História Marketing/Propaganda Mercado Preços TV Vídeos

Comerciais de 10 anos atrás com preços da época (vídeo)

mondeo-1998-comercial-620x381 Comerciais de 10 anos atrás com preços da época (vídeo)

Você lembra quanto custava os carros 10 anos atrás? De lá para cá muita coisa mudou, os jovens de hoje não sabem quanto eles custavam na época. Todo ano, os preços sobem e os lançamentos, se agregar alguma tecnologia nova, imediatamente recebem um belo upgrade no preço.



Se o design cair nas graças do povo, também recebe um belo aumento no preço. Além disso, muitas vezes a versão top custa o dobro da versão de entrada. De uns tempos para cá, os preços dos veículos são alvo de muita indignação, assunto para o pessoal do bar, recepção acalorada nos comentários e vários termos relacionados foram surgindo, Átis como “se colar colou”, “lucro brasil”, “carro pelado”, etc.

Se você está reclamando dos preços atuais, acredite, a tendência é só piorar. Os SUVs hoje estão na faixa dos R$ 90 mil. Temos carros médios custando R$ 75 mil com motor 1.6 e quase R$ 100 mil com motor 2.0. Isso sem falar da nova categoria chamada carinhosamente de compacto Premium, mas as versões de entrada vêm com calotas, vidros com manivela e até modelo que ar condicionado está ausente.

Nesse ritmo desenfreado, creio que nos próximos anos os veículos estarão cada vez mais caros, e não me surpreenderá se algum dia o Gol custar R$ 100 mil. Se você acha que isso é impossível, acredite, pois 10 anos atrás ninguém pensaria que um Gol pudesse chegar aos R$ 50 mil de hoje. Abaixo um vídeo com comerciais e preços de 10 anos atrás, creio que você ficará bastante surpreso.

Por Lucro Brasil.

  • yuri calmon

    Quando lançado o Fiat Mille custava cerca de US$ 7000 !!!B)

    • blindzector

      O engraçado que ja se falava de Airbags e ABS a 10 anos atras e ATEH HOJE nao temos nos nossos populares… incrivel nao? E ar condicionado, nakela epoca, era " gratis " na versao …. hoje e opcional em boa parte dos carros …

      • Ao invés de progredir, regrediu

      • experientdriver

        Já se introduzia ABS e Airbags nos automóveis ao final dos anos 70 e início da década de 80, ou seja, há mais de 30 anos atrás.

      • hal_cwb

        Mas eles estavam falando do ar-condicionado de série no Kadett (médio), que hoje seria representado pelo Cruze. E um médio hoje sem ar-condicionado acho que seria motivo de piada.

        • Vinicius

          O kadett não era médio, era o sucessor do chevette.

    • Filipe Augustus

      Me lembro do Ford Ka por 6990 em uma promoção, quando ele brigava com o Mille pra saber qual era o carro mais barato do Brasil….

      • StarcraftHOTS

        Ainda brigam ehehe.

      • Edson Roberto

        Ka Street. Esse Ka era tão nojento que muitos itens que garantiam os itens bons dele, não chamaram atenção. Mas vale lembrar que não existiam em grande parte de ver esse modelo em concessionaria.

        Mas valia a pena partir para a proxima versão pois tinham itens a mais que eram os mais comprados do KA.

    • StarcraftHOTS

      O autor do post é no mínimo ignorante no assunto de economia, a matéria está errada(ao afirmar que o carro hoje é mais caro, e será mais caro(provavelmente não será)) e deixa de lado uma coisinha muito importante: INFLAÇÃO. Naquele tempo, faz parecer que o carro era mais barato, o que não era. O Uno podia custar 7000 reais, mas era mais caro, MUITO mais caro que um uno hoje. Ou seja, era mais caro comprar um uno por 7 mil naquele tempo que um hoje por 23.000.

      Só uma comparação: Kombi em 95 custava 121 salários mínimos ( 100 reais o salário na época). Hoje a Kombi está MENOS da METADE do preço, ela custa 70 salários mínimos.

      E provavelmente os carros no futuro continuarão aumentando o preço, porém, sendo mais baratos de comprar, provavelmente.

      • Paulo

        Não tem nada a ver com isso.

        Me espanta ninguém se lembrar que em 2002 o dólar começou a ter um aumento desenfreado, atingindo um patamar de quase 3 reais. As montadoras, alegando empregar quantidade significativa de peças importadas, aumentaram o preço de todos os carros.

        Algum tempo depois, porém, com o dólar em queda, ninguém mais se lembrou disso e os preços não caíram.

        Eu mesmo comprei um Golf GTI 180cv em 2002 por justos 48 mil reais. O mesmo carro, em 2003, já custava perto dos 70 mil!

        Fico realmente impressionado que ninguém se lembre disso.

        • radiobrasilcombr

          Exato, acompanharam APENAS a subida do dólar….

        • riccorreasp

          Me lembro perfeitamente.

          Mas não foi em razão do aumento do dólar, mas sim de um certo problema que colocaram no comando a partir de 2003.

          Note que o aumento de preços foi quase imediato.

        • Hoosier 559

          Se não me falha a memória. o dólar chegou a quase 4 reais em 2002.

      • jvitor

        Justamente, inflação e poder de compra do salário mínimo.

      • dudupruvinelli

        Como um ford new fiesta todo equipado pode custar o mesmo que uma kombi?

        • StarcraftHOTS

          Por que não dá pra carregar uma geladeira em um Ford New Fiesta.

          • dudupruvinelli

            E também porque a produção da kombi é caríssima, visto que ela está começando a ser produzida agora no Brasil. Além disso, a kombi tem mais espaço interno, carrega mais pessoas e tem muito mais tecnologia. Por favor.. se não tem o que falar, fique quieto.

            • StarcraftHOTS

              Me diga qual o motivo, na sua opinião, da Kombi custar o que custa.

              • EDGAR__RJ

                Só uma comparação: Kombi em 95 custava 121 salários mínimos ( 100 reais o salário na época). Hoje a Kombi está MENOS da METADE do preço, ela custa 70 salários mínimos.

                70 não é menor que a metade de 121 !!! #ficaadica

                • StarcraftHOTS

                  Oops…:$

                  • ALVIN1982

                    porque tem 3 portas…:D

              • Eduardo

                Por que pagam é uma ótima resposta….

              • fabio_augusto

                Ultra-lucro (nem mega-lucro é mais)…

              • dudupruvinelli

                Lucro.

              • yuri calmon

                porque não tem NENHUM outro carro no mercado que leve 9 pessoas ou 3 pessoas e mais quase uma tonelada de carga pelo mesmo preço !!!B)

                • Fredxyz

                  falta de concorrência.

            • BCA_83

              Não estressa… esse é o típico raciocínio imbecil nacional, que faz uma pick-up diesel pé-de-boi custar mais de 50 mil dólares só porque tem um motor a diesel (inventado em 1893) e tem caçamba (que exige muuuito mais tecnologia e custos de produção que um interior de uma BMW)!! Brasileiro continua comprando carro a metro e a quilo, já pensando em revender!!!

              • tiards

                eu acho engraçado desse povo que reclama do brasil, dos preços, mas não reclama dos impostos e nem pensa em tirar um passaporte e tentar a vida em um pais onde tudo é visto como "barato"

                • hal_cwb

                  Você não pode só tirar passaporte e trabalhar no exterior, você precisa de visto para trabalhar fora. E eu te garanto que isso não é nada fácil. E quanto a parte de reclamar, eu acho que (bem devagar) as coisas estão sendo vistas. Tudo que é reclamado está aparecendo na mídia, pode dar resultado sim. Experimente falar mal de uma empresa no http://www.reclameaqui.com.br. Minha esposa estava brigando pra cancelar um serviço e não conseguia, ela colocou a queixa no reclameaqui, depois de uma hora, um funcionário da empresa ligou e o problema dela foi resolvido. A internet é vista pelas empresas como um medidor de satisfação, então, tem que reclamar mesmo.

      • fabio_augusto

        Tem razão! Lembro que em 1999 meu pai trocou a Quantum 1.8 1993 por um…Gol 1.0 16V. Foi uma bela regressão, e ele custou comprar o Gol. Parece que naquela época muitas famílias passavam por dificuldades financeiras, incluindo a minha…

        • jvc

          O que aconteceu foi a maxidesvalorizacao cambial de 98 para 99, em razao das crises asiaticas, que fez, do dia para a noite, o real perder praticamente metade de seu poder de compra. Se entre 1994 e 1998 o real se manteve estavel, em paridade com o dolar perto de 1=1, apos a desvalorizacao, o dolar passou literalmente de um dia para o outro para quase 1=2 e, as vesperas da eleicao do petralha para 1=3…
          Eu advogava na epoca e o que teve de gente que se deu mal por ter contratos de financiamento de leasing em dolar vc. nao faz ideia…

          *estou sem acentos.

      • daniel

        o que vc falou esta certo! mas vc esqueceu uma coisa tb! o preço dos carros esta crescendo bem mais rapido que a inflação! tem popular hj que custa 50mil e hatch médio por 75mil! vc realmente acha que o preço esta justo?!?!?

      • Louis

        Salário mínimo não é uma boa base de comparação. Melhor comparar em dólar!

        • Magnus

          Concordo plenamente . . . .essa conversa de preço em salário mínimo é ridícula . . . . . . começa que quem ganha salário mínimo não pode ter carro . . . . . porque comprar é fácil . . . .o difícil é manter . . . . .vamos ser realistas , se for ver por salário mínimo então vamos falar dos alimentos . . . do combustível . . . . . . uma cesta básica naquela época custava entre 30 e 40 reais . hoje custa mais de 200 . . . . .

          O salário mínimo hoje é apenas 3x maior do que naquela época , em compensação 1 quilo de feijão ou de carne é 10x mais caro . . . .
          Por isso brasileiro é explorado , porque a maioria é um bando de imbecíl . . . .

          • Eugenio C.

            Eu penso que a maioria não é imbecil, mas sim tem pouca memória e muita preguiça de se informar.
            Eu era moleque na época do governo FHC, mas lembro muito bem (porque eu gostava muito de ler jornais, livros, revistas) sobre o preço da carne bovina começar a aumentar naquela época, enquanto o da carne de frango abaixava consideravelmente e deixava de ser artigo de luxo. Isso até deu origem a uma famosa frase de FHC: "no meu governo, pobre está comendo mais frango!". Mas isso não acontecia graças ao governo, e sim a uma mudança conjuntural mundial, em que a "produção industrial" do frango tornou-se mais barata que a pecuária, em todo o mundo.
            Também na época de FHC houve um boom de consumo de produtos importados, que levou a uma violenta desindustrialização do país – a Ford chegou a ameaçar diversas vezes na imprensa que iria fechar as fábricas e passar a vender somente modelos importados. A farra acabou quando FHC, pressionado, elevou a alíquota de importação de 30% para 75%.
            Em todos esses anos, houve aumento do poder de compra das classes mais baixas, aumento da oferta de crédito, mudança no perfil da mão-de-obra, tecnologias que reduziram custos de fabricação… de maneira geral, o preço dos automóveis aumentou menos que a inflação geral no mesmo período.
            Salário mínimo pode não comprar um carro, mas serve de parâmetro para analisar o poder de compra da maioria da população, com base na renda média da maioria – afinal ainda estamos entre os países com maior índice de desigualdade social (o que faz a renda média per capita ser ilusoriamente mais alta).
            Infelizmente, parece-me que ninguém – nem mesmo os mais escolarizados ou de melhor padrão de vida – está disposto a buscar conhecimentos que desafiem aquilo em que acreditam. E assim, perpetua-se a ignorância geral e o status quo do país.

