BMW Hatches Lançamentos Preços

Com tração dianteira, BMW Série 1 2020 parte de R$ 174.950

Com tração dianteira, BMW Série 1 2020 parte de R$ 174.950

O BMW Série 1 2020 chega na terceira geração ao mercado nacional com preços a partir de R$ 174.950 e com manutenção gratuita por 3 anos ou 40.000 km, para quem adquirir o carro em novembro.


O hatch médio da marca germânica traz agora a plataforma UKL2, que sustenta os carros da MINI e também alguns da marca, como os modelos X1, X2 e Série 2 Active Tourer, por exemplo.

Com tração dianteira, BMW Série 1 2020 parte de R$ 174.950

A arquitetura de motor e transmissão montados em posição transversal tem suas vantagens, porém, tirou do hatch alemão a primazia de ter sido o único de sua classe com tração traseira. Com o fim da clássica configuração, o modelo chega 30% mais leve e obviamente com espaço interno maior.

A BMW até se esforça em falar das vantagens da plataforma, que é mais rígida e possui o sistema ARB de deslizamento limitado das rodas, distribuindo assim a força entre as rodas dianteiras, a fim de possibilitar melhor dirigibilidade.

Com 4,319 m de comprimento, 1,799 m de largura, 1,434 m de altura e 2,670 m de entre eixos, ele é menor que o antigo.

Com tração dianteira, BMW Série 1 2020 parte de R$ 174.950

Oferecido na versão BMW 118i Sport GP, o hatch de luxo estreia uma nova versão do motor 1.5 TwinPower Turbo de três cilindros com 140 cavalos de 4.600 rpm a 6.500 rpm, com torque de 22,4 kgfm de 1.480 rpm a 4.200 rpm. Com transmissão de dupla embreagem com sete marchas, o Série 1 2020 até 100 km/h em 8,5 segundos e máxima de 211 km/h.

Tendo 380 litros no porta-malas, que podem ser ampliados para 1.200 litros com o banco traseiro rebatido, o BMW 118i Sport GP traz cluster digital configurável com algumas opções de visualização, assim como multimídia BMW ConnectedDrive com tela de 8,8 polegadas, serviços online, câmera de ré e Apple Car Play.

Com tração dianteira, BMW Série 1 2020 parte de R$ 174.950

O pacote do BMW 118i Sport GP inclui rodas de liga leve de 17 polegadas, ar-condicionado dual zone, assentos dianteiros esportivos, volante multifuncional revestido em couro, revestimento em Anthracite e Sensatec, entre outros.

O hatch premium pode ser adquirido nas cores Branco Alpino, Preto Safira, Branco Mineral, Cinza Mineral, Azul Mediterrâneo e Azul Seaside.

BMW Série 1 2020 – Galeria de fotos

Ricardo de Oliveira

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

  • mjprio

    A despeito de ter perdido a traçao traseira, ele ficou bonito. Mas o grafismo do painel digital não dá pra engolir. Feio demais

    • Luiz camurça neto

      cara pensei a mesma coisa, eu achei que o painel lembrou o estilo de design que a Caoa-Chery utiliza. Quanto a tração traseira não será falta, pois ninguem mais utilizava no segmento.

    • Edinaldo_Tapica

      Acho que perdeu personalidade. Prefiro a E87 e a F20. Essa traseira é a mesma usada na X1, e ainda lembra em demasia os sedans da marca. Aproveitando a deixa, as versões que citei estão envelhecendo muito bem, continuam agradáveis visualmente

  • Marcos Megda

    A tração dianteira era um diferencial, mas só era util pras versões mais caras e mais potentes, onde o comprador as vezes levava pra track day e pra tunagem. Pra grande maioria,não mudava nada. Saudades do tempo que tinha série 1 a menos de 100k. Se partisse desse valor a 120i com o 2.0, aí dava pra pensar. Agora 180k bonoros pelo 1.5 não rola. Ainda mais pensando que o segmento dos hatches médios INfelizmente respira por aparelhos

    • dallebu

      Um carro de tração traseira tem proporções de carroceria muito mais nobres, capô longo, habitáculo recuado, equilíbrio dos volumes muito mais classudo do que essa nova Série 1 que parece uma mistura entre um X2 e Série 2 Active Tourer.

