Comprando e Vendendo Mercado Populares

Comentário sobre o preço que os carros tinham e que deveriam ter hoje

segredo-comboio-fiat-mille-1.3-warley-2 Comentário sobre o preço que os carros tinham e que deveriam ter hoje







Bom dia Eber. Estava lendo um post sobre a manutenção do Uno até 2014. Foi questionado o preço atual do carro e a inflação de 98 pra cá. Pois bem, o IPCA/IBGE, um dos principais índices de reajustamento, acumulou 80% nos últimos 10 anos. Por exemplo, se o Uno custava em 98, 11 mil reais, hoje ele deveria custar algo em torno de 20 mil.

O preço, sem a redução de IPI, é de 23 mil. Entretanto, devemos lembrar que o custo de um automóvel também leva em conta a variação do preço de matérias primas, principalmente o aço, que nos últimos anos teve um crescimento absurdo, haja vista o crescimento do mercado Chinês, onde a Vale conseguia, em apenas um ano, reajustes de 30, 40 ou 50% no preço do minério de ferro.

Outra observação interessante, é quanto ao Marea. Se ele custava 28 mil em 98, deveria custar algo em torno de 50 hoje, e parou de ser fabricado custando 44 mil. Pelos mesmos 44 mil hoje, compramos um Punto 1.4 ELX ou, com um pouco mais, um Stilo 1.8. O Marea era muito mais carro.

[]`s

Roberto Marconi
Analista em Tecnologia da Informação
Divisão de Desenvolvimento de Sistemas
CESAN – Companhia Espírito Santense de Saneamento



  • Civicbsb

    é..me lembro q até uns anos atrás os carros populares nem chegavam a 20 mil reais.
    carros como classe A e vectra estavam nessa faixa de preço de 20 e 30 mil reais hj em dia um classe A custa mais de 110 mil e um vectra custa de 60 a 80 mil

  • paulo.s

    não posso dizer nada, sou novo ainda, nasci em 92. Então nem me lembro destes reajustes. Mas posso dizer o aumento do preço da materia prima não justifica o autissimo reajuste de preço! talvez a carga tributária seja a grande vilã da historia. Assim como acontece com a industria da informática.

  • Fla95

    [Comentario #129801 sera citado aqui]

    Eu também sou novo, sou de 95, não me lembro disso mas acho que daria pra reduzir os preços pela grande demanda.

  • DoberMANN

    E a gasolina então? Lembro quando enchia o tanque do carro com 30 reais, por volta de 96, eu tinha um Tipo SLX 2.0. Colocava 10 reais e ia de SP para o Guaruja.

  • LFSP2

    Quem define o preço é o mercado e as montadoras sabem que o brasileiro reclama muito mas nunca transforma essas reclamações em algo concreto e continua comprando, enquanto tiver gente disposta a desenbolsar 23 mil num Uno, 50 mil num Fit, 70 mil em qualquer sedã médio, é esse preço que será cobrado.

  • marcodoido

    Não faz muito tempo que o Uno custava 12.000,era na versão Smart,nisso tinha ocorrido a redução de IPI,pois a venda de carros no Brasil estava capengando,acho engraçado até hoje,carro naquela época era metade do preço de hoje e não vendia muito. :hauhau:

  • JBAFilho

    [Comentario #129809 sera citado aqui]

    Falou tudo. Em economia, o preço de um bem custa o valor máximo que o mercado está disposto a pagar por ele. Se vende para caramba custando caro, a tendência é continuar aumentando. E assim vamos nos lascando… :banana: :banana: :banana:

  • IGAUM

    Vou falar igual o Jeremias:

    Se eu pudesse eu matarra milll !!!

    :censor:

    Enfim, tudo é caro nessa terra. Se fosse convertido em beneficios para a população, ainda vai..mas nao!

    Mas tirando o assunto de carros, andei lendo umas materias por ai, assunto de IBGE… e me assustei!!!

    Do ano de 2000, para cá (sendo que desses 8 anos, 6 são do LULLINHA Cumpanhêro), a população brasileira aumentou quase 20milhoes de pessoas. Foi algo como cerca de 18~19 MILHOES!!!

    É MUITO!!! É ASTRONÔMICO!!! É PREOCUPANTE !!!

    DEZENOVE MILHOES DE ALMAS!!! Simplesmente nao comportamos esse crescimento. Nossa PREVIDENCIA já é falida, com esses numeros entao! Esta tudo perdido!