        • Fredxyz

          Mas nos EUA tbm tem inflação. 10mil dólares 10 anos atrás valia mais que isso hoje.

      • tbc_

        Você só esqueceu de mencionar que o salário da "classe média" não acompanhou o crescimento do salário mínimo. O poder de compra do salário mínimo está maior comparado com essa época, mesmo considerando a inflação.

      • riccorreasp

        Pare com essa história de inflação. Todos sabem que o preço dos carros apertou o turbo a partir de 2003 e isso é possível analisar consultando os preços antes e depois dessa desgraça assumir o país. O aumento foi praticamente imediato.

        • StarcraftHOTS

          Todos sabemos?Eu não sei. Eu apresentei dados. Eu não sei como você de alguma forma consegue ir contra os dados. Pode me apresentar o que faz os dados de inflação e poder aquisitivo do brasileiro de alguma forma estarem errados, desde 2003?
          P.S. (quero dados, não opniões).

          • Barneyatomico

            É meu amigo, fazer o povo parar de pensar somente por achismo não é fácil. haha. Sinceramente to ficando cansado dos comentários do NA. Primeiro é que em todos os post tem gente chorando; que na Bananalândia é isso, que na terra de índio é aquilo. Levantar a bunda da cadeira e fazer alguma coisa, nada né! Desses que reclamam aposto que nem da metade acompanha a política nacional, ou pelo menos pesquisa o candidato na época de eleição. E outra coisa é exatamente o que você falou, falam sem embasamento. Não é problema falar algo que ache, mas sempre procure saber a verdade, e principalmente tenha a humildade de admitir que você possa estar errado.

        • Eugenio C.

          Gostaria de ver dados reais que embasem sua afirmação.

      • Leandro1978

        Exatamente. O pessoal só olha os números e têm a falsa impressão de que hoje os carros estão mais caros. Ainda são caros, mas menos do que eram antigamente. Só para ter um exemplo, nos anos 1960, um Fusca custava R$ 70.600 (!!!) e era o carro de passeio mais barato do país (Fonte: Jalopnik). O autor desta matéria incorre ao erro e leva os demais a pensarem o mesmo.

      • eumesmo

        Não vale contar o endividamento. O Brasil acumula mais dividas do que os EUA, sendo que lá o poder de compra é maior e o povo não precisa ficar financiando veículos em 100x ou uma TV em um 1 ano.

      • JanssenJ

        Depende, meus pais tem os salários congelados pelo governo desde 2000, sem influência da inflação, mas toda regra tem sua particularidade

        • eokn

          O salário deles está baixo? Peça a eles para procurar uma melhor oportunidade na iniciativa privada.

  • VictorHugo

    O preço dos carros foram seguindo a evolucao do mundo, so esqueceram da qualidade!

    • alexhmoraes

      No Brasil né, na Coreia os Hyundai tem modelo que chega a custar 3x menos que os comercializados aqui!

    • granrs78

      Amigo, no mundo inteiro os preços continuam bons, com excessão do nosso.

  • AaronSchor

    É muito 'preço' para pouco carro.

    • RafaelMeyrelles

      Quando o poder aquisitivo do brasileiro aumentou, o preço acompanhou… Eu tenho 15 anos e nunca imaginaria que a diferença de 10 anos atrás era tão grande o.o

  • Felipe

    O salário mínimo era BEM menor, o poder de compra também. Não faz sentido argumentar que antigamente era mais fácil comprar um carro.

    Hoje em dia, só não compra quem não quiser. O preço irá aumentar de acordo com a inflação, a subida dos salários mínimos, e se o povo compra, é por que eles podem, não é mesmo? Quer preço mais baixo no carro? Pare de comprar que com baixas vendas eles irão diminuir o preço.

    • lesvoitures

      PODIAM TER FECHADO OS COMENTÁRIOS DEPOIS DESSE.

      • PortoWF

        podiam mesmo!

    • Realidade

      Parabéns Felipe pela visão, vc esta mais do que certo. Já para os dois que te respondera que foi o Lesvoitures e o PortoWF, deveria fechar comentários para pessoas como vcs, que não tem noção do que escreve ou pensa.

      Não da para se comprar as carrocha que se vendi antigamente com as carrochas de hoje, a diferença é que hoje o brasileiro tem maior poder de compra.

      1995 Salário minimo = $100,00 Reais Combi a parti de $12.195,00 Reais. = 122 salários mínimo.

      2013 Salário minimo = 678,00 Rais Combi ano 2013 $41.163,00 Reais = 60 salários mínimo. (Valor da tabela FIPE, tem mais em conta no mercado zero km)
      (Sem contar que os carros de hoje vem mais equipados)

      Pelo amor vcs tem um ferramente fantástica que e internet e continuam na alienação.

  • rogerrosato

    Comparar os preços de entrada de 10 anos atrás com os preços de versão de topo de hoje não é a comparação mais ideal…

  • julio cesar

    esse mondeo é de uns 15 anos atrás… na verdade, desde a crise economica em 2009 os carros estão vindo mais equipados e mais baratos…

    em 2005 comprava-se um corsa classic basicao por 23500 ( na bacia das almas o preço ). hoje por 25500 vc compra o mesmo carro com air bag, direção…

    • roger

      acho que nao compra nao chorando muito sai 30000 sao 5000 de diferenca

    • fschulz84

      A grande questão é que o projeto do Classic já está pago há pelo menos uma década.

      O que me assusta é a diferença de preços nos lançamentos, isso mais recentemente, vou citar alguns exemplos:

      i30 – de 53k para 75k
      Vectra/Cruze – de 50k para 66k
      Corolla (Brad Pitt vs modelo 2009) – de 45k para 65k

      Qualquer modelo novo que seja lançado, sofre aumento de pelo menos 20%… ai se o mercado aceita, estes preços se mantém, se o mercado rejeita, ai vai caindo.

    • Fellipe

      Não tenha esse pensamento conformista… É isso que está destruindo esse país aos poucos, conformismo!

  • Mr. Potato

    Aí faço uma pergunta: e o salário de vocês, dobrou nos últimos 10 anos também?

    • StarcraftHOTS

      Com certeza o poder aquisitivo do brasileiro mais que dobrou nos últimos 10 anos.

      • ZEKINHA71

        O meu não dobrou, em 2004 eu comprei uma Ranger XL com cinco anos de uso, ano passo só deu pra comprar um C3 exclusive com cinco anos. Se continuar assim daqui 10 anos eu vou comprar um Onix com cinco anos.

        • StarcraftHOTS

          Pô, que pena cara… Ainda bem que a realidade brasileira é diferente da sua, foi uma evolução, não uma regressão.

          • spok

            A evolucao foi para o poder de compra para classe que nao tinha geladeira, fogao.. essas coisas. Agora ta mais facil de ter e todo mundo acha que SURGIU uma NOVA classe media que ganha acima de 2 salarios minimos. Mas vai ver a REAL classe media de 10 anos atras e ver se continua tendo os mesmos habitos que tinham.. de ir almocar fora todos finais de semana, de trocar de carro todo ano.

            • StarcraftHOTS

              Sobre a melhora do poder aquisitivo da classe média eu sou ignorante no assunto e vou pesquisar antes de poder falar alguma besteira, mas provavelmente você está errado, pois de 2000 pra 2013, o salário mínimo aumentou cerca de 250%, enquanto a inflação não aumentou isso, tecnicamente a classe média hoje tem mais poder de compra que em 2000. Mas sim, antes 40 milhões de brasileiros saírem da pobreza e da miséria, podendo comer todo dia e ter uma vida relativamente confortável que alguns da classe média comerem um churrasquinho no FDS.

              • Anderson

                O salário minimo pode aumentar 1000%, mas a classe média não recebe salário mínimo. O salário da classe média está bem defasado e com baixo poder de compra.

                Como o spok falou, pra quem não tinha nada um salário mínimo maior já faz a diferença.

                • Filipe Augustus

                  Isso é verdade, aqui em casa já tivemos Monza Classic Automático com 2 anos de uso, Kadett Automático novo, Omega Suprema Diamond e uma S-10 4.3V6 quase zero Km e hoje não conseguimos nem comprar um carro de 30 mil reais direito, acho que seu comentário é de todo real….

          • s_carv

            Cara, deixa de ser esnobe.

            • Eugenio C.

              ex-nobre? Vc se refere ao pessoal que choraminga que não houve nenhuma melhora no padrão de vida no país? rsrsrs

      • Viníciusk

        Sim, o poder aquisitivo pode ter dobrado. Mas e a renda X custo de vida? Aumentaram propocionalmente?

        Na boa, o que eu vejo que aumentou hoje na vida do brasileiro (pobre e classe média) é a capacidade de endividamento devido aos financiamentos a perder de vista de anos ou décadas. E isso não é algo bom no meu ponto de vista.

      • diogo_rs6

        Baseado em crédito????? Dívida não é melhoria de poder aquisitivo

      • Fellipe

        kkkkkkkkkkk Tá, mais que dobrou kkkkkkkkkkkk Ai ai kkkkkkkkkkkkkk

        Poder aquisitivo se mede com imposto e custo brasil? kkkkkkk Ai ai

    • VictorHugo

      Pode até ter aumentado um pouco, mas sempre tem algum imposto pra pegar o que foi aumentado!

    • alexhmoraes

      O meu mais que dobrou, quadruplicou! acho que com todos foi assim também!

      • Fellipe

        Nossa… então você ganhou um UP na vida! Incrível, então agora dá pra comprar à vista as coisas né! Não dá?

    • PortoWF

      o meu mais que dobrou.
      Desculpe se frustrei sua expectativa.

      • riccorreasp

        Se você foi promovido, deixou de ser estagiário, etc., não serve de base comparativa.

        Quero saber se mantendo-se no mesmo cargo nos últimos 10 anos você teve 100% de aumento salarial.

        Ninguém teve. Essa é a tal mentira contada muitas vezes que tentam transformar em verdade.

        • PortoWF

          Meu amigo, essa coisa de ficar mais de 5 anos no mesmo cargo hoje em dia, é visto como Comodismo, perdoe , mas vc precisa rever seus conceitos.
          Em tempo, minha carteira de trabalho foi assinada em 1999 como auxiliar administrativo ganhando menos de R$200, nunca fiquei mais de 3 anos no mesmo cargo nem no mesmo emprego.

          • riccorreasp

            Respondida a minha pergunta, reafirmo que não serve de base comparativa.

            Eu não defendi a permanência no cargo, o comodismo, etc., apenas quis mostrar que ao ser promovido o sujeito tem um aumento salarial, porém geralmente receberá menos que seu antecessor recebia e seu substituto na antiga função, também ganhará menos. Assim sendo, há um achatamento salarial e portanto não se pode levar em conta a inflação e tampouco o salário mínimo.

            • PortoWF

              Baseado em que dados isso? Em que fonte de pesquisa?
              Pq o IBGE, IPEA, FGV diz o mesmo que eu, que na ultima decada houve aumento do poder de compra, principalmente das classes D e C.
              Agora vc quer discutir com eles fique a vontade, pq eu não vou debater achismos.

              • riccorreasp

                Porto, não sei qual é seu cargo, tampouco o seu salário….

                Vou explicar de forma mais detalhada para que você entenda meu raciocínio.

                Suponhamos que alguém que exercia a sua função há 10 anos ganhasse 5 mil reais… Hoje, corrigidos os valores de acordo com a inflação, faria com que você recebesse acima de 10 mil reais. Na prática não é o que ocorre. Possivelmente "você" ganhe até menos do que os 5 mil. Portanto, não há equiparação salarial mediante a inflação em cargo algum, seja ele qual for.