      • Rodrigo

        Realmente, tem jeito de minivan. Quase um BMW Fit (exagerando).

        • MarcosGojira

          parece o Classe B msm

      • Marcos Megda

        Sua justificativa não faz o menor sentido. Não é pq tem tração traseira que o carro é classudo. Olha a X1 antiga. Nojenta e horrorosa. Parece uma funerária. A atual é mais suv com FWD, ainda assim meh.
        Primeira série 1. Mais feia que bater na mãe. O sedan pior ainda. Aí veio a classe 1 angry birds. Muito mais ou menos. Com o facelift melhorou bastante, mas aqui nao convenceu.
        Essa nova não tá feia. Perde em dirigibilidade pra QUEM SABE PILOTAR. Prra todos os outros 95% dos consumidores, nao vai mudar nada.

  • Tem que ser muito fã boy da marca pra dar 175 mil, já que agora nem a tração traseira tem.

    • Gran RS 78

      E ainda por cima perdeu o ótimo motor 2.0 turbo de 192cv.

  • 😎.

    Esse Azul Mediterrâneo da BMW é lindo , porém faltou o vermelho na paleta de cores do novo Série 1.

  • Felipe Junqueira Netto Branco

    Nada como ter comprado um GTI por uns belos R$35 mil a menos!!!!! Se é pra ser dianteira,que seja o GTI

    • MarcosGojira

      Um projeto de 7 anos atrás contra um carro 2020

      • Edson Fernandes

        Eu diante de que vieram com esse motor 1.5, prefiro o GTI mesmo.

      • Paulo Lustosa

        E que não foi considerado referência em testes de direção, mantendo o Ford Focus como referência em hatchs médios. Nada justifica 180 mil em um carro com motor 1.5T de 140 cv e baixo torque.

  • CanalhaRS

    Bem ruizinho de CxB. Só para os muito fãs da marca mesmo.

  • Bruno Silva

    Novo Série 3 por 14mil a mais, esse carro está muito mal posicionado.

  • th!nk.t4nk

    A realidade é que o consumidor do antigo Série 1 migrou pra modelos acima, o que abriu espaço pra uma racionalização nesse carrinho. Moro perto dessa região onde foram feitas as fotos (norte de Munique) e aqui a grande maioria dos 1er é de frota de empresa (que valorizam justamente modelos mais econômicos e racionais) e de car sharing (Share NOW). Perdeu realmente o sentido de empurrar o 1 como um modelo de pegada esportiva. No Brasil é o contrário, levam uma versão cara porque no país é o status do custo elevado que garante lucro (vide a estratégia da Apple, que não baixa preços no BR pra se manter como “premium”). No dia em que o consumidor acordar e decidir dar valor ao seu dinheiro, pode ter certeza de que estes preços despencam.

    • Pobre Arrogante

      Não tem essa de acordar e dar valor ao seu dinheiro.
      Esse é o preço do carro.
      R$ 175.000 / 4,10 = USD 42 mil.
      Alguns vão dizer que “não se faz conversão”. Mas na realidade se faz sim… A BMW é uma multinacional que trabalha com dólar, paga os desenvolvedores em dólar, paga o marketing em dólar, paga os depósitos e patentes industriais em dólar etc.

      • th!nk.t4nk

        Hum? Cara, já morei um bom tempo nos EUA e atualmente na Alemanha, onde trabalho justamente no setor automotivo. Hoje você consegue comprar este novo 118i com pacote Sport Line e os mesmos equipamentos por quase 10 mil € a menos em relação ao Brasil. E isso é o preço de tabela heim! Com os descontos, cai mais ainda (tiram fácil 10%, mesmo em lançamentos!). E financiam com juros anuais baixinhos, nem se compara (no Brasil as montadoras fazem rios de dinheiro com financiamento). Insisto: os brasileiros estão queimando dinheiro com as premium sim. E as empresas se aproveitam justamente do fato do povo no país ser extremamente motivado pela busca por status. Uma pena que pelos comentários aqui as pessoas prefiram fechar os olhos e ignorar os fatos, pois por conta disso o mercado nacional vai continuar na situação que está eternamente.

