Etc Governamental/Legal Segurança

Coluna NA: vamos ser responsáveis ao pegar a estrada

responsabilidade-nas-estradas Coluna NA: vamos ser responsáveis ao pegar a estrada







Ah, o verão! Não só foi no Natal e Ano Novo, mas agora no mês de janeiro e depois também no Carnaval, é hora de aproveitar os feriados para colocar o carro na estrada e curtir umas férias. Quem não gosta de aproveitar um pouco uma praia? Ou mesmo relaxar no interior? Quem sabe ir para um lugar mais frio? Ou se aventurar num acampamento?

Como a Crise pegou todo mundo de surpresa, novamente os carros se tornaram opção numero um nas viagens. Eu mesmo estarei viajando para Santa Catarina de carro (mais por opção mesmo). Então, chegou à hora de falar um pouco sobre os perigos das estradas e principalmente sobre os problemas que enfrentamos nelas.

Atualmente as aulas da Auto-Escola e a formação dos condutores são péssimas. Ninguém sai preparado para rodovias. Porem, depois de habilitado, o condutor se acha preparado para encarar as tenebrosas rodovias brasileiras. Vou tomar a liberdade de falar um pouco do que vejo durante meu dia-a-dia. Em viagens pequenas (São Paulo-Bertioga) eu presenciei inúmeras infrações gravíssimas que colocam a vida de muitos em jogo.

Ultrapassagens proibidas, em meio a curvas, trocas de faixa sem sinalização e principalmente carros em péssimo estado de conservação. Motoristas despreparados emocionalmente e principalmente, sem instrução para tal tarefa trafegam livremente pelas rodovias. Em um trecho de serra perigoso na Mogi-Bertioga, vi inúmeras ultrapassagens perigosas (descendo a serra). Isso por que alguns, não tinham paciência para acompanhar os caminhões que seguiam junto o trajeto.

Chegando ao fim da serra, surgem enormes retas onde são permitidas ultrapassagens. Próximo a realizar uma, levei um grande susto. Algumas pessoas que estavam dentro de um carro, abriram a janela e atiraram um saco com lixo pela janela do carro. Como eu não sabia o que aconteceria com aquilo, tive que reduzir a velocidade. Não chegou a atingir o meu carro. A revolta tomou conta e quando chegamos a cidade, eu parei ao lado do motorista e perguntei por que ele fez aquilo, mesmo sabendo que era proibido. A resposta foi simples e clara: “Por que eu quis!”.

Isso comprova que a educação no transito não existe. A lei do maior é que domina. Multas e muito menos campanhas vão mudar o modo de agir de muitos. Pelo contrario, só vai alimentar a raiva e deixá-los cada vez mais raivosos no transito.

Por inúmeras vezes vi pessoas com medos de veículos maiores no transito e principalmente em rodovias. Atualmente, nossos veículos são raramente equipamentos com itens de segurança (somente modelos de segmentos maiores), isso torna qualquer imprevisto na rodovia o momento certo para um acidente e possíveis óbitos. Ninguém sai preparado para realizar uma retomada e muito menor uma freada de emergência.

Há muitos anos, estava com minha família na Rodovia Dutra. Chegando próximo ao Rio de Janeiro, um Caminhão precisou sair para a esquerda rapidamente para não matar um ciclista que invadiu a pista. Naquele momento eu percebi (levo isso até hoje) como uma freada correta pode salvar a vida de muitos. Meu pai, que sempre dirigiu muito bem e não aceita erros no transito, ligou o pisca-alerta (avisando os motoristas que vinham atrás sobre uma redução de velocidade) e soube controlar o carro naquela situação. Mesmo possuindo Freios Abs, o carro precisou de controle, pois uma manobra foi realizada para evitar o impacto. Agora eu me pergunto, será que qualquer motorista estaria preparado para isso? Claro que não, na minha própria casa vejo pessoas que não são preparados para isso.

Por tanto, muito cuidado você que nesse Verão vai aproveitar para viajar. No Brasil, o Direito de Dirigir é dado a qualquer pessoa que saiba dar uma volta no quarteirão e responder a 30 simples perguntas sobre conhecimentos gerais.

Abraços a todos.

Cirdan



  • Giovanni

    Isso é algo que percebi em SP, as pessoas atiram lixo pela janela dos carros! E não por acaso, as ruas das cidades paulistas são sempre muito sujas, é uma questão cultural mesmo. Aqui em SC as ruas são bem mais limpas e é muito raro ver alguém jogando lixo pela janela. Por outro lado como recebemos muitos turistas, no verão muito da má-educação vem junto com eles (por exemplo, os turistas do sudeste não respeitam as faixas de pedestres, até aceleram quando vêm alguém tentando atravessar a rua, um absurdo). Quando estiverem visitando outras cidades e estados, por favor respeitem o lugar, e principalmente respeitem o próximo. Chega de individualismo no trânsito!

