*Destaque *Featured Citroen Lançamentos Sedãs

Citroën C4 Lounge S chega com visual esportivo e preço de R$ 86.740

citroen-c4-lounge-s-2017-1 Citroën C4 Lounge S chega com visual esportivo e preço de R$ 86.740

Cerca de dois meses após a estreia da linha 2017 do C4 Lounge, a Citroën anunciou outra novidade para a gama do sedã médio no mercado brasileiro. Agora o modelo está sendo oferecido também na série especial “S”, limitada a 250 unidades, que tem como base a versão de acabamento Tendance e se diferencia por uma série de detalhes estéticos e de acabamento.



“Criamos uma série especial repleta de personalidade e que reforça a dirigibilidade e o conforto de referência do carro”, explica Renato Sollitto, chefe de Produto da marca. Ainda de acordo com a fabricante, a letra “S” que designa a série limitada vem de “Sport”.

Citroën C4 Lounge S – visual e interior

As principais diferenças do C4 Lounge S em relação as demais variantes da linha estão no visual e no interior. O novo modelo conta com faróis com máscara negra, monograma “C4 Lounge S” (em branco, preto e vermelho) aplicado nos para-lamas dianteiros, rodas Arena Diamantada Noir de 17 polegadas com coloração preta e carroceria pintada nas cores Blanc Banquise, Gris Moondust ou Blanc Nacré.

De resto, o carro segue a mesma linha, com destaque para os faróis espichados na dianteira, que formam conjunto com a grade com o duplo chevron da Citroën, além de para-choque com formas marcantes e detalhes cromados. Há ainda vincos expressivos e linha de cintura elevada nas laterais, enquanto a traseira exibe lanternas que invadem as laterais e a tampa do porta-malas.

O interior, por sua vez, traz como exclusividade a assinatura “C4 Lounge S” aplicada nas soleiras das portas, nos bordados nos encostos dos bancos e na extremidade direita do painel de instrumentos. Há ainda costura dos bancos em vermelho. A cabine do carro exibe também itens como sistema multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas, espelhamento da tela de smartphone e navegador GPS.

Nas medidas, são 4.621 milímetros de comprimento, 1.789 mm de largura e 1.505 mm de altura, com distância entre-eixos de 2.710 mm. O porta-malas do sedã médio tem capacidade para levar até 450 litros.

citroen-c4-lounge-s-2017-2 Citroën C4 Lounge S chega com visual esportivo e preço de R$ 86.740

Citroën C4 Lounge S – equipamentos

Na lista de equipamentos de série, o Citroën C4 Lounge S segue a mesma lista do Tendance, com direito a airbags frontais, acionamento das luzes de emergência em caso de frenagem brusca, alarme periférico e volumétrico, controle de estabilidade, controle de tração, assistente de partida em rampas, faróis com acendimento automático, faróis e lanternas de neblina, Isofix, controle de cruzeiro, luzes de posição em LED, retrovisor interno eletrocrômico, sensor de chuva e vidros (com função “um toque” e anti-esmagamento), travas e retrovisores com acionamento elétrico.

Há ainda ar-condicionado automático digital de duas zonas com filtro de partículas, função Restore e saída de ar traseira, câmera de ré com tela colorida, computador de bordo com indicador de temperatura externa, porta-luvas climatizado, volante multifuncional com revestimento em couro, detalhes cromados e regulagem de altura e profundidade, bancos traseiros rebatíveis, acabamento interno do painel na cor Sun Silver, dupla ponteira de escape cromada, painel de instrumentos personalizável em cinco tons do branco ao azul, frisos laterais cromados e apoio de braço dianteiro com porta-objetos.

Outro item é a central multimídia com tela sensível ao toque, que dispõe de rádio AM/FM, leitor de CD, Bluetooth (áudio streaming), USB (áudio com exibição de capas e photo viewer), entrada AUX (auxiliar), calculadora e calendário. Há também recursos como Apple CarPlay, MirrorLink, duplicação da tela do smartphone no display da central multimídia, sistema de reconhecimento de voz por meio de smartphone, USB 2.0 input com corrente de 1ª, associação com o ar-condicionado de duas zonas e SmartApp Link MyCitroën (permitindo o armazenamento de informações sobre o veículo no smartphone do cliente, como consumo de combustível, localização, percurso realizado, quilômetros percorridos, próxima revisão, etc).

