Governamental/Legal Motos

Comissão do Senado aprova obrigatoriedade de colete-airbag e limitador de velocidade para motos

honda-pcx

A Comissão de Constituição e Justiça do Senado aprovou um projeto de lei em caráter terminativo que torna obrigatório o uso de colete-airbag para motociclistas e limitador de velocidade para motos. A proposta ainda seguirá para a Câmara se não houver mais análises dos senadores.

De autoria de Marcello Crivela, senador afastado e ministro da Agricultura e Pesca, a ideia é tornar o colete obrigatório para condução de motocicletas, motonetas e ciclomotores. Além disso, os veículos deverão ter um limitador de velocidade em 110 km/h. Mototaxistas também serão obrigados a portar os equipamentos citados.

Eduardo Lopes (PRB-RJ), relator da matéria, disse que embora haja maciça fiscalização eletrônica nas vias, esta não é suficiente para conter o excesso de velocidade. Atualmente, existem algumas estradas brasileiras onde o limite de velocidade para motos e carros é de 120 km/h. Além disso, as motos também deverão ser incluídas no SINIAV, sistema de rastreamento da frota brasileira, o que tornaria em parte o limitador ineficaz. Enfim, será que a próxima proposta será um limitador para carros?

[Fonte: UOL]





  • Felipe Saagno

    Aqui no Brasil é quase impossível comprar um carro que não seja 1.0, e isso por si só já é o maior dos limitadores. Já somos limitados pelos altíssimos preços, pequena variedade de modelos e péssimas estradas e ruas.

    • Brodowelski

      mas o limitador traria mais "segurança" os carros 1.0 trazem insegurança, pois uma batida e já era.

    • Car

      felipe Saagno
      Amigo entenda que o que é quase impossível para vc, não quer dizer que seja para outras pessoas, cada pessoa tem uma renda e um padrão de vida. Com relação aos carros que vejo diariamente nas ruas, seus dados não batem, tenho visto poucos e raros 1.0 e tenho visto muito mais carros com motores "Bons" tipo 1.4 para cima, talvez o estado ou cidade onde vc more seja muito pobre, então ter um carro 1.0 aí é muito, no entanto não é FATO que a maioria dos carros são 1.0, sinceramente raramente vejo carros 1.0 nas ruas atualmente.

      • Felipe Saagno

        Realmente, se vc mora no Morumbi a coisa é diferente, mas se vc mora no resto do Brasil como eu deveria saber que a esmagadora maioria dos carros nas ruas são 1.0. Basta ver as listas dos mais vendidos. E mesmo que hoje em dia sejam vendidos mais carros de cilindrada maior (1.4 é bem próximo de 1.0, não?), ainda assim a frota nacional tem mais modelos 1.0.
        Independente da cilindrada nossos populares são lixos que nem chegam a ser vendidos em países sérios, onde as pessoas não aceitam qualquer coisa a qualquer preço.
        E só para constar, sou engenheiro e tenho um carro 2.2. Não compro carros 0km porque não quero ser roubado por escolha própria.

    • rogerrosato

      Interessante que as pessoas ainda assim conseguem encontrar jeitos muito eficientes de se matar e matar os outros com "sua única possível aquisição, um carro 1.0".

      • Pedro_Rocha
        • Tomo multa mas não vou usar esse lixo de air-bag lobbyzado. Vai sair mais barato.

      • Tem gente que bate o carro em outro mata uma familia inteira mas não morre e sai apenas com ferimentos leves. Tenho medo de quem dirige GOL, PALIO, CELTA, MILLE e SIENA de versões 1.0 basicas, geralmente são muito irreponsaveis e~estão pouco se fu***** para os outros motoristas claro, não são todos mas a maioria é assim.

        • Mario

          Nossa… Sua tese "doutorado" está equivocada amigo, não é o modelo do carro ou a motorização mas sim o tipo de motorista. Beleza!

        • PauloNJR

          Que comentário mais preconceituoso e imbecil, eu trabalho com um Gol bolinha de 1996 com 8,7 Kgfm de torque e 51! Cv e nunca me acidentei ou provoquei um acidente por causa do meu carro. Você não deve ter noções das coisas mesmo, quem faz besteira é o motorista e não o carro. Cada dia aparece um comentário mais ignorante que o outro, individualidade impera aqui mesmo.

        • Maior bobagem isto que voce falou. Tenho carro 1.0 a varios anos e nunca levei multa (mas tambem nao ando me arrastando nas ruas). Na realidade, no mes de dezembro, as noticias mais populares sobre excesso de velocidade foram de carros potentes; de gente totalmente sem nocao. Voce deve ser daqueles motoristas meia roda que só sabem dirigir carro automatico e que nao conseguem nem dar a partida em um carro manual.

      • HecMC

        Até se sumissem todos os carros do Brasil, teria acidente entre pedestres nas ruas…

    • acorreia

      Isso de dizer que é praticamente impossível se comprar um carro que não seja 1.0 não é verdade. Tanto é que os ditos "populares" vem perdendo terreno no mercado a cada dia que passa para os veículos de maior cilindrada, ou seja, dá comprar sim veículos de cilindrada maior. Isso já foi tema de artigos aqui no NA. Algumas montadoras atrasaram planos de lançamentos por aqui justamente devido a essa tendência de "abandono" dos populares por parte dos consumidores.

  • Como assim "limitador"?

    • Zé Colméia

      Tá estranho esse negócio.

    • mpey

      deve ser um limitador eletronico ^^
      coisa totalmente absurda e perigosa, principalmente em ultrapassagens -.-''

      airbag? quem e o senador esperto que ja tem uma fabrica do item???
      poe um limitador nos gastos dos politiCUs, cambada de corno.

      • fabiosne

        É só usar o cérebro, que o limitador não se torna absurdo e perigoso coisa nenhuma. Se acha que não dá pra ultrapassar, não ultrapassa, MUITO SIMPLES. O caso é que as pessoas querem ficar ultrapassando sem necessidade só pra ficar competindo pra MOSTRAR quem corre mais, quem chega no destino 3 ou 5 minutos antes, NO MÁXIMO, essa é a verdade, como se esse tempo fosse grande coisa mesmo. Aí a pessoa chega no seu sentido com o EGO lá no céu se achando o maioral, como se essa atitude mostrasse quem é MELHOR. Puro alimento para o EGO da pessoa, que tem autoestima baixa e precisa correr e ultrapassar todo mundo pra se sentir melhor consigo mesmo.

        • Ou por que o caminhao na tua frente ta indo a 100 por hora, ou por que ele ta carregando adubo ou porque ele ta jogando soja na tua cara, ou porque numa subida ele diminui a velocidade.

          • AnonymoD

            Poiseh, tem gente que parece que nunca pegou uma estrada na vida…

        • mpey

          cara nao fala besteira… nao e perigoso? vc vai ultrapassar a uma diferenca de 5km/h? isso sim se torna perigoso… vc que nao usa o cerebro. O perigo de uma ultrapassagem e justamente o tempo que voce fica na pista contraria… entao quanto maior essa diferenca de velocidade, menos perigoso é. agora so adicionar as palavras do dudu

        • mvnascimento

          Você costuma viajar por estradas de mão dupla e pista simples? Já ficou agarrado atrás de um motorista que faz TODAS as curvas a 60Km/h e nas retas acelera até 110 ou 120Km/h?

        • Muito simples, existe uma LIMITE DE VELOCIDADE. Nenhuma ultrapassagem deve superar esse limite de velocidade. É óbvio!!!