                • PortoWF

                  O problema meu amigo é que vc esta transformando a exceção em regra.
                  Segundo o Dieese mais de 90% dos trabalhadores tiveram aumento salarial superior a inflação no ano passado. ( esse fator é recorrente na ultima década)
                  Mais um Instituto para vc contestar com seus achismos.

                  • StarcraftHOTS

                    Manipulado do governo? Vivemos em uma matrix? O homem nunca foi à lua? KKK

                    • PortoWF

                      É com esse tipo de argumento que lidamos por aqui. Infelizmente

                    • Edson Roberto

                      E não responda. Se for para criar discussão com brigas, relate que nós moderadores julgamos conforme a necessidade. Eu exclui o comentário dele por simplesmente ofender.

      • Fellipe

        Entenda… você confunde poder aquisitivo com poder de financiamento, hoje as coisas são mais caras nesse país, por culpa do custo brasil, que é medido por imposto X LucroBrasil X interesse X valor agregado x Poder de financiamento, ao contrário de todo mundo esse é o nosso eixo. Você pode achar que o seu poder aquisitivo aumentou, mas de fato ele não aumentou! Ele se adequou ao sistema.

        Existe um modo de medição para tudo, desde a antiguidade. Veja que somos mamíferos, então precisamos de leite( na teoria ), quanto custava o leite em 2002? Custava 0,60 centavos o litro(acho), hoje custa 2,40. Não vou usar o salário minimo como base, porque não é base pra nada. Usarei outro parâmetro, quantas oportunidades o brasileiro tem pra financiamento? Muitas… então somos um país de ilusão de desenvolvimento econômico, mais uma desculpa para essa "igualdade" social.

    • Salário mínimo em 2003 era 240 reais – na internet dá de se achar valores mensais corrigidos desde a entrada do plano real. Hoje, 10 anos depois, é R$ 678.

      • Fellipe

        Então você acha mesmo que o salário dobrou? Então, veja os preços das coisas, elas dobraram? Tem certeza que só dobraram? Você se baseia no salário minimo ou no poder de endividamento do Brasileiro?

        Então as pessoas devem ser capazes de comprar à vista o Corolla XE-I,, por 75.000 reais à vista, sem causarem nenhum deficit em outra área doméstica. Se você é capaz disso, então tá bom… porque é só um carro! Serve pra locomoção, então tem que ser barato 75.000. Né. É o carro mais vendido no mundo, né!

        O conformismo é uma das piadas desse país… o pessoal vai na onda!

        • De fato, o cara que saiu de um salário de mil reais, passou a ganhar o dobro disso… Legal né?!! …. Eu acho que não é bem assim! esse individuo que teve seu salário dobrado, também teve também até mais que dobro de deduções na fonte, INSS, IR, se possui saúde particular a dedução aumenta, caso use vale transporte ele também aumenta! e assim por diante! Se endividar? É mole! Em sim mesmo para quem se se destaca e consegue boas promoções no seu trabalho, de nada adianta está em um cargo ganhando 11 mil reais e no fim das contas receber no contracheque 7600 de cara ai o bonitão que ganha os teóricos 11mil tem 2 carros e com efeito cascata vem 2 IPVAS e por ai vai o que ja sabemos que pagamos no fim só de imposto ''obrigatórios'' ou não ja estamos com um poder aquisitivo menor de toda forma! Se o salário aumenta tudo aumenta, no fim fica quase elas por elas.

  • marciolucasxw

    estão destruindo o Real…..Graças ao Lula e cia.

    • Geanmatheus

      "Graças ao Lula e cia."
      Espero que neste "cia" estejam inclusos políticos de outros partidos, não somente o PT.

      • Pedro_Rocha

        Até mesmo o PSDB ajudou a destruir o plano Real de Itamar Franco com aumento de impostos e fechamento de mercado.

        • Magnus

          No Brasil Não existe direita ou esquerda . . . .é tudo bandido com o mesmo objetivo em comum . . . o que muda são os meios para alcança-lo!

          • Eugenio C.

            Há sim uma esquerda, mas essa nunca tem espaço na mídia, a não ser sob adjetivos como "malucos", "comunistas" etc…

          • granrs78

            Como meu pai diz: A merda é a mesma, só mudam as moscas.

        • Eugenio C.

          E ajuda oculta a bancos na época da crise, além de privatizações sem transparência. Coisa que todos os eleitores de hoje já esqueceram ou nem ficaram sabendo.

    • Marcos

      É a inflação voltando…

  • AndredeAzambuja

    Nossa, o atual narrador da Hyundai era o mesmo do Ford Mondeo uhaahuhua

    • Mascarado

      Putz, esse cara e tosco d+.

      • fabio_augusto

        O cara é pago pra fazer o que pedem…

      • ahsoliveira

        o cara só faz o trabalho dele, ele já fez ótimas propagandas[youtube b9eE63XU6vs http://www.youtube.com/watch?v=b9eE63XU6vs youtube]

        • Mascarado

          Da nem vontade de comprar um carro anunciado por ele, mas por conta da Ruimqdoy.

          • Edson Roberto

            Mas é o trabalho do cara. Vc vai deixar de trabalhar para a Hyundai porque teve um comercial ruim ou que é forçado?

            Ele só fez o que ele faz, porque é o ganha-pão dele.

    • Filipe Augustus

      Pra se ter uma idéia o Mondeo era a partir de 32 mil reais e em 2000 o amigo do meu pai comprou um Guia 2.5V6 por 95 mil reais, está certo que era a versão topo de linha, mais já custava mais que o dobro do básico…

      • Edson Roberto

        Nossa, esse deve ser fantastico. Me lembro inclusive um dos poucos grandes carros que teve como opção a cor azul (que lembra os carros de Rally). Grande carro esse Mondeo V6. (que vontade de dirigir um destes, mas é bem raro).

        • Filipe Augustus

          O amigo do meu pai tem esse até hoje e está com 190 mil kilometros rodados, está impecável, eu só não comprei ele pra mim, porque apesar de ser carro de estrada eu achei muito rodado, mais está 100% original e sem detalhes, é azul ;)

    • kikofar

      E o mesmo do finado banco Bamerindus! rsrsrs

  • adriel7441

    O preço la encima e a qualidade la embaixo . É Brasil

  • Lanaticos

    Corrigida a inflação, como será que ficam os preços?

    • Multilateur

      com certeza não vão dobrar! o Astra custava 23mil e quando saiu de linha em 2011 estava custando 55mil, e era praticamente o mesmo carro

      • Alec_T

        Opa, opa, opa… Astra 2011 saiu de linha a 44 mil lágrimas

      • JulienAvril

        É melhor você se informar. Fazendo a conta com a inflação, tanto pelo IGPM como pelo IPCA os valores ficam bem acima dos preços praticados hoje.
        logo, o carro esta mais barato hoje do que naquela época.
        fora que o poder aquisitivo e o salario dos brasileiros subiu acima da inflação nesse periodo.

      • Stark

        Errado! Terminou custando R$44.000!!

  • Erli

    Meu primeiro carro 0km foi um Corsa Wind 1994, paguei por ele na época cerca de 8.000 Reais, me lembro que um Fusca Okm custava 8.445, um Corsa GSi era considerado caro a 22.000. Tive um Marea Elx 99 pelo qual paguei 32.000 com alguns opcionais, tive um Golf 2001 completo por 35.000…bons tempos.

    • dudupruvinelli

      E hoje um classic, com o mesmíssimo interior custa quase 20 mil a mais. A única coisa que evoluiu foram os preços.

    • Eugenio C.

      E sua empregada, quanto ganhava na época? rsrsrsrs

    • jaderf

      engraçado é que…quanto custa hoje um corsa wind 94? em bom estado, na faixa de 8mil, um fusca, se for super bem conservado, proximo disso tambem… isso quer dizer que nao houve perda de valor no bem!!!!

      • Edson Roberto

        Sempre há. E o custo para se manter um carro desse periodo? Tudo isso tem que ser considerado.

        Se for assim, meu pai comprou um Uno ELX por R$7600 e depois que ficou comigo e 12 anos de uso o vendi por R$9500 (estado impecavel de conservação, saudades desse). Mas por tudo que já foi gasto com o carro, fica impossível dizer que não houve perda.

  • Diego Penna

    O bom é que vivemos em um mundo sem inflação, não é mesmo? Que comparação mais desinformada. Se hoje os preços estão altos é muito provável que seja porque as pessoas estão ganhando melhor. Toda evolução tem um preço a ser pago. Quem há 10anos atrás imaginaria gastar 10mil em uma tv? 3mil em um celular? 15mil em uma geladeira? Entende do que eu estou falando? Mas não me venha dizer que sou a favor dos altos preços cobrados nos carros de hoje, mas a culpa a meu ver é somente dos impostos.

  • ThalesLDS

    O comercial do Ford Mondeo tem o mesmo locutor dos comerciais da Hyundai/CAOA ou é impressão minha?

    • giodoesitbetter

      Sim, o Ferreira Martins. Teve outros da Ford na voz dele nessa época também.

  • StarcraftHOTS

    O autor do post é no mínimo ignorante no assunto de economia, a matéria está errada(ao afirmar que o carro hoje é mais caro, e será mais caro(provavelmente não será)) e deixa de lado uma coisinha muito importante: INFLAÇÃO. Naquele tempo, faz parecer que o carro era mais barato, o que não era. O Uno podia custar 7000 reais, mas era mais caro, MUITO mais caro que um uno hoje. Ou seja, era mais caro comprar um uno por 7 mil naquele tempo que um hoje por 23.000.

    Só uma comparação: Kombi em 95 custava 121 salários mínimos ( 100 reais o salário na época). Hoje a Kombi está MENOS da METADE do preço, ela custa 70 salários mínimos.

    E provavelmente os carros no futuro continuarão aumentando o preço, porém, sendo mais baratos de comprar, provavelmente.

    • giodoesitbetter

      Mas aí entramos no mérito dos salários. O cara que compra uma Kombi hoje não ganha um salário minimo. Para alguém comprar um carro de R$50.000 ele tem que ganhar, ao menos, R$5.000 por mês.

      Embora o salário minimo tenha aumentado nos últimos anos, o salário médio não. Principalmente o salário das pessoas que ganham hoje entre R$2.000 e R$10.000. Logo, o preço do carro, em geral, aumentou muito mais que o salário das pessoas que tem condições financeiras de comprar um carro.

      • riccorreasp

        Eu estava tentando explicar ao PortoWF exatamente isso alguns comentários acima.

        Mas ele não quis entender.

    • Pedro_Rocha

      Além da facilidade de acesso ao crédito hoje em dia ser facilitada. Em 2002 muita gente não tinha sequer conta em banco!

      • Eugenio C.

        Nem carteira assinada. Minha mãe começou a trabalhar como empregada, garçonete, faxineira, em 1960, parou em 2008 por incapacidade física, e só teve 14 anos de registro em carteira. Agora, pergunta se algum patrão dela deixou de comprar carro zero financiado para pagar o salário.

        • riccorreasp

          Começo a entender seus comentários. Talvez por isso você defenda o atual governo.

          • Eugenio C.

            Só "defendo o atual governo" quando estou em ninho de extrema direita, como é o caso da maioria dos leitores deste site… Mas não seja limitado em seu pensamento, há muito fã da direita entre os mais pobres, como sempre nos mostram as eleições. Típica senzala querendo ser casa grande ao invés de libertar todo mundo.

      • riccorreasp

        Pedro, quando se fala em Brasil, feliz ou infelizmente, vou sempre me referir a SP, pois é o local no qual sempre morei.

        Assim sendo, não havia tantas pessoas por aqui, ao menos até um determinado padrão econômico, que não tivessem conta em banco.