A versão topo de linha Exclusive dispõe ainda de airbags laterais e de cortina, faróis xênon bi direcionais, retrovisores externos com rebatimento elétrico, destravamento das portas e partida do motor sem chave, sensor de estacionamento traseiro com indicação gráfica e sonora, teto solar elétrico, bancos revestidos em couro, acabamento interno com detalhes em preto brilhante, entre outros.

citroen-c4-lounge-s-2017-3 Citroën C4 Lounge S chega com visual esportivo e preço de R$ 86.740

Citroën C4 Lounge S – motorização

Sob o capô, o Citroën C4 Lounge S esconde o motor 1.6 litro THP (Turbo High Pressure) flex de quatro cilindros, dotado de injeção direta sequencial, turbocompressor do tipo twin-scroll, cabeçote de 16 válvulas com duplo comando de válvulas, bomba eletrônica de alta pressão, cabeçote com dois eixos de comando de válvulas, bomba de óleo com gestão de vazão e cárter duplo.

Este propulsor consegue entregar 166 cavalos de potência com gasolina e 173 cv com etanol, a 6.000 rpm, e torque máximo de 24,5 kgfm, entre 1.400 e 4.000 rpm, sendo que 15,9 kgfm já estão disponíveis logo a 1.000 rpm.

No caso desta versão, o bloco está associado a uma transmissão automática de seis velocidades de terceira geração, que agora dispõe da função Eco Drive – acionada por um botão no console –, além de melhor gestão nas trocas de marchas. Com as mudanças, a caixa proporciona redução de 5% no consumo de combustível.

A versão de entrada Origine oferece ainda a opção do câmbio manual, também de seis marchas, com óleo especial para reduzir atrito e gerar mais conforto nas trocas, e também indicador de marchas, priorizando a eficiência energética.

Segundo dados da marca, o carro consegue acelerar de 0 a 100 km/h em 9,1 segundos e tem velocidade máxima de 215 km/h, limitada eletronicamente.

Ainda na parte mecânica, a linha 2017 do Citroën C4 Lounge recebeu mudanças no conjunto de suspensões. O carro passou a contar com novos amortecedores na dianteira e novas leis de amortecimento, que de acordo com a montadora francesa garantiram melhor dirigibilidade e respostas de direção mais ágeis. “O C4 Lounge traz agora um conjunto de suspensão mais harmonioso e equilibrado, apresentando maior controle de carroceria. Mas tudo isso sem abrir mão do conforto, DNA da marca”, explica Claudio Fernandes, gerente de Produto da Engenharia – Experimental e Simulação em Dinâmica Veicular.

A suspensão dianteira utiliza rodas independentes, eixo pseudo McPherson com braços inferiores triangulares, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos telescópicos e barra estabilizadora. Já a suspensão traseira permanece inalterada, com travessa deformável, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos telescópicos e barra estabilizadora.

Citroën C4 Lounge S – preços

Confira abaixo os preços da linha do Citroën C4 Lounge 2017:

C4 Lounge Origine 1.6 THP MT6: R$ 73.590
C4 Lounge Origine 1.6 THP AT6: R$ 82.490
C4 Lounge Tendance 1.6 THP AT6: R$ 84.990
C4 Lounge Série Especial S 1.6 THP AT6: R$ 86.740
C4 Lounge Exclusive 1.6 THP AT6: R$ 95.990

O novo Citroën C4 Lounge S está disponível nas cores Blanc Banquise, Gris Moondust (R$ 1.490) e Blanc Nacre (R$ 1.890).

citroen-c4-lounge-s-2017-4 Citroën C4 Lounge S chega com visual esportivo e preço de R$ 86.740

Citroën C4 Lounge S – pós-venda

O Citroën C4 Lounge S conta com três anos de garantia contratual e seis anos de garantia anticorrosão perfurativa. Há ainda o Plano de Revisão a R$ 1 Por Dia, com revisões de 10.000, 20.000 e 30.000 km a preços fixos de R$ 365.