          Se a máxima é 120km/h e o carro/caminhão a sua frente está a 120, não precisa ultrapassar, vc está no limite da via. As vezes é melhor estar seguro e chegar 10 minutos depois do que sair por aí "voando baixo" e nunca chegar! ;D

          • Evil_Kelevra

            E se o veículo a sua frente é um bitrem e estiver viajando a 90~100km/h e vc quiser viajar no limite da via que eh 110km/h… vai ultrapassar um BITREM com 10km/h a mais ou vai ficar atras dele a viagem inteira com ele jogando detritos em vc e reduzindo a 70~80km/h toda curva????

            PS. Lembrando q vc está de moto… se o veículo a frente levantar uma pedra vc para ela no peito, não no parabrisa/parachoque!

    • Sim, limitador! Um dispositivo eletrônico que quando o automóvel chega a uma determinada velocidade ou RPM, ele simplesmente não passa mais dessa velocidade. Comum muitos carros (especialmente de grande potência) terem esse limitador justamente para não passarem de 200 até 250 KM/H (como a Porsche Cayenne, Toda série M da BMW e algumas Mercedes como as da série AMG entre outros…)

      Aqui em São Paulo temos uma quantidade de irresponsáveis montados em suas motos e ignoram qualquer limite de velocidade colocando em risco a própria vida e de pessoas que não tem nada a ver com a falta de noção de alguns (muito) "pilotos".

      • AnonymoD

        Mas de onde que tiraram esse absurdo número de 110km/h pra motos? Duvido que uma parte considerável dos acidentes seja causado por velocidades acima desta. Limite de velocidade não coíbe imprudência no trânsito!

      • evtdesign

        Aqui em São Paulo temos a mesma quantidade de "irresponsáveis montados em SEUS CARROS e ignoram qualquer limite de velocidade colocando em risco a própria vida e de pessoas que não tem nada a ver com a falta de noção de alguns (muito) "pilotos".

  • André Luis vw polo

    logo logo o brasil vira cuba kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    dai eu vou embora pra Austrália que esta bem melhor que esse lixo de pais (ta ouvindo dona dilma)

    • wow

      político é surdo

    • Renato Texeira

      Já vai tarde!

  • Diosdoro II Skleros

    pois é, limitador para motos em 110 km/h, sendo que o problema que eles apontam é excesso de velocidade nas vias urbanas e não rodoviárias. ou seja, do que valeria esse limitador para motoboys e demais pilotos na cidade? só se for nas marginais… outro coisa é o custo alto desse colete-airbag. o preço tá em média de R$ 800… poderia cair bastante, mas agora é que ficarão ainda mais caros.

    • evtdesign

      Isso é jabá de político, pode ter certeza que a Denko, unico representante desse equipamento no país está molhando a mão desses políticos safados para aprovar uma lei dessas, onde eles faturariam horrores do dia pra noite.

      Agora te falo, se isso chegar nas ruas, pelo menos São Paulo para.

    • Fabricio

      por que citou o motoboy???

      • Diosdoro II Skleros

        pq eles é que precisam fazer entregas rápidas e por isso andam em velocidade mais alta do que o permitido na via. mas não é só eles, os demais também o fazem. a questão é que como foi frisado no texto, profissionais sobre duas rodas também terão que ter o dispositivo, seja para levar outra pessoa ou encomendas.

        acredito que a câmara não vá aprovar isso, pois o resultado não seria nada bom…

        • evtdesign

          Cara, saiba que a maioria dos acidentes com motos de baixa cilindrada não são com motoboys de profissão, apesar dessa pressão sobre eles. Mas sim com pessoas que utilizam o veiculo para ir apenas para o trabalho/faculdade/lazer e que possui pouco tempo de carta/prática.

    • fabiosne

      Nada mais justo esses motoqueiros terem que tirar um pouco de dinheiro do bolso pra comprar o colete. Já não pagam pedágio, ultrapassam pela direita, esquerda, por cima e por baixo. Quebram os espelhinhos dos carros se os mesmos não derem passagem, como se as vias fosse só deles, e por serem pequenos todo mundo tem que sair da frente e dar passagem. Muitos não tem educação e nem estudo direito, e por isso são mal educados e só podem comprar moto, e como o preço delas é mais acessível, por isso tem gente de monte andando de moto, todos voando. Já que é mais barato que um carro 1.0, que não anda nada, então compram uma moto de 500 cc e saem voando, desrespeitando, apostando corrida com carros, fazendo o giro delas gritar na cidade pra mostrar que são possantes, quando na verdade não são possantes coisa nenhuma, apenas são leves, é o "nada" que elas possui que faz com que 500cc já seja bastante coisa. Sendo assim, está mais do que certo o limitador e o colete. Se não tem nem R$ 800 pra comprar um coletinho, então vai de ônibus. Moto já basta menos combustível mesmo, use a economia pra comprar o colete. Aliás, 110km/h já pra pra causar muito acidente de carro que tem 4 rodas, imagina de moto que só tem duas rodas e sendo assim dá pra cair facilmente se fizer qualquer movimento brusco a 110km/h, diferentemente de carro que é mais difícil de acontecer. Apenas com capacete e BERMUDA e camisa REGATA voando pela estrada como costumo ver aqui no interior. Gente que não tem onde cair morta, então compra uma motoquinha de 500cc e sai voando pela estrada inclinando o corpo ao acelerar como se estivesse se sentindo um piloto de corrida de moto. Isso quando eles não DEITAM na moto com os pés para trás a 100km/h pra se exibir, coisa que já vi acontecer. Será que essas pessoas não vêm o quanto são ridículas. Nada mais justo então que elas tenham que mostrar que têm condições financeiras de arcar com as normas seguras pra poderem andar de moto, e não apenas comprar uma moto barata e um capacete e pronto, já podem sair voando, desrespeitando, e colocando a vida dos outros em perigo.

      • Armando_Perez

        aonde eu assino?
        Perfeita sua analise.

      • bruno

        Nada mais justo que vc tirar sua carta de motorista e andar na Dutra a 110 kmh na faixa da esquerda pra ver o q vai acontecer com vc, e te obrigarem a comprar um colete de mais de 2 mil reais que se vc bater, o colete não vai impedir em nada de vc quebrar uma perna, vai trabalhar que vc ganha mais cara, qdo for pedir pizza, vai na pizzaria buscar, pq vc sabe quem vai te levar a pizza ne

      • Luiz

        Na verdade até onde me consta o seguro obrigatório de moto e muito superior ao de carro, e pagam pedagio mais barato pelo motivo óbvio de que qualquer um com o mínimo de QI sabe, o carro gera mais custo na estrada.
        Tive uma moto de 150cc por 2 anos, pagava 300+ de docs fora o ipva, no meu antigo celta os documentos não eram tão caros.
        Vale ressaltar que não tiro sua razão, como você mesmo colocou é cidade de interior e a maioria "capiau" que não sabe e não quer nada com nada anda de bermuda e regata.

      • Iago

        Análise preconceituosa, de quem só enxerga a moto como problema, e não solução para as grandes cidades.
        90% dos motoristas, seja de carro ou moto, é mal educado!
        Agora falar que quem tem moto é ignorante foi piada! A maioria dos brasileiros é ignorante! Ponto.
        O cara que anda a 140km/h com seu millezinho é o que??? Será que ele também não obrigação de mostrar boa condição financeira.
        Análise de um bitolado que nunca sentou num banco de moto.

