Gasolina (do Brasil) é mais barata no Paraguai $$$

O leitor Lucas Miranda da Cruz expôs um fato muito interessante que ocorre no mercado de combustíveis no Paraguai.

Lá, o combustível importado do Brasil é vendido bem mais barato do que em nosso próprio mercado.


Leia o relato de Lucas sobre o assunto:

Seguinte, gostaria de levantar uma questão ligada diretamente a nos amantes de carros, o combustível.

Todo mundo que freqüenta o blog já sabe da situação do nosso país, lançamentos automotivos que mais parecem utilizar materiais reciclados de carros sucateados de norte americanos e europeus.

Fora esse fator, temos de nos preocupar ainda com o combustível, que em nosso país tem um preço elevadíssimo, fazendo assim o 1.0 ser às vezes a única opção para obter um meio de transporte mais prático.

A questão que quero deixar aqui para que o público veja e a política de atuação da nossa estatal a Petrobras, que controla o preço do nosso combustível junto ao governo.

Esta recentemente comprou praticamente todas as distribuidoras de combustíveis do Paraguai, e exporta uma grande quantidade de petróleo para este, já que o Paraguai não tem produção.

O que me deixa indignado é o preço, que no Brasil é encontrado em média R$2,60 e em cidades mais afastadas dos grandes centros até R$3,00.

Mas no Paraguai você encontra a gasolina produzida aqui no Brasil e vendida nos postos da Petrobras a R$2,20, e esta sem a mistura de etanol. Ou seja, 100% pura. O que nós brasileiros não temos, já que misturam o etanol para baixar os preços praticados. Que política é essa?

Uma empresa que deveria beneficiar a nós brasileiros, pagadores de impostos e que andamos em carros econômicos, prefere beneficiar nosso país vizinho que nada produz e ainda prejudica alguns setores do comércio brasileiro. Isso sem falar nos ilícitos, que é a única coisa que o Paraguai produz.

Infelizmente, fiquei sabendo dessa atuação a visitar a cidade de Ponta Porã – MS, que faz divisa seca com Pedro Juan Caballero – Paraguai.

Esta que já foi a segunda maior cidade do estado, hoje não está nem entre as 5 maiores, já que é extremamente prejudicada pela concorrência desleal em relação os produtos paraguaios, estes praticamente vendidos sem impostos e que você encontra por metade do preço dos produtos brasileiros.

Como turista praticamente não notei como era essa concorrência desleal no início, mas depois de alguns dias e muitas compras no Paraguai, resolvi abastecer meu carro.

Esse foi o grande erro da minha vida, pois vi os postos da Petrobras com aqueles preços extremamente baixos e resolvi encher o tanque. O que resultou? Motor com problemas, muita dor de cabeça e gastos também.

Daí eu descobri que estava abastecendo no Paraguai, que não possui fiscalização em cima de postos de combustíveis. Se estes quiserem colocar no seu tanque óleo queimado como sendo gasolina, colocam sem problema, queimando a imagem da Petrobras e revoltando a população brasileira lesada por seus governantes.

Agradecemos ao Lucas pela colaboração.

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.