Por meio da Revisão a R$ 1 Por Dia, além do preço competitivo e da precisão na verificação dos itens indicados no plano de manutenção periódico, os proprietários do modelo terão a possibilidade do parcelamento dos custos em quatro pagamentos mensais. Esse plano de revisão terá sempre seus preços afixados em local visível nos showrooms e oficinas das concessionárias, para amplo conhecimento público.

“A revisão a R$ 1 por dia não é uma promoção”, explica Dercyde Gomes, diretor de Pós-Venda da Citroën do Brasil. “Ela é uma ação perene, reflexo da evolução na qualidade de nossos produtos e processos produtivos. Além disso, em parceria com nossa rede de concessionárias, realizamos uma série de renegociações com fornecedores diretos e indiretos, tudo para assegurar mais vantagens para nossos clientes”, explica.

Citroën C4 Lounge S – ficha técnica

THP 173 Flex Manual OrigineTHP 173 Flex Auto OrigineTHP 173 Flex Auto TendanceTHP 173 Flex Auto Exclusive
Nome Completo OficialCITROËN C4 Lounge THP 173 Flex Manual
Origine – 16/17
CITROËN C4 Lounge THP 173 Flex
Automático Origine – 16/17
CITROËN C4 Lounge THP 173 Flex
Automático Tendance – 16/17
CITROËN C4 Lounge THP 173 Flex
Automático Exclusive – 16/17
Motor
MotorTHP 173 Flex
Número de Cilindros e Válvulas4 cilindros 16V
Cilindrada1598  cm³
AlimentaçãoInjeção eletrônica multiponto com turbo de alta pressão e intercooler
Potência máximaGasolina: 166 cv a 6000  rpm
Álcool: 173 cv a 6000  rpm
Torque máximoGasolina: 240 Nm a 1400  rpm
Álcool: 240 Nm a 1400  rpm
Desempenho
Velocidade máxima (em circuito)215 km/h215 km/h215 km/h215 km/h
Aceleração de 0 a 100 km/h (medidas realizadas com 1 pessoa a bordo, com combustível E22 – RON 93-, norma ECE)9,3 s9,4 s9,4 s9,4 s
Aceleração de 0 a 100 km/h (medidas realizadas com 1 pessoa a bordo, com combustível E100 – álcool -, norma ECE)9,1 s9,1 s9,1 s9,1 s
Transmissão
CâmbioManual de 6 marchasAutomático de 6 marchas com modo esportivo e troca sequencial
TraçãoDianteira
Direção
Sistema de direçãoGrupo eletrobomba hidráulico
Suspensão
Suspensão dianteiraTipo Pseudo McPherson, independente, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos telescópicos e barra estabilizadora
Suspensão traseiraTravessa deformável, molas helicoidais, amortecedores hidráulicos telescópicos e barra estabilizadora
Freios
Sistema dianteiroDiscos ventilados
Sistema traseiroDiscos
Auxílio à frenagemABS com REF (Repartidor Eletrônico de Frenagem) e AFU (Auxílio à Frenagem de Urgência)
Pneus e rodas
Medida dos pneus205/55 R16205/55 R16225/45 R17
RodasLiga Leve 16″ SansiroLiga Leve 16″ SansiroLiga Leve 17″ ArenaLiga Leve 17″ Arena Diamantada
Tipo de PneuPirelli P7 Cinturato
EstepeRoda de aço 16″
Combustível
CombustívelGasolina e Etanol
Tanque60 litros
Dimensões
Comprimento4621  mm
Largura1789  mm
Altura1505  mm
Entre-eixos2710  mm
Pesos
Peso vazio1355 Kg1375 Kg1388 Kg1412 Kg
Peso em ordem de marcha1430 Kg1450 Kg1463 Kg1487 Kg
Carga útil400 Kg437 Kg424 Kg400 Kg
Porta-malas
Volume do porta-malas450 litros
Altura até o porta-pacotes508 mm
Comprimento do assoalho945 mm
Largura do assoalho1030  mm

COMPARTILHAR:
  • Fanjos

    Quando começam com a manolagem no carro é pq já deu o que tinha que dar… Pelo jeito esse carro já ripou

    • Yo soy Yo

      Vdd… eu era vidrado nesse thp qndo lançou, mas era caro, e agora continua =(

      • Lucas086

        Se está caro, o que dizer de um City Exl ou um Corolla Gli ?