      • Castle_Bravo

        Não há como tirar tua razão, mas não podemos apoiar leis que restrinjam às liberdades deles. É errado o que muitos motoqueiros fazem? sem dúvida. Mas os bons não podem pagar pelos maus, e nós como motoristas, não podemos apoiar leis que restrinjam às liberdades e a livre-circulação de outros veículos. Em breve alguém terá a "genial" ideia de estender isso aos carros, e aí? como fica?

        • Assunção

          Concordo com o Castle_Bravo.
          No meu ver nosso (des)Governo vem aos poucos tirando nosso direito de liberdade.
          Se alguém está em excesso de velocidade deveria ser parado/multado e valer a lei de trânsito, mas a fiscalização é ineficaz, seja eletrônica, seja de um policial ou fiscal de trânsito.
          Impor a instalação de limitador, que no fim das contas serão pagos por nós ou embutido nos veículos novos (motos, carros etc), é mais barato para o ESTADO que fazer concurso público e contratar policiais rodoviários e/ou instalar radares em locais de alto índice de acidentes conforme dispõe o CONTRAN (mas nossos governantes não seguem a lei colocam radar em qualquer lugar apenas para arrecadação de multas).
          Já temos as medidas restritivas e elas estão no Código de Trânsito Brasileiro, Código Penal e Código Civil, é só o Estado fazer cumprir a Lei.
          Realmente os bons não podem pagar pelos maus e não devemos aplaudir e incentivar medidas que visam restrigir a liberdade, intimidade e livre locomoção.
          O cidadão tem a liberdade de cumprir ou não a lei e o Estado tem o dever de punir aquele que não a cumprir.

      • jcperes

        fabiosne, também moro no interior. Não sei se por aí é assim também, mas aqui alguns motoqueiros têm costume de, quando encontram um conhecido também de moto, ficarem uma ao lado da outra (em baixíssima velocidade, quase parando) no meio da rua conversando, na maior calma, nem se importando ao fato de estarem impedindo o tráfego de qualquer veículo maior que uma moto que esteja atrás. E se vc buzina para pararem com a "conversa em local inapropriado", eles têm a cara de pau de se sentirem ofendidos e ficam bravos. Ai me diz se não dá vontade de ter uma caminhonete grande ou um caminhão e passar por cima de uns folgados sem noção como esses. Me dá raiva só de lembrar! :@ Quanto a polícia, que deveria repreender e punir estes vermes imprestáveis, não fazem absolutamente nada, nunca vi pararem algum destes trastes!

        • Wellington Cleyebr

          Pessoal,

          Voces estao generalizando, eu tb tenho moto alem de carro, e nao faco esses absurdos, e algumas atrocidades citadas tb sao feitas por motoristas de carro, como ficar lado a lado devagarzinho papeando, ocupar mais de uma faixa, entre outros. O problema aqui nao e a velocidade e sim o RESPEITO aos outros, o limitador a 110 nao vai impedir muito coisa, pois como o colega citou ai em cima nas vias urbanas dificilmente se alcanca essa velocidade. O colete com airbag ja ajuda um pouco em uma batida, mas sabemos que essa medida foi tomadas para favorecer certas empresas. Eu acredito no seguinte: para termos um julgamento mais justo temos que vivenciar as duas situações, poderia citar muitas coisas a favor e contra, mas o discernimento varia de pessoa a pessoa.

          • jcperes

            Concordo plenamente. O maior problema mesmo é a falta de respeito. Seja motorista de carro, moto, caminhão, ônibus, o que for. E isso, não há lei que mude. Isso vem da pessoa, da educação que ela recebeu. Difícil mudar esta situação.

          • ancelmohenrique

            O problema parceiro que o pessoal acima acha que todo mundo que anda de moto é marginal. Por isso o preconceito.

        • Sergin162

          Concordo que vários motoqueiros fazem isso e é insuportável mesmo, mas pq não pode dar a passagem pra ele ? É exatamente a situação contrária disso, mas dai tá errado o motoqueiro passar e o carro ficar, mas o carro não pode ficar esperando o motoqueiro que tá andando devagar ? Essa é a hipocrisia que faz o Brasil parar.

          PS.: não to falando especificamente de voce, pois não sei como vc age no trânsito, mas em geral é isso o que acontece.

          • jcperes

            Entendi o que vc disse. Eu sei que nem todos fazem isso, por isso eu disse "alguns motoqueiros". Eu particularmente procuro ocupar o espaço suficiente para mim e nada mais, dando espaço para outros, seja carro ou moto. E não apenas motoqueiros fazem isso. Trabalho em uma cidade vizinha a que moro e lá há uma avenida não muito larga, mas larga o suficiente para 2 carros poderem transitar lado a lado, mas TODO DIA encontro motoristas de CARRO andando bem no meio, ocupando espaço para 2 carros. Alguns creio ser por falta de noção de espaço (isso que dá comprar a carteira de motorista) mas alguns por serem folgados mesmo. Então, eu sei que isso não é mal de motoqueiros.

      • FRS

        Q revoltado o menino…..voce deve ser muito braço dirijindo e já deve ter perdido uns 3 espelhos no transito…..

        Isso que voce está falando seria de motoqueiros ( moto-boys) e não de motociclistas!!!! existe muita diferença entre eles….

      • Sergin162

        Quanto recalque nesse comentário, meu Deus do céu. Eu ando diariamente de carro, mas tenho moto grande e pequena. Sim, é um absurdo ver as pessoas em rodovias de bermuda e regata, mas o pessoal sério usa MACACÃO de couro, muitas vezes o mesmo que é usado na MOTO GP. Ai tu vem me dizer que usar essa jaqueta de 800 reais vai ser melhor ??? Um macacão top de linha custa mais de 2.000 reais LÁ FORA. Ai eu vou ter que jogar fora, pq os bonitos do senado aprovaram uma lei pra ajudar outro amigo que tem uma fábrica.
        Se o limite de 110km/h fosse o que mais mata o pessoal, não tinha mais gente na Europa, onde, além disso, não tem colete com air bag (ridículo por sinal, duvido que se sobrar numa curva aos 110km/h e sair deslizando essas bolsas vão aguentar infladas e/ou os ralados sem repassar pro piloto).

        Cara, como você quer falar alguma coisa de moto, se vc não anda, não participa do meio e não entende NADA disso ? Falar de fora é muito fácil, é como eu querer tratar de racismo, de homofobia, enfim, nada disso eu senti na pele, nada disso eu sei como é exatamente pra poder dar minha opinião.

        • evtdesign

          Exatamente!

      • Rafael

        fabiosne,
        Somente pondero que o problema não são as motos em sí, mas a falta de edução, tanto de motoristas de motos quanto de carros. Lógico não justifica, mas o baixo valor das motos, facilita muitas pessoas a adquiram ( muitas vezes sem carta) e saíram cometendo as piores barbaridades no trânsito.
        Eu sou a favor não do colete, mas o seguro p/ terceiros ser obrigatório tanto em carros quanto p/ motos, mas sim mais elevado em motos.

        ah antes que apareça alguém que critique:

        – sim eu costumo ir de carro comer pizza ou ir nas lanchonetes, quase nunca peço pizza em casa
        – minha carta é somente B, eu nunca quis e não quero tirar carta A, não confio em algo que só fica em pé se estiver em movimento.
        – em moto eu não ando nem de carona, quando não estou com meu carro, vou apé, ônibus, taxi ou carona, enfim há outras opções mais seguras, é uma escolha minha, mas cada um tem a sua…

      • Po eu tenho moto cbr 600 e vou ter q botar limitador e andar de airbagzinho?