    Saltamos de 170milhoes na virada do milenio, para cerca de 189 MILHOES agora, segundo dados(ORGULHOSOS) do Ibge, afinal, o Brasil é um “País de todos! ”

    ALGUEM TEM Q FREIAR esse BOLSA faz-FAMILIA!!!

    Não existe a menor dúvida que o imposto sobre imposto incidente num carro, que dessa forma visto, faz com que da materia prima bruta, ate chegar no show room da concessionaria seja TRIBUTADO em mais de 50%!!!

    E esse IMPOSTO? Que é o grosso da ARRECADAÇÃO desse des-GOVERNO FINANCIA ESSA BOLSA GRAVIDEZ!!! Afinal, ter 3 ou 4 barrigudinhos em casa, o pachá(vulgo pai de familia cachaceiro) vai ganhar mais que 1 salario minimo e dai… trabalhar pra que né? VAI É FORNICAR, pra manter o “Status”…

    PERIGO!!! Muito perigo!!!

    Mas, tudo bem!!! Pq daqui a 10 anos, o Uno, Celta, Gol, Ká, Effa…sei lá…

    vai custar 40mil reais!!! Mais tudo bem!!! Afinal é tudo pelas criancinhas, tudo pela bolsinha esmola!!! Afinal, o guri de hj é o adolescente q vota amnha! E a CUMPANHERADA quer se manter no poder! Voto de cabresto? Não, mas é quase! Eu chamo isso de “politica do pao e circo”(Ah, esses Romanos!)

    Antes de pensar no vosso PROXIMO CARRO, pense no vosso PROXIMO VOTO!

    Abraço e TENTEM TER um Feliz 2009!

    :drinkk:

  • Volks_forever

    [Comentario #129804 sera citado aqui]

    Finalmente achei gente de minha idade ! :smile:

  • DoberMANN

    [Comentario #129801 sera citado aqui]

    Na industria da informatica o Lula ja deu um zilhao de reduçao de impostos, tanto que o mercado “cinza” quase desapareceu, tem de ter um fonte muito boa pra compensar trazer alguma coisa do paraguai sem nota e garantia. Se tem uma coisa que despencou o preço são computadores e notebooks. A coisa de 5 anos atras um computador basico custava mais de 3 mil reais e um notebook mais de 6 mil. Hoje tem computadores vendendo no supermercado dual core (AMD) na faixa de 1100 ja com LCD de 15 e varios notebooks na faixa de 1.500. Isso sem falar nos celerons da vida. Mas é claro que se quiser um quad core com 4 gb de ram e uma 9600GT com monitor de 19 wide é bem mais caro, mas ai estamos falando de computadores Top de linha, e isso é caro ate la fora.

  • rmuller

    [Comentario #129801 sera citado aqui]

    Talvez por você ser novo que esteja se confundindo um pouco. Os carros mesmo antes de você nascer, se a gente atualizar os preços, são uma roubalheira pior ainda… Um Versailles (que era o Santana da Ford) na época custava hoje o equivalente a um Fusion daqueles bem completos! As coisas melhoraram, mas em doses homeopáticas.

    O aumento da matéria prima influencia sim, e MUITO, no preço dos carros… na informática não é tanto assim, já que pra computadores o maior custo é o intelectual (da tecnologia), que eles recuperam fazendo as peças em volumes grandes (e cada dia o volume é MUITO maior, sem comparações com o crescimento de carros). E como tem inovações muito grandes na área de informática, os preços são todos empurrados pra baixo… Os chips são revisados a cada 6 meses, e carros são revisados na mesma proporção deles a cada 5. Impostos atingem da mesma forma, proporcional ao preço… só os equipamentos de computador mais simples que tem IPI 0% (igual carro 1.0).

    Os grandes vilões são matérias primas como ferro, aço, cobre, ouro, silício… Os dois primeiros vão nos carros, os outros nos computadores (e carros também). Os preços subiram demais, mas quem faz carros e computadores consegue abater isso um pouco no ganho em escala e de melhora de processos (que são MUITOS).

    É bom também ver que a inflação usada pelo nosso colega Marconi é um índice baixo para reajuste de preços comparado com as altas reais de matérias primas. O que ele quer dizer não é que antes os carros eram mais baratos… quer dizer que custam basicamente a mesma coisa do que antes. Você vai ver com o tempo que a cada dia que passa, o dinheiro vale menos. R$1 em 1996 é muito mais do que R$1 hoje!