        • Pobre Arrogante

          Não não. O preço é o mesmo.
          Só muda os tributos embutidos no preço que no Brasil são um pouco mais altos (IPI, ICMS).

          Nos EUA tá na faixa de 7,5%, na europa de 15 a 20%, e no Brasil passa de 35% em alguns carros.

          A BMW Série 1 de entrada custa quase 28 mil libras no Reino Unido… Se somar a tributação brasileira e as questões de logística, transportes, seguradoras etc (custos do Brasil) o preço é idêntico, se duvidar o carro é mais barato aqui, como já houve vários exemplos.

          • th!nk.t4nk

            Você pegou o pior exemplo da Europa (no Reino Unido é o mais caro), mas tudo bem. O fato é que tributação explica apenas parte da coisa. O lucro absurdo com financiamento no Brasil é da montadora mesmo, que poderia sim praticar juros mais baixos. O povo não tá nem aí pras taxas, porque no BR veículo premium mira em pessoas que estão em ascensão social e gostam de pagar pelo status. É o efeito Apple: não vale a pena baixar preços, porque o foco está justamente em permitir que as pessoas paguem mais caro, já que no fundo elas desejam isso pra se diferenciar socialmente. Desculpe, mas é a dura realidade. Por fim, os descontos como eu te disse. Se você chegar hoje numa concessionária BMW nos EUA ou na Europa, te garanto que conseguirá um desconto bem gordo neste carro. Já no BR você tem que se considerar com sorte se tirarem algumas migalhas, pois tem sempre quem pague sem fazer contas.

            • Pobre Arrogante

              O preço de uma 118i Sport no Reino Unido sem nenhum pacote opcional (só automática e com bancos em couro) passa um pouco de R$ 150 mil.
              Como aqui tem uns 15% a mais de tributos, o preço está absolutamente normal.

              E como é que não tem desconto na BMW? Rapidamente se encontram as notícias de desconto na X1, na casa de R$ 12 mil, e olha que vende feito pão quente.
              Até o financiamento balão da BMW é mais barato que o da Toyota: prazo de 48x com juros de 0,99%.

              No mais, você filosofou um monte aí sobre as maldades do sistema capitalista opresso… Daqui a pouco vai sugerir que as pessoas devem fugir e ir morar numa ilha ou rodar o mundo de Kombi… No mercado é assim: quer algo: Pague

              • th!nk.t4nk

                Agora percebi que você não tem a mínima ideia de como negociam carros no exterior. Então vou te ajudar: pra você ter ideia, o Série 1 anterior chegou a partir de 17 mil € antes de sair de linha. E não estou falando do último mês não, já estava nesse preço no último par de anos. Tradicionalmente o novo modelo é lançado num valor de tabela mais alto, mas ele jamais é praticado: sempre há gordos descontos, como te disse. Com o passar do tempo eles descontos aumentam, até chegar num ponto onde decidem baixar finalmente o valor de tabela. Isso é absolutamente padrão com BMW, Mercedes, Audi, Land Rover, etc. A diferença é que no Brasil usam o sistema pega-trouxa: sobem o preço e não repassam o desconto. E olha que nem estou entrando na discussão sobre as taxas de financiamento abusivas no país heim, que dão um lucro muito maior pra essas montadoras no BR do que o próprio carro. Mas se você tá feliz com a atitude, fique à vontade pra aproveitar e pagar caro sorrindo.