        E outra, já que vc é contra quem não tem condição de comprar carro 1.0 e então, compra uma CG. Eu acho que se você nao tem dinheiro pra comprar um carro 2.0, deveria pegar onibus também, pois gera insegurança nas pistas de velocidade, cruzamentos, não tem ESP, não tem ABS, vá tudo de onibus!

        Pra você foi tão fácil como para mim, pegar a "casta" que anda de moto e mandar andar de onibus generalizando todos. E o que adianta limitar a 110km se ele andar a 110km em uma via de 40 ou 60? E quando ele realmente precisar de 120km pra ultrapassar em uma rodovia em situação de perigo? E o que o Airbag vai fazer por ele?

        O rapaz que deita a 100km por hora da moto é tao ridículo quanto os jovens que rebaixam seus carros, eu já fui um ridículo desses a 15 anos atrás.

        O que precisamos é educação, e só isso. Leis é para os sem educação. É nivelar por baixo, o Brasil é nivelado por baixo! Só não desce no menor nível da lei aqueles políticos e milionários que acham que tudo compram, e na verdade compram, pois a geração atual querem ficar ricos da noite pro dia.

      • leo_amorim

        Meu caro, 84% das motos vendidas no Brasil tem até 150cc e 110km/h é praticamente o limite máximo de velocidade que elas conseguem alcançar. As motos que você vê ultrapassando seu carro nas estradas em velocidades absurdas, custam no mínimo o preço de um carro 1.0. Não se engane achando que quem resolve comprar uma moto sempre o faz simplesmente por não ter dinheiro para comprar um carro. Outro ponto é que muitos acidentes – e temos visto bastante nos noticiários – são também causados por motoristas imprudentes em seus carrões potentes, portanto endinheirados. O desrespeito à velocidade máxima e à sinalização, a imprudência, a falta de respeito com os pedestres, o uso do álcool são fatores comuns nos acidentes de trânsito. Pricipalmente combatendo estes fatores é que teremos um trânsito melhor para todos.

      • evtdesign

        Utilizando sua mesma linha de pensamento. Nada mais justo de quem tem Golzeras, Chevettereas, Uneras e outros possantes de vila, que não tem dinheiro para comprar um 1.0 0km, que paguem mais também, pois andam por ai a milhão com seus APZão, com turbo, escapamento direto, e fazem tantas atrocidades quanto os manolos de 500cc como vc categoriza toda a classe motociclista.
        E outra, moto paga pedágio SIM, e ainda temos que parar em cabines de automóveis lotadas de óleo correndo risco de queda.
        Infelizmente é por conta de pessoas que generalizam como você que nosso trânsito continua essa beleza que é.
        Até parece que é privilégio de motoqueiro fazer barbaridade no transito, de carro todo mundo é bom, da caminhão, ônibus e van também né? O problema é sempre o motoqueiro. Incrível!

      • FelipeLange

        Não precisa dizer mais nada, o fabiosne já disse tudo.

      • Provavelmente nunca andou de moto… Com todo o respeito, o sr está sendo hipócrita ao generalizar a situação, não é pq uma meia dúzia faz merda, que todos fazem.

  • luis_bedin

    You ta de brincation!!
    Quanto ao limitador, colocar em 120 não acharia nada absurdo.
    Agora, colete air-bag? Por favor né.
    Deveriam fiscalizar as companhias que cobram pedágio de motos e não colocam proteções adequadas nos "guard-rails". Se vc cair de moto e bater em um daqueles já era, pode estar do que for.

    • evtdesign

      Muito bem lembrado luis! Os nossos guard-rails são outro absurdo, decepam sem dó, deveriam ser inteiriços pelo menos. E cabine exclusiva no pedágio, cadê? Por que temos que ir na mesma cabine que os demais veículos, todas entupidas de óleo e super escorregadias? Conheço gente que quebrou a perna numa queda em cabine de pedágio! Fora que sem parar para motos nem pensar né? Você tem que parar, tirar luva, abrir jaqueta, e caçar dinheiro pra ir pagando.

      • luis_bedin

        Pois é, também já quis instalar sem parar mas não pode. PQ?! Qual a dificuldade de colocar um sensor na moto? Esses caras do senado precisam se ocupar com o que deveriam e parar de fazer o que os Lobistas mandam

  • Doccar

    110 km por hora eu faço de primeira na R1, e agora, vai acabar as motos esportivas…

    • Luiz

      Bem por ae, se colocar 110 de limite em moto tem que colocar em carro ne ?

    • FRS

      relaxa…..essa merda não vai entrar nunca….não vai ser aprovada…..
      vai ser igual ao rastreador…..ja estão 5 anos falando nisso e não vai entrar!
      o governo é uma piada!

    • Sergin162

      Faz até mais, pq a 600RR original dá 130…

    • RODRIGO

      Já pensou um cara numa 125cc andado igual a vc numa R1??? parece piada de mau gosto… VAMOS SER COMO UM PAÍS ASIÁTICO REPLETO DAS CINQUENTINHAS.

  • toninho

    Se você tem uma 1000cc, ela chega a 110km/h na 1ª marcha, joga-se as outras cinco fora, par que caixa de cambio.
    esse politico entende tudo de engenharia.

  • evtdesign

    Um aburdo esse país, onde se faz uma lei de obrigatoriedade de Air-bag, enquanto não existe lei nenhuma que obrigue e incentive o uso e aquisição de equipamentos muito mais essenciais, práticos e eficazes para a segurança do motocilcista.
    Está provado por meio de estudos que a área mais vulnerável e consequentemente que apresenta maior índice de lesões envolvendo acidentes com motos são os membros inferiores. Cadê uma lei que obrigue a utilização de botas e calças com proteção? Cadê a lei que obriga o uso de luvas com proteção? Cadê a isenção de impostos para todos equipamentos de segurança? Cadê a obrigatoriedade das montadoras equiparem as motos com ABS de série?
    Pelo contrário, o cara pode andar de chinelo e bermuda mas tem que utilizar um colete inflável nada prático, caro e que não resolve o grande problema da grande maioria dos lesionados em acidente de moto.
    Sobre o limitador, não vou nem gastar teclado pra essa idéia de 'Jênio'!

    • eduardo82br

      Absurdo não é. O DPVAT aumentou nos últimos anos devido à quantidade de acidentes envolvendo motos. Concordo com vc que estes itens que você citou são mais prioritários, mas qualquer coisa que ajude a minimizar as sequelas de um acidente é bem-vinda, ainda mais que boa parte dos acidentados vai parar no SUS – e o dinheiro que o mantem vem de toda sociedade, e não apenas de quem tem veículos automotores..

      • Sergin162

        É absurdo sim, pois com 800 reais, sendo obrigatório, daria pra comprar uma jaqueta, uma calça e um par de luvas que iriam proteger MUITO mais o motoqueiro do que esse colete, principalmente em acidentes urbanos, que são mais leves. Na rodovia tb, mas o enfoque é que na cidade daria pra cair mais de uma vez com a roupa, já esses coletes airbags deves ser descartáveis, coisa que ngm comentou ainda, ou seja, outro absurdo.

      • jg.

        "qualquer coisa que ajude a minimizar as sequelas de um acidente é bem-vinda"

        Proíba todos os veículos automotores então. Pronto, acabaram se as sequelas. "Jênio"!!!