        Portanto, não houve tantas mudanças.

    • rafaelobss

      INFLAÇÃO NÃO É AUMENTO DE PREÇO. A palavra inflação é utilizada para significar um aumento no suprimento de dinheiro e a expansão monetária.
      Os produtos não precisam ficar mais caro só por que a inflação aumentou, veja os casos dos notebooks, a qualidade melhora e os preços baixam, a cada 4 anos troco de notebook, e cada vez recebo um produto melhor e mais barato.
      Se toda hora for corrigir os produtos por meio da inflação, seria um saco.

      • PortoWF

        Aí chama-se Indexação.

        • Eugenio C.

          E foi justamente a indexação em alguns setores-chave que FHC não teve pregas para encarar que causou o retorno inflação, inda que baixa. Lembro bem que muitas vezes houve anúncio de deflação nos jornais de economia nos primeiros anos do real.

          • MM_

            Indexação: mas aí basicamente seria tabelamento, que gera desabastecimento e mercado paralelo, não? Tivemos muito disso com o Sarney.

    • Dragoniten

      70 é menos da metade de 121? Eu me perdi um pouco aí na sua matemática.

  • O Astra do comercial que custava 22 mil a epoca do lançamento hoje tem no webmotor partindo de 15 mil. O preço dos 0km é tão absurdo que faz carro usado se valorizar.

    • aurelianojunior

      a mesma coisa do Palio que era a partir de 13 mil hj se acha aquele modelo pelo mesmo preço

      • Eugenio C.

        Que dizer do Gol 1000 94 que custava 7.200 e hoje é vendido usado por 8000? kkkk

  • herbert_mcp1

    me lembro de alguns preço, meu primeiro carro foi em1995 (todos 0km) , vejam que tive dois celtas, e a diferença do preço atual compraria dois celtas em 2001, e 3 escorts em 95
    1995 escort 10mil,
    2001 celta 15mil / golf 2.0 27mil
    2007 gol trend 27mil
    2008gol power g5 42mil
    2010 triton 99mil
    2011 celta 31mil do meu filho / voyage confort 47mil

    • giodoesitbetter

      42 mil num Gol foi de doer.

    • Bernardo Fernandes

      Nossa, 31k num celta, em 2011? Comprei um para a minha esposa agora, no final de 2012 (modelo 2013), completo, 4p, prata, por 27500,00…

  • SyncBomb

    33 mil em 1989, valeria hoje aproximadamente 172 mil pelo IGPM

    usando esta calculadora de correção monetária.. https://www3.bcb.gov.br/CALCIDADAO/publico/exibir

    • riccorreasp

      1989?

      • SyncBomb

        riccorreasp, bem observado, refiz o cálculo para 1998, o Mondeo hoje custaria aproximadamente 117 mil reais

        Dados básicos da correção pelo IGP-M (FGV)
        Dados informados
        Data inicial01/1998
        Data final04/2013
        Valor nominalR$ 33.000,00 ( REAL )
        Dados calculados
        Índice de correção no período3,5363351
        Valor percentual correspondente253,6335100 %
        Valor corrigido na data finalR$ 116.699,06 ( REAL )

        • giodoesitbetter

          Ou seja, o Mondeo custa o mesmo que um Fusion, seu substituto.

          • Eugenio C.

            Lembrando que o Fusion que saiu de linha custava bem menos…

            • giodoesitbetter

              No fim da vida. Sem falar que a moeda tinha valor diferente na época do velho Fusion.

  • _Adriano__

    Se pelo menos evoluissem já tava de bom tamanho, mas ainda temos carroça chamada de UNO que custa 23 mil, onde não houve mudança alguma de 15 anos atrás, mas o povo paga eles vão aumentar mais ainda os preços. Enquanto gol estiver no topo, esse cenario nao mudará, teremos carroças a preços de camaro

  • blindzector

    CHUPA BRASILEIROS!

  • Igor

    É uma vergonha esse nosso país!

  • PabloRJ

    Acho que os preços se equivalem aos de hoje em dia, com a inflação corrigida.

  • fip_mengo

    Estranho foi na propaganda do Golf de 1999 passar o mesmo golf de hoje ! Era propaganda do futuro ?

    Não, pera…

    • ZEKINHA71

      E o mais estranho que em 1999 o Golf era mais bonito.

  • @emzamprogno

    hUauahua muito bom o comercial da Ranger !
    hoje em dia é tudo" processo por blablabla"

    • EuMeSmObYmYsElF

      eu acho que o principal argumento de venda de qualquer produto é a comparação com os concorrentes. hoje em dia proibiram, só pode falar que é melhor que "um carro de uma certa marca". acho que essa medida só serve pra enganar, confundir o consumidor.

  • Amok1995

    A do Mondeo e do Golf foram bons de relembrar… Dois carros tops na época.

    Pena que um deles é vendido até hoje e ainda com o design estragado (Leia-se Golf) ¬¬'

  • entoni94

    na propagando da ranger, esqueceram que a S10 tinha um motor v6 tbm, 4.3 de 180cv.

    • fip_mengo

      Esqueceram nada que eles não são bestas, pegaram foi a S10 2.2 ! hahaha'

    • giodoesitbetter

      Detalhe é que em 1995 as coisas prioritárias de um comercial eram Freios ABS, V6 4.0 e Air Bag. Hoje em dia é porta que abre em 3 níveis, tecnologia flex…

      • jaderf

        ou pelo menos um ar condicionado e direção hidraulica de serie…isso os basicoes nem isso tem hoje

      • Edson Roberto

        Esqueceu da chave?

  • Felipe

    O salário mínimo era BEM menor, o poder de compra também. Não faz sentido argumentar que antigamente era mais fácil comprar um carro.

    • Eugenio C.

      Para os ricaços, ricaços mesmo, podre de ricos, era. Afinal, quem PAGAVA aquele salário mínimo ridículo?

  • MrDonuts

    Celta 2002 por 14 mil… e tem nego vendendo celta 2002 hoje pelo mesmo preço da época e as vezes até mais… que problema.

    • RyanSX

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk pois é né. Meu pai pagou 23.000 no Astra 99/99 hoje se fosse vender sai por 14.000, ate mais dependendo dos equipamentos e da conservação.

    • SilenceBass

      É a tal desvalorização baixa…. na tabela FIPE, um Celta 2002 está 12 mil, o básico…. então dependendo dos equipamentos, conservação, quilometragem e etc, não é tão absurdo.

  • BlueGopher

    É necessário abater a inflação.
    Considerando os índices IGPM, os R$12.195,00 de uma Kombi em 1995 seriam equivalentes hoje a R$ 56.502,00, ou seja, mais que o preço atual.
    O preço do Kadett seria R$62.467,00 hoje.
    Logo, os preços atuais são menores que os de antigamente, pelo IGPM.
    OBS: Convém considerar também que o poder aquisitivo atual é maior que o dos anos de 1995, 1998, o que melhora ainda mais a situação.

    • ALFREDO

      ACERTOU BlueGopher.. O carro era mais caro pela construção mais resistente que os caro atualmente, Ex: compare um parachoque de KADETT com o do ONIX.
      .

    • StarcraftHOTS

      Exatamente. Além da Kombi, como exemplo, estar mais barata hoje, ela ainda custa menos da metade de salários mínimos para ser comprada. Em 95, custava 121 salários mínimos, hoje custa 70, ou seja, a Kombi está muito, mas MUITO mais barata hoje, e MUITO mais acessível aos brasileiros, e todos os outros carros também. A ignorância financeira do povo faz parecer à eles que os preços aumentaram, quando a realidade é diferente. Aos poucos nossos preços melhoram.

      • Marolao

        Mas o que a kombi mudou de 95 pra cá? Devia custar menos ainda pelo o que oferece!

        • StarcraftHOTS

          Mas ela custa menos ainda sim…

      • v_vinicius_v

        você ja fez essa afirmação 3 vezes, mas acho que estou interpretando errado.

        "custa menos da metade de salários mínimos para ser comprada. Em 95, custava 121 salários mínimos, hoje custa 70"

        121 / 2 , metade de 121, 60 . Quando você afirma que hoje é 70 , isso não seria pouco mais que a metade ?

        Quanto ao restante, correção monetária , sim claro é fato.

        • StarcraftHOTS

          É, foi uma falta de atenção minha nesse quesito…

      • CharlesAle

        Única coisa que eu sei é que,antigamente um salário mínimo de 70,não dava para manter uma família dignamente,sem contar moradia,no caso,aluguel,hoje,o salário mínimo continua na mesma,não dá para manter uma família dignamente,sem contar aluguel,ou seja,tá tudo na mesma,acho inválido a comparação por salário minimo pois a mesma também está defasada e muito…..

    • Castle_Bravo

      Essa conta ninguém faz, é muito fácil observar apenas os números e concluir que está muito mais caro. Nossa moeda perdeu muito valor de lá pra cá, esta é a realidade, os carros sempre foram absurdamente caros em nosso país.

    • Geanmatheus

      Foi o que o nosso colega StarcraftHOTS disse logo acima, é necessário fazer uma análise profunda dos fatos e não apenas comparar valores.

    • Pedro_Rocha

      Além disso, há um maior acesso ao crédito hoje do que àquela época.

      • Eugenio C.

        MUITO maior.

    • Carlos_brown

      Sem contar que esse Kadett já estava em processo de aposentadoria, pois o Astra já dava as caras por aqui.

  • Joao

    Se for ver nessa epoca os carros eram bem mais caros do que hoje,basta comparar com o salario minimo da epoca
    a kombi custava 13000 o equivalente a 130 salarios minimos e hoje custa 47000 que equivale a 69 salario minimos.Agora quem comprou o pailo fire por 13900 em 2003 ainda consegue vender pelo mesmo valor hoje

    • Acelerando

      Acho que comparar salário mínimo também não dá. Me formei nessa época e meu primeiro emprego ganhava o equivalente a 18 salários mínimos, e hoje poucos ganham isso. O certo seria comparar HORAS TRABALHADAS de determinada profissão ( deputado não vale ).

  • Thiago

    Olha o Preço do Palio fire a Vista R$13,990 0 km, hj em dia continua com o mesmo preço isso com 10 anos de uso!

    • Eugenio C.

      Porque é 1.0, básico, popular, barato de manter, econômico, blábláblá, portanto "fácil de revender". Acontece isso com todos os 1.0 das quatro grandes. Todos os carros mais sofisticdos tiveram queda de preço… tanto que Palio 1.0 básico chega a custar a mesma coisa que um 1.6 16V completo do mesmo ano.

  • Paulo

    Falar é facil, criticar tambem!! Sei q existe inflação, lucro brasil e outros, mas o q as pessoas não colocam no papel e o seguinte vou usar o preço da KOMBI Standard. Hoje ela custa R$48150,00 isso e um aumento de quase 4 vezes em relação ao preço de 1995, mas em 1995 o salário minimo era R$100,00 e hoje ele e R$678,00, 6,78 vezes mais que em 95, entao enquanto o preço medio da KOMBI aumentou 4 o salario aumentou quase 7, o problema e que ganhamos mais mas nao adimitimos que as coisas fiquem mais caras, se ganhamos mais, a consequencia tambem e q as coisas fiquem mais caras devidos ao aumento de custos. Repetindo sei que existem as "maracutais" e que o Brasil é um paraiso de Lucro, mas as coisas já eram caras em 1995 e so continuam em 2013!