                • Pobre Arrogante

                  Estou começando a achar que você tem alguma limitação cogntiva.
                  Eu acabei de mostrar que a BMW X1 pré-facelift tem desconto de uns 10% no preço.
                  Como é então que no Brasil não tem desconto em carros premium?
                  O próprio Audi A4 tem tabela na casa dos R$ 190 mil, e é vendido no mercado por R$ 165 mil. Logo depois do lançamento tinha por menos de R$ 150 mil.
                  Mais um exemplo: Passat, os R$ 170 mil de tabela chegam a ser R$ 145-150 mil na prática. E apesar de ser VW, está no calcanhar dos premium.
                  Por fim, achar que quem compra Land Rover no Brasil (R$ 400 mil+) é trouxa e/ou nunca saiu do País é uma das grandes pérolas, entre tantas, que vc publicou

                  • th!nk.t4nk

                    O X1 está em meia-vida, lógico que precisa ter desconto (idem pro A4). Tô falando de carros novos po, que é justamente o foco da matéria. Mas se quer pagar aí o financiamento com taxas altíssimas e descontos magros em lançamentos achado que tá certinho, é sua opção. A montadora agradece.

                    • MarcosGojira

                      Cara vc tem que parar com esse discurso de que brasileiro paga caro pq quer, brasileiro é isso, Brasil é isso, Europa é melhor… É o único do fórum que não mora no Brasil? Não. É o único do fórum que não mora no Brasil mas acha o Brasil uma terra de gente atrasada e ignorante em todos os aspectos imagináveis ? Com ctz.
                      Você sabe que essas marcas sempre foram e sempre serão marcas de nicho por lá. Não adianta falar que brasileiro paga sorrindo e bla bla bla. Pagam mesmo! A meia dúzia desses carros que vendem por mês no Brasil são p pessoas muito ricas.
                      É a realidade, ninguém tem culpa. Oferta e demanda. Ponto.

        • Edinaldo_Tapica

          Abri mão total por essa busca de status. Tirei meu Sentra zero em 2007, e até hoje não tenho A MENOR VONTADE de trocar de carro. Passei dos 30, perdi tesão de andar de carro zero. Se trocar de carro hoje não economizo em combustível (todos da categoria fazem o mesmo consumo ou até pior, por causa do flex), não terei mais conforto, não me dará ‘tranquilidade’ em ser semi-autonomo (ou até totalmente autônomo como acredito que seja a realidade num breve futuro) e dirigir pra mim em dias de trânsito intenso. Enfim, acho que a indústria automobilística se encontra numa fase de transição, e hoje não existe no portfólio das empresas nacionais um produto que me interesse. Talvez o BMW i3 (compacto, fácil de estacionar, elétrico, baixa manutenção e relativo conforto), mas ainda acho um investimento irreal pagar mais de 100k em um automóvel, prefiro investir em outras coisas. Eu concordo com você, brasileiro precisa entender que carro é ‘veículo de transporte’ , coisa que os Europeus já sabem há muito tempo. No Brasil segue sendo status.

          • th!nk.t4nk

            Ótima resposta. O Sentra é um bom carro e muito adequado pra realidade brasileira (pode não ser um foguete, mas é mais do que suficiente pras estradas do país e é muito confortável). Trocar por outro sedã da mesma categoria hoje iria adicionar muito pouco (no máximo um ACC seria uma novidade interessante, mas o resto não evoluiu tanto assim, até os motores aspirados continuam dominando o mercado nacional). Vou continuar questionando a necessidade do povo se meter em financiamentos com juros altíssimos pra ter carro da moda, sem usar nem 10% do potencial de projeto do veículo (caso dos premium). Some a isso a atração da bandidagem e os custos de manutenção, vira uma loucura até mesmo pra quem tem ótimos salários. Mas claro, ninguém gosta de ler/ouvir esse tipo de coisa, vide os votos negativos aqui. Vão defender a liberdade de fazer negócios ruins até a morte.

  • vicegag

    Hatch de tração dianteira, com motor de três cilindros e 140 cavalos, por quase 200 mil reais, ou eu estou ficando maluco ou tem gente que acha que notas de Real dão em árvores,.. acho que estamos todos malucos.

    • what_the_hell??