      • evtdesign

        Claro que é absurdo. Vamos fazer uma simples analogia com carros por exemplo. Teria lógica o governo ao invés de obrigar a utilização de Cinto de Segurança, ABS e AIR BAG nos carros, apenas obrigassem aos motoristas usar capacete e macacão similares aos de uso em provas de automobilismo? O que é mais seguro, Cinto de Seguraça, ABG e AIR BAG ou capacete e macacão?
        E outra, se essa jaqueta com Air-bag para motociclistas fosse tão segura, já estaria sendo utilizada nas provas de Motovelocidade há tempos! Mas não, vá ver o equipamento que é usado…

    • a sua sim foi a melhor, sem puxar saco pro lado de carro

    • Sergin162

      ISSO SIM !
      A sua visão é de quem anda de moto (não sei se vc ainda anda, mas com certeza já andou). Isso que vc falou é que são medidas corretas. Sem contar as luvas. Cai a 60km/h numa rodovia e, se não fosse as luvas BOAS que eu estava usando (GP Tech da Alpinestars), tinha ficado com a palma em carne viva. Isso a 60, imagino numa queda mais forte.

      Agora o cara ali em cima querendo falar de moto da visão do "coitadinho que fica preso no trânsito enquanto os suicidas passam pelo corredor" não dá pra querer. Tudo bem, muitos motoqueiros realmente abusam (principalmente os motoboys) de não ter trânsito pra eles pra arruaçar os carros, quebrar os retrovisores e tudo mais, mas isso é questão de EDUCAÇÃO, de FALTA DE PREPARO na hora de avaliar a tal CNH. É comprovado que países onde é mais difícil conseguir a habilitação o trânsito é bem mais seguro, mas o Brasil não quer isso, pois é muito demorado, querem é atacar láá no final do problema.

      • evtdesign

        Sergin162, tenho sim. Moto e carro! Apaixonado por ambos!
        Também sofri um acidente, fui derrubado por outro motociclista e minha moto bateu na guia e no posto, eu bati o pé na guia e voei terreno abaixo quebrei o tornozelo por estar de calça jeans e tênis. Confiei que nada ia acontecer em um trajeto de menos de 3km entre trabalho e casa num domingo 6horas da manhã. Porém por conta da jaqueta, luvas e bom capacete não me aconteceu mais nada. Sai intacto da cintura pra cima.
        Sempre fui adepto dos equipamentos de segurança. Tenho 2 jaquetas, 1 macacão, 2 pares de luvas, 2 de botas e ainda uso a barba de bode em época de pipas.

        Concordo plenamente com você com relação à questão da educação e falta de preparo para habilitar condutores, e o que o pessoal aqui não entende é que existem abusados sobre duas, mas também existem em igual proporção em 4, 6 ou mais. Todo tipo de veículo possui um grupo de irresponsáveis, mas parece que só por que aqui é um site sobre carros, que o errado é sempre os demais.

  • Martinho

    Não vejo outra alternativa a não ser matar esses políticos FDP. Cambada de sem vergonha!!

    • fabiosne

      Esse deve ser um motoquinha que ganha salário mínimo e não quer que ninguém tire a sua chance de comprar uma moto barata, um capacete, e só, já pode sair voando e desrespeitando os outros. Antes de me responder, reveja o que VOCÊ FAZ NO TRÂNSITO NO DIA A DIA, e depois se quiser responder, pode perder tempo e responder, eu não vou ler mesmo.

      • Rogério

        Minha moto com certeza custou mais que a porcaria do seu carro!

      • Para de defecar pelos dedo fabiosne. que trauma é esse de motociclista?

      • evtdesign

        Por que você gasta tempo respondendo ele então? Só pra arrumar intriga?

      • Martinho

        Já li tanta besteira que você falou, que não vale a pena criticá-lo ainda mais. Para constar, minha motoquinha é uma Hornet!

    • Giovani

      Concordo, quando não se tem o que fazer, se inventa estas barbaries, então deverão instalar nos automóveis também, qual a diferença entre eles e as motos!!!!!!!!!

  • Pedro Henrique

    ai eles vão lá e limitam uma moto de 1000cc e adeus venda de motos pesadas, adeus economia, olha o rombo nas vendas, olha o governo retirando os limitadores porque não ganha imposto vendendo motos a preços absurdos…

    • Luiz

      E isso entrar em cena amigo, no outro dia eu abro uma loja fundo de quintal pra desbloquear as motos e vou ganha dinheiro.

  • LuisCarlosCosta

    Os caras só pensam em roubar, criando cada vez mais leis ridículas que visam achacar o contribuinte e prejudicando cada vez mais o país.

    Quanto ao limitador, nos já temos leis para isso que é a velocidade controlada nas vias e estradas.

    Nas cidades foras das capitais é raro ver alguém usar o capacete, quanto mais colete-airbag.__

  • Limitador de velocidade a 120 kkkkkkkkkk, maioria das batidas é em velocidades bem menores, e outra em moto esse colete ai não alivia muita coisa não, bate de frente em um caminhão a 120 por hora pra ver, o negocio é mudar as leis, melhorar o sistema de tirar carteira que é um mafia, e melhorar as motos e parar de vender essas porcarias que vendem aqui, ex: 150cc da honda e outras por ai alem de caras não tem segurança nenhuma.

  • O Senado deveria aprovar questões que viabilisem a governabilidade afim de melhorar a renda do brasileiro os recusos dos estados e municipios, para que aja assim uma melhoria autoimatica na infraestrutura de forma geral( Portos aeroportos rodovias hidrovias, ferrovias, a volta do trem de passegeiros inter estadudal), e ai sim quando o pais for livre e soberano de verdade com boa saude e educação ai teremos um povo bem mais educado tanto no transito quanto na propria internet, (redes sociais palavroes e etc.). E quem sabe assim melhoraremos os indices de morte no transito. Ja pensou empurrar guela abaixo esse limitador é obvio deslimitar minha 600cc que faz de 0 á 100 em 3,5seg, assim como faz ando acima da velocidade mesmo a lei dizendo o contrario, assim como tampo a placa para passar em radares e tal, pra cada medida proibitiva e ilegitima do estado eu tenho umas 10 soluções, (eu sou o povo)

  • afonso200

    ta loko

  • Guinho_

    Já estou olhando o preço das passagens para morar na Alemanha… antes que isso aqui vire uma Venezuela, Cuba ou qualquer bosta do gênero!

    • Eu também, lá tem as Autobahn's, e nem por isso são inseguras.alem disso, #partiu nurburgring.

      • PauloNJR

        Só não voltem mais para não atrapalhar o trânsito daqui.

  • Tinha que ser o incopetente do Marcelo Crivella mesmo.

    Nem esquento. Uma idiotice dessas não vai pra frente o cara faz isso pra ganhar ibope só…

  • Landrutt

    Por mim poderiam proibir as motos.
    BRINCS

    • FRS

      por mim o NA poderia proibir o seu usuario!

      • Landrutt

        Motoboy afetadinho detected.

    • marcos

      sim ,mas nem todos tem condição de ter um carro assim como eu preciso da moto,realmente é perigoso ,se vigorar essa lei vou vende a moto e fica de pé né,fazer o que

  • juca jones

    Limitador?

    Isso é arriscado por causa das ultrapassagens, tanto que só são usados nos limites dos veículos (ex: alguns carros tem em 190, outros 250).

    Não existe isso de limitar na velocidade da via (seja 110 ou 120), isso é loucura total.

    Se aprovarem isso para motos, já vou arrumando as malas, porque os próximos serão os carros.

    Aff.

    • O_Corsario

      Exato, exato, idiotas criando leis idiotas para idiotas aplaudirem!