    • JanssenJ

      Eu não sei quem ganha mais no mesmo emprego, quando o salário mínimo era 100 Dilmas um atendente de telefonia ganhava 7 salários mínimos e hj o mesmo cargo ganha 1 salário mínimo de quase 700 dilmas, as vezes nos perdemos em taxas e contas quando a relação é inversamente proporcional. Quanto mais o valor do salario mínimo aumenta, menos salários mínimos existe dentro do valor salarial do trabalhador

  • Brunobrasil

    Os preços subiram muito pouco se descontada a inflação do período. Eu diria até que, em determinados segmentos, os preços caíram nestes últimos 15~10 anos. A indústria automobilística do Brasil trabalha com gordas margens de lucro há anos, e ainda possuem bala na agulha para segurar os preços por mais algum tempo. Enquanto isso, onde não conseguem mais queimar cartuchos (cortar as margens) os preços continuam em direção para o alto e avante, caso da Europa.

  • Maycon102

    Realmente incrível! Acho que o uno foi o mais barato de todos na época. De que adiante subir o salário se os preços sobem junto…:(

  • dudupruvinelli

    Ridículo a kombi custar 48k hoje. Acho que ela não custa nem 10k para ser produzida..

    • Eugenio C.

      A Kombi ainda usa muita mão-de-obra em sua produção, enquanto modelos mais recentes usam muitas máquinas robotizadas. Aliás, foi essa a razão alegada pela Volks para o preço do Fusca Itamar ser semelhante ao de modelos muito mais modernos naquela época: custo de produção elevado para os padrões atuais.

      Se você pensar que uma van como a Caddy pode ser feita sobre a plataforma de um carro de passeio como o Golf, e sobre essa mesma plataforma podem ser feitos outras dezenas de modelos, a Kombi perde ainda mais em ganhos de escala…

      Custo de desenvolvimento se paga com o tempo, custo de maquinário também, mas mão de obra é um custo permanente.

      Por essa ótica, mais estranho do que o preço da Kombi é o preço da Fiorino, da Strada, da Saveiro…

  • Arthur_r

    O preço dos carros seguiu a inflação e a alta do salario minimo e todos os outros salarios. Era bem caro ter um palio por 14 mil, por naquele epoca o salario era 200 pila….

    • Eugenio C.

      200 pila era o salário da empregada da professora que ganhava 1200 pila e pagava 400 pila no financiamento do Palio…

  • Breno

    De acordo com o video o palio em 2003 valia R$ 13.990,00 e o salario minimo daquela época era R$ 240,00 ou seja um pouco mais de 58 salários mínimo para comprar e o Palio hoje vale R$ 24.270,00 e o salario minimo R$ 678,00 ou seja um pouco menos de 36 salários minimo, então o preço ta mais caro hoje ou antigamente?

    • JanssenJ

      Ai tem que ver quanto de ''salário mínimo'' tenha no salário de cada um? Antigamente era 'comum' ganhar 10,14,20 vezes o salário mínimo. Hj em dia, longe disso

  • Moe

    A última propaganda é muito boa!!

  • Tosca16

    É as vezes nem me sinto melhor servido que antigamente…Gostei do estilo da propaganda da Ford, hoje num se fala mais abertamente no concorrente ; o Mondeo é um carro que quase nunca vejo ele nas ruas .

  • luiz carlos

    dá vontade de chorar!!!!!!!!!!!1

  • Luiz Otávio

    Interessante é que o pálio fire por exemplo, hoje, usado, com mais de 10 anos de uso, custa quase o mesmo preço pelo qual era vendido, 0 Km, a mais de 10 anos atrás, rsrsrs, valorizou mais que o ouro!!!rsrsrsrs

  • CanalhaRS

    Esses vídeos dizem tudo….nada mais precisa ser acrescentado sobre a imaturidade do brasileiro….

  • 3ic

    o pessal fala que o vídeo esqueceu da inflação. mas, pq tínhamos bastante carro médios rodando antigamente e hj so vemos carroças ( vulgo carro de entrada) rodando, mesmo esses carros sendo mais caros que seu pares de hj? Sabe o que ocorreu??? a inflação foi superior ao aumento de salário……

    • riccorreasp

      Perfeita avaliação.

      Tem gente que ignora certas coisas, talvez para justificar a tal "melhora" do país, que aliás eu nunca vi.

  • ctnmartins

    Constata-se que hoje os carros estão mais baratos e mais acessíveis que a 10, 20 anos atrás.

    • alexhmoraes

      Afirmativo!

    • Leandro1978

      Exatamente. Basta ver o resultados nas ruas…

  • Rafael Schettino

    Acessei o site http://www.calculoexato.com.br e fiz a atualização monetária…
    Um Golf 1999 que na época era 25.990,00, hoje equivaleria a R$ 83.451,79, ou seja, ANTIGAMENTE ERA BEM MAIS CARO!
    Vocês mesmo podem fazer: http://www.calculoexato.com.br/parprima.aspx?codM

    • Leandro1978

      Exato. Ficam pegando os valores como se neste tempo todo não houvesse inflação, etc. E ficam achando que os modelos eram menos caros. É exatamente o contrário. Nos anos 1960, um Fusca, modelo mais barato do país, custava mais de R$ 70 mil.

      • dudupruvinelli

        O problema é que os carros evoluíram muito pouco. Golf, classic/cosa, falecido astra, celta, ka, kombi, uno e outros vários estão parados no tempo.

        • Eugenio C.

          Mas compare os preços corrigidos, como o do Golf citado (que daria 83 mil), com o de um carro atual equivalente, como o Cruze Sport6, que custa a partir de 67 mil – e ainda reclamamos com razão que é um preço absurdo.

  • Castle_Bravo

    Vídeo válido apenas como curiosidade, como já foi repetido por outros comentaristas, o autor esqueceu de corrigir esses valores pela inflação do período, que em alguns casos torna os valores da década 90 tão horríveis, se não mais, aos que pagamos hoje.

  • pumagtb

    Parabens pela materia, concordo plenamente se seguir neste ritimo o gol custará R$100 mil em alguns anos, pode ter certeza antes desse fato acontecer os brasileiros estarão mandando reformar seus carros já a algum tempo, me lembro que em 1999 alguns carros custavam os seguintes valores: Gol Gl 1.8 4p R$21.509, Kombi standard R$19.936, Marea turbo R$41.748, L200 gls R$39.256, Tempra 16v 2.0 4p R$25.003, Astra 2.0 gls R$25.965, Uno mille R$11.531, Ka 1.0i 3p R$12.495, Santana 1.8 4p R$23.588, gol GTi 2.0 16v 4p R$35.590, Silverado 4.1 M diesel R$31.794, corolla xli 1.8 16v aut R$29.082. Os maiores responsaveis por esse absurdo de preço hoje em dia é a população (este não raciocina direito) e o governo que vive defendeno este setor da produção.

    • JulienAvril

      Você precisa rever seus conceitos, porque o principal responsavel por esse preço atual se chama inflação.
      apenas para comparação, esse tal gol GL 1.8 4p que você mencionou, custava 21mil reais em 1999.
      Corrigindo o valor para os dias de hoje, temos algo em torno de 52mil..
      Ou seja, quem tinha 21mil pra dar em um gol naquela epoca. Equivale ao cara que tem 52mil para dar um gol hoje!

  • Nícolas

    10 anos atrás eu comprava coca cola com apenas um real no bolso. Em 10 anos muita coisa mudou, não podemos simplesmente pegar esses preços e compra-los diretamente com os preços de hoje. O que o autor fez é equivalente a dizer que em 1915 eu poderia comprar um Modelo T por U$$ 440,00 e hoje um carro nos EUA custa mais que U$$ 1k. O texto foi meio sensacionalista e não sei se fico triste pelo texto em si ou por alguns comentários…

  • Ivan

    Comedia o comercial do Golf!

  • cavevolution

    Me lembro que meu pai comprou uma Chevrolet Ipanema SL/E 2.0 EFI 4p gas. 1993 0km por menos de R$20mil. Depois, ele comprou um Vectra GLS 2.0 1995 0km custou R$27mil. Nesta época, meu sonho de consumo era um Calibra 2.0 16v 150cv 1994 que custava R$50mil. Mesmo sendo importado, ainda estava com um preço bem bacana e um ótimo desempenho. De 0 a 100km/h em menos de 9,5s e vel. máx. de 215km/h. Nada mal para essa época.

    • radiobrasilcombr

      Em 2000 um Vectra GLS aqui na minha cidade custava R$ 36.000,00

    • JulienAvril

      50mil reais naquela epoca era MUITO dinheiro.
      Corrigindo este valor para os dias de hoje, temos algo em torno de 210mil reais…

  • PortoWF

    Sabe o que me deixa chateado?
    Eu gostaria muito de participar de algo Organizado e Inteligente que visasse a redução nos preços dos Automóveis mas quando vejo o nível da critica que ainda fazemos ( como essa reportagem) me dá vontade de desistir.

    Essa reportagem é de uma superficialidade impar. ( Peço desculpas aos donos do Blog pela critica pesada)
    Quem a fez, desconsiderou completamente fatores como Inflação, PIB Per Capita, Valor do Salário Minimo, Cambio.

    Só como exemplo:
    Em 1994 um Corsa não custava R$7000.
    Só que o salário minimo era de R$70.
    Ou seja , eram necessários 100 salários para comprar o carro.

    Hoje um Popular sai na casa de R$30.000
    E o salario minimo é de R$670. Com a metade da quantidade de salários (47 para ser exato) vc compra um carro.

    Isso sem considerar o Juros do Financiamento que a naquela epoca era algo em todo de 3 a 4% ao mês e hoje é facil conseguir algo entre 1 e 1,5%

  • LeandroBalmant

    Engraçado que o Palio em 2003 custava 13 mil, em 2006 quando meu pai comprou um custou 32 mil.

  • Andrex2501

    É difícil falar qualquer coisa se não temos mta fundamentação em economia, como é meu caso. Indubitavelmente os preços anunciados assustam quando comparados aos de hoje, pois pegando o exemplo do Palio Fire por 13.990 é absurdamente barato se fosse hoje, mas na época era um dinheiro considerável. Não dá para especificar, pois esse é um fenômeno global, visto que o carro nacional mais caro dos EUA em 1965 custava 6500 dólares. Ou seja, conforme o tempo, todos os preços aumentaram numericamente, mas na verdade ficaram mais acessíveis. Esse é meu ponto de vista!

  • Viníciusk

    O engraçado é que você encontra alguns desses carros desses mesmos anos no mercado de usados custando quase o mesmo preço de quando foram lançados. hehehe

  • Caio Morais

    Bom… So uma coisa que observei… Em 98 nos EUA se comprava um civic por 14mil dollares (em media) hj é possivel adquirir 1 por $19mil . No brasil Em 98 se comprava um por pouco mais de r$30mil e hj ele custa a partir de r$67mil… So pra efeito de comparação… Nao acho que ficou mais barato… Ficou somente mais facil de se adquirir devido a facilidade de se conseguir um financiamento.

  • Araújo

    No site do banco central tem calculadora pra aplicar so a correção monetária usando IGP ou outro índice = os carros era bem mais caros na época.

  • Caio morais

    Em 98 eu ainda nao trabalhava… Mas conversando com tios meus os mesmos me disseram que nao era facil ter carro novo mesmo ele custando mais barato… Mas perguntei o pq e eles me disseram que antigamente os financiamentos tinham uma taxa de juros muito alta… E que não era facil conseguir igual hj… Naquela época o salário mínimo era de 100 reais mas a media que eles ganhavam (trabalhando em pizzaria) era de 7x mais… Hj duvido que alguém que trabalhe em pizzaria ganhe 7x mais que o salário mínimo… Por isso acho errado comparar salário mínimo com a inflação e dizer que hj é mais barato…

    • riccorreasp

      Mais um importante comentário que certamente será ignorado.

