Condução autônoma EUA Mercado PSA

Com compartilhamento, PSA prepara retorno ao mercado americano

PSA-Peugeot-Citroen-Push-to-Pass Com compartilhamento, PSA prepara retorno ao mercado americano

A PSA está voltando ao mercado americano, mas não de forma convencional. O grupo francês, liderado por Carlos Tavares, tem um plano de 10 anos para consolidação nos EUA e começa com o serviço de compartilhamento Free2Move, dentro da estratégia “Push to Pass”. Para comandar a operação, foi nomeado Larry Dominique, engenheiro que trabalhou com Tavares na Nissan USA.

A proposta, além do compartilhamento, é oferecer mais adiante serviços de mobilidade, como transporte privado de passageiros, através de aplicativo. Na operação da Free2Move, a PSA conta com a parceria da startup TravelCar, fundada em 2012. O serviço começa a funcionar no aeroporto de Los Angeles e será estendido para outras partes do país.

O Free2Move consiste no uso de uma frota de veículos particulares, cujos proprietários terão estacionamento gratuito ou com preços menores, além de uma remuneração caso o veículo seja alugado. No caso dos locatários de veículos, os preços de locação são cerca de 50% mais baratos do que em uma locadora tradicional.

Com isso, Carlos Tavares prepara o terreno para inserir uma das marcas da PSA no mercado americano nos próximos anos (fontes falam em 2020). Ainda não se sabe se será DS, Peugeot ou Citroën. No caso das recém-adquiridas Opel e Vauxhall, dificilmente a expansão para os EUA (mais no primeiro caso) ocorreria de forma tão rápida.

Também não se sabe se a marca da PSA nos EUA terá rede de concessionárias ou outra forma de comercialização. Por estar focando na mobilidade e em serviços agregados, pode-se imaginar que Carlos Tavares tenha em mente seguir os mesmos passos da Lynk & Co (Geely-Volvo), passando a focar em vendas online e aquisição por meio de contrato de locação. Seria um modo mais barato e menos arriscado de voltar aos states.

Isso também permitiria à PSA medir a recepção de sua proposta de forma mais adequada, evitando grandes estoques e uma enorme rede de concessionários. Outro ponto que deve ser abordado pela francesa é a condução autônoma, que provavelmente faria parte desse pacote de serviços, que sem dúvida atrairia muitos americanos.

AVA-Image-media Com compartilhamento, PSA prepara retorno ao mercado americano

AVA

Nesse caso, a PSA já começou os testes com motoristas comuns no programa AVA (Autonomous Vehicle for All), que utiliza condução autônoma de níveis 3 e 4 para sua adoção em modelos das três marcas originais da PSA, e provavelmente também de Opel e Vauxhall, a partir de 2020.

A PSA já utiliza nos testes os modelos Peugeot 208, 308, 2008, Traveller e 3008, além dos Citroën C4 Picasso, C3 e Spacetourer na Europa; o Peugeot 4008 e o Citroën C6 são utilizados na China. Mais de 120 mil quilômetros foram percorridos em modo autônomo (níveis 2, 3 e 4) em vias rápidas europeias. No total, 15 protótipos são operados pelo grupo e seus parceiros.

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

Send this to a friend