        • Dudu Pimentel

          É vdd…tenho um primo que comprou um City EXL…preço: 80 mil reais…ou uns 10 mil a mais que um Civic LXS 1.8, na época.

          • João Cagnoni

            Tem louco pra tudo nesse mundo.

            • Dudu Pimentel

              O carro é caro? Sem dúvidas! Mas vc já parou para analisar oq ele tem? Câmbio CVT, câmera de ré, soleira iluminada, forro no porta-malas…e fora notas excelentes no crash-test do LatinNCap e não dar quase oficina…segurança custa caro…pode ver que Corolla, Civic, Jetta, Cruze tb são caros, mas tb são bem seguros…ai te pergunto: vc prefere pagar menos por um carro que pode te matar ou pagar caro por carro que além de seguro, vai te poupar a cabeça por não dar oficina? Essa é a diferença!

              • Bom, no caso específico do City EXL e seus mais de 80 mil reais, a escolha pode recair em modelos até mais baratos, tão equipados quanto, bem melhor motorizados, tão seguros quanto e com espaço interno bem superior.
                Convenhamos, a Honda pesa a mão nos preços além do que as concorrentes já fazem. E o motor 1.5 do City em conjunto com o isolamento acústico fora do que se tem na categoria e a plataforma um tanto quanto estreita comparada aos verdadeiros sedãs médios o tornam uma escolha relativamente obtusa na comparação com outros modelos que operam em sua faixa de preço.

                • Dudu Pimentel

                  Mas o City não é sedan médio…ele tem preço de um por ser equipado com coisas caras, como as coisas que citei e o fato de ser seguro…ah, e eu já sentei no banco traseiro dele e não é tão apertado assim (claro que poderia ser mais folgado…pelo menos tem bancos de couro)…mas com certeza é baixo e por esse preço deveria ter freios a disco nas 4 rodas, luz diurna em LED, mas não tem, fazer o que? No geral, mesmo sendo um carro caro, acho que vale o investimento, diferente de carros por ai, como o Cobalt, que é maior (sendo quase um sedan médio), pode custar quase 70 mil e falta várias coisas, sem flar que a segurança é apenas um pouco melhor que os modelos compactos de entrada. Eu ligo para segurança e possíveis dores de cabeça com oficina que o carro pode vir a dar e como e um Honda ou Toyota são marcas conceituadas nesses quesitos, compraria um ou outro se tivesse dinheiro e tenho certeza que não me arrependeria

                  • “Cada pé tem seu calçado”… rs. Fiz apenas um comentário técnico, voltado para a relação custo x benefício. Eu não compraria jamais um City, principalmente por ter mais de 1,90m, um filho dessa altura também, além de uma filha ainda em uso de cadeirinha. Mas é óbvio que o City possui características que satisfazem as necessidades de outro tipo de cliente, que não eu.
                    Abraço, amigo.

            • Dudu Pimentel

              Tanto vc está certo, que a GM vende o Prisma LTZ AT por quase 60 mil reais…a Ford vende o Fiesta Titanium Ecoboost por 71 mil reais; a VW tem SpaceCross de 90 mil reais e a Fiat tem Strada que pode chegar a quase 90 mil reais, para citar alguns

          • Lucas086

            A esposa de um amigo fez a mesma “besteira”, hoje se arrepende, muito dinheiro em um carro que não tem nada demais, acho um dos maiores absurdos dos vários absurdos do mercado.

            • Dudu Pimentel

              Te flar: ele não se arrepende nem um pouco…muito pelo contrário…mas tb era um carro que cabe na garagem e era bem equipado…fora que, pelo menos prá mim e para ele é um carro bonito

          • Victor Porto

            Comprei meu civic EXR por 78k (16/16), realmente o city é um péssimo negócio frente ao civic (9a geração)..

        • João Cagnoni

          Dei like nos 2 comentários. Pra mim é tudo caro, fazer o quê… rsrs

        • Yo soy Yo

          Corolla é desproporcional! É muito nome em cima do preço…

          • Lucas086

            Sou mais um corolla com kit diginidade que esse city exl. City tem que concorrer com grand siena, versa e tal, mas como é um Honda, ai cobra-se quanto quer.

