycon Farias

    Estou engasgado até hoje com essa história do fim do belíssimo 200, que por sinal vendeu muito bem e atingiu posições nunca alcançadas antes, lembro que estava beirando o top 15 deles. Lamentável. Mas sou um mero mortal, eles sem dúvidas sabem o que estão fazendo e provavelmente coisas melhores ainda virão.

    • DiMais

      infelizmente o muito não era o suficiente, até porque as marcas tradicionais vão enfiar picape em toda esquina.. o óbito do 200 foi só o primeiro de uma lista que pode crescer ainda mais (todas as marcas)..
      além é claro do espaço que vão abrir para a Alfa Romeo, com produtos mais sofisticados, caros e consequentemente de maior lucro.

  • Paulo Albuquerque

    Eu realmente nao entendo : se a plataforma e velha o produto e um lixo,se usa uma mais nova e descaracterização do veiculo,ué gente vamos chegar em um ponto certo,e acho o 300c um puta carro mas usa uma plataforma do s-class de 2 gerações atras então talvez essa seja a unica saida,visto que os suvs estao matando os sedans e peruas,mas acredito que va usar a da giulia(apesar de ser um pouco cara para este produto)

    • Lorenzo Frigerio

      A plataforma é a LX da Chrysler. De Mercedes, ali, só o multilink traseiro da classe E e a bandeja inferior dianteira do classe S. Mas obviamente não são exatamente as mesmas peças.

      • DiMais

        na verdade a Mercedes seguiu atualizando a plataforma do Classe E, enquanto a Chrysler, já divorciada dela, buscava dinheiro pra sobreviver. é uma plataforma, que na época, era comum à ambas as empresas.

  • Roger Rosato

    Ontário é uma província canadense.

  • DiMais

    informação suspeita essa… o Giulia é de segmento inferior e vem com tração traseira, como o 300 vai encarar sedãs tradicionais com essa configuração?

    • Alexandro Henrico von Mann

      O Giulia usa base do Maserati Ghibli, concorrente dos 5 Series, A6 e Classe E, então cabe perfeitamente. Ah, o Ghibli usa a base encurtada do Quattroporte, concorrente dos 7, S e A7, sendo assim, acho que o 300 poderia sim utilizar ela e subir de classe até.

      • DiMais

        a especulação é sobre o fato de o 300 usar a base da Pacífica, que não é a mesma do Giulia. a Pacífica é FWD enquanto o Giulia é RWD.
        o Giulia é do porte de Serie 3 e Classe C enquanto o 300 é do porte do Série 5 e do Classe E (inclusive utiliza a base de geração anterior deste, tempos da Daymler), por isso digo ser uma informação suspeita, apesar do status sobre o Alfa ser maior que no Chrysler, a categoria está abaixo e no patamar dos sedãs grandes que o 300 compete não lembro de existir algum sedã FWD.

        • Alexandro Henrico von Mann

          Não falei exatamente da categoria do Giulia ser a mesma do 300C, falei da BASE do Giulia, que é de categoria superior, pois é a dos Maserati. E, sim, o A6 é AWD.

  • afonso200

    manda o 200 pra cá

  • Rafael Trindade

    FIAT… sendo…. FIAT… R.I.P 300c



Send this to friend