  • tomcosta82

    Colete airbag? Essa bos-ta tem um cabo preso na moto na maior parte dos modelos baratos, é certeza de prejuízo a cada descida da moto(cada refil custa uns 70,00).
    Querem obrigar alguma coisa, obriguem a usar jaqueta, calça, luvas e bota especificas para condução de moto. A maioria dos traumas são de cabeça e membros. Tórax quando é atingido, normalmente é morte certa.

    Caí em uma curva a mais de 100km/h com minha Z750 a dois meses, estava todo equipado, inclusive protetor de coluna. Quebrei o braço com o mal jeito da queda e só, sem um arranhão.
    Minha jaqueta ralou toda, minha luva rasgou. De que ia adiantar a jaqueta com airbag, se eu não estivesse de luvas e botas apropriadas? Passei 5 dias internado, contando a cirurgia para colocação de pinos no úmero e já estou praticamente recuperado. Se houvesse dano na pele e certamente músculos, ficaria 30-50 dias internado.

    O primeiro passo é parar de vender motos de 200x pra quem não tem habilitação. Metade dos leitos de trauma já estariam liberados.
    Sou a favor da obrigatoriedade de vestimenta apropriada, se somar botas, luvas, jaqueta e calça, não dá o preço da jaqueta com airbag fajuta.

    Acontece muito também do burrão não largar a moto quando não dá mais pra segurar, vai junto com a moto pro chão ou em direção ao veículo, causando traumas mais graves ainda, pois a moto normalmente cai por cima do dito cujo.

  • rogerrosato

    Motos são um meio de transporte absolutamente inseguro… não sei o que dizer sobre o assunto. Foram tantas as pessoas que conheço que morreram ou se machucaram seriamente com motos… não acho, no entanto, que limitar é a melhor medida. Onde foram parar as medidas educativas? Onde foi parar a fiscalização? E nem adianta vir falar que a fiscalização é grande porque NÃO É. Só é grande em lugares de tráfego denso… e com radares APENAS. Raramente vejo uma viatura da PRF fazendo ronda na rodovia e, mesmo assim, sempre está fazendo tudo EXCETO fiscalizando, pois os maiores absurdos podem acontecer embaixo do nariz deles, mas só multam se convir, se a cota de multas ainda tiver sido atingida na semana.

    • fabiosne

      Essa é a mais pura verdade. Se a cota de multa por mês, que vai para o churrasco dos policiais do fim de semana, estiver baixa, eles multam uma pessoa por estar com um cachorrinho minúsculo no banco de trás, dizendo que não é seguro. Aí depois a gente vê cada absurdo de carro, moto, e principalmente caminhão ultrapassando na contramão a 20km/h levando 1 minuto pra concluir a ultrapassagem numa curva super fechada, e eles nunca estão lá para multar. Uma vez estava descendo numa estrada de interior, cheia de curvinhas fechadas, e tive que sair rapidamente pro acostamento porque um caminhão estava ultrapassando o outro e ia dar de frente comigo, sendo que estava ultrapassando tão vagarosamente, que parecia que estava parado, e não estava. Isso eles não multam. Não é interessante pra elas. Dá muito trabalho multar nesses locais.

  • Projeto baiacu,o sujeito desce da moto, esquece o dispositivo , da um tranco e pronto… virou baiacu.Tem outro detalhe.. o ladrão chega…"perdeu preiboy"… vc se lembra de tudo, menos do maldito colete,pula da moto e virou baiacu, nesse caso torça para não virar baiacu furado.

    • Gostei. É pura verdade!
      Quer dizer, o estado não nos proporciona nem segurança (no sentido criminal) pra andar de moto direito, e tá na cara que um bandido nervoso vendo o dono da moto amarrado nela não vai pensar 2 vezes antes de plantar uns caroço no peito do coitado. Sem falar no medo que já temos de sermos degolados por linha de pipa a qualquer momento!

  • fabiosne

    É só usar o cérebro, que o limitador não se torna absurdo e perigoso coisa nenhuma. Se acha que não dá pra ultrapassar, não ultrapassa, MUITO SIMPLES. O caso é que as pessoas querem ficar ultrapassando sem necessidade só pra ficar competindo pra MOSTRAR quem corre mais, quem chega no destino 3 ou 5 minutos antes, NO MÁXIMO, essa é a verdade, como se esse tempo fosse grande coisa mesmo. Aí a pessoa chega no seu sentido com o EGO lá no céu se achando o maioral, como se essa atitude mostrasse quem é MELHOR. Puro alimento para o EGO da pessoa, que tem autoestima baixa e precisa correr e ultrapassar todo mundo pra se sentir melhor consigo mesmo.
    E nada mais justo esses motoqueiros terem que tirar um pouco de dinheiro do bolso pra comprar o colete. Já não pagam pedágio, ultrapassam pela direita, esquerda, por cima e por baixo. Quebram os espelhinhos dos carros se os mesmos não derem passagem, como se as vias fosse só deles, e por serem pequenos todo mundo tem que sair da frente e dar passagem. Muitos não tem educação e nem estudo direito, e por isso são mal educados e só podem comprar moto, e como o preço delas é mais acessível, por isso tem gente de monte andando de moto, todos voando. Já que é mais barato que um carro 1.0, que não anda nada, então compram uma moto de 500 cc e saem voando, desrespeitando, apostando corrida com carros, fazendo o giro delas gritar na cidade pra mostrar que são possantes, quando na verdade não são possantes coisa nenhuma, apenas são leves, é o "nada" que elas possui que faz com que 500cc já seja bastante coisa. Sendo assim, está mais do que certo o limitador e o colete. Se não tem nem R$ 800 pra comprar um coletinho, então vai de ônibus. Moto já basta menos combustível mesmo, use a economia pra comprar o colete. Aliás, 110km/h já pra pra causar muito acidente de carro que tem 4 rodas, imagina de moto que só tem duas rodas e sendo assim dá pra cair facilmente se fizer qualquer movimento brusco a 110km/h, diferentemente de carro que é mais difícil de acontecer. Apenas com capacete e BERMUDA e camisa REGATA voando pela estrada como costumo ver aqui no interior. Gente que não tem onde cair morta, então compra uma motoquinha de 500cc e sai voando pela estrada inclinando o corpo ao acelerar como se estivesse se sentindo um piloto de corrida de moto. Isso quando eles não DEITAM na moto com os pés para trás a 100km/h pra se exibir, coisa que já vi acontecer. Será que essas pessoas não vêm o quanto são ridículas. Nada mais justo então que elas tenham que mostrar que têm condições financeiras de arcar com as normas seguras pra poderem andar de moto, e não apenas comprar uma moto barata e um capacete e pronto, já podem sair voando, desrespeitando, e colocando a vida dos outros em perigo.