          • Dudu Pimentel

            Não é só nome…mas o que está por trás do nome…apresente me um carro barato que seja seguro e não dê oficina…desafio lançado!

            • Yo soy Yo

              Não disse q era ruim, mas que o preço é muito alto.

              • Dudu Pimentel

                E eu te expliquei o pq de ele ser caro.

                • Yo soy Yo

                  Agora entendi. Realmente, não é só a marca :D

    • ViniciusVS

      Esse carro terá o mesmo futuro que o C4 Pallas na mão dos manolos, e esse futuro é bem próximo.

      • 90% dos sedãs médios de qualquer marca têm o mesmo fim.

        • ViniciusVS

          Mas o C4 Pallas foi o campeão ao lado do New Civic G8.

          • Louis

            Ontem vi 2 magrelas boné-aba-reta acelerando um Azera daqueles primeiros. Só não sei se era roubado kkkkk

            • ViniciusVS

              Hoje é barato, custa menos que um popular novo.

              • João Cagnoni

                Custa metade. Um popular está na média de 50k e já existe uma grande oferta de C4 Pallas a 25k. Conservado igual o meu, jamais! rs

          • Vectra G2 também fez história… rs.

        • Franco da Silva

          Vi um por 22.900.
          Já imagino esse aí na mesma faixa de preço, em breve.

        • Tosoobservando

          Malibu?

          • Eu nem citei o Malibu, o Ômega, o Opala e o Fusion dentre outros pelo fato de serem da categoria de sedãs grandes. Mas sem dúvidas que se encaixam na descrição… rs.

        • Edson Fernandes

          Ubaldir, to assustado com tudo que o C4 Lounge perdeu.

          Eles retiraram N itens que era justamente um dos pontos que mais chamavam atenção para tentar colocar o “básico” do topo de linha dos outros. O que ele tem hoje no C4 lounge em relação ao meu Fluence é apenas o motor.

          Por exemplo, o meu fluence tem retrovisor fotocromico e aquecedor de retrovisores externos (ajuda que é uma beleza na chuva).

          E ele que tinha o interessante sensor dianteiro, retiraram!

          • Verdade. Já tinha comentado sobre isso em outra matéria. Colocaram o teto solar como item de série e retiraram sensores de presença lateral, sensores dianteiros e acho que o rebatimento automático do retrovisor também rodou (considerando a versão exclusive).
            Hoje, analisando conteúdo x preço, iria estar bem inclinado a levar um Cruze LTZ1 para casa. Me parece a melhor relação custo x benefício.

            • Edson Fernandes

              Está dificil de considerar um modelo. Um carro completinho que é restrito em espaço é o Focus. O Jetta 1.4 TSI carece de mais itens de segurança (e também tecnologicos / conforto), o C4 perdendo itens de série para agradar visual, 408 inclusive perdeu xenon… Fluence perdeu sensores de porta (agora só apertando o botão no controle, antes era por sensor como o meu), outros médios como o Cerato com apenas 2 air bags e sem uma infinidade de itens de outros sedans… o proprio Cruze carece de setas no paralama ou retrovisor, além de retrovisor interno fotocromico e saidas de ar traseiras…. O Civic não só caro, mas o modelo que teria o que eu considero ideal é um absurdo de caro… e o Corolla também carece muito de coisas que o Cruze tbm não possui…

              TODOS perderão MUITO atualmente. O Focus incrivelmente é o mais cadenciado em itens mas não tem espaço interno… ficou dificil. Aí pulamos para os hatches que não tem um representante ideal abaixo de R$85000…. (e os topo de linha ou que equilibra perante um sedan vão para casa dos R$100000 ainda que o Focus tenha promoção mas careça do problema de espaço interno).

              • Ainda bem que comprei o meu C4 quando ele era meio que uma escolha incontestável em termos de custo x benefício: mecânica diferenciada (na época, hoje já tem uma boa leva de sedãs turbinados), lista completa de equipamentos, espaço interno excelente, tudo embrulhado em um preço de 80 mil reais (dois anos atrás).
                Quanto mais vejo o mercado hoje, mais estico em minha cabeça o tempo que pretendo permanecer com meu carro. Junte com isso a crise, e acho que vou ficar com ele por muitos anos ainda… rs.

