Citroen Mercado

Citroën tem campanha de vendas com mensais de R$ 99

Citroën tem campanha de vendas com mensais de R$ 99

A Citroën iniciou uma campanha de vendas nessa quarentena com mensais de R$ 99,00 para todas as parcelas de 2020, num plano de financiamento para os modelos C3, C4 Cactus, C4 Lounge e Aircross.


Nessa proposta, a marca parisiense oferece ainda um bônus de R$ 5.000 no usado na troca para os modelos C4 Cactus e C3. A Citroën também oferece financiamento com entrada zero e primeira parcela em 120 dias para sua linha de comerciais leves, no caso para os modelos Jumpy Furgão, Jumpy Minibus, Jumper Furgão e Jumper Minibus.

Toda a gama de automóveis pode ser adquirida através da internet ou através de contato telefônico ou por Whatsapp na rede de concessionárias Citroën.

Para quem for comprar à vista, todo o processo é online e pode ser feito no site da própria Citroën. Em caso de financiamento, a marca direciona o cliente para a rede de autorizadas.

Com planos de financiamento pelo Banco PSA, a Citroën ainda tem uma ferramenta online de pré-avaliação do usado na troca, facilitando o processo em meio às restrições causadas pela pandemia de coronavírus, que já vitimou quase 8 mil pessoas no Brasil.

Além disso, a Citroën estendeu o prazo limite de revisão em três meses ou 3.000 km para seus modelos. No caso de carros da marca DS, o período aumenta para seis meses. A marca ainda dá informações sobre as medidas preventivas diante da Covid-19.

Em abril, com queda de 77% no mercado nacional, a Citroën conseguiu emplacar 379 veículos e ficou em 13º lugar no ranking. Contudo, como o emplacamento e licenciamento de veículos tem prazo limite suspenso devido à quarentena, a marca parisiense pode ter vendido mais que os números anunciados.

No acumulado do ano, a Citroën tem 5.167 veículos vendidos, ocupando assim a 12ª posição no mercado, com o C4 Cactus sendo o modelo mais emplacado com 3.406 unidades, estando em 11º lugar no ranking dos SUVs.

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • El Gato!

    C3… fabricam essa tranqueira ainda? Nossa!

    • Leonardo C.

      Fabricam, e tá uma lástima agora, sem o parabrisa Zenith que era o charme do carro. Já tive um 2013 e gostei demais do carro, sem surpresa na manutenção e desvalorização bem tranquila. Pro ano que vem pretendo procurar um 2017 pra ser meu daily, porque meu atual Fox Connect 2020 tá sem condições, o EA-111 1.6 8v gasta demais, e não tem cristo que melhore o consumo desse carro.

      • El Gato!

        Minha cunhada teve um 2014, eu acho, com o Zenith. Não aguentou a bateria de escola de samba do acabamento batendo, além de um problema crônico na direção, que trepidava de forma anormal. Não conseguiam arrumar o carro na css, acabaram fazendo um acordo e pagaram à vista pra ela o valor da FIPE. Nunca mais quer ver um Citroen na vida.

        • Leonardo C.

          Foda, até entendo a chateação dela. O meu comprei usado e rodei média de 63.000 km (dos 50.767 até 113.332) em 2 anos, tive uns barulhos no acabamento do teto que resolvi com um pedaço de papel, e de problema crônico que tive com ele foi rolamento traseiro esquerdo (que tive que trocar 2 vezes) e a bieleta dianteira direita (ela rangia por causa do compressor do ar condicionado, era curioso isso).
          Depois que me indicaram usar a marca Nakata (usava Cofap antes) nunca mais tive problemas. De resto só troca de óleo e outros itens de desgaste normal, justamente por essa boa experiência com o carro quero comprar outro, mais novo e de preferência Exclusive, meu antigo era o Tendance.

        • Hugo Victor

          Minha namorada tem um 18/19 Tendance.
          Completo com ar digital, rodas, teto panorâmico, automático de 6 marchas…
          Compramos o carro na CSS com 5mil km.

          Atualmente ele está com 27mil km rodados e:
          – Bate mais o acabamento do que um pandero, inclusive com grilos de carro velho. Meu Fit tem 216mil km rodados e bate menos que ele, ainda;
          – Pancada na suspensão dianteira ao passar em quebra-molas;
          – Os pneus dianteiros Pirelli P1 já estão no TWI;
          – O teto não bate, por incrível que pareça;
          – O cambio AT as vezes dá tranco da segunda pra terceira marcha;

          Tudo avisado na concessionária e, ou é desgate normal, ou eles não conseguem identificar o defeito (como o caso da suspensão) e não dá tranco no câmbio, quando testam;

          Não recomendo.

  • David Colina

    Negócio da China!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email