Mercado Mercedes Benz Montadoras/Fábricas Sedãs

Classe A Sedan será feito em São Paulo mas de início virá do México

Classe A Sedan será feito em São Paulo mas de início virá do México

A Mercedes-Benz está preocupada com o dólar alto, que segundo Dirlei Dias, gerente sênior de vendas, é “volátil” para as operações da montadora alemã no Brasil, em entrevista para o site Automotive Business. O executivo, no entanto, está confiante que a cotação voltará ao “normal” após as eleições. De qualquer forma, a variação cambial não afeta os planos da empresa.


Em Iracemápolis, interior de São Paulo, a Mercedes-Benz deverá atingir 7,2 mil carros fabricados este ano, mas Dias confirma que existe a possibilidade de produção do Classe A Sedan, mas avisou que inicialmente o mesmo será importado. “O carro será parte do portfólio da Mercedes-Benz no Brasil, mas ao menos num primeiro momento virá do México”, afirma Dirlei.

Com a produção local do Mercedes-Benz Classe A Sedan, a planta brasileira terá três modelos, sendo os outros dois os atuais Classe C e GLA. A dupla nacional tem 60% do mix de vendas de automóveis da marca no país, o que deve aumentar com a chegada do terceiro membro, ainda mais por este chegar numa faixa de preço abaixo do best seller da marca.

A preocupação da Mercedes-Benz com o dólar vem também do fato de que a empresa quer ser grande importadora de peças a partir de Iracemápolis. Por ora, a empresa mantém o ritmo baixo – ociosidade pouco abaixo de 65% – na planta paulista, mas se vale do incentivo sobre ex-tarifários, que é o corte em impostos sobre peças e componentes sem similar nacional, além de aguardar o resgate dos créditos de IPI do Inovar-Auto, que está preso com o fim do antigo programa automotivo, mas que tem a garantia do governo para pagamento.


Classe A Sedan será feito em São Paulo mas de início virá do México

A empresa foi uma das vozes que se levantaram para defender os incentivos para operações de marcas premium no Brasil, que possuem baixa capacidade de produção e custo mais elevado, sendo dependentes em maior nível, das importações de itens de alta tecnologia. Atualmente a fábrica no meio do estado tem 430 empregados e movimenta outras 370 vagas indiretas.

Em relação ao Mercedes-Benz Classe A Sedan, o sedã alemão usa a segunda geração da plataforma MFA e deriva do hatch, mas com mudanças importantes, entre eles o tamanho, medindo assim 4,61 m de comprimento e 2,79 m de entre-eixos ante os 4,42 m e 2,73 m do hatch, por exemplo. Por aqui, o motor 1.4 Turbo (1.33 TCe da Renault) de 163 cavalos deve cumprir bem sua missão a bordo do modelo, além do 2.0 de 211 cavalos. O câmbio de dupla embreagem com sete marchas será obrigatório.

[Fonte: Automotive Business]

Classe A Sedan será feito em São Paulo mas de início virá do México
Nota média 5 de 3 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email