    • PortoWF

      tudo bem, faz pela Renda Per Capita!

    • Caio Morais

      Entao, com uma rapida googlada descobri que o salario medio do brasileiro em 1998 era de R$869,96 e que em 2011 este valor era de R$ 1625,46… Fazendo a correção da inflação usando o INPC o mesmo salario seria de R$ 2006,99 em 2011 ou seja o valor de compra do brasileiro diminuiu nesse periodo. O que aumentou foi o numero de parcelas do financiamento!

      • Edson Roberto

        Mas se facilitou, para muita gente é o que importa. Porque afinal, um salário minimo se vc ganha ele, é para financiar todo o carro, mas não existe contas para pagar, combustivel, entre outros…

      • SilenceBass

        ISSO , amigo.

        O salário médio do brasileiro, CONTADO POR SALÁRIOS MÍNIMOS RECEBIDOS, era MAIOR.

        Nessa sua conta, o brasileiro em média ganhava OITO salários mínimos. O que só um "rico", com MBA, mestrado, vários cursos e "QIs" hoje consegue !

        O brasileiro em média ganha hoje exatamente UM salário mínimo, que equivale a 200 reais a menos ! E tem muita gente com curso superior tendo que trabalhar por um salário e meio, por exemplo, ou até um salário mínimo mesmo… uma ex namorada minha, formada em jornalismo, trabalha há anos numa livraria ! (Caixa) Deve ganhar isso aí….

        O que "melhorou" é a facilidade do crédito que, se bem usado, é um avanço mesmo. Mas quase ninguém usa direito e "enforca" seu salário todo, por ANOS, em parcelas no cartão. O pobre hoje pode ter sua TV 40 polegadas, seu carro 0, mas se enforcam por vários anos… !

        Essa é a realidade do "país rico é país sem pobreza" ,onde o "antigo pobre" hoje tem na sua casinha uma TV LED 40 polegadas e um Novo Uno 0km…. e só esses dois itens vão enforcar todo seu salário por 4, 5 anos… e as outras contas? E a moradia, melhorou ? Vestuário ? Alimentação ? Escola particular…?! Ou ainda a estadual/municipal, que PIOROU o ensino durante esses anos ??

  • Mak06

    É por isso que meus carros eu uso até se desmanchar.

  • GUGASP

    Parabéns pela iniciativa de publicar o vídeo!!
    A inflação se esconde no tempo, notadamente a inflação do carro, mascarada por atualizações de linha e versões.

  • joaomap

    Quando as empresas nao queriam lucrar 100% nos seus produtos… velhos tempos!!
    Hoje um Gol 1.0 custa para ser produzido nao mais que R$9.000 e é vendido por R$27.000 aqui na merda do B****
    É só ver o preço do Gol 1.6 que sai do Brasil para o México e é vendido por R$18.000….

  • Gabriel

    Segundo a tabela FIPE, que é a tabela de preços de veículos, os preços nos dias de hoje, com a inflação, seria:
    Kombi: R$38.594,12
    Ranger: R$81.240,25
    Kadett: R$39.873,45
    Mondeo: R$73.487,43
    Golf: R$58.950,50
    Astra: R$47.685,76
    Celta: R$26.827,80
    Zafira: R$60.588,47
    Palio Fire: R$23.764,58

    • Manoel F_T-Jet

      Vendo desse modo até q nao fica tão sem noção…boa!

      Acho que só o Mondeo que era mesmo barato.

      • Fellipe

        Como não… então se algo custava 30, pode custar 60? Se algo custava 40.000 pode aumentar mais 40.000? Qual a lógica disso? Seu salário passou de 1500 para 40.000? Assim você pode enfim comprar os automóveis sossegado.

        Simplesmente não faz sentido esse conformismo, não faz mesmo.

        • Manoel F_T-Jet

          Meu salário aumentou conforme a inflacao…soh isso..

          E o carro n to falando q eh barato…to falando que ja era caro antes, e continua caro como antes…

          O povo acha q era barato mas n era, 30 mil reais valia muuuuuito mais…

  • Ricardo

    Putz! Como é que pode ainda ter idiotas que defendem os preços caros de hoje em dia!

  • Armando_Perez

    Impressionante ao ver os preços dos carros, só assim a gente repara como a inflação e o aumento de custos faz em nossas vidas,
    mas pode-se notar que essa história de cada vez aumentarem os preços não acontecem só conosco,
    em outros países nota-se o aumento de preço a cada nova geração.

  • Fer P

    meu tio tem um kombi igual essa 95 que fica na fazenda dele pros empregado usa, ele foi ver uma nova pra compra ta 50k ai ele compro um mille way pra fica na fazenda

  • Felipe

    Isso ai é culpa de quem aceita pagar esses valores absurdos e pagar durante anos essas parcelas, podem ver que é só o consumidor parar de comprar que eles abaixam os valores do carro e o valor cai muito,mas mesmo assim continuam caro

  • Acelerando

    Comparar com salário mínimo é ilusão. Ache algum aposentado que ganhe hoje 10 salários mínimos. Nos anos 90 era comum e os benefícios foram achatando e hoje os mesmos recebem 2 salários mínimos se muito.

    • PortoWF

      1º- Meu amigo, quem escolhe se aposentar e receber "só" pelo INSS tem que ter em mente que sua renda irá diminuir.
      2º- Não é o Publico que a Industria Automobilística mira;
      3º- Eles sequer entram nos dados da População Economicamente Ativa
      4º- Por questões estatísticas, o sobrevida de alguém que se aposenta pela idade média estipulada pelo INSS é de apenas 8 anos se homem e 10 anos mulheres( dados pautados na estimativa de vida do Brasileiro referente ao ultimo CENSO).
      Ou seja, com grande probabilidade um aposentado do começo da década de 90, já está morto.

      • Acelerando

        Então use esse argumento para quem contribuiu por 30 anos ao INSS e recebe aposentadoria hoje. Fale para o aposentado que ele deveria ter feito poupança no Bamerindus ou no Banco Econômico.
        Mas usei o aposentado somente como exemplo, mas poderia ter usado o salário do professor, do policial militar e tantos outros.

        • PortoWF

          Amigo esse argumento serve primeiro pra mim, depois para os outros.

          Cada um escolhe ( ou deveria) seu emprego segundo suas aptidões, levando em conta o benefícios e as dificuldades do seu cargo.
          Professor e Policial ganham mal. (ponto) se isso é fator primordial na escolha de sua carreira, vá fazer outra coisa. Afinal ninguém te obrigou a fazer isso, então, faça direito.

    • SilenceBass

      Exatamente, amigo. E justamente essa conta mirabolante que uns defendem acaba não batendo.

      Meu pai, por ex., em 2000 ganhava +- 25 salários mínimos.

      Em 2000 o salário mínimo era uns 140 reais, não lembro bem. Dá uns 3500 reais.

      Hoje, se fosse vivo e trabalhasse, mas nem em SONHO ele continuaria ganhando 25 salários mínimos – os ganhos de salário mínimo foram reduzidos p/ arredondar o montante, daria uns 5 salários mínimos hoje.

      Sem contar que aposentado tem teto – uns 6 salários mínimos. (a não ser é claro, os anistiados, políticos, etc). E, pra ganhar o teto, tem que contribuir com o teto por um tempo (acho que 5 anos). Quem consegue…?!

      Essa conta que sim, faria TODA a diferença, ninguém faz e fica ai nos números "ahhhhh mas o salário mínimo aumentou!"

  • Leandro1978

    Exatamente. Mas muitos aqui só veem os números e caem no erro de pensarem que os carros eram menos caros. Eu fiz alguns cálculos, ajustando os valores da época e de hoje e comparando com o salário mínimo da época e o equivalente hoje. Em todos caso, sem exceção, os valores ficaram acima dos de hoje. Por exemplo, a Kombi em 1995 custava R$ 12.195 (corrigido R$ 41.456), o salário mínimo era de R$ 100 (R$ 340). Na época, eram necessários 122 s.m. para comprá-la. Hoje, ela custa R$ 44.595, o s.m. R$ 678, sendo equivalente a 65,8 salários. O Celta em 2000 custava R$ 32.938, hoje custa R$ 24.204. Eram necessários 95,3 s.m. (R$ 346 corrigidos), hoje, 35,7. Infelizmente, esta matéria não está ao nível do NA.

    • Fellipe

      Você confunde poder aquisitivo com poder de financiamento… são coisas muito distintas, não se pode comparar um carro que custava 9.000 reais com um carro que custa hoje 27.000 reais, não tem lógica nem contas! É um pensamento conformista! Se você aumenta o salário, então deve-se aumentar tudo. Nessa sua logica então, você deve nivelar o fato de um carro custar 40.000 antes e hoje custar na mesa categoria uns 80.000, então o seu salário tem que aumentar 40.000 para a sua conta fazer sentido.
      Você está dando valor agregado a algo que não tem valor agregado, não devia ter.

      É o pensamento conformista que move esse país… pura ilusão de desenvolvimento que abraça o povo.

      • PortoWF

        Não Felipe, a unica Logica e conta que vale é a sua, não sei para que ter tantos Institutos de Pesquisas como os que citei acima se no final só a sua opinião que conta.

        • Leandro1978

          Rapaz, eu não entendi nem o que ele quis dizer. A gente pesquisa, faz contas, tenta escrever de forma simples, comparando os momentos, mas parece que estamos errados, só ele com a lógica dele esta certo. Então tá, né?…rs… Aliás, insisto, me surpreende uma matéria neste nível, ser publicada em um site tão conceituado como o NA. Alguém comeu bola aí…

          • PortoWF

            Ahh cara, até apaguei algumas respostas que tinha dado a ele, mas acho q nem vale a pena, isso aí deve ser alguém que acha que a realidade da casa dele ou dos vizinhos vale mais do que a realidade de um País inteiro.
            PS: Tem razão, a matéria é Medíocre, não esta no Nível do Blog..

  • joao

    acho que não podemos fazer comparação com o salario minimo não,pois em 1996 qualquer emprego pagava de 5 a 6 salarios minimos,lembro que um motorista de onibus na epoca ganhava uns 9 salarios minimos e hoje não chega a ganhar nem 3 diireito,ou seja o salario aumento más a maioria dos empregos mal paga 2 salarios minimos

  • joao

    só pra ter uma ideia um maquinista da extinha RFFSA ganhava em torno de 5000 reais,o que na epoca equivalia a 50 salarios minimos,hoje nem juiz de direito ganha 50 salarios minimos

  • Brunocarro1998

    Vejo uma pequena melhora. Nossos populares 1.0 já estão chegando a 80cv, itens jamais vistos em carros baratos estão aparecendo e cada vez mais baratos. Uma breve análise: Um Fiesta Rocam 1.6 2010 com ar,direção hidráulica, vidros elétricos, som mp3, custava R$40.885. Hoje, um New Fiesta com ar, direção elétrica, vidros e travas, airbags duplo e ABS, som, motor 1.5 Sigma (anda mais que o Rocam 1.6), e melhor em qualquer aspecto, visual moderno, custa R$38.990. Ou seja, ficou melhor, mais barato e mais equipado. O mesmo aconteceu com o Sandero, Palio, Fox, ou seja, vejo sim uma melhora no mercado nacional.

  • JulienAvril

    Não vejo nada demais nessa noticia, isso se chama inflação.
    Parabéns, essa materia confirmou que inflação existe… Genial hein ???? kkkkkkkk

  • sequilho

    Caramba, o Golf não mudou nada, ficou parado no tempo, exceto pelo preço, claro. kkkkkk

  • Magnus

    Sinto muita saudade daqueles tempos . . . .de verdade . . . . com 30 mil se comprava um carro top de linha . . . . .

