Citroen Mercado Montadoras/Fábricas

Citroen cresce, e quer chegar a vender 100.000 carros/ano no Brasil em 2010

A Citroën cresceu muito nos últimos meses. A empresa fechou 2005 com uma média mensal de 2.267 unidades vendidas e, neste ano, ela está vendendo 2.800 carros por mês. Em maio a montadora francesa bateu seu recorde histórico, com 3.485 carros comercializados. Se pegarmos o histórico da montadora, veremos que ela tem aumentado bastante sua participação no mercado desde 2000. Naquele ano a Citroën tinha apenas 0,62% do bolo. Este número foi crescendo a cada ano. No acumulado dos primeiros cinco meses de 2006, a empresa detém 1,96% do mix.

O objetivo da empresa é chegar a 40 mil carros vendidos no final deste ano. Este número é o limite que a empresa tem e, por isso, ela já planejou o terceiro turno da fábrica da PSA no Rio de Janeiro, em Porto Real. Isso deve acontecer em 2007 ou 2008.

A Citroën tem um planejamento até 2010, que é de investir US$ 400 milhões e lançar um carro novo a cada ano. Eles não vão substituir os atuais. Para crescer, e este é o objetivo, a empresa precisa ter novos produtos. Com isso, até 2010, ela espera vender 100 mil unidades por ano. Em 2010, a expectativa da montadora é que o mercado brasileiro tenha 2 milhões e 100 mil carros produzidos a cada ano.

O que justifica todo esse investimento é o fato de a Citroën ter começado a ganhar dinheiro em 2006. A principal razão de crescimento de uma empresa é sua capitalização e sua presença em todo o território nacional. Por isso, dentro desse projeto, de mais do que dobrar as vendas até 2010, também está a expansão da rede.

Em 2006, a empresa vai estar em 61 cidades, com 82 concessionárias. Em 2010, serão 99 municípios, com 120 lojas. Quer dizer, vai crescer a quantidade de concessionárias, mas vai aumentar muito mais o número de cidades.

[Fonte: Ag. Auto Informe]







Send this to friend