Avaliações Citroen Hatches

Citroën DS4 une design, luxo e desempenho para ser o modelo mais “sensato” da linha DS

citroen-ds4-vermelho (3)

Os dois primeiros integrantes da linha DS, da Citroën, que chegaram ao Brasil chamaram atenção pela ousadia. O DS3 é um pequeno “abusado”, com comportamento agressivo e divertido. Já o DS5 parece uma nave espacial – por dentro e por fora.

O último a chegar foi o DS4. De cara, ele parece o mais “normal” da gama . Há boas ideias no design e no acabamento, mas a proposta é muito mais “social”. Longe da “ferocidade” do primeiro e da suntuosidade do segundo, o DS4 é, basicamente, um hatch médio premium – como o atual Mercedes-Benz Classe A. É um carro mais aplicável ao uso diário que seus companheiros de showroom, mas com peculiaridades suficientes para caracterizá-lo como um legítimo DS.

Assim como nos outros DS, o design tem nele um papel central. A intenção declarada da Citroën foi fazer um hatch com ares de cupê. Para isso, a principal modificação ficou na traseira. A maçaneta saiu da porta e foi parar na coluna, onde fica bem escondida enquanto o teto tem caimento bem acentuado.

citroen-ds4-vermelho (2)

Fica óbvia a intenção da equipe de design em “sumir” com a porta de trás. No resto do desenho, o DS4 se assemelha bastante ao C4 francês, modelo no qual é baseado. Por dentro, o tom “inusitado” fica por conta da iluminação do painel de instrumentos, que pode mudar de cor, e pelo som da seta de direção, que também pode ser alterado pelo motorista.

O resto da composição do hatch é mais ortodoxa. A parte mecânica, por sinal, é mais uma reedição do conjunto formado pelo motor 1.6 THP – originário de uma parceria com a BMW – e pela transmissão automática de seis velocidades. Como em todos os carros da PSA Peugeot Citroën vendidos por aqui – incluindo os DS –, este quatro-cilindros turbo gera 165 cv a 6 mil rpm e 24,5 kgfm a partir de 1.400 giros. No hatch, isso é suficiente para acelerar até os 100 km/h em 8,6 segundos e chegar à máxima de 212 km/h. A plataforma, a PF2, é a mesma da segunda geração do C4 e dos atuais Peugeot 308, 408 e até do próprio DS5.

A lista de equipamentos atende o que se espera em um carro dentro da faixa de preços do DS4, de R$ 99.965. Ar-condicionado dual zone, sistema de som com GPS/Bluetooth e entradas auxiliares, câmara de ré e revestimento de couro estão lá.

citroen-ds4-vermelho (4)

Por outro lado, bancos dianteiros com ajustes elétricos ficam de fora. Na parte de segurança, seis airbags, ABS e controles de estabilidade e tração também não chegam a surpreender. Os grandes diferenciais são o massageador para o motorista e o head-up display, itens geralmente restritos a modelos de alto luxo.

O valor próximo aos R$ 100 mil é semelhante ao pedido pelo Mercedes Classe A de entrada e ao BMW 118i, ambos com configuração mecânica equivalente, mas com menos luxo. Por enquanto, o Citroën vem acumulando bons números de mercado.

citroen-ds4-vermelho (5)

De acordo com dados da Fenabrave, no primeiro quadrimestre o hatch emplacou cerca de 90 unidades por mês. A Classe A foi recentemente lançada e ainda não teve entregas e vendas estabilizadas. Já o modelo da BMW vai melhor, com mais de 100 emplacamentos mensais quando somadas as versões 118i e 116i.

A tal proposta “mais social” do modelo também também o posiciona bem em relação aos outros DS. Na média mensal , o DS4 é o veículo mais vendido da linha DS, com DS3 em segundo e DS5 logo em seguida. A praticidade, muitas vezes, prevalece sobre o inusitado. Mesmo em segmentos de luxo.

citroen-ds4-vermelho (6)

Ponto a ponto

Desempenho – O motor 1.6 THP se encaixa muito bem na proposta do DS4. Fornece um desempenho acima da média, com acelerações e retomadas vigorosas, porém, sem grandes arroubos ou trancos. O arranque de zero a 100 km/h é feito em 8,6 segundos, por exemplo. Marca interessante em comparação com outros veículos da categoria. O destaque do quatro cilindros turbo é a ótima entrega de torque, já presente em sua totalidade a partir dos 1.400 giros. A transmissão automática de seis marchas é eficiente e faz uma bela sincronia com o propulsor. Nota 8.

Estabilidade – Mesmo sendo mais alto que seus concorrentes, o DS4 é um hatch com dirigibilidade muito bem-acertada. Fruto de uma suspensão dura e de um chassi rígido. O dois volumes encara com vontade uma sequência de curvas e mantém uma alta dose de estabilidade. Nas retas e altas velocidades, a precisão da direção também é absoluta. Nota 8.

Interatividade – O DS4 é um tanto discrepante neste aspecto. O sistema de som, por exemplo, é completo, mas os controles no painel são confusos de operar. Selecionar uma música para tocar no pen drive, por exemplo, é um martírio. O painel de instrumentos tem uma disposição futurista e pode mudar de cor entre tons de azul e branco. A ideia é boa, mas a visibilidade é prejudicada em alguns acertos. E mesmo com a proposta ligeiramente esportiva do carro, não há borboletas para trocas de marcha no volante – que já conta com diversos outros botões. Nota 7.

Consumo – De acordo com dados do InMetro, o DS4 faz 8,7 km/l na cidade e 11,5 km/l na estrada. Números que garantem a pior nota possível dentro do segmento, a E. No geral, o hatch ficou com a avaliação C. Nota 5.

citroen-ds4-vermelho (7)

Conforto – Os bancos são revestidos com alta qualidade e abraçam bem o corpo. Para melhorar, o motorista tem massageador na lombar, equipamento que melhora bastante o conforto a bordo. O DS4 até tem espaço para cinco ocupantes. Mas o melhor mesmo é levar no máximo quatro adultos. E, atrás, é melhor que não sejam muito altos com risco de esbarrar a cabeça no teto. A suspensão rígida paga a conta na hora de enfrentar estradas esburacadas como as brasileiras. O hatch da Citroën dá pancadas secas e não poupa os ocupantes de fortes trancos. Nota 7.

Tecnologia – Em um segmento que dá bastante importância para a tecnologia embarcada, o DS4 fica basicamente na média. O motor 1.6 THP é moderno e casa bem com a transmissão. O ponto negativo é o consumo de combustível, que fica acima do esperado. O recheio fica na média da concorrência, com rádio/GPS, seis airbags e controles de estabilidade e tração. O grande diferencial do DS4 é o massageador de lombar e a possibilidade de personalizar o interior com diversas cores do painel de instrumentos e até o som emitido ao acionar as setas de direção. Nota 8.

