Citroen India SUVs

Citroën C21 será um SUV compacto abaixo de 4 metros para 2021

Citroën C21 será um SUV compacto abaixo de 4 metros para 2021

Embora esteja mais no comedida que suas irmãs Peugeot e DS, a Citroën está trabalhando em sua renovada gama de produtos para a década que se inicia. Na Índia, um dos mercados que a parisiense quer crescer, já se espera as novidades para 2021.


Uma delas será o projeto C21, um SUV compacto com porte abaixo de 4,00 m. O produto será um concorrente direto do Maruti Brezza, Tata Nexon, Hyundai Venue e Renault HBC, para citar apenas alguns. O interesse é no segmento que paga de 1% a 3% de imposto somente, um filão na Índia.

Por lá, sabe-se que o C21 será feito sobre a plataforma CMP – Common Modular Platform – que é a mesma base dos novos Peugeot 208 e 2008, DS 3 Crossback e Opel Corsa, além do próximo Mokka. Em seu projeto, essa arquitetura prevê veículos com porte abaixo disso.

Citroën C21 será um SUV compacto abaixo de 4 metros para 2021

Nesse caso, o entre eixos do C21 deve ficar em 2,54 m para dar mais espaço interno, embora a CMP também tenha um tamanho mais curto, o que deve ser direcionado para o sucessor do C3 atual. No caso indiano, comenta-se ainda que haverá um hatch para concorrer com Tata Altroz, Hyundai i20 e Suzuki Baleno.

Este pode ter a mesma base do C21, o que permitiria reduzir os custos do projeto C-Cubed, oficialmente chamado pela PSA na região. De acordo com a própria empresa, esse projeto da Citroën será desenvolvido e produzido na Índia, o que aparentemente significa que o mesmo não será compartilhado com outras filiais.

Citroën C21 será um SUV compacto abaixo de 4 metros para 2021

Por aqui, comenta-se que a Citroën fará o mesmo, apostando em um desenvolvimento local, algo já bem nítido quando a marca francesa desistiu de lançar aqui o renovado C3 e o interessante C3 Aircross, embora tenha adicionado o C4 Cactus.

Para seu reduzido portfólio local, a proposta de um hatch e um crossover também não são ruins, mas com portes diferentes para não conflitar com a Peugeot.

Um hatch abaixo do 208 e um crossover entre o potencial 1008 e o maior 2008, cumpririam essa missão. Isso sem contar a possibilidade de um sedã, já vislumbrado na Argentina.

[Fonte: Gaadi Waadi]

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • Christian

    E a Citröen continua patinando… 🙄

  • Raimundo A.

    Pra ver como o assunto é divergente. Há três anos, pelo menos, leio sobre a PSA fazer um trio de produtos(hatch, sedan e SUV) para emergentes e começaria pela Índia. Os mesmos produtos seriam usados aqui na região, pois há países, tipo a Argentina, que tiveram opções que nós não tivemos.
    Tem mídia ainda dizendo que a Citroen vai trazer esses produtos pensados para Índia, mas tem gente apostando na nova geração do C3 europeu. No novo Cactus NG, fase final de testes por já ter carroceria definida.
    O fato é que até agora não se viu, posso cometer erro, algum produto Citroen já em testes na Índia. Continua a conversa que seria em 2019, mas depois virou 2020 e agora ao menos um aparecerá em 2021.
    E se aqui for desenvolvimento distinto do indiano, ou seja, pensado para o mercado latino, não espero antes de 2022. O 2008 NG, que já foi lançado, ainda não foi visto em testes nas bandas de cá e deverá ser o próximo Peugeot novo. Citroen deve continuar com os atuais, que vem perdendo terreno, por bom tempo.

  • Ubaldir

    Ou a Citroen começa logo a criar um portfólio atraente para a região sul-americana, ou vai deixar de existir. As concessionárias não vão conseguir sobreviver só de Cactus.
    Um substituto competitivo para C3 (talvez na linha mais básica, competindo com Kwid – diferenciando-o do novo 208), um Aircross renovado (é um modelo que se distingue bem da proposta de 2008 e Cactus, e renovado ainda tem público), um SUV de porte similar ao Compass e um sedã “compacto comprido” na linha de Versa e Onix são urgentes para dar fôlego à marca.

  • filemon junior

    O Aircross atual não é feio, mas a traseira não conversa com a dianteira. O carro tem suas virtudes pena que a Citroen o abandonou assim como o C3. Vejo que muitas montadoras fazem um facelift com mais frequência, mesmo que ruim. E assim alegam ter um portfólio novo e muitos brasileiros gostam. Tem marcado pra todos desde que tenha coragem de investir e inovar.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email