                • Edson Fernandes

                  Pois é Ubaldir. Para meu caso que ainda é um carro “com motorzão” 2.0, uma das melhorias que eu procuraria é justamente carros com motores downsizing.

                  O problema é que muitos dos modelos cortaram itens de série sem contrapartida. Se o Focus ainda tivesse um espaço interno aceitavel… ele poderia ser. Sei que ainda irei ficar bons anos com o meu…. mas confesso que não enxergo hoje um modelo a altura para substitui-lo (a não ser que pegue o C4 Lounge ano modelo 2015 que ainda tem os mesmos itens que o seu).

      • João Cagnoni
        • Lucas086

          Manolo ou não, a Discovery ficou linda, sem contar que ela tem suspensão a ar de fábrica

          • arzanette

            discovery e montagem e muito mau feita ….. e a traseira nem se fala…..

          • João Cagnoni

            Som forte ela já tem, só falta o funk e as rodas da foto.

        • Edson Fernandes

          Terrivel esse Passat.

          • João Cagnoni

            Eu ainda esqueci as fotos do Fusion. Dá vontade de chorar.

        • Iran Borges

          Poxa cara, que agressão é essa? Nunca te fiz nada!

    • Louis

      Mas até o campeão Corolla andaram manolando, aquela versão com rodas pretas que acabaram de anunciar hehehehehe

      • Dudu Pimentel

        Dynamic né? Essa versão é para enganar os trouxas, pois o XEI é quase a mesma coisa que essa e ainda por cima é bem menos cara.

        • Edson Fernandes

          Mas tem gente que adora um apelo visual. Corolla XRS que o diga.

          • Dudu Pimentel

            Ah kra, se pessoa pode comprar um Corolla, ela pode comprar umas peças e pintar as rodas…além ser mais barato pode até deixar mais bonito que a própria versão…eu sinceramente nunca vou entender pq não fazem isso

            • Edson Fernandes

              Mas aí que está o diferencial do Corolla… ele teve tudo que outros corollas nunca tiveram: Interior totalmente em preto.

              Os demais como é até hoje, possuem interior em duas cores sendo a parte inferior um cinza claro (Que me agrada) no lugar do interior todo preto.

              • Dudu Pimentel

                Corolla Altis da geração atual tem bancos de couro e cintos na cor creme (não sei se é opcional, mas eu já vi um nessa configuração)…acho que o restante do interior é preto mesmo

                • Edson Fernandes

                  Dudu, é assim:
                  – GLi: Interior preto
                  – Xei: Interior com mescla de preto e cinza (com bancos em couro cinza claro)
                  – Altis: Interior com mescla de preto e bege (com bancos em bege)

                  Abs

      • Maycon Farias

        Mas o Corolla é um caso extremamente isolado. E de fato essa opção deve ser a ultima a anteceder o facelift, no máximo ainda uma versão de despedida para a entrada do modelo novo.

      • Carros de valor aquisitivo relativamente mais alto estão sujeitos a isso. Com o passar dos anos, qualquer carro passa a sofrer com a necessidade de reposição de peças. Como nesta categoria as peças de manutenção e a mão de obra costuma ser salgada, o custo de propriedade acaba ficando alto, muitas vezes inviabilizando o veículo, que cai demais de preço. Como são carros com bom apelo visual e nível de equipamentos elevado, acaba atraindo os ditos “manolos”, que possuem pouco capital para a compra do modelo.

    • marcelo

      Sem contar com a ridícula preocupação com a segurança, a esse preço com 2 air bags?? Passo.

      • Dudu Pimentel

        Ridículo é ter carro 1.0 de 50 mil; ridículo é ter carro 1.4 de quase 60 mil…um carro caro que ao mesmo tempo é seguro e dificilmente te deixará na mão, isso não é nada ridículo! Eu valorizo segurança e não precisar virar sócio de oficina mecânica.