  • heliofig

    http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL973740-5598,00.html

  • VTR2008

    1º MOTOQUEIROS ULTRAPASSEM PELA ESQUERDA PQP>…PQ VCS GOSTAM TANTO DE PASSAR PELA DIREITA…? EU JÁ DERRUBEI UM…AINDA ELE TENTOU FUJIR PRA NÃO PAGAR…PQ NA CABEÇA DELE ELE SÓ BATEU EM MIM PQ EU NÃO DEIXEI ELE PASSAR PELA DIREITA…

    2º Falta muita educação no trânsito, poucos usam setas para indicar mudança de faixa, cortam a frente um do outro, passam sinal vermelho, mas se cada um de nós lembrar de fazer o certo SEMPRE já é um começo..pq mudar a cabeça dos outros tá difícil…e esses que jogam lixo pela janela e dizem “pq quiz” tá virando rotina já…

    Abs

  • paulomazzotta

    Onde se diz “principalmente, carros em péssimo estado de conservação”, eu diria, principalmente ultrapassagens arriscadas, desrespeito às leis e imprudência.

    Fiz uma pequena viagem para o litoral norte de São Paulo e, vou te contar, o principal problema é a imprudência. Manter-se dentro do limite de velocidade em uma rodovia com uma só faixa é quase um parto. Volta e meia quase sou atropelado por um belo utilitário esportivo, um compacto premium ou algo do tipo, com enormes motores 2.0 em ótimo estado de conservação.

  • Perneta

    Parem com essa mania de ficar seguindo encostado com o carro da frente!
    Ultrapassem logo ou dêem espaço para quem quer ir adiante. Odeio aquelas imensas filas de carros que ninguém ultrapassa ninguém.

  • Rogério

    Já presenciei vários veículos ultrapassando em lombadas sem visão em rodovias que nem acostamento têm. E o pior, muitas vezes são pais com a família inteira dentro do carro. Eles literalmente jogam com a sorte…Absurdo!
    Só Deus para nos proteger destes irresponsáveis…

  • duhs2dany

    Estamos no brasil meu caro amigo.

    Aqui acontece de tudo.

    E o lema de sobrevivencia é o seguinte

    “Dirigia principalmente pelos outros, depois por vc”

  • Claudio

    Pra começo de conversa, a maioria das pessoas que tiram carta, compram, as aulas para aqueles que não compram são insuficientes para dirigir em qualquer lugar!
    Para nosso amigo Perneta digo:todo mundo quer ir adiante, se voce esta com tanta preça,sai duas horas antes de casa!
    Quantos animais passam pelo acostamento atrasando nossa vez de chegar la na frente e quando veem a policia dão seta para voltar a fila na sua frente como quem diz, ai otário eu estava te passando para tráz, mas deixa eu entrar ai na sua frente que tem policia la na frente e pode me ferrar, e ainda faz cara de coitadinho!
    A maioria dos acidentes são por parte desses apreçadinhos e geralmente com carrões pois pessoas especiais e não podem ficar no meio dos pobrezinhos!
    Lixo pela janela, será que é uma extensão da casa deles?
    Voce esta na via de uma faixa só nos 80km permitidos, o cara chega encostando no seu para choque e forçando a barra, quando bastaria chegar a uma distancia rasoável e dar farol!
    Quantas vezes estou na Anchieta fazendo uma ultrapassagem nolmal e vem um desses anim,ais colando no parachoque, a minha é bem simple, tiro o pé do acelerador demonstrando que quem dis a hora que ele vai passar sou eu e não o para choque dele!
    Mas o grande segredo é: dirija por voce e pelos os que estão ao seu redor, nunca esqueça de sinalizar devidamente suas ações e de preferencia tire a preça da sua cabeça e boa viagem!
    A cono tem Orácio no transito, tudo com bracinho curto, não conseguem alcançar a alavanca de seta!rs…

  • LFSP2

    De fato, a Lei Seca de pouco adiantou, imperou a impunidade nos feriadões de fim de ano, e com o abrandamento da fiscalização, a barbárie retorna mais forte as estradas brasileiras.
    Mas uma lei que não pega, dá certo no começo e depois esquecem.

  • Felipe Andrade

    Otimo alerta Cirdan… Amo carros como todos aki… Mas ao mesmo tempo axo muito perigoso nosso transito, tanto nas rodovias qnto na cidade…
    Ja viagei muito apesar de ter so 23 anos, e foram raras as viagens que nao vi cenas absurdas e perigosas, eh muito animal (bixo mesmo) na pista, por isso so viajo pelo dia…
    E em rodovia a velocidade eh alta e qqr coisa pode virar acidente fatal, por isso sempre alerta, e usem a buzina e corte de luz de modo preventivo, nao custa nada… literalmente…

    Abraço a todos e boa viagem Cirdan

  • Perneta

    Os motoristas se acham muito ninja, canso de ver eles usarem técnicas mortais de ultrapassagem. :ninja:

  • duhs2dany

    [Comentario #137939 sera citado aqui]

    Nao seria kamikaze?


Send this to a friend