_Destaque _Featured Citroen Crossovers Hatches Test Drive

Citroën C3 e Aircross automático de seis marchas – Impressões ao dirigir

citroen-c3-aircross-2018-impressões-NA-3 Citroën C3 e Aircross automático de seis marchas - Impressões ao dirigir

Há um bom tempo o mercado pedia uma caixa automática de seis marchas para a dupla C3/Aircross, que finalmente atende esse desejo. Antes tarde do que nunca, a transmissão da Aisin chegou aos compactos da Citroën no Brasil e em breve também aos da Peugeot, nesse caso o 208 e o 2008.

A mudança também veio acompanhada de outras novidades, como a redução de potência e torque do motor 1.6 16V FlexStart, que agora entrega 115/118 cv a 5.750 rpm e 16,0 kgfm a 4.000/4.750 rpm, respectivamente com etanol e gasolina. Um detalhe interessante é que com transmissão manual, a dupla franco-brasileira mantém os 115/122 cv a 6.000 rpm e 15,6/16,4 kgfm a 4.000 rpm, na mesma ordem.

Nessa mexida de motor, o Aircross 2018 perdeu o velho motor 1.5 8V que entregava até 93 cv. Já o C3 mantém o 1.2 PureTech com seus 84/90 cv a 5.750 rpm e 12,2/13,0 kgfm a 2.750 rpm, respectivamente com gasolina e etanol. Com recomposição de versões e preços, as novas opções com câmbio automático de seis marchas começam em R$ 58.540 e R$ 67.990 para C3 e Aircross. Multimídia com GPS, CarPlay e MirrorLink também passa a estar disponível para todos.

citroen-c3-aircross-2018-impressões-NA-1 Citroën C3 e Aircross automático de seis marchas - Impressões ao dirigir

Impressões ao dirigir

A ênfase da Citroën com esta nova caixa é o conforto ao dirigir, conforme anunciado na apresentação, mas a transmissão japonesa garante economia de até 7% no modo Drive e 5% no Eco, em ambiente urbano, de acordo com a marca. Durante o test drive, nós pudemos verificar um equilíbrio melhor entre performance e conforto ao dirigir.

Mesmo com o motor 1.6 entregando um pouco menos de potência com etanol, ele apresentou boa disposição com o novo câmbio, que possui uma transição suave entre as marchas, percebida logo ao engatar-se D e R. A perda nas trocas é muito menor que na velha caixa de quatro marchas. Rodando em baixa velocidade, a rotação do motor fica entre 1.500 e 2.000 rpm, sem exigir mais para se deslocar com desenvoltura.

citroen-c3-aircross-2018-impressões-NA-5 Citroën C3 e Aircross automático de seis marchas - Impressões ao dirigir

Nas saídas, um vigor melhor por conta da nova relação. Em aceleração mais forte, o ponteiro vai até próximo de 4.000 rpm, respondendo de forma moderada. No Eco, isso é bem mais atenuado, enquanto no Sport o giro passa dos 5.000 rpm, garantindo mais ânimo. Apesar dos três modos, as relações são ajustadas para uma condução mais confortável, sem muita elevação de giro em uma tocada normal.

Em cruzeiro a 110 km/h, a rotação fica em torno de 2.800 rpm, reduzindo bastante vibração e ruído do propulsor. Nas ultrapassagens, o câmbio bota uma marcha a menos e eleva o giro entre 2.500 e 3.500 rpm, dependendo da situação. As mudanças manuais não sofrem tanta interferência e sim, mesmo com as seis velocidades, podem ser usadas se necessário.

citroen-c3-aircross-2018-impressões-NA-4 Citroën C3 e Aircross automático de seis marchas - Impressões ao dirigir

As retomadas estão bem equilibradas, assim como as reduções. O conjunto motor e câmbio parece bem ajustado, conversando ambos com clareza. Acompanhada de uma boa direção elétrica, leve e precisa, tanto C3 quanto Aircross com o EAT6 apresentam uma performance geral melhor que as opções anteriores.

A dirigibilidade também ganhou pontos com esse acerto, que dá a resposta certa para quando se necessita. O C3 mantém suspensão bem macia e freios suficientes. Já o Aircross é mais equilibrado na resposta ao solo e robusto na hora de parar. De modo geral, os Citroën C3 e Aircross 2018 apresentam o conjunto que mereciam. A dupla não tem desempenho esportivo, nem é essa a pretensão, mas não fazem feio se exigidos. O conforto veio em primeiro e logo depois o consumo.

Evento a convite da Citroën. 

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

Send this to a friend