    • Na verdade, este carro está muito mais voltado ao mercado argentino (onde é fabricado) do que ao brasileiro. Lá ele vende mais unidades que aqui, o que é uma diferença absurda em se considerando o tamanho dos mercados. Acaba que o que é feito lá acaba vindo pra cá, também.

  • Cristiano

    Foi repassado toda a linha 2017 novamente por causa da série especial. Talvez pra disfarçar que são 1750 reais a mais pra tecido diferente no banco, emblemas, farol com máscara negra e rodas escurecidas.

  • Leandro Santos

    o bom de comprar um usado. hj, um desse, lindo por sinal, sai por uns 50 em versão top. dos primeiros. mto bom ainda. sem ter que pagar por cor, ipva, revisões…

    • Louis

      Revisão vai ter que pagar, e se tiver muita coisa para fazer, não vai ser barata. A não ser que quem compre seja do tipo que usa até parar, sem manutenção preventiva.

      • Hélio

        com uma defasagem de 15k você está preocupado com revisão?? kkk

        • Louis

          Dependendo do que for fazer, o preço é salgado. Até no meu popular gastei R$ 6k há pouco tempo atrás.

  • Adriano Feroli

    O que mata no C4 Lounge é esse volante de caminhão. Deixei de comprar um ano passado e fui de Civic.

    • João Cagnoni

      Quantas cervejas tomou pra compensar o arrependimento?

  • El Gato Negro

    “…monograma “C4 Lounge S” (em branco, preto e vermelho) aplicado nos para-lamas dianteiros.”

    CA-RA-LE-O!!! QUE LOUCO! TOMA MEU CHEQUE!

    • Eu gostei do farol máscara negra. Mas não é nada que justifique a diferença de preço para a Tendance normal.

      • Dudu Pimentel

        Pois é…se vc compra um e personaliza vc mesmo sai mais barato e pode até ficar mais bonito. Só vale a pena comprar um carro assim se vc gostar muito do carro e tudo nele for exclusivo.

  • Danilo Fróes

    Pois é, concordo! Apenas se a Citroen trocasse a tela da central multimidia por uma touchscreen já seria um grande avanço! Ficar passando as teclas pelo botão que nem um nokia das antigas é muito paia!

    • Superleggera

      É touchscreen na linha 2017

    • Mauricio Antonello

      F5 por favor.

  • Zé Mundico

    Fim de ano chegando, tem que fechar o balanço, recolher os impostos, fazer caixa para o 13. do pessoal….
    É preciso fazer um agrado aos revendedores para levantar um extra, entendeu?
    A maioria dessas “séries especiais” são lançadas nessa época e servem apenas para fazer um caixa para as despesas imediatas.

  • Carlos Sá

    Quando li o anuncio da versão “S” de “Sport”, imaginei que viria com o THP-210, usado no DS5 na Europa. São 210 hp e 28,5 Nm, ia andar perto do Jetta 2.0 TSI. Mas manteve a configuração normal.
    Mas no final é pagar mais caro por faróis mascara negra e bordados nos bancos.
    A Citröen precisa rever o conteúdo das versões de seus carros, acrescentar ao invés de retirar como fez na linha 2017.

    • João Cagnoni

      O torque do Jetta é bem maior, além de que o Lounge é mais pesado.

      • Carlos Sá

        Jetta 2.0 TSI, 211cv@5.500rpm; 28,6kgfm@2.000rpm; 1.376kg
        C4 Lounge THP210, 210cv@6.000rpm, 29kgfm@1.750-4000rpm, 1.439kg
        Potências são equivalentes, torque do THP é maior, e a diferença de peso é uma pessoa.

        • João Cagnoni

          THP 210? Não entendi. Também confundi o torque do Jetta TSI, pensei que era igual ao Golf GTI.

          • É uma versão do THP com 210 cavalos disponível na Europa. Temos variações até com 230 cavalos pra esse mesmo bloco.

  • João Cagnoni

    Nunca entendi porque o Lounge mesmo com esse motor bem melhor que o 2.0 aspirado e 2 marchas a mais ainda tem só essa velocidade final.

  • João Cagnoni

    Especial pra mim é quem paga mais de 50k em um sedan médio.