    • wodson

      nao vale nem a pena comentar tanta asneira

  • fabiosne

    Não vejo a hora que haja limitador de velocidade. É aí que vamos ver realmente se as pessoas compram carros caros, que consequentemente tem mais potência, por causa mesmo da beleza do carro, do conforto, ou qualidade de acabamento, etc… Ou se compram só porque o carro voa. Sou absolutamente convicto de que ninguém precisa dirigir à mais de 140km/h. Não existe a menor necessidade disso. Acho que deveria haver limitador de velocidade em moto, carro e caminhão. O trânsito do dia a dia não é pista de corrida de divertimento. Quem quer se divertir, vai num lugar próprio pra isso e se diverte. As estradas são lugares sérios para as pessoas poderem de locomover, em harmonia, de maneira organizada, e deve-se usar de todos os recursos tecnológicos para que as pessoas não possam fazer aquilo que não é adequado. O limitador de velocidade deveria ser maior nos veículos maiores e mais pesados, como caminhões, para que eles não abusem demais, porque um erro deles e MUITOS morrem. As motos também, porque elas só tem duas rodas e são mais inseguras, não há o que argumentar quanto a insegurança das motos. 110km/h está ótimo para caminhão e moto, e olha lá ainda, porque caminhão se fosse 90km/h já estaria bom demais, assim numa rodovia eles ficariam pra trás, pra atrapalhar menos, e os veículos mais leves na frente. E os carros também, porém, dos três, o carro é o mais seguro, e o que num caso de perda de controle causa menos estrago que um caminhão, então 140km/h também já estaria de bom tamanho.
    E não me importa o que os outros pensem sobre minha opinião, eu acho que ela é sensata e ponto final, nem quero saber a opinião dos outros. É o que eu acho, e pronto.

    • pririmarvil

      "E não me importa o que os outros pensem sobre minha opinião"
      Isso você chama de viver em sociedade? Todos nós temos que nos importar com a opinião dos outros, desde que não tragam prejuízos ou possam ferir alguém. Eu levo sua opinião em consideração mesmo não concordando com ela. Acho que o governo atingiu seu objetivo que é colocar o povo contra ele mesmo, já que não vemos a culpa que o governo tem, ficamos nos atacando entre nós, chamando outros que correm de loucos e tal, mas ninguém menciona a roubalheira que faz sumir a parte do dinheiro que deveria ser investida em ciclovias, passarelas para pedestres, duplicação de vias, melhoras no asfalto, educação de trânsito nas escolas, etc… Melhor proibir isso e aquilo, colocar radares pra aumentar arrecadação, colocar limitadores, e outras coisas que vão tirando aos poucos nossa liberdade de escolhas e dando mais poder ao Estado, que vai continuar rindo das nossas caras e tirando cada vez mais de nós, nos tornando escravos modernos, o que na verdade acho que já somos. Minha opinião é que mesmo que eu não corra quero liberdade de escolhas, não quero minha vida toda controlada pelo governo, nós que devemos controlar o governo, eles trabalham pra nós, não nós para eles.

      • Realmente, um governo corrupto mata muito mais que qualquer outra coisa, inclusive acidentes, o dinheiro que seria investido em educação esta na mao de poucos. E o pior é que o povo pode mudar isso mas prefere se acomodar e ver seu pais ir afundado, uma pena…

      • Luiz

        Esse cara é do mato capiauzao mesmo, e tenho dito com boi o homem não discute.
        A opinião dele é soberana e sempre estará correta, so me deixa feliz saber que isso não vai sair do papel e o "sonho" do limitador dele vai ficar lá arquivado, esperando o mofo.

        • Marlon

          Você falou tudo cara, ele escreve e pensa como o tipico "tiozão" de 60 anos que parou no tempo, nada contra quem tem mais idade, experiencia de vida conta muito, mas esse ai é do mato, como você disse, kkkkk. Aproveito pra adotar a sua frase: com boi o homem não discute.

    • wislenramos

      Acho que também deveria ter um limitador de alienação, só acho.

      • emerson_ss

        esse tipo de limitador seria totalmente proibido pelo (des)governo.

    • leo_amorim

      Sim senhor soberano dono da razão!
      Essa sua opinião demostra o tamanho do seu conhecimento sobre trânsito e os veículos que fazem parte dele e também demostra o quanto discutir idéias e respeitar diferentes pontos de vista é importante. O nobre político autor desta lei é um inteligentíssimo pensador assim como você!

  • Alemão

    Um só motivo….falta de educação.

  • wislenramos

    Vamos lá, deixa ver se eu entendi bem mais essa pataquada… Então pra 'corrigir' um problema cria-se outro?

    Esse lance de limitador é uma piada, só os mais ingênuos/ba.ba.cas irão acreditar que os nobres Senadores aprovaram esta lei porque se preocupam com a segurança do cidadão/motociclista. O 'olho de Thundera' deles vai muito além, isso aí me cheira a intensão ARRECADATÓRIA para os cofres municipais.

    Estão lembrados dos radares que serão implantados em SP (aqueles que irão monitorar em tempo real a velocidade média dos carros)? Pois bem, como a ganância das Prefeituras e Governos não tem fim, também vão fazer o mesmo com as motos. Não que isso seja ruim, claro que não, mas essa medida para a instalação do limitador de velocidade em momento algum está em prol da segurança do contribuinte.

    Vejo um Controlar 2 vindo por aí, licitações fraudulentas a favor de empresa de algum 'peixe' da Prefeitura, taxa para instalar o tal limitador em motos que já circulam sem o tal equipamento. Pois é meus caros, mais do mesmo!

    Isso se não tiver algum filho de político abrindo empresa de importação e comercialização desses tais 'coletes'. Lembram quando proibiram a circulação de motos nas vias expressas da Marginal Tietê? Foi a mesma dissimulação, disseram que a medida era por conta do alto índice de acidentes graves e fatais envolvendo motociclistas, BALELA pura, tomaram essa medida pois o custo com despesas médicas do SUS estava alta por conta dos atendimentos médicos. Em nenhum momento estavam de fato pensando na vida/segurança dos motociclistas.

    Claro que fazer é algo é melhor do que deixar como está, temos uma verdadeira carnificina no trânsito brasileiro. Mas a única saída para melhorar isso está na EDUCAÇÃO e não em radares, limitadores de velocidade e multas.

    Todos ão de concordar que para a Prefeitura/Governo é muito melhor penalizar sem educar pois assim terão receita garantida por conta das infrações.

  • tatu_peba

    Além do que o post informa, vem junto um agravamento geral das punições aos motoristas para diversas infrações de trânsito e para aquelas previstas na Nova Lei Seca. Os baladeiros podem ir pensando em outras formas de transporte…

  • toninho

    Este é o Brasil. (BASTIDORES)
    Economia estagnada e gastos públicos altos, como arrecadar mais
    – Novos impostos!,
    – "não isso é impopular, o povo fala mau, e na próxima eleição hum……."
    – há já sei, vamos fazer mais uma lei para arrecadar, pode ser multas, novas taxas
    – Ótimo vamos providenciar…….

    ESSE DEVE SER O DISCURSO DOS POLÍTICOS.

  • sparcos_ds

    Se o Governo DER esses coletes air bags, tipo aquele Denko que o datena faz propaganda beleza, porque custam mais de 1000 REAIS!

    vocês acham que aqueles motoqueiros manolos, com titanzinha 1997, tem grana pra comprar um, já que é quase o preço de uma moto? SENTA LÁ CLÁUDIA!

    • Marcos

      Dar??? Não existe nada de graça! Vai sair do seu imposto, do nosso imposto, como sempre.

  • Jonathan Iury

    110? colete? ta perdendo a graça andar de moto, vc tem q ir a um encontro formal ou uma festa, vai ter q ficar segurando essas tralhas, capacete e jaqueta.

  • saosao

    Será que fizeram um estudo minuncioso sobre isso para chegarem a tal conclusão?
    Uma hora falam que a maioria dos acidentes de moto ocorrem nas grandes cidades, onde há grande tráfego. Então por que limitar a velocidade da moto? as motos nas estradas que eu vejo correndo muito são as mais potentes, com pneus grossos e preparadas para corrida.
    Eu não defendo os velozes e furiosos de plantão, mas questiono tudo que o governo faz.

