Esportivos Hatches Renault Vídeos

Clio V6: leitor decide criar sua própria versão do esportivo (vídeo)

Clio V6: leitor decide criar sua própria versão do esportivo (vídeo)

Sou apaixonado por carros esportivos desde criança. Sempre ficava olhando as máquinas européias e como todo apaixonado por carro, tinha o desejo de ter um. Infelizmente o preço dessas máquinas é para poucos bolsos, e o meu definitivamente não está neste seleto grupo.


Então o que fazer? Contas para lá, contas para cá e algumas pesquisas, cheguei à conclusão que eu teria duas escolhas: réplicas ou um semi-esportivo.

Comecei com as réplicas, procurei algumas de Porsche com 70 mil reais na mão. Mas aí vem o desanimo. Espera um pouco: 70 mil reais por um carro com caixa de Fusca, suspensão de Fusca, pedais de Fusca e motor de Gol, sendo tão confortável quanto uma carroça? Não deu.

Próxima replica: uma Ferrari F430. Visitei a fábrica todo empolgado. Olhei para aquilo e me veio uma tristeza maior que a do Porsche. O carro era com motor dianteiro construído em cima de um Peugeot 406 e uma sensação horrível que tinha algo errado. Ela é parecida, mas da para ver que não fica legal, e Ferrari com motor na frente? Não dá.


Olhei uma F355. Essa já era mais animadora, porém os detalhes matam qualquer entusiasta. Além disso, para ter uma Ferrari (mesmo sendo réplica) precisa ter uma casa muito legal, se não quem observa já vai perceber que há algo errado. Meu perfil também não estava dentro desse parâmetro.

Aí veio na mente um Audi TT,não é um verdadeiro esportivo, mas já era alguma coisa. Com 80 mil reais compra-se um usado em bom estado. No final, desisti porque é um carro que todo tem. É só procurar e tem um monte à venda.

Clio V6: leitor decide criar sua própria versão do esportivo (vídeo)

Aí um belo dia eu vi na internet um vídeo de um Renault Clio V6, amor a primeira vista. É essa maquina que eu quero, agora é só achar um para comprar e dar um jeito de pagar. Depois de alguns cliques, descobri que o carro é raro até na Europa e no Brasil se tem notícias de dois carros que foram usados pela montadora para demonstração. Era bom de mais pra ser verdade.

Aí me veio uma idéia idiota na cabeça. Porque eu não compro as pecas do V6 na Europa e monto com base num Clio nacional? E aí começaram meus problemas, pois eu acreditei na minha idéia…

E lá foi o Heldaí pesquisar por toda internet onde achar peças. Resultado: somente na Europa, e principalmente França e Inglaterra. E aí novamente começaram os problemas com esses detalhes (as peças) depois de muitos meses.

Com muito dinheiro e trabalho consegui todo o exterior do Clio V6. Parecia tudo ótimo, mas só tinha um detalhe: eu não tinha o carro. Mas a essa altura era a parte mais fácil. Comecei a procurar e depois de um tempo consegui um Clio duas portas 2005 prata completo com motor 1.6.

E quem está na chuva é para se molhar, consegue uma peça do interior aqui, um volante Renault Sport de couro ali, bancos Renault Sport em couro, console e cintos. Pequenos detalhes, mas que fazem a diferença no visual. Por dentro ele ficou muito bonito com os comandos dos vidros elétricos instalados nas portas como o Clio europeu.

No total foram quase dois anos para achar todas as peças. Ainda bem que o pessoal que contratei para fazer o carro era muito competente. O trabalho ficou a cargo da turma da Divisa Autocenter de Porto União/SC.

Para início de conversa, as pecas do exterior do Clio V6 não davam certo no Clio nacional. Como assim? Não é tudo Clio? Clio sim, mas o V6 tem construção totalmente diferente, suspensão, motor, chassi, etc. O entre eixos é 8 cm maior que o do Clio nacional.

Clio V6: leitor decide criar sua própria versão do esportivo (vídeo)

Mas com muito trabalho, o chassi teve seu entre eixo aumentado, a largura também passou a ser igual ao do europeu e os componentes adquiridos foram adaptados até ficarem 100% corretos. Foram centenas de horas de trabalho. Foi feito um trabalho duro para adaptar as rodas aro 18 com pneus 205/40 na frente e 235/40 atrás.

Foram quase mil horas de trabalho no carrinho. Meus cabelos estavam começando a ficar brancos e meu ânimo estava se esvaindo junto com o dinheiro, mas quando tudo foi se encaixando e tomando forma, aí todo mundo se animou. O pessoal da oficina, eu e todo mundo que sabia do projeto.

Hoje está aí a máquina. Um carro esportivo extremamente raro, muito bonito e que ficou 100%. Não tem para Porsche, Camaro, Mustang ou Audi TT. Onde ele passa desperta a atenção de todo mundo.

Talvez alguém se pergunte: mas como o motor ficou nessa história toda? Bem, não coloquei o motor traseiro 3.0 como do europeu, mas o 1.6 16V já está recebendo os últimos retoques na mecânica para ultrapassar os 255 cv.

Ele ganhou uma turbina, bielas novas, injeção nova e comandos de válvulas especiais. A motorização ainda não esta 100%, mas ele já desfila por aí com míseros 180 cv. Em breve os novos componentes importados chegam para deixar o carrinho mais nervoso.

E quanto custou a brincadeira? Quando me perguntam isso, eu digo que foi todo o meu dinheiro e mais um monte. Beirou os 100 mil reais, mas quando as pessoas olham para a máquina, percebem que valeu cada centavo. O ronco é muito bonito, ele é lindo, muito estável e ágil. Não é porque sou o dono dele, mas ele é de cair o queixo.

Heldaí Felix dos Santos – União da Vitória/PR.

Galeria de fotos do Renault Clio V6 de Heldaí:

Clio V6: leitor decide criar sua própria versão do esportivo (vídeo)
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email