    Mas pra deixar claro: mesmo com tudo isso, acho que os preços não estão os ideais. Só não adianta comparar com as promoções malucas que tem nos EUA, já que lá eles estão em uma crise danada e tão mais é fazendo dinheiro de qualquer maneira. Carro em estoque não paga conta, e é melhor perder dinheiro num carro e pagar as contas do que ficar com ele empacado!

  • jjaguar

    Se ao menos os reajustes fossem feitos com base em melhorias no produto, tudo bem! Veja na Europa que a cada geração de um modelo, mais equipamentos se ganha (todo Clio sai de fábrica com computador de bordo, freios ABS, 6 airbags, direção hidráulica, Cd Player… E os equipamentos opcionais vão de sensores de luz/chuva/estcaionamento até navegação por GPS integrado).
    Mas aqui não, a cada geração perde-se um pouco. O novo Corsa, quando lançado em 2002 tinha sistema multiplexado, o meu mesmo 1.8 na época vinha com acionamento de limpador traseiro ao engatar ré, sistema de dimmer na luz interna, regulagem da função intermitente do limpador de parabrisa (podia varrer de 5 em segundos como programar até 1 minutos cada passada das palhetas). Mas ao se mudar para a versões Flex em 2005, perdeu-se até o revestimento integral dos bancos em tecidos (a parte de baixo ficou em vinil :trowup:), o sistema multiplexado foi-se embora, até a palheta traseira foi trocada pela do Celta (muito menor e que fica desalinhada no vidro traseiro). Sei disto porque meu irmão comprou um em 2005!
    É o Brasil que nós aceitamos (acha que europeu aceitaria?)

  • Filipe Augustus

    [Comentario #129804 sera citado aqui]

    Eu sou de 88 um pouco antes de vcs!!!!
    Me lembro que em 1996 quando era criança ainda…Meu pai compro um Fiat TipoSLX 2.0 1995 completo…e pegou na época 15 mil reais,hj um Stilo com tudo isso vale mais de 60 mil reais!!!
    Assim como um Tempra Sx 2.0ie que minha tia comprou em 1997 zero KM pagou 23 mil reais!!!!!
    Me lembro que a Meriva no final de 2002 quando foi lançada custava 28 mil reais!!!!
    E me lembro tbm da época em que Mille custava 6,990 e Ka 7,990 por volta de 1996/1997!!!!E um Gol mil 1996 custava 11 mil reais!!!!
    Vectra GL em 1998 2.0 8v custava 19 mil reais,e um Kadett Gl 1997/98 zero KM custava 15 mil reais!!!Inclusive o próprio Astra 1998/99 que ficou em seu lugar custava na época 17 mil reais!!!!

    Bons tempos aqueles…
    =D

  • brunojefferson

    me sinto um velho, tem um carinha de 1995!tenho idade de ser o pai dele! sou de 1981! hahaa

  • sabatino

    Aqui na europa o Punto pegou o lugar do Uno/Mille. E hoje o Punto com a inflacao (que è minima aqui na europa) custa o mesmo preço do que o Uno/Mille custava 20 anos atraz.

    Eu acho um absurdo que no Brasil se fabrique carros tao atrazados como o Uno ou atè mesmo o Palio. è incrivel como as coisas nao evoluem no Brasil.

    Os carros no Brasil estao 10 anos atraz do resto do mundo. è uma vergonha e nao entendo como o povo aceite comprar carros como o Uno.
    A ultima vez que fui no Brasil fiquei horrorizado em ver os modelos que tinha por ai.
    Tomora que isso mude un dia e que a diferença nao seja tao grande.

  • giulii54

    Tbm sou novo, nao sei muito disso, mais digo que meu pai comprou uma zafira em 2001 por 36000, em 2006 foi troca-la por outra, mais se assustou com o preço que passava de 64000 para a versão básica.

  • giulii54

    [Comentario #129876 sera citado aqui]

    Eu tambem estou na europa, mais nao senti muita diferença de preço, no caso do passat variant, um “bom” custa 44000euros, que da quase o mesmo ou até mais em reais e o fox ta por cerca de 15000 euros, que da 45mil reais, até mais caro. mais como eles ganham praticamente o que nós ganhamos mais em euro (sem converter, se vc ganha 1000 reais vc ganha 1000 euros) pra eles fica muito mais barato.

  • Cypress

    Brasileiro só toma na cabeça e não faz nada…

    Também, esperar o que de um povo que pensa que cultura é samba, pagode, axé e carnaval…

    “A melhor piada contada por um português é o Brasil”


Send this to a friend