Citroen Crossovers Elétricos Europa Hatches Minivans

Citroën se despede de C4 Cactus, C4 SpaceTourer e C-Zero na Europa

Citroën se despede de C4 Cactus, C4 SpaceTourer e C-Zero na Europa

Aos poucos, a Citroën vai mudando seu portfólio na Europa. Após a chegada do Novo C4, a marca parisiense silenciosamente começa a retirar três modelos que já não atendem mais aos requisitos comerciais da empresa.


De acordo com o site L´Argus, os modelos C4 Cactus, C4 SpaceTourer e C-Zero saem de cena agora em setembro e só poderão ser encontrados em estoques dos concessionários europeus. As baixas vendas e o fim de um acordo são os motivos pelos quais o trio se despede da Europa.

No caso do C4 Cactus, semelhante ao modelo brasileiro, o consumidor europeu não teria entendido o recado e deixou de buscar o hatch que virou crossover. Ou será que ele já era isso antes? Enfim, incompreendido, agora ele está fora do jogo.

Citroën se despede de C4 Cactus, C4 SpaceTourer e C-Zero na Europa

Outro motivo para o C4 Cactus dizer adeus é o preço. Na França, o “crossover” custa € 21.350. Contudo, o Novo C4 parte de € 20.900. Alguma chance do cliente considerar o antigo? É claro que não.

Aqui, o Citroën C4 Cactus segue bem com 6.720 unidades vendidas até agosto e com oferta garantida, sendo o 11º mais vendido de sua categoria.

No caso do C4 SpaceTourer, que já foi vendido no Brasil, a variante curta da minivan francesa também já ia mal das pernas.

As vendas despencaram por conta dos SUVs e não estava mais presentes em alguns locais, como o Reino Unido, por exemplo. Ainda assim, o C4 GrandTourer com sete assentos, continua até que surja um SUV de sete bancos…

Citroën se despede de C4 Cactus, C4 SpaceTourer e C-Zero na Europa

O C5 Aircross é considerado o principal motivo pelo qual o C4 SpaceTourer simplesmente estagnou. Mas, a foice com duplo chevron na lâmina ainda não cortou tudo. Falta o C-Zero.

Mais conhecido como Mitsubishi i, ele é um carro elétrico do passado. Como kei car, é bem velho, tendo nascido em 2006 e morrido em 2013.

Antes desse fim, ressurgiu como i-MiEV e já foi mostrado no Brasil. Aliás, ainda roda por aqui. Com o fim da parceria com a Mitsubishi, o vetusto energizado, surgido em 2009, desliga o plugue após 11 anos.

[Fonte: L´Argus]

 

 

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

        Quem somos

        O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

        Notícias por email