Etc Manutenção

Colocar um ovo cru no radiador para tampar um furo, dá certo?

Colocar um ovo cru no radiador para tampar um furo, dá certo?

Colocar ovo no radiador? Como assim? É isso mesmo, algumas pessoas na internet dizem ter conseguido resolver temporariamente um problema de furo no radiador do carro por colocar um ovo cru dentro do radiador.


A idéia faz sentido, porque o ovo vai cozinhar dentro do radiador, ficando preso no furo, já que vai querer sair junto com a água que está vazando, mas não passa por ser grande demais. Mas é aquilo, não podemos colocar a mão no fogo nessa.

Para corroborar a tese de muitos, vimos alguns comentários sobre o programa Mythbusters, que fez um teste do ovo. Neste teste, o que ficou supostamente comprovado no programa dos Mythbusters é que se você colocar a clara do ovo dentro do radiador junto com a água, na hora o furo é estancado.

Procuramos no YouTube algum vídeo do programa mostrando essa cena e encontramos este vídeo, confira:


Pois é, segundo o vídeo acima, realmente funciona!

Ainda encontramos relatos mencionando que o procedimento correto é separar a clara da gema de pelo menos uns 10 ovos e com pouca água no radiador, abrir a tampa diretamente dele (não usar o tanque de plástico, que é apenas uma camara de expansão) e colocar as claras com o motor ligado, em 1 minuto completar o nivel de água e seguir viagem prestando muita atenção para que a temperatura não suba demais.

Dizem que massa de tomate também funciona. Mas não sei, começa a virar uma cozinha o radiador do carro. Algum leitor do NA já passou por isso e teve bons resultados com ovo cru? Ah, um aviso de quem bom amigo é: tome cuidado com esses experimentos e ande com o carro somente até encontrar uma boa oficina mecânica ou um posto de gasolina, senão o prejuízo pode ser bem grande!

Colocar um ovo cru no radiador para tampar um furo, dá certo?
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email