    • Zé Mundico

      É médio lá fora mas aquii no Brasil joga no time dos grandes.
      Nosso limite de grande é meio diferenciado..rsrsrsrs

    • Moço, hoje se paga mais de 50 mil em “popular” com kit dignidade… kkkk.

  • Alexandre

    Tenho um lounge thp e estou satisfeito com o carro. Fiquei muito em dúvida na compra, mas fui pelo C x B. Fui olhar agora a diferença para Civic e não vi lá grandes diferenças de preços. Acho q tem muito preconceito ainda, apesar de concordar que a Citroen não parece te muitas pretensões no Brasil.

  • GPE

    Passo

  • RKK

    Por este preço e banco de tecido ? A versão Tendance com os opcionais de banco de couro e GPS saem pelo mesmo preço (e com o bônus do banco de couro).

    • Bancos em couro não são um atributo definitivo na compra de um carro , eu por exemplo não gosto de couro . . . .

  • Saulo Souza

    No comparativo entre Corolla Altis, Novo Civic EXL, e Novo Cruze LTZ, e C4 Lounge S ou Exclusive; esse C4 Lounge GANHA com folga!!
    Pena que a Citroen, e o grupo PSA como um todo, não investe no marketing dos carros… lamentável…

  • Diógenes P P Filho

    Se fosse um Toyota venderia bem, mas…

  • Gran RS 78

    A Citroen está maluca com esses preços. A diferença é de quase 10 mil reais para levar o cambio automático na versão de entrada. Esse carro sempre será um mero coadjuvante em seu segmento.

    • O preço não é ruim na comparação direta com o que há na concorrência. Se pensar que você leva um Civic Sport (que é bem restrito na lista de equipamentos) por 90 mil reais (manual)…
      Agora, quanto a ser mero coadjuvante no segmento, isso é característica da marca. Quando foi lançado esse carro era disparado a melhor compra do segmento (lista de equipamentos e conjunto mecânico inigualáveis por preço imbatível, em especial na versão topo de linha), e mesmo assim nunca vendeu significativamente. De toda forma, vende bem na Argentina (coisa de 800 unidades por mês – segundo na categoria, cerca de 600 unidades atrás do líder Corolla). Como é fabricado lá e exportado para cá, não vejo lá um interesse estratégico da PSA em turbinar as vendas dele por aqui.

      • Gran RS 78

        Ubaldir, o Civic sport manual está por 87 mil reais e com o cambio cvt vai para 93 mil reais e tem mais equipamentos, principalmente de segurança que o C4 lounge. O ponto a favor do Citroen é o motor thp, do resto o Civic é mais negócio que ele.

        • Thiago C

          87900 + pintura metálica. Na prática, custa 89 mil. Cvt, 94900 + pintura metálica. 96 mil.

        • Por 93 se leva o C4 Exclusive sem Xenon (na negociação na concessionária, 90 mil fácil). Não dá pra comparar o Civic Sport com o C4 top de linha na relação de equipamentos, pode checar (Keyless, sensores de chuva, crepuscular, bancos de couro, multimídia completa com GPS, ar digital bizona com função restore, sensor lateral, rebatimento automático de retrovisores, 6 airbags, isofix, teto, sensores traseiros – infelizmente retiraram os dianteiros em 2017). Para considerar o Sport mais negócio, só fazendo aquela velha ginástica de se considerar o valor e facilidade de revenda do carro. Na relação direta custo x benefício, não tem jeito.

  • Marcos Pastori

    Poxa, um Origine com câmbio manual por R$73mil é uma boa pedida. Completinho e deve andar muito bem.

    Com isso você mal compra um Golf 1.6, Sentra 2.0 S, Renegade Sport 1.8, HR-V 1.8 com calotas, Fit EXL 1.5.

    Tá mais barato até que o 208 GT com o mesmo motor e câmbio.

  • Um belo automóvel de uma marca que infelizmente é deixada de lado pelos BR a maior parte por preconceito , e uma menor parte pelo pós venda da marca . . . mesmo as outras não sendo melhores neste quesito .

  • João Luiz

    Só eu acho esse volante feio pra caramba?

    • Eu acho ele um tanto quanto grande. Feio, não. E a operação dos botões nele é muito fácil e intuitiva.

  • Felipe Castro

    Sem paddle shift ainda..

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email