    • O_Corsario

      Falou tudo, esta lei tem dois objetivos: enriquecer o cara que fabrica o discutível air-bag para moto e criar mais uma jabuticada, motos com limite de velocidade irreal.

  • Piemonte

    Alguma coisa tem de ser feita, pois os abusos estão por toda parte, e o SUS e a previdência, já tem em seus usuários, acidentados de motos. Todo dia em SP, morre pelo menos 2 motociclistas…temos visto vídeos de 'ignorantes' que andam a 300km/h nas rodovias paulistas….alguma coisa tem de ser feita!!!
    O grande problema, é que o usuário não tem a consciência necessária, para pilotar uma moto.

  • leo_amorim

    Mais um criando leis sem demonstrar conhecimento sobre ou assunto. Igual aquela velha história do marido traido que vende o sofá ao descobrir que sua mulher o traia em cima do sofá. Já existem diversos equipamentos de segurança para motociclistas. Porque não criar uma lei que diminui os impostos sobre estes equipamentos para os tornar mais fáceis de comprar? Porque não investir na educação e capacitação dos pilotos e motoristas? Porque não fiscalisar efetivamente fazendo cumprir as diversas leis já existentes? Radar eletronico no Brasil serve mais como meio arrecadador para o Estado do que como equipamento preventivo. Mais um projeto burro que caso vire lei, não fará do trânsito brasileiro menos assassino. Provavelmente nossos nobres políticos autores e apoiadores desse projeto já possuem alguma ligação financeira com empresas de coletes-arbaigs.

  • O_Corsario

    Idiota legislando sobre coisa que não conhece dá nisso. Vai ser igual foi com o "kit salva-vidas".

  • A minha Cg pega mais de 110 na decida, entao do que adianta comprar uma maior ???
    Agora, serio… os caminhoes nas estradas andam muito mais que 110! E, imagine, termos que fazer uma ultrapassagem e surge outro veiculos atras, acima desata velocidade..
    Isso só aumenta o perigo!!
    Além do mais, a maioria dos acidentes, em media, sao com as 125 até 250 cilindradas no meio das cidades, onde o limite é 40 e andam a 80.
    LEI ABSURDA!!! Ja temos que trabalhar uma vida pra conseguir uma moto boa e transitar por estradas totalmente precarias, algumas vezes.
    Nao adianta, o Brasil está indo agua abaixo.
    Por que esses caras nao perdem tempo igual os outros 90% dos brasileiros e nao ficam preocupados com a copa?!
    ISSO É FALTA DO QUE FAZER, FALTA DO QUE PENSAR!!!

  • Se tiver algum dispositivo que obrigue a parar em semáforos e a usar as faixas no trânsito, eu acharia melhor e mais seguro pra eles mesmos.

  • AmmmmmP

    Eu vou embora daqui…. deve haver um lugar onde o que é cobrado seja equivalente ao que é oferecido….

  • Andrius Voigt

    como eu digo, no brasil nao temos uma Formação Adequada de Condutores, o que temos hoje é uma ADESTRAÇÃO DE PESSOAS PARA TIRAREM A CNH NO DETRAN!!! FATO E RIDICULO. se tivessimos um FORMAÇÃO ADEQUADA, com certeza o numreo de acidentes seria muito menor, me digam, alguem aprendeu fazer curva, postura sobre a moto, comandos, uma frenagem de emergencia? aprendeu na auto escola? nao né!!!! isso se chama IMPERICIA!!! e nao IMPRUDENCIA!!!
    Acidentes são causados por "N" motivos, mas estas pessoas que se dizem entendidos só pensam em coisas absurdas!!!
    Sou Tec. em Segurança do Trabalho especializado em Segurança no Transito e Instrutor de Pilotegam Avançada, e digo que é uma lei sem cabimento, total tempo disperdiçado e que deveria se dar atenção a formação do condutor.
    Estão REMEDIANDO AO INVEZ DE PREVENIR!!!!!
    hoje pagamos mais de R$350 reais de Licenciamento e seguro para moto, porque é mais facil cobrar mais para cubrir o afastamento daqueles acidentes pelo inss, do que melhorar a formação.
    entendeu!?

  • Shoichi Kado

    Quero ver quem vai conseguir fabricar um limitador de velocidade p/ motos carburadas, p/ motos injetadas cheio de sensores já é um desafio, e a garantia das motos, como vai ficar? as fábricas não permitirão isso, nem alarme pode ser instalado ou perde a garantia. Esse idiota nem deve ter pensado nisso.

  • granrs78

    Sou a favor de um limitador para caminhões e ônibus urgentemente, pois o que se ve desses monstros fazendo besteira nas estradas não é brincadeira não.

  • Alex

    Todos os motociclistas do país devem se unir e dar inicio a uma manifestação. O negócio é formar filas kilométricas de motos nas principais rodovias para que estes vermes do senado anulem os projetos.

  • kapanga

    Ok, só fala para esse ser, que o preço de EPI para motos custa quase ou mais que uma moto, agora isentar os EPI de imposto ninguem quer né, e outra esse arigó nunca andaram de moto, igual as estradas os caras só andam de avião por isso é essa nojera nossas estradas

  • Renan

    Na década de 90 a Folha de São Paulo fez uma pesquisa questionando a população se no Brasil havia racismo, cerca de 80 % responderam que sim, mas quando eram questionados se já tiveram uma atitude racista todos respondiam que não. Conclusão, o Brasil é um país racista sem pessoas racistas. O mesmo ocorre no trânsito, creio que quase todos são unânimes em elencar a imprudência como principal causa de acidentes de trânsito. Mas uma minoria irá admitir que cometeram ou cometem infrações eventualmente. Conclusão, a culpa sempre é do vizinho, o inferno são sempre os outros, mas a estatísticas pouco mudam.

  • Carvalho

    Isso só pode ser falta do que fazer.. Porque esse FDP não vai lutar para melhorar as estradas do interior do Brasil? ou lutar p/ melhorar a educação, saúde etc..

  • Eliasar

    Ideia de jerico…

  • mario

    o pior de tudo galera é que ate agora o pessoal que tem moto ainda nao fez nada, nao mostrou sua opiniao nas ruas muitos nem sabem o que esta acontecendo. dessa forma a lei vai ser aprovada,o povo do congresso acha que esta agradando,ai já viu e só esperar as blits e ver sua motinha indo embora no guincho

  • Sobre esse colete airbag isso é uma piada mesmo né essa lei é igual a outra que inventaram para os kit de primeiros socorros que foi obrigatório nos carros que no final acabou senda uma baita roubalheira só pra vender aquela porcaria.
    Se você bater a 110 km ou menos que isso vai se ferrar do mesmo jeito com ou sem esse COLETE AIRBAG se não morrer vai ficar todo quebrado não existe segurança total em moto basta sermos cuidadosos. e outra esse colete deve ser o mesmo principio dos airbag de carro usou uma vez já era tem que comprar outro a brincadeira esses políticos ah vai inventar leis para punir traficantes, assassinos entre outros isso eles não fazem…

  • Luis

    Como a maioria dos deputados andam de BMW, Audi e Mercedes, fico tranquilo quanto a não aprovação da lei no que se refere ao limite de velocidade (110 km/h). Quanto a jaqueta com air bag, se tirarem os impostos e os preços cairem, acredito que não será necessário lei para serem utilizados, grande parte dos motociclistas não os compram em razão dos preços absurdos.



Send this to friend