      Foi a mesma impressão que tive!! Essa semana teve a notícia do Q3 novo a partir de 180k (carro que era vendido por 120k até pouco tempo atrás) e agora essa! Parece que esses alemães estão calculando os preços com indices de inflação de algum outro país!

  • Bruno

    Bela raba, mas essa frente pqp hein, fora esse painel de instrumentos ala Chery… mas sem dúvidas um excelente carro com preço fora da casinha como todo carro vendido no Brasil.

  • Marcus

    Não é belo como os antigos BMW, motor apenas mediano pro segmento, grade de caminhão, interior simples, multimídia sem integração com sistemas Android, sem o diferencial da tração traseira e custa quase 90 mil notas de R$ 2. Tem que ser muito fã de hatch BMW e ter uma pitada de insanidade mental pra encarar.

  • Horrível esse novo Serie 1. Com essa linha traseira levantada, parece que quer ser um hatch / mini-SUV. Ainda para completar, colocam tração dianteira. Uma pena terem feito isso com um dos poucos hatchs que ainda me agradava muito.

  • oloko

    Por esse preço tinha que ser a 120i e olhe lá, ainda estaria caro. O 118i anterior tinha 170cv, entendo que o novo é mais moderno e mais completo, mas a diferença de preço pro anterior não sei se compensa essa adição de equipamentos mais o pior desempenho

  • Bruno Santanna

    Nesse preço vou de a200 sedan advance. Melhor CxB.

  • Paulo

    Preços de importados cada vez mais absurdo

  • Daniel Falcone

    Seja bem vindo Fiat Argo de luxo!
    Eita desing sofrido viu!

  • Marcus Vinicius

    A200 (mesmo que Sedan x Hatch) é melhor CxB, 5k mais barato, motor melhor, Teto, Paddle Shift, Alerta de colisão + frenagem auto., sei la, olhando assim não vejo sentido nesse preço.

  • Luiz Felipe S. Silva

    Preço muito irreal pro segmento. Vai competir com o X1 e os SUVs de marcas premium e nem o motor justifica.

  • RKK

    Finalmente um BMW Série 1 bonito (perdeu aquele aspecto de tanajura), pena ter perdido a tração traseira. O preço, como sempre, muito caro.

  • Saraiva

    Só é mais belo que o a200. O MB tá mais recheado por preço menor

  • El Gato!

    Angry Birds.

  • G. de F.

    Como o duplo-rim desproporcional ao tamanho do carro (pelo menos por fotos…) e a perda da tração traseira, que era um diferencial da série 1, o carro perde muito do diferencial dela em comparação a A3, Classe A, e outros hatches considerados “premium”…

  • MarcosGojira

    Ficou parecendo um Classe B

  • MarcosGojira

    Quem compra BMW não é ignorante a esse ponto amigo

    • Marcos Megda

      Pesquisa por 1 series owners think it’s FWD.
      Quem falou isso foi o próprio CEO da BMW

    • Junior

      Nem todo mundo que tem carro sabe oque tem em mãos, exemplo o avó do meu amigo comprou um golf gti apenas porque era o mais top da categoria, conversando com ele sobre o carro, nem se quer sabia quantos cv o carro tinha, e funções de “mimos”..

      quanto mais saber se era tração dianteira ou traseira, tem “ignorante” pra toda categoria de veículos.. ja vi ate dono de moto bmw abrindo o tanque para abastecer com chave de fenda porque não sabia que para abrir o tanque tinha que tirar a chave do contato..

      • MarcosGojira

        E vc quer que uma idosa decore especificações técnicas de um veículo? Se eu fosse velho e tivesse dinheiro, compraria um carro só por achar ele bonito

    • Paulo Lustosa

      Errado, BMW 320i E90 é uma completa bomba e vendeu igual a água… tem mais BMW 320i dessa geração rodando que MB C180 W204, que é muito mais durável, mais barata, e ainda mais econômica.

  • DTF

    Melhor pagar $10mil a mais e pegar uma 320!!! muito melhor!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email