  • Lexus GS300

    Os preços dos carros da época no brasil seriam os de hoje no mercado internacional.

    Só haveria uma forma de igualar o mercado brasileiro com o internacional no preço. Mantendo seus preços congelados por no mínimo dez anos.

  • fschulz84

    Só vejo pessoal falando de como salário aumentou e bla bla bla, mas ninguém se atenta a alguns pontos…

    Converter valores por índices inflacionários e por base do salário mínimo não servem de base alguma (me falem de uma pessoa que ganhe salário mínimo que consegue comprar um carro 0km). Essa informação é mascarada para nosso governo usar como propaganda eleitoreira).

    Coisas que tem que ser consideradas também é o custo de vida da época… Desde gasolina, até roupas, moradia… Óbvio que agora outras classes tem condições de comprar carro, pois as condições foram facilitadas.

    • fschulz84

      Eu basicamente faço algumas comparações para chegar nesta questão de atualização de preços… No ano 2000, um gerente de uma grande empresa teria condições de comprar um belo apartamento em bairro nobre.. Hoje em dia, mal consegue comprar um ap de menos de 70m²… Entre outras coisas, ficou sim muito mais caro viver no Brasil de maneira geral…

      • riccorreasp

        Parabéns. Apláusos mesmo.

        Estou aqui neste post tentando expor essa realidade as pessoas mas ninguém mesmo quer entender.

        Parece que desejam mostrar que o voto deles foi bem realizado. Só pode ser.

      • SilenceBass

        Aplausos mesmo (2)

        Parece que a cegueira petralha realmente deu certo… fazem contas, usam índices, números e mais números, falácias…

        enquanto isso, penso bem simples:

        com 3500 reais, meu pai:

        1) sustentava 3 filhos
        2) pagava aluguel e condomínio de um AP na praia onde morávamos, e consequentemente compramos depois de sua morte… (fora outras contas)
        3) pagava leasing do carro, e mais o seguro
        4) saíamos direto no fim de semana, pizzas, etc
        5) viajávamos

        tenta fazer isso hoje, com o mesmo salário.

        ;)

        • Edson Roberto

          O que parece é que, dane-se a classe média, vamos melhorar as condições dos mais pobres, ponto.

          Desculpe, mas porque então não dar condições aos mais pobres e ao mesmo tempo dar as mesmas condições a classe média? Porque hoje eu tenho que me privar de fazer as coisas sendo que alguém que em teoria teria dificuldades e faz mais do que eu?

          Sério, faz tanto tempo que não passeio de final de semana, viajo e saio gastando, que sinceramente, não vi onde minha vida melhorou. E olha que com meu salario daria para se drivertir em uns anos atrás e hoje não dá.

          • SilenceBass

            Exatamente, Edson. Muitas pessoas se atentam a duas coisas que ,no final das contas, só pioraram nossas vidas:

            1) valor do salário mínimo – se mantivesse a quantidade de salários ganhos, e não o montante, aí sim nós poderíamos comemorar alguma coisa;
            2) crédito fácil – é uma ilusão. Eu vejo pela minha mulher mesmo: o que ela ganha no mês, vai tudo no cartão, mas ela "comprou um monte de coisas" parcelando… eu vivo "brigando" com ela p/ comprar o que puder à vista, aí sim , você terá parâmetro do seu poder aquisitivo.

            Dificilmente aqui alguém pode comprar à vista uma TV 40 polegadas. Mas todos podemos ter uma, parcelando em 12x, no cartão, carnezinho Casas Bahia … isso é uma ilusão.

  • Claudio

    Uma boa forma de comprara serie ver o preço do Ford Mondeo nos USA na mesma época e comparar com o preço que era vendida no Brasil. Um Toyota Corola hoje é o dobro do preço no Brasil e a partir dai verificar se naquela época o Ford Mondeo era o dobro do preço aqui.

  • jimctu

    acho engraçado mesmo é a evolução das coisas. Igual na propaganda da Ranger. Item de série: Rádio AM/FM :)<img src="http://s03.flagcounter.com/mini/FMv/bg_FFFFFF/txt_000000/border_CCCCCC/flags_1&quot; width="1"><img src="http://rj.revolvermaps.com/h/b/26/9do6egcg8eu.png&quot; width="1"/>

    • Verdade, e os carros de hoje nem isso têm! Parece que os carros Brasileiros atingiram seu apogeu em 2002 e 2003, depois foram ficando cada vez piores.

  • agenor souza

    Hoje, além do salário mínimo ser maior, todos os membros das famílias emergentes estão trabalhando, deixando de ser o pai o arrimo da família. O resultado é que a renda familiar aumentou muito. A classe C antigamente não comprava carros 0 Km, como Celta, Gol, etc. Compravam um usado caidinho, no máximo. O fato é que, além da inflação ter reajustado o preço destes carros (que são, de fato carroças) as fábricas estão deitando e rolando com a demanda.

  • pedro henrique

    pera ai, ipi reduzido? foi isso que eu ouvi? só pode ser brincadeira…

  • netto_57

    Gente, e o Xerox, que nessa época custava 8 centavos, e hoje custa… 8 centavos???

    Meu Deus, como sobrevive o cara do xerox????

    • juarezpontes

      Fechou!!!

  • O último carro zero que comprei foi em 1999, era um Astra e paguei R$ 19.500. E vendi em 2007 por R$ 21.000!!!
    Infelizmente os preços subiram muito mais do que os salários, e hoje em dia é complicado até para comprar um popular peladaço. Fora o desânimo de pagar R$ 30.000 numa carroça totalmente sem segurança. :-(

  • Luis

    Também vou dar uma cutucada na questão da inflação. Peguei o Kadett 1998 e joguei no site do Banco Central do Brasil (http://www.bcb.gov.br/?calculadora)(Ir em correção de valores).

    Se fosse esse valor de 17.900 corrigido pelo IPC-A, hoje ele sairia por 45mil.
    Já se fosse corrigido pelo IGP-M, equivaleria a 62.000 reais.

    Um gol basico em 97 custava 10mil, hoje custa 25mil (que representa 10mil nos dias de hoje corrigidos pelo IPC-A). Na verdade o preço dos carros não mudou quase nada.

    Quem quiser conferir entra no link do site do BCB que coloquei acima e veja por si próprio. O brasileiro vive no país da inflação e não sabe o que é….

  • Neanderthal_Man

    Brasil tem os carros mais caros do mundo. Por que? Temos o maior poder de compra do mundo?
    Da minha parte já liguei o foda-se. Comprarei um Cooper S AT zerado por 63 mil reais em terra de gente civilizada. Carro por aqui eu não compro nem a pau.

  • Andre Dias

    Independentemente de o carro ser ou não mais fácil de adquirir hoje ou há 10 anos atrás (imagino que hoje seja mais fácil principalmente pelo aumento enorme de opções e concorrência, além de otimização dos meios de produção), o que assusta é que essa inflação de uma década fez tudo subir em valor absoluto. Seja o salário, sejam os produtos.
    Já já será preciso acrescentar mais zeros ao nosso dinheiro. Nota de mil reais, cinco mil.
    Já já um Kinder Ovo vai estar na casa dos R$ 10. Aliás, porque não criar o índice Kinder Ovo?

  • eakmotorsports

    é a era PT veio para destruir com os preços dos automoveis.

  • JanssenJ

    O valor não é o problema! É o CxB, pegue o Mondeo que custava ''exatamente'' oq o Fusion custa hj em dia com a correção da Inflação, mas compare o Mondeo com o Fusion e veja a diferença, o Fusion é uma evolução absurdamente notável.
    .
    Agora faça o mesmo com o Celta de antes e o seu sucessor… o Celta de agora! Com inflação o valor é o mesmo, mas a evolução?
    .
    O maior problema, é na fatia de baixo do mercado

  • EduardoP

    Em 1979 vendi um Fiat 147 78 para dar entrada na minha primeira casa. Fiquei sem carro uns quatro anos e não me arrependo nem um pouco pois a casa valorizou e o carro certamente só iria desvalorizar. Hoje parece que as pessoas não ficam mais sem carro mas podem ficar sem casa.

    • juarezpontes

      É isso aí.

    • JanssenJ

      Moro numa rua de aperto(um caminhão parado e nem pedestre passa), minha casa é boa, espaçosa e própria. Mas comum aq é o pessoal com casinha apertada, mal acabada de aluguel e a rua fica atolada de carros, detalhe o carro da q de casa fica dentro da garagem e sofremos com os outros no meio da rua

  • john

    Muito legal a materia, mas não querendo ser muito chato… Vamos a umas pequenas contas:

    Salario mínimo em 1999 – R$ 136,00
    Salário mínimo 2013 – R$ 678,00
    Aumento de 4,985x

    Golf em 1999 – R$ 26.000,00
    Golf em 2013 – R$ 55.000,00
    Aumento de 2,115x

    Salario base de eng. no brasil – 8,5 salarios mínimos
    Em 1999 – R$ 1156,00 (BRUTO)
    em 2013 – R$ 5763,00

    Para pagar o golf, em 1999 seriam precisos 22,5 meses economizando todo o salario bruto sem comprar mais nada…
    Para pagar o golf, em 2013 seriam precisos 9,5 meses economizando todo o salario bruto sem comprar mais nada…

    Ou seja, somos assaltados desde o descobrimento do Brasil!!!!
    O mesmissimo carro comprado no Brasil, se comprado no méxico (importado do brasil) custa mais barato…

  • Ou seja, imbecis.

  • Fellipe

    Cara, então você é capaz de comprar um Corolla XE-I por 75000 AT, sem causar nenhum deficit em qualquer área doméstica de sua família. Você tem um pensamento estranho viu! Muito estranho… típico pensamento brasileiro… se deu certo pra mim, dá pra todos.

    Entenda, o poder de financiar não é igual ao poder aquisitivo, isso na verdade se chama poder de se endividar.

  • Fellipe

    Me cansei de responder aos tópicos, a cada um que tem o pensamento conformista nesse site.

    O NA fez um tópico decente e muito válido, pena que agora vemos o quanto tudo está perdido mesmo, o quanto emburrecemos sem perceber…

    Prefiro responder de uma vez aqui:

    Se você acha certo que um carro que custava 32.000, hoje custa 80.000, então você está dentro do pensamento conformista, pois é uma ilusão achar que o poder aquisitivo do brasileiro aumento, sendo que o valor agregado a este bem não mudou! Pois você ainda não consegue compra-lo à vista! Você só consegue compra-lo financiando, do mesmo modo que antigamente, só com a ilusão ainda de conseguir se manter com esse bem. Piorando a situação, todas as coisas aumentaram de preço. TODAS, sem excessão, mas a desculpa gira em torno do salário mínimo, mas esse não é parâmetro pra nada, em um livro isso chama "assertiva de preços".

    Ou seja, quando as coisas perdem o rumo, você deve adequar do jeito pode alguns parâmetros, porém ao mesmo tempo tem que deixar o mercado ser livre.

    Hoje nós pagamos, sem perceber o quadruplo por algo que devíamos pagar o mesmo montante. Hoje para comprar algo, temos que financiar porque podemos financiar e isso é errado, pois continuamos dando valor agregado a algo que não devia ter.

    Por que somente aqui, dobrar o preço de um carro é válido? Então no resto do mundo isso aconteceu! Entenderam porque é errado o pensamento conformista?

  • Junior Ferraz

    Minha opinião é a seguinte: os carros hoje em dia estão muuuuito mais caros que antigamente.
    Em 1998, ganhava R$ 700, e comprei meu primeiro carro por R$ 7 mil. Um kadett, 1.8, completo, com 4 anos de uso. (essa era a media dos carros usados na epoca). Vendi em 2004 por R$ 7,5 mil.

