Citroen Elétricos Europa Mercado

Citroën terá três modelos elétricos na Europa

citroen-e-elysee-china Citroën terá três modelos elétricos na Europa

A partir de 2020, a Citroën pretende ter uma gama de carros elétricos que envolverá os modelos C3, Elysée e Jumpy. A marca parisiense não quer ter mais modelos dedicados, como C-Zero e E-Méhari, que até agora venderam bem pouco na Europa.

A ideia é ter versões elétricas de modelos comuns, mas não com a mesma plataforma. O C3, por exemplo, terá a base PF1 modificada para receber baterias de lítio em seu assoalho. Até agora, apenas a tecnologia HYbrid Air foi adicionada à estrutura do compacto francês. O C3 Aircross – que em breve terá uma nova geração – também será eletrificado.

Já em relação ao Citroën C-Elysée, a empresa pretende migra-lo para a plataforma e-CMP, versão elétrica da base modular em desenvolvimento com a Dongfeng. O chamado E-Elysée deve estrear na China em 2019, embora um protótipo do modelo atual já esteja em testes por lá.

O terceiro elemento será a van Jumpy. Feito sobre a plataforma modular EMP2, o comercial leve também terá uma opção elétrica. O motivo é que há muita pressão sobre o diesel na Europa, especialmente na França e Reino Unido. Por isso, trocar o óleo combustível pela eletricidade nos veículos comerciais é fundamental.

Já em relação ao fabricante francês Bolloré, a parceria entre as duas empresas deve migrar para o fornecimento de tecnologia, baterias e serviços de mobilidade, enquanto o próximo BlueCar será vendido sob sua própria marca.

[Fonte: L´Argus]
Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

Send this to a friend