Habitabilidade – Na frente, a vida a bordo do DS4 é descomplicada. Tudo está onde deveria estar e o acesso ao interior é simples. O para-brisa é panorâmico, mas não chega a ser tão amplo quando o do C3. Na traseira a situação muda. O desenho dos arcos de roda e, consequentemente das portas, dificulta bastante o acesso ali. É preciso algum contorcionismo para não esbarra as pernas ao tentar entrar no carro. Pior, pelo formato das portas, não é possível abaixar os vidros de trás. O porta-malas leva 360 litros, condizente com o resto do segmento. Nota 7.

Acabamento – É o principal item em que a Citroën tenta se diferenciar de seus concorrentes. Realmente, o cuidado na construção do painel do DS4 impressiona. Tudo é bem encaixado e os materiais são de ótima qualidade. Detalhes como o banco de couro com “gomos” e os diversos cromados no volante e nas portas são o grande destaque. Nota 9.

Design – O DS4 tem um proposta de ser um “super hatch”. Mantém as proporções características de um dois volumes, porém, mais agressivo. As caixas de rodas são maiores e as maçanetas traseiras são escondidas para dar um aspecto cupê ao modelo. No final, é um conjunto interessante e bem diferente do que se vê por aí atualmente. Nota 9.

Custo/benefício – Por R$ 99.965 o DS4 fica em preço bem semelhante a de seus principais rivais. Mercedes Classe A e BMW Série 1 menos equipados também rondam os R$ 100 mil. Pesa para o lado do Citroën recursos de conforto, acabamento e design acima da média. Os alemães gozam de prestígio, dirigibilidade mais apurada e qualidade construtiva comprovada. Nota 6.

Total – O Citroën DS4 somou 74 pontos em 100 possíveis.

citroen-ds4-vermelho (8)

Impressões ao dirigir – Múltipla personalidade

A maior aplicação do DS4 em relação aos outros DS é óbvia assim que se põe os olhos nele. Não há um tom de inusitado, como no DS5, ou a imagem de agressividade, como no DS3. O DS4 é bonito, mas sem exageros. A tentativa de esconder a porta traseira dá certo e, de longe, o hatch realmente fica parecendo um cupê.

O problema é que o acesso aos bancos traseiros fica bem precário. A caixa de roda é pronunciada e o formato da parte inferior da porta dificulta a entrada. Atrás, por sinal, um adulto de mais de 1,80 metro fica com a cabeça roçando no teto.

citroen-ds4-vermelho (9)

Na cabine, a história se confirma. O acabamento é excelente, inclusive superior aos BMW e Mercedes-Benz da faixa. Já as tentativas da Citroën para deixar o modelo mais “engraçadinho” – as mudanças de cor dos instrumentos e do som da seta – são o tipo de coisa que só impressionam na primeira semana. Depois, dá até para esquecer que estão lá . Principalmente o som da seta, que só varia entre o tradicional “tic tac” e outros esdrúxulos e irritantes com nomes pomposos, como Urban Rythmik e Jungle Fantasy.

A “sensatez” do DS4 aparece claramente também na parte dinâmica. Apesar de esperto, o médio pesa mais e por isso é mais comportado que o pequeno DS3. E mais simples de usar também. O câmbio automático de seis marchas – que deve a opção de trocas manuais no volante – facilita a vida em engarrafamentos e em longas viagens. A dupla formada com o motor 1.6 THP é bem entrosada e de fato distancia o DS4 dos medios “tradicionais” em termos de desempenho. O turbo entra em ação em giros baixos e permanece “soprando” até altas rotações. Na prática, isso significa que tanto acelerações como retomadas são feitas com agilidade.

citroen-ds4-vermelho (1)

A tração dianteira e o alto centro de gravidade não atrapalham o bom comportamento dinâmico do hatch. O DS4 é um carro que enfrenta uma sequência de curvas sem grandes problemas. A suspensão é rígida e mantém a carroceria neutra nas curvas – com algumas consequências no conforto ao rodar – e os pneus 225/45 mantêm aderência em todos os momentos.

O volante, entretanto, merecia ter pegada melhor e um aro mais grosso para instigar mais a esportividade. Esta talvez seja a essência do DS4. Um carro que tenta aliar boa dirigibilidade com usabilidade e alta tecnologia. Mesmo que seja o menos emocionante da linha.

Ficha técnica – Citroën DS4

Motor: Gasolina, dianteiro, transversal, 1.598 cm³, quatro cilindros em linha, quatro válvulas por cilindro, comando duplo no cabeçote e turbocompressor. Acelerador eletrônico e injeção eletrônica multiponto sequencial.

Transmissão: Câmbio automático de seis marchas à frente e uma a ré. Tração dianteira. Oferece controle de tração.

Potência máxima: 165 cv a 6 mil rpm.

Torque máximo: 24,5 kgfm a 1.400 rpm.

Aceleração 0 a 100 km/h: 8,6 segundos.

Velocidade máxima: 212 km/h.

Diâmetro e curso: 77,0 mm X 85,8 mm. Taxa de compressão: 11,0:1.

Suspensão: Dianteira independente do tipo pseudo McPherson, com braços inferiores triangulares e barra estabilizadora. Traseira com travessa deformável com barra estabilizadora. Oferece controle de estabilidade.

Freios: Discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira. Oferece ABS com EBD.

Pneus: 225/45 R18.

Carroceria: Hatch em monobloco com quatro portas e cinco lugares. Com 4,27 metros de comprimento, 1,81 metro de largura, 1,53 metro de altura e 2,61 metros de entre-eixos. Oferece airbags frontais, laterais e de cortina.

Peso: 1.363 kg.

Capacidade do porta-malas: 359 litros.

Tanque de combustível: 60 litros.

Produção: Mulhouse, França.

Lançamento mundial: 2010.

Lançamento no Brasil: 2013

Itens de série: Airbags frontais, laterais e de cortina, apoios de cabeça com regulagem de altura, controle de estabilidade e tração, faróis bi-xenon com acendimento automático e acompanhamento em curva, luzes diurnas de led, cruise control, freio de estacionamento elétrico, ar-condicionado dual zone, botão de partida, câmara de ré, computador de bordo, pedaleira de alumínio, trio elétrico, revestimento de couro, head-up display, bancos com ajuste elétrico, banco do motorista com massageador, rodas de liga leve de 18 polegadas e rádio/CD/MP3/Aux/Bluetooth/GPS.

Preço: R$ 99.965.

Por Auto Press





  • yuri calmon

    Sou mais o LEK LEK !!!!B)

    • TacodeSinuca

      Que nojo…

      • ¡Mucha Lucha!

        Ia falar a mesma coisa.

      • Leandro1978

        Da propaganda, sim. Do carro, não.

      • KaioNS

        Acho que ele fez referência ao Classe A, amigo. Lembra do vídeo viral da MB usando o "AAAh, lek lek lek…" como música chiclete na propagando do carro? Então…
        Ou seja, ele disse, em outras palavras, que prefere o Classe A.

        • cavevolution

          Em falar de "Ahh Lek lek" , parece que a justiça proibiu está música por causa do rolo do produtores. A propaganda do novo Classe A com a música Idem.

          • cavevolution

            Espero que nenhuma outra montadora utilize a música "Quadradinho de 8" em anúncios publicitários. Rs…

          • ¡Mucha Lucha!

            Funk é escoria da sociedade!

        • TacodeSinuca

          Sim eu disse que nojo porque ele associou algo repugnante com a MB

          • Guilherme

            Foi a MB que associou algo repugnante a ela mesa naquele vídeo

          • Fábio

            Que por sinal foi ela mesma que fez.

        • yuri calmon

          Obrigado Kaio, mas talvez para alguns você terá que DESENHAR !!!! KKKB)

        • danilloacosta

          Realmente ele estava falando do Classe A e seu comercial. Mas carro de lelek é gol quadrado, chevette, saveiro rebaixada, etc…

    • Daniel Goldenstein

      Mulheres, são as brasileiras. Relógios são os suíços. Músicos, são os americanos. E carros, são os alemães. Ponto Final

  • TacodeSinuca

    Se eu não tivesse visto o simbolo no capo,de frente passaria por um C4 comum, uma coisa é fato, ele é o que menos se destaca entre o DS5 e DS3

    • ¡Mucha Lucha!

      É só uma desculpa pra vender o hatch por mais que o sedã, pois em tudo é quase o mesmo que o sedã. Sugerir pagar 100k num c4 hatch é uma sem-vergonhice sem limites dessa marca que acha que é algo amais… Pena que brasileiro acredita nisso… As empresas ja sabem que o brasileiro pensa que o bom é o caro então colocam qualquer coisa por um valor absurdo que vende muito bem.

    • cavevolution

      Pra mim, a "cara de mau" lembrou ao do Mitsubishi ASX. Também achei o design dele mais comportado por ser da série "DS".

      • AventadorMan

        Pelo que vi é praticamente a msm frente do C4 pallas ou lounge novo, ou seja isso ai com motor 1.6/2.0 poderia ser o novo C4 hatch

        • Cristiano_RJ

          Muda o conjunto mecânico (o motor é o mesmo da BMW Série 1), os itens de série, o acabamento (superior ao do Série 1) e o design (sim, isso também tem valor). Não, não é um C4 hatch.

          • renanzacarias

            A matéria toda pontuou os diferenciais mecânicos e estéticos do carro, falou inclusive das semelhanças/diferenças com o C4, mas o povo parece que não interpreta…

            • Junior_MG

              ou não quer entender .

      • Guilherme

        Bem lembrado, com essa grana vc leva um ASX top com tração 4×4, esse carro é a pura piada.
        A Citroen tem bons carros, em 2002 o C5 foi o importado mais vendido a frente da série 3. Ou seja, a marca até consegue pescar um público A, mas hoje com a vasta concorrência de produtos bons, as alemãs oferecendo produtos de entrada, , a Citroen até teria chance, mas teria que se reposicionar abaixo do 1o escalão.
        O público esclarecido compra fácil um Citroen sem preconceito, mas haveria de ter uma política agressiva de preço e assistência boa.

  • RafaelPimenta

    ele é bonito na traseira, mas fora isso se passa despercebido no meio do transito. seus outros irmaos atraem olhares, ja ele se passa por um carro premium comum como foi dito na materia. o desempenho é o mesmo do seu irmao maior ds5, mesmo sendo bem mais leve q este. acho q sinceramente 100mil reais é dinheiro de mais por ele

  • Brunocarro1998

    Gosto do carro, mas não trocaria um Classe A por ele! :D

    • ¡Mucha Lucha!

      Nem a 116 merece ser trocada por um C4 hatch de 100k

      • Cristiano_RJ

        Você acredita mesmo que esse carro não passa de um C4 hatch?

        • ¡Mucha Lucha!

          Mas ele é o C4 hatch ou você tem duvidas?

          • Cristiano_RJ

            Bem, ele é baseado no C4 hatch EUROPEU. Ok. Então, trazendo para a nossa realidade, só nisso aí já justificaria um preço maior que o mais caros dos C4. Se continuarmos na avaliação, seu pacote de equipamentos coloca mais uns trocadinhos nessa conta. Depois, vem o acabamento primoroso, superior ao do BMW Série 1 e anos-uz acima do C4 hatch. Tome-lhe mais uns reais na conta. Entremos então na parte mecânica, e seu conjunto motor-câmbio deixa o C4 hatch brasileiro corado de vergonha. Finalmente, temos um design arrebatador, capaz de despertar sim, o desejo pelo modelo. E voilà, ele não é mais um C4 hatch! Acho R$ 100 mil salgado. Considero que uns R$ 90 mil tavam de bom tamanho. Mas daí a esculachar como se não passasse de um C4 hatch? Não, companheiro, não concordo não. É como dizer que o Audi Q3 não passa de um Tiguan. Será?

          • GabrielJba

            O acabamento do C4 não é melhor que nenhuma BMW nem Mercedes, desse DS4 é! (Segundo a NA). Idem para os itens de série.
            Se isto não faz dele outro carro, ao menos o faz o torna melhor e compatível com o preço.

      • EuMeSmObYmYsElF

        na boa, entra em um DS4 e depois entra em um 116i. o DS4 é superior em todos os aspectos.

        • dudupruvinelli

          Sem exageros…

          • EuMeSmObYmYsElF

            aí é que está. não é exagero. a única vantagem da 116i é você falar pro seu vizinho que tem uma BMW. no resto o DS4 é superior.

            • Cristiano_RJ

              Objetivamente, o DS4 é superior em itens de série, acabamento e design. O série 1 é superior do ponto de vista mecânico e dinâmico.

              • sheldonmendes

                Mecânico??? O 1.6 THP foi desenvolvido pela parceria BMW e PSA………

                • Cristiano_RJ

                  Ok. Eu sei disso. Ambos utilizam o mesmo motor. Mas no 118i ele está ajustado para entregar maiores torque e potência. Além de ter função star-stop que economiza combustível. Só isso já seria suficiente para afirmar o que afirmei. Mas some-es a isso: câmbio automático de 8 marchas , tração traseira e suspensão traseira multilink. O resultado é que o BMW possui um comportamento dinâmico muito superior ao Citroën (não que este seja ruim) e um desempenho parelho com o Jetta TSI, só que com um consumo muito melhor que o do DS4. Por isso que do ponto de vista mecânico o BMW é superior.

                  • Junior_MG

                    e ainda abre a janelinha de trás hehehehe.

            • dudupruvinelli

              1.6 .twin-turbo com 136 cv, transmissão automática de oito velocidades, Start&Stop (desligamento/partida automática do motor), freios regenerativos, CBC (ausente no citroen), iDrive (infinitamente superior à telinha da citroen). Além disso, a BMW é 1s mais rápida no 0-100 e possui a suspensão muito mais acertada, principalmente aqui no Brasil que é tudo esburacado. Agora um item mais particular: eu acho esse painel da citroen muito poluído, com muitos botões e meio xuning; prefiro o acabamento da BMW mais sóbrio e acertado.

            • MM_

              Meu vizinho não veria que o cambio e a suspensão da 116 são muito superiores. Não veria também que a tração está nas "rodas certas". Só que talvez ele soubesse que eu paguei 10 mil a MENOS na BMW. hehe

              • EuMeSmObYmYsElF

                a menos que você coloque o carro numa pista, não sentirá diferença..

              • ¡Mucha Lucha!

                Fazer o que, povão do brasil é assim né :/
                Por isso temos esses preços e daqui uns 20 anos vamos ver esses populares virando ultra mega hiper super premium master e custando 80k sendo 1.0 e povão achando mil maravilhas. Por isso que temos um C4 hatch vendido por 100k

            • Gustavo

              Aham, ponha seu DS4 na estrada ao lado de uma 116i ou em uma sequência de curvas e veremos se é superior.
              Melhor câmbio, melhor estabilidade, melhor aproveitamento do motor, melhor consumo, tração traseira e… Ah, é uma BMW, e é mais barata!

              • sheldonmendes

                melhor aproveitamento do motor??? Diga-me como….

                • MM_

                  Cambio.

                  • dudupruvinelli

                    De OITO velocidades.

                • Gustavo

                  Responderia, mas parece que já foi respondido.

            • Guilherme

              Até parece que o cara compra uma BMW para mostrar para o vizinho. Isso é tão idiota que até me dá vergonha alheia. De fazer algo assim e pensar que alguém é tão idiota e faz algo assim.
              Racional ou não, quando o cara tem oportunidade financeira de comprar uma BMW a paixão vale muito, tem bem mais pra se preocupar que o vizinho. Por favor, se enterre se alguém é tão pequeno e pensa assim

      • zemarreta

        Nao vejo porque nao se possa levar o ds em vez do alemao.
        O motor do ds eh quase o mesmo do 116 (ambos usam a mesma base do thp, mas na bm de entrada rende beeem menos, coisa de 30cv menos q no citroen), alem disso o ds vem mais equipado q a bm.

    • Anitta

      Nem seu Fiat Mille Vida Loka vc trocaria por ele?

  • oscar_fr

    Grande carro. É uma disputa boa contra o Classe A.

  • AndredeAzambuja

    A briga é bem interessante entre DS4, Classe A e 118i. O DS4 é o mais recheado e melhor acabado, além de ter a traseira mais bonita dos três. O Classe A tem a frente mais bonita, a melhor dirigibilidade (é o que eu li) e é um típico Mercedes no esmero. E o 118i, apesar de ser o mais feio dos 3 e ter o acabamento mais pobre, é o que mais anda, de longe, além de ser o único com tração traseira. Seria uma escolha complicada pra quem pretende um dos 3.

    • Vinicius Teixeira

      Pode até ser verdade que o classe A ande muito e faça curvas muito bem mas,não anda como um bmw nem a pau! (A tração traseira,divisão de peso igual entre os eixos,cada um com 50%,o motor mais potente com torque bem distribuido,etc).Em muitas matérias dizem até que o câmbio automático da bmw é tão rápido e preciso quanto o de dupla embragem do mercedes !!! O ds4 oferece ítens que os rivaís não tem mas, os rivais oferecem itens que o ds também não tem e que são mais proveitosos como por exemplo:sistema start/stop,freios regenerativos,e alguns outros.Na real:ds4 é mero coadjuvante ai e deveria ser posicionado alguns milhares de reais abaixo do que realmente custa!!

    • naumsei

      um problema no 118i é o eixo cardã que rouba espaço na traseira, ja que o 118i tem tração traseira

  • Tiago_Beneditto

    Como esse modelo é um Hatch, eu sei que os modelos DS da Citroen são modelos diferenciado, mas esse DS4 poderia ser o substituto
    do C4 que ta pra la de ultrapassado.

  • Geanmatheus

    Considero o DS4 com o design mais equilibrado da linha DS.

  • Andrex2501

    Esse carro, como todos da linha DS, é bonito e muito chamativo. O embate entre ele e o Classe A é bom!

    Pra ser sincero, eu particularmente não acho 8,7 km/L num carro dessa categoria tão catastrófico assim, visto que sabemos de motores menores que bebem bem mais.

  • mgbalbo

    Nunca trocaria uma BMW ou Classe A pelo DS4. R$85k ~ R$90k estaria muito bem pago.

  • dudupruvinelli

    Eu também preferiria "investir" numa 116i do que num c4 "de luxo". Se fosse no máximo uns 85k, daria para pensar.

  • anderson_sp

    Muito caro, tá pagando um status que não este carro não tem, não o colocaria no mesmo patamar e elegância que uma BMW ou Mercedes.

  • Louis

    Caro demais! Dá pra pegar um alemão!

  • Juniorfillingam

    BMW 118i tem muita tecnologia de motorização e abaixo do capô mais avançada sou mais ele!!!

    • Cristiano_RJ

      É o mesmo motor.

      • Brunocarro1998

        Só isso de semelhança, mas mesmo assim, anda bem mais. Tem câmbio automático de 8 marchas, start and stop, tração traseira, suspensão traseira multilink (inacreditável o DS4 usar eixo de torção), distribuição de peso 50/50.

        • mrguilhermesosa

          Bruno,
          Eu sei que todo mundo do site vai me criticar, mas vou fazer esse comentário mesmo assim.
          Como na reportagem falou o DS4 faz curvas muito bem tendo um excelente comportamento dinâmico, então qual é o problema dele não ter suspenção independente na traseira? Eu duvido que ele seja mais duro que o BMW118i com rodas 16 polegadas? Pois já andei de carona em um alemão desses que mencionei e achei um dos carros mais duros que já andei (minha cidade tem muitos buracos), sem levar em consideração o péssimo acabamento dos bancos para o preço do carro (ele pagou 120 mil reais em Junho de 2012, mas hoje acho que a versão mais simples deve estar 106 mil sem o frete).

          É a mesma coisa que o pessoal criticava o Elantra porque o coreano tinha freios a tambor na traseira, mas ele tinha números melhores que o Honda Civic (segundo a auto esporte) que tem a disco nas quatro.

          Eu sei que pelo o preço ele deveria vir com uma tecnologia mais moderna de suspenção, mas não deixaria de comprar por causa disso, pois essa tecnologia mais antiga atende muito bem.

        • Cristiano_RJ

          Eu só disse que é o mesmo motor.

      • Gustavo

        O mesmo motor muito melhor aproveitado, diga-se de passagem…

  • Wendell

    Não resta dúvida que é um bom carro, mas este valor é irreal. Pelo conjunto mecânico semelhante (hatch, 1,6 turbo + aparatos de segurança ativa e passiva e bom acabamento) pode ser encontrado no Peugeot 208 THP, R$25k mais em conta. Os mimos a mais não valem esta diferença, na minha opinião.

    • Diens_mg

      308

  • Cristiano_RJ

    O carro é inegavelmente muito bonito. O acabamento é primoroso. O desempenho e o comportamento dinâmico agradam. E a lista de equipamentos de segurança e conveniência é bem completa (diferente dos rivais). O problema é que nessa faixa de preço, os concorrentes têm nome de peso e bastante prestígio. Prestígio que falta ao Citroën. Para alguns (eu me incluo) isso não seria problema; mas para a maioria, acredito que sim. Consequência? Tente revender um desses daqui a uns 3 anos e veja o quanto desvalorizará em relação ao A200 ou ao 118i.

    • JPaulo10

      Mas a manutenção e as peças não seriam mais baratas? Sei que Mercedes é uma facada para os padrões dos mortais, e a BMW não fica longe.
      Talvez manter e consertar esse motor Prince, pelo fato de equipar vários modelos entre Citroen e Peugeot, seja mais barato.
      De qualquer maneira, é uma gostosa dúvida escolher entre os três.

      • Cristiano_RJ

        Você tem razão. A Citroën não tem no custo de manutenção uma de suas virtudes. Mas acredito que seja muito mais barato manter um desses do que um BMW, um MB ou um Audi. Mas por outro lado, essas três marcas também são reconhecidas por sua alta confiabilidade mecânica, o que deve amenizar esse lado. Já a Citroën, não goza de uma boa reputação nesse sentido. De qualquer forma, a escolha por um ou outro é mais uma questão pessoal mesmo. Acho que não há "resposta certa".

        • Gustavo

          Não, não é, tenho um C350 2006 e te garanto que as peças são mais baratas do que de um Citroen como esse (palavra do meu mecânico).
          Além do mais, as peças de um BMW ou Mercedes duram milhares de anos a mais do que de um Francês (Peugeot, Renault ou Citroen).

          • JPaulo10

            " … duram milhares de anos a mais do que de um Francês …"
            Só que o motor é BMW.
            Mas acredito no seu relato.

            • Gustavo

              Só o motor, o que mais dá problema em um carro desse tipo não é motor, são módulos eletrônicos, câmbio e etc…

          • zemarreta

            Eu tive um a4, e tirando algumas pecas q eram iguais ao de um apzao (acredite, algumas sao iguais), eram todas muuuito caras. Alem disso, o carro dava muito probleminha.
            Ate acho q os mercedes dao menos problemas q a maioria, mas esse negocio de q carro alemao nao da problema eh lenda, pelo menos na minha experiencia.

  • giovenardi

    ''Pelo formato das portas, não é possível abaixar os vidros de trás''
    nada funcional para um carro de 100mil com 4 pordas.

  • AndreMartini81

    Belo carro.__É uma interessante opção ao A200 e ao Série 1, embora eu prefira este último, principalmente na versão 125i.

  • bedotRJ

    Eu jamais colocaria o item desvalorização com peso excessivo em uma balança para carros de mais de R$ 75mil. São todos caríssimos e diferenciados, conferindo status aos donos. Carros para ficar, no mínimo, por 5 anos. A partir desse raciocínio, não é a desvalorização que me faria descartar o DS4 (como também o DS5 e, provavelmente, o DS3). É que esses carros estão com preços acima do que deveriam estar para a imagem e até mesmo para a sofisticação mecânica que entregam. São todos muito bonitos e bons, mas sempre haverá algum concorrente mais adequado.

    Acho válido, por economia de escala, que todos compartilhem o bom conjunto 1.6 THP + câmbio 6AT dos demais modelos da Peugeot-Citroën, mas isso cobra seu preço em performance diferenciada, exclusividade e status, itens importantes para o segmento. Acaba que o novo Fusca supera o DS3, os alemães superam o DS4 e praticamente qualquer carro de mais de 120k supera o DS5. Pelo compartilhamento do conjunto mecânico, não vejo qualquer sentido no DS4 custar quase R$ 30 mil a mais do que o 308 THP. Uma diferença de 15k a 18k já estaria de ótimo tamanho. Uma pena, pois são carros lindos. Mas não adianta a Citroën querer empurrar goela abaixo no consumidor a idéia de que carros "DS" são símbolos de status a ponto de encarar Mercedes ou BMW. Isso não cola.

  • Neanderthal_Man

    Exatamente o que eu iria dizer. Já que compartilha a mesma plataforma do 308, eu iria fácil de 308 THP, economizando assim pelo menos 25k.

  • Roger

    Foi uma boa sacada da citroen trazer sua gama de luxo para o Brasil, apesar da alta desvalorização pela má fama francesa, há quem veja ela como premium, e com isso ela vem acumulando bons números.

  • Gaf1991

    Se eu tivesse de pegar algúm Citroen da linha ds , seria o ds5 , o ds4 não me desce e se fosse pela categoria com certeza prefiria o belo a200 da Mercedes .

  • JucaTabosa

    Da linha DS eu so levaria o DS3, e ainda torcendo o nariz por não ser automático, ter aquele visor igual ao c4 e varias outras similaridades.. Acho muito dinheiro para dar em um citröen. E por favor, não rebaixem a MB e BMW comparando-os com a linha DS.. Nao é a toa que essas duas chegaram onde estão.

  • VMN

    Não sei onde lembra um cupê esse carra, a meu ver é só um hatch maquiado pra custar bem mais caro. Eu vi o carro pessoalmente e não gostei tanto assim e não compraria por esse absurdo cobrado por ele, no andar de baixo ficaria com o Bravo T-Jet e no de cima com o novo Fusca.

    Da linha DS ele é o que menos se destaca, lógico que em minha opinião. Abraços.

  • marcos

    Quem e louco de trocar um CLA por um desses, ta doido.

  • mrguilhermesosa

    Acho esse carro espetacular. No entanto ele tem dois grandes problemas. Um que é o preço e o outro que a canibalização da própria marca, a PSA (sem falar no preconceito dos brasileiros com as marcas francesas).

    Não tem justificativa lógica o comprador deixar de comprar o peugeot 308 THP e comprar o DS4 somente pela beleza, faróis de xênon, um melhor acabamento, suspenção elevada e exclusividade, pois são 25 mil reais. Eu acho isso muita coisa! E mesmo que esses itens que enumerei acima sejam suficientes à possibilidade da chegada do novo C4 hatch com o mesmo THP derruba quase todos, porque eles são muito semelhantes.

    Se a Citroen quiser mesmo continuar vendendo o DS4 não pode trazer o C4 hatch com o THP, porque nem os mais apaixonados escolheram o DS.

  • Cristiano_RJ

    Considerando o visual muito superior ao do 308 (e mais atual) e seu acabamento premium, mesmo compartilhando a mecânica com o 308 THP, eu optaria pelo DS4 se este custasse uns R$ 90 mil. O preço pedido pela Citroën está salgado sim, mas temos que lembrar que o 308 é fabricado na Argentina, enquanto o DS4, na Europa. Além da questão tributária influenciando no preço, fica a pergunta: teriam a mesma qualidade construtiva? Acho que não, viu? No mais, ter uma boa altura do solo conta pontos a favor do DS4. Já tive um 307 e sei o saco que é ficar raspando a frente do carro em rampas e outros desníveis. O 308 sofre do mesmo mal…

    • bedotRJ

      A título de curiosidade, dei uma pesquisada nos sites da Peugeot e da Citroën na França. O Peugeot 308 (ainda como o brasileiro / argentino, não o novo), tem preços iniciados em 18.650 euros (versão Access 1.4 de 98cv e câmbio manual de 5 marchas), sendo que apenas a versão top Feline tem a opção do motor a gasolina 1.6 THP de 155cv e câmbio manual de 6 marchas, custando 26.800 euros.

      Já o DS4 tem preço inicial de 21.550 euros p/ a versão Chic com motor 1.6 VTi de 120 cv e câmbio manual de 5 marchas, sendo que a versão mais barata (So Chic) c/ motor 1.6 THP 160cv e câmbio automático de 6 marchas, conjunto similar ao mandado prá cá, sai por 28.620 euros (a mesma versão, mas com motor 2.0 THP de 200cv e câmbio manual de 6 marchas sai 30.470 euros).

      Notamos que a diferença de preços entre carros com conjuntos mecânicos similares é bastante pequena, a despeito de um ser um Peugeot e o outro ser um DS. Mesmo havendo o recolhimento do imposto de importação, o que também recai sobre os concorrentes BMW e Mercedes do DS4, ainda acho que o preço do carro da Citroën deveria ser mais próximo ao do 308 THP (cujo conjunto mecânico, também importado, talvez recolha alguma coisa prá entrar na Argentina). Uma diferença de 10mil euros (R$ 27mil) banca 70% de um DS3 na Europa, rs.

    • rdcotta

      nossa, nem me fala meu C4 hatch raspa em tudo.

  • expresso222

    Este detalhe de não abaixar os vidros traseiros, me fez lembrar o Veloster. Carros bonitos mas com soluções não muito boas de acesso e ergonomia.

    • JSilva

      Será que só eu acho o veloster ridículo?!?!?!

    • Ele tem visual de cupe, é feito para duas pessoas, as outras 3 é só deves em quando. Também tem o detalhe que quase ninguém anda com os vidros abaixados devido a ótima segurança que nós temos em nosso pais :D

      • dougkmt

        Só um detalhe: o Veloster acomoda 4 pessoas, ainda que sofrido pela altura do teto. O banco traseiro é acessado apenas pelo lado direito e existe um porta-copos/objetos no meio do assento, conferindo duas pessoas na parte de trás!

  • rodrigorsr

    Economizo uns 15k e vou de Fusca, mais potente e com mais personalidade.

    • mrguilhermesosa

      O difícil é vc achar o Fusca com o preço de tabela.

  • ¡Mucha Lucha!

    Negativo, deixa o argentino chegar aqui, pois na argentina ja ta rodando o sedã e provavelmente o hatch fica esse ai pra enganar o povão, só colocar outro nome que nego cai babando? Eu não companheiro, sei o que tem no mercado e ja vi de perto esse carro e não nada mais que um C4 hatch. Quem sabe se a Gm não inventar uma coisa maluca e colocar o Cruze hatch a 100k e falar que é um Bmw deles… #Paísqueandapratrás.

    • Cristiano_RJ

      Sei que estamos nos estendendo nesse ponto, mas insisto: ainda que o novo C4 hatch venha da Argentina em breve, será outro carro. Terá outro power train, outro nível de equipamentos, acabamento mais modesto, qualidade construtiva… Não estou defendendo o preço cobrado por esse DS4 (já disse acima quanto acho que ele vale… no Brasil), mas esse carro não pode ser chamado de C4 assim como o Q3 não pode ser chamado de Tiguan.

      Finalizando, dei uma olhada no site da Citroën francesa. Configurei um C4 com câmbio automático de 4 velocidades. O preço é de $23 mil euros. Já o DS4, com o motor THP e caixa automática de 6 velocidades custa $29 mil euros na versão Sport Chic equivalente à que é vendida aqui. São $6 mil a mais ou 26%. Se fizermos essa conta com o C4 brasileiro top de linha, teremos: R$ 66 mil x 126% = $83 mil. Então, considerando que lá o C4 está uma geração à frente do nosso e que há os impostos pelo DS4 vir da Europa, o preço que eu citei anteriormente (R$ 90 mil) está bem razoável.

  • rdcotta

    muito bonito mas esta caro, ate hoje não vi nenhum andando nas ruas de minha cidade e pelas redondezas, e olha que o pessoal aqui tem bala na agulha, compram mesmo.

    vou esperar o novo C4 Hatch que vai ser bastante parecido com este DS4 e custa uns 40 mil a menos.

  • Gustavo

    Não irei criticar, mas ri bastante com seu comentário. Só faço uma pergunta, já dirigiu um BMW?
    O único carro nessa faixa que chega perto de um Série 1 é o Classe A, chega a ser uma blasfêmia comparar dinamicamente um carro francês totalmente voltado ao luxo e conforto com um alemão, qualquer que seja. Mesmo que seja um VW Jetta TSI.

    • mrguilhermesosa

      Gustavo,

      Fico feliz por ter te feito rir! Mas acho que você não entendeu o que eu quis falar no meu comentário. Vou tentar explicar melhor.
      Eu quis dizer que o comportamento segundo a reportagem é bom e ponto. Não quis dizer que ele é melhor do BMW. Eu quis falar também que o eixo de torção é suficiente para o carro. E em relação ao BMW 118i falei que o carro é desconfortável para nossas vias e os bancos não ajudam e por isso acho que o DS4 (fiz um teste drive) é mais confortável.

      E como falei no meu comentário anterior eu andei de carona no alemão básico do meu amigo, ele até perguntou se eu queria dirigir um pouco, mas fiquei com medo de fazer alguma cagada e o conserto ser muito caro. Logo não dirigi.

  • cepereira2006

    Esse carro ao vivo é mais bonito que nas fotos.
    Pena o preço…

  • klpp

    Esqueceram de comentar que o DS4 foi também foi eleito como o carro europeu gay do ano de 2012

    Fonte: http://www.ledorga.fr/en/election-voiture-gay/eur

    • Anitta

      Que mais?

    • Amigão, aqui no brasil, com um carro desse, o que não vai faltar é mulher hehe

  • Amok1995

    Mesmo se tivesse um preço justo, essa janela traseira basculante ridícula me tiraria a vontade de comprar.
    Por esse preço sou muito mais Série-1 ou A-Class.

  • Esse das fotos é a versão off road?

  • Mah_Zinha

    40% acima do que vale.
    No mais um carrinho engraçadinho.

  • dsgdude

    O "banco em gomos" nao é no DS5?
    Achoi que com dois Citroen DS na mesma semana o NA se confundiu…

  • Lucas Veigas

    Traseira bonita. Frente com visual "cansado"

  • Franciscochagas

    Esse ai é sem sal, prefiro o DS5. Lembra muito o visual do novo C4. E o preço é uma piada! Na razão ninguém compra.

  • Vão querer me matar, mas acho que esse DS4 possui o melhor visual dos hatchs que já foram lançados aqui no brasil, essa traseira, junto com lanterna traseira é muito fod*, já ví dois na rua, fiquei babando pelo carro. O Classe A também é bonito, mas o bmw série 1, me desculpem, mas depois dessa atualização ficou feio, BEM FEIO, o antigo era bem mais bonito.

  • Vão querer me matar, mas acho que esse DS4 possui o melhor visual dos hatchs que já foram lançados aqui no brasil, essa traseira, junto com lanterna traseira é muito fod*, já ví dois na rua, fiquei babando pelo carro. O Classe A também é bonito, mas o bmw série 1, me desculpem, mas depois dessa atualização ficou feio, BEM FEIO, o antigo era bem mais bonito.
    O DS4 é o mais equilibrado, o classe A para mim é o melhor, o que mata ele é a tela multimídia xing-ling que ele tem, o bmw tem a melhor dirigibilidade, mas olhar para ele e ver aquela frente não engole, entre eles, escolheria o classe A, mas estão dizendo que o classe A está vindo com uns grilos no painel e que não está andando o prometido… se isso for verdade, DS4 na veia! Mas bem que eles poderiam custar uns R$80 mil fácil né?

  • roddepaula

    O Carro eh lindo sim! o problema tah que….as janelas traseiras nao abaixam!

    Ou seja, o carro foi planejado pra ter apenas duas portas a mostra, e incluiram os vidros na brincadeira!!!!!

    :x

  • Nobrega

    Tem que ser louco de não pegar o A200 ou a 118i e pegar essa coisa ai.

    • AndreLuiw

      Essa Coisa Ai é Mais Completa q o BiemVi e a Mercedinha :D

  • Nobrega

    Classe A não andando? Devem estar andando com o ECO.

  • GuilhermeSevlac

    Esse modelo da família DS tem uma carinha de R$ 64,990

    • AndreLuiw

      Nem na Europa :)

    • dougkmt

      Se o DS4 na Europa custa 28.620 Euros, como ele custa R$ 64.990 aqui no Brasil??

  • W_Costa

    Também bonito, como os outros DS, porém acabou ficando meio sem graça ante o DS5 e muito mais caro que o DS3, ou seja, acabou ficando muito salgado pro que oferece e sem vantagens que justifiquem tal preço, com esse motor a opção realmente "sensata" seria um 308 THP, que por sinal é mais em conta que o compacto DS3.

  • Neanderthal_Man

    Da minha parte não vou querer lhe matar não, muito pelo contrário, respeito a preferência de cada um. A divergência de gostos e opiniões é algo bom no geral, imagina se todos pensassem a mesma coisa? O mundo seria muito chato…
    Eu por exemplo ficaria com o 118i mesmo achando aquela frente não muito atraente. Mas o que o carro oferece de motor, câmbio, suspensão e sensação ao volante o fazem o melhor carro na minha opinião.

  • Alvaro Alves

    O Ds4 é uma grande evolução da Citroen, mas por R$ 100 mil é melhor optar pelos alemães Classe A e 118i, que devem oferecer melhor dirigibilidade (principalmente o BMW com tração traseira), além de uma tradição de anosfazendo bons veículos médios e grandes com um tempero a mais.
    No meu caso, iria de 118i.

  • Felipe00Reis

    por mim nem comparava esse carrinho aí com o mercedes ou bmw.

    prefiro um jetta tsi ou novo fusca.(1000x)

  • Mandabala

    A citroen poderia relançar o VTR, esse sim tem um design belíssimo!

  • HumbertoRR

    Fiz um test-drive neste carro. Fiquei impressionado pelo acabamento e desempenho, ao vivo é muito mais bonito que nas fotos. Chama atenção!

  • sergiopsy

    Não vale o investimento não. Se for por potência o mercado possui modelos mais potentes, se for por beleza também, se for por categoria, não compraria, gastaria ate mais por algo mais, e fora da categoria com potencias especificas parecidas, não seria opção não.

  • CristianoGriLLo

    Muitos aqui falam que é um modelo que não vale a pena, que com o preço cobrado comprariam BMW ou Mercedes, sem nunca ao menos ter andando no modelo mencionado ou sequer entrado em um deles (Classe A foi recém lançado, acredito que quase ninguém por aqui deve ter andado em uma). Pois bem, vamos aos fatos, recentemente adquiri um DS4, excelente carro, design e muitos opcionais de série (faltando de fato bancos elétricos e paddle shift), o carro hj sai por R$99.900,00, uma BMW 116i com seus 136hp sai na mesma faixa, R$95-99.900,00 e uma 118i, com seus 170hp, dependendo dos opcionais varia de R$107.900,00 até absurdos R$136k! Particularmente acho que o novo modelo da série caiu e muito no quesito beleza, tendo uma dianteira completamente desproporcional em relação a traseira, ao meu ver, o carro ficou feio, logo descartei, aí vem a nova Classe A, com seu motor 1.6 de 156hp, levando-se em conta os opcionais para ficar uma disputa justa, a versão urban, com xenon, gps e outros afins, sai por R$115k, de fato seria a minha escolha, se não tivessem me dito, que a fila de espera ia até setembro! Mas antes de comprar o DS4 fui olhar também o sóbrio jetta, com seu belo motor TSi e o novo fusca, outro que me enchia os olhos, fiz um test drive nos dois, o jetta, modelo mais em conta, com todos os opcionais que se tem direito, sai por R$97k, se não me engano, mas com entrega apenas para julho (comprei meu DS4 em abril), e o fusca, acreditem, com fila de espera de até 6 meses! Foi aí que conheci o DS4, carro completo, com bom motor e que existia a pronto entrega. E ao que dizem que ele não passa de um c4 com thp e o que acham caro por isso, a linha DS é uma linha premiu, em qualquer lugar do mundo, não existe comparação entre um e outro, e hj o DS4 vendido no Brasil, com seus opcionais e tudo mais, sai por 31500,00 EUROS, algo em torno de R$83k. Então antes de sairem falando muito do que não sabem, procurem pesquisar sobre antes, infelizmente aqui no brasil, ou ao menos na minha cidade, não adianta apenas ter o dinheiro em mãos, visto que quase nenhum veículo dessa faixa de preço possui carros a pronto entrega, e sim ridículas filas de espera que chegam a meses! Claro que preferiria andar em uma alemão, com todo sua qualidade, mas digo que o DS4 tem sim um excelente acabamento, podendo ser comparado sim, NESSE QUESITO, com os alemães mencionados, mas muitas vezes comprar carros assim, como a bmw 116i valem apenas de status visto o preço que é cobrado, com baixa potência e sem nenhum opcional, e sim, eu fiz um test drive numa 118i sport gp, mesmo achando o carro feio, lembrando que o DS4 tbm possui um alemão sob o capô, podendo gerar até 200hp.

  • shdn2010

    ………prefiro ir de "alemão" por este preço…..

    • rdcotta

      humm.. como voce sabia disso? rrss

  • rdcotta

    tambem acho o DS4 muito mais bonito do que todos este mencionados, não conheço bem esta Mercedes Classe A que para mim seria a unica duvida mas não compraria só por ser Mercedes como não deixaria de comprar o DS4 "só" por que é Frances. pré-conceito besta de quem nunca nem andou em um carro da Citroen.

  • kensueth

    Se vender 5 modelos desse por estado levanta a mão para o céu e agradece, por 99mil eu vou de bmw ou mercedes com certeza !!!!

  • kensueth

    Parabéns pela aquisição, mas não, não é uma compra consciente…
    Bmw e Mercedes oferecem pelo valor semelhante 2 obras primas… e o motor não gera 200cv e sim 165
    e se caso seu estiver falando sobre reprogramação da ecu a bmw tbm pode receber e chegar ao seus 170cv (e o preço inicial da 116 é 89mil)
    ou seja você comprou por que achou mais bonito, ponto, nunca pelo fato de ser a melhor compra…
    Se você viesse aqui e colocasse "COMPREI PQ ACHEI BONITO E O DINHEIRO É MEU" (acabou) eu não iria falar nada, agora defender esse carro perante aos alemães ? a fala sério !!! vc só pode ter batido a cabeça !!!

    • CristianoGriLLo

      Não, não bati a cabeça, e os preços que mencionei são os cobrados em minha cidade, Porto Alegre, se é diferente em outras, não posso dizer. Me referi aos 200cv pq é o que o meu DS4 hj rende, sim por ter feito reprogramação da central. BMW serie 1 reprogramada chega a 208cv. E não vejo tanta superioridade no quesito dirigibilidade da bmw em relação ao citroen, minha escolha. Agora se você de fato tu dirigiu a serie 1 e realmente viu tanta diferença, vá de BMW, afinal é um alemão, já tive uma e sei da qualidade que é. Agora dizer que DS4 não é uma compra consciente, depois de tudo o que falei, tempo de espera, lista de opcionais, diria que quem bateu a cabeça foi tu.

      • kensueth

        Caro CristianoGrillo o que seria do Azul se não fosse o branco ?
        É assim que me refiro a sua compra, você gosta mais de 'branco' e eu de azul…
        É a sua opinião, agora me dizer que esse carro tem maior dirigibilidade que uma 116 ou uma 118 que tem tração traseira e até Jeremy Clarkson que reclama de tudo, elogiou… é melhor, cara PARA COM ESSA PORRA !
        você comprou pq quis algo mais exclusivo que uma bmw, afinal é mt mais difícil ver um ds do que uma bmw hoje em dia…
        agora vir aqui falar esse monte de merda ?!
        para mim só resto um vídeo a postar para você http://www.youtube.com/watch?v=-MK1q9fZjeI

  • CRISTIANO, fiz o test drive nele e posso afirmar que o DS4 é o pior em dirigibilidade comparando com o 118i e Classe A.

    Além do DS4 agradar mais o gosto feminino (mulher adora carro mais alto e cheio de frescuras, como a alteração das cores do painel e sons da seta), o câmbio dele é horrível!!

    Sinceramente, não sei como você teve coragem de comprar esse carro sem ao menos ter testado o Classe A. Se tivesse entrado no Mercedes Benz, dificilmente teria comprado um Citroen!!

    Depois de testar todas as opções do mercado e ficar balanceado com o 118i, acabei comprando o Classe A, vou pegar na semana que vem, e só esperei cerca de 01 mês para receber o carro.

    • CristianoGriLLo

      Não sei como funciona por ai, mas essa era a fila de espera que me foi dita aqui em Porto Alegre, que a entrega seria em torno de setembro apenas, e semana passada vi um classe A por aqui, agora se me mentiram ou não, não sei, talvez apenas a versão Urban demore tanto,. Fiz a escolha que julguei consciente, depois de fazer test drive em outros carros, de outros segmentos. Não sou louco de comparar o câmbio, que nunca foi o forte da PSA, com o de um alemão, já tive uma BMW e sei a qualidade que é, também não se compara ao DSG, mas acho ridículo fazerem o cliente esperar tanto pelo carro que ele escolheu. SE todos os veículos, estivessem a pronto entrega, exatamente o modelo que eu escolhi, ja estaria andando de fusion há um bom tempo, realmente não escolheria o DS4. Só não concordo quando dizem ser uma compra irreal, sem nem ao menos conhecer o carro.

  • felipesalomao

    Cara, caparam o carro, por esse preço deveria ser um hatch de luxo, empobreceram o interior legal, comparem com a versão europeia:
    <img src="http://pitstopbrasil.files.wordpress.com/2010/09/citroen-ds4-crossover-7.jpg"&gt;

    • bedotRJ

      Essa daí é uma das várias versões européias. O carro parte de 21.500 euros e vai a mais de 35.000 euros em versões com motor turbodiesel e pacotes especiais. Tanto é assim que esse carro da foto, apesar do bonito acabamento em couro marrom, tem câmbio mecânico, diferentemente do carro mandado prá cá, que é automático. O carro vendido aqui custa cerca de 29.000 euros. Essa foto não prova que o modelo vendido no Brasil é capado.

  • guinho_pe

    Essa versão vendida no Brasil custa 32.000 euros (R$ 85.000 reais) na Europa.
    Os números do DS4 com os concorrentes pelos emplacamentos da Fenabrave:

    DS4 – Mar / 86 abr/ 91
    116i – Mar / 51 abr/ 73
    Classe A – ainda sem números

    Apesar que quem compra qualquer desses modelos não tem interesse em altos números, quer exclusividade e não ver carro igual ao seu em cada esquina.

  • jose

    Sua conta já está errada num detalhe importante que vc esqueceu: o C4 tupiniquim não paga imposto de importação, enquando a linha DS paga.



Send this to friend