    Hoje,ganho R$ 3 mil…mas vejo uma imensa maioria de pessoas ainda ganhando R$ 1.000, 1,5 mil…R$ 2 mil (sem querer desmerecer)

    Tenta comprar hoje um carro com 4 anos de uso, 1.8, completo……só um exemplo…quanto sairá a "brincadeira".
    Se for 0KM, esquece!
    É uma imbecialidade querer comparar SALARIO MINIMO da época, gente! Pois o povão continua ganhando pouco e as coisas (não só os carros) estão aumentando absurdamente! Depois querem nos enganar dizendo que o Brasil não tem inflação! Affffff

    Se for pra comparar com o SL, vejam como é inútil = em 1997 ganhava 7 salarios minimos = R$ 700,00 (isso pq estava começando a trabalhar)
    Se em 2013 eu ganhasse os mesmos 7 SL, eu ganharia hoje R$ 4.800,00!!!! MENTIRA!!!!

  • Junior Ferraz

    Corretíssimo Fellipe! Trabalho hoje com diversas pessoas ganhando R$ 1,2 mil…R$ 1,7 mil…R$ 2 mil (obs: trabalho em empresa de TI)
    Se os nossos benditos salarios acompanhassem o absurdo dos preços dos carros, ganhariam facil R$ 5 mil, 6 mil, 7 mil.

    Por isso é que NÃO DÁ MESMO para comparar Salario Minimo !!!

    O povo se conforma mesmo!!!!

    • Edson Roberto

      Sabe o que é pior? Nesse periodo citado, era relativamente facil ver gente ganhando R$4000~R$5000~R$6000 no mesmissimo cargo. Uma pena.

  • riccorreasp

    Estou tentando explicar isso faz vários comentários, mas ninguém parece querer entender.

  • MM_

    E o Astra da propaganda sequer tinha revestimento interno do porta malas. Vai ser minha resposta ao próximo que vier com mimimi que está com saudades da "Opel". hehehe.

    BTW, Ranger com radio AM/FM! E a propaganda do Golf era a melhor de todas.

    • giodoesitbetter

      Hoje temos o Cobalt, um primor em todos os sentidos. Só que não.

      • MM_

        O Astra é um carro médio e hoje quem ocupa esse lugar na gama GM é o Cruze. O Cobalt só custa quase o mesmo que custava o Astra de antiga geração.

        • giodoesitbetter

          Segundo a equiparação de preços dos amigos acima, o Astra custava cerca de R$48.000,00 atuais, o preço de algumas versões do Cobalt.

          • MM_

            Olha, não sou economista mas acho que o problema está na equiparação dos preços acima. Como um dia que o Astra custava 48k, enquanto outro diz que o Golf custava R$ 83k. E outro ainda que o Kadetti custava R$ 62k atuais. Existe muita incoerência nisso, não?

  • SilenceBass

    Aplausos!

    Bom ver que tem gente que ainda pensa neste país e não se ilude com números mentirosos.

  • baetatrip

    Pois e Povo!
    Ate hoje tenho a NF da compra do carro da minha mae ha 18 anos…. Comprou na epoca um belo carro: Suprema CD auto 3.0…. Pagou exato 30.000 pratas… Hoje valeria quase 140.000 pratas….
    De la para ca tudo ficou mais caro: + impostos…+ salarios minimos + facilidade de compra o carro+ etc…Etc….
    Hoje em dia o custo ficou ate pouco mais barato do que antes…. Tem que fazer contas todas… Tipo: Ranger 95 V6 custava quase 26.000 reais… Com inflacao hoje em dia sairia mesmo preco da 0km a diesel…!
    Esta cada vez aumentando mais……

  • Edson Roberto

    Mas o brasileiro não considera esses calculos.

    O calculo do brasileiro é: Ganhei o dobro de R$1000. O que posso comprar (isso que é salario bruto):
    – Geladeira
    – Carro
    – utensilios para minha casa

    Detalhe: Esses valores todos sem duvida serão financiados. Mas aqui a regra de manter uma porcentagem não existe. O que é bom mesmo é o que cabe na parcela. É impressionante ver pessoas que se endividam e depois querem vender um carro financiado e ainda pedindo um valor que deixa o carro até mais caro que comparado um 0km com os mesmos itens!

    Por curiosidade, um dono de Fusion 2006 queria pedir R$25000 no Fusion. Como Fusion fica em uma faixa de 30000 a 35000 desse ano, estranhei. Ao olhar só as fotos, dava para se perceber nitidamente que o carro não estava bem cuidado e certamente não iria ficar bem cuidado por um simples motivo: Não tinha dinheiro para manter. E além disso estava financiado e ele queria R$12000 na mão por ter pago parcelas. Desculpe… mas é um absurdo.

  • PortoWF

    A realidade do País é muito maior que a realidade da sua Família.É justamente para isso que existem os Institutos de Pesquisa.

    • SilenceBass

      A nova realidade do país é o crédito fácil.

      Tem um atenuante p/ o "poder aquisitivo" do brasileiro ter "melhorado": o preço de eletrônicos, por exemplo, diminui com o tempo, tanto por causa da concorrência como também pelo fato da novidade e novas tecnologias. Uma TV LCD 32" comum, por exemplo, custa umas 4x menos que seu lançamento, isso fazendo uma conta de cabeça sem pesquisar, posso estar errado pra mais ou menos, mas o fato é que diminuiu muito o preço.

      O mesmo vale p/ computadores, notebooks, celulares… e a "realidade do País" hoje é essa: o pobre de ontem não podia ter essas coisas, e hoje tem, por esses 2 fatores.

      Comprar a vista, poucos ainda podem, mesmo com esse barateamento. Mas, financiar no cartão, carnê, etc… todos podem, inclusive o pobre que ainda mora na favela…. e não na praia, como sonha….

      ;)

  • Muita gente citou os termos "inflação, IGPM, e salário mínimo". É óbvio que devemos calcular a inflação para dizer se custava menos caro, ou mais caro "falando grosseiramente". Eu sabia que muita gente iria levantar essa questão, mas não tive oportunidade de relatar, então aqui vai. Sei que vai ser bem polêmico, e muitos vão concordar e descordar, mas vou citar alguns exemplos na prática. Olhando o preço do Mondeo, na visão de hoje parece barato, mas na época era metade do preço de um apartamento. Hoje o Fusion custa 93mil, novamente metade do preço de um apartamento. Portanto o Mondeo era mais caro ou menos caro? Resposta simples, menos caro. Parece contraditório? Na verdade não. O motivo é muito simples, o termo "salário mínimo", não serve em quase nada para se definir o poder de compra do 0km. Calma, calma, ninguém é dono da verdade, e criticar é sempre bem vindo. Não vou sair explicando a história do salário mínimo, nem quem inventou isso, quanto menos pra que ele deveria servir, apenas vou tentar reduzir ao máximo a explicação para não ficar um texto gigante. Sei que muita coisa irá ficar meio vago, mas vamos lá.

    O poder aquisitivo aumentou ou não?
    R. De modo geral sim, isso é inegável para classe baixa. Mas falando exclusivamente sobre carros, o poder de compra e os recordes de vendas atuais estão mais atrelados a facilidades de financiamento, do que outra coisa qualquer.

    O salário aumentou, isso é fato ou não?
    R. O salário mínimo aumentou, isso sim é fato. Mas isso não é o mesmo de dizer que o salário da classe média em geral subiu na mesma proporção. 10 anos atrás o salário mínimo era de 240 reais, hoje são 678 reais, mas a classe média não teve esse aumento proporcionalmente. Vou usar um exemplo: se 10 anos atrás um mendigo ganhava 2 reais de gorjeta, e hoje ganha 4 reais, sim a gorjeta dele dobrou, o poder de compra dele dobrou, mas e o kiko? O mendigo continua pobre. Calma, calma, não joguem pedras ainda. rs. Muitos estão calculando como base o salário mínimo, e isso é válido, mas não é todo mundo que ganha com base nisso. Embora o salário minimo tenha aumentado nos últimos anos, o salário médio proporcionalmente não. Logo, o preço do carro, em geral, aumentou muito mais que o salário das pessoas que tem condições financeiras de comprar um carro.

    Então em relação aos carros, não é válido calcular com base na inflação e salário mínimo?
    R. Sim e não. Calcular sobre a renda da classe média é válido. Agora eu acho um erro calcular apenas olhando pro aumento do salário mínimo. Até porque o salário mínimo é defasado, alíás super defasado. Não dá pra ficar calculando o poder de compra em relação ao automóvel usando como base num aumento medíocre do salário mínimo. Se isso for válido, quando o atual salário mínimo dobrar e sair dos 670 reais para 1300 reais, o Gol deverá custar 100mil reais? Há 10 anos uma pessoa de classe média, compraria um carro com 4 salários, hoje ele precisa de 6 salários. Quem ganhava 3mil reais (12,5 salários), hoje proporcionalmente seria 8mil reais. A classe média em geral não recebeu esse aumento. Mas também não nego totalmente o cálculo usando o salário minímo, apenas considero meio inválido para medir o poder de compra do automóvel. Por sinal, o IBGE diz que em 2003 o salário médio do povo brasileiro era de 1329 reais, e em 2011 subiu apenas para 1625 reais. Mas IBGE eu levo menos ainda em consideração, pois todo mundo menti nessas pesquisas. rs

    De qualquer forma, não há um número que represente a todos, uns compara com salário mínimo, outros com inflação, tem gente que vai no dólar (EU), no Big Mac, IBGE, etc. Durante a viagem aos Estados Unidos, vi muita gente dizendo que o Brasil vai quebrar em breve, e que a inflação está fora de controle. Chego no Japão e vejo os preços infinitamente mais baixos, inclusive suco de maçã brasileiro é mais barato aqui do que comprando no Brasil. Sei que muitos vão falar que isso é o Brasil, mas eu digo e afirmo, 10 anos atrás não era assim, sei que Brasil não é a quinta maravilha do mundo, mas já foi bem menos pior. Mas também não nego que a classe baixa aumentou de renda, e mais oportunidades. Alguém conseguiu entender o meu ponto de vista? A classe baixa aumentou de renda, mas continua longe pra comprar carro 0km sem se entupir nas dívidas, e a classe média que tem condições de comprar um automóvel não teve aumento proporcional, logo no meu ponto de vista está mais caro de adquirir do que antes.

  • riccorreasp

    Perfeita avaliação.

    Sobretudo em relação a classe média verdadeira.

  • ronaldodnt

    Se em 1995 eu ganhasse o salário que ganho hoje, eu seria milionário!!! isso que nem chega a 2 mil kk.

  • André

    Todo mundo dando uma de economista falando quanto valia cada carro em salários… pois então como você recebe seu salário? Um, dois, cinco, dez salários mínimos mensais? Ou você recebe um valor fixo baseado simplesmente em como você poderá sobreviver? Brasileiro é burro! Ninguém aqui sequer lembra o quanto paga de imposto em um veículo. CULTURA LIXO!!!

  • BrunoMulsane

    Nossa, me lembro que meu pai tinha esse mondeo e minha mãe um verona ghia. Como eram bons e confortáveis esses carros. O mondeo era muito melhor do que o vectra que tínhamos anteriormente. E o verona tinha cd player com equalizador gráfico, um luxo na época.

  • Helio

    Uma comparação simples, trabalho no mesmo emprego desde os.18, pagava 50 centavos no pastel 50 no refri na mesma pastelaria da esquina, Hj pago 5 reais em ambos….. Em 10 anos dobrou?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend