Etc

Como fazer o controle da embreagem?

Saiba como fazer o controle da embreagem.

Como fazer o controle da embreagem?


Fazer o controle da embreagem é um tanto complexo, principalmente para os novatos de CNH (Carteira Nacional de Habilitação), que ainda estão no processo de aprendizagem e se acostumando com o veículo.

Todavia, realizar esse jogo dos pés pode ser simples e fácil para alguns, e nem tanto para outros, mas nada que um bom treino não resolva.

Como fazer o controle da embreagem?


VEJA TAMBÉM:

Esse é um processo muito importante para quem está na Auto Escola, isso porque o avaliador do Detran pode solicitar que você faça o controle da embreagem.

O nervosismo acompanhado do medo poderão lhe prejudicar e reprovar.

Antes de entrar nos detalhes sobre o controle, conheça brevemente a função da embreagem em um carro.

Qual a função do sistema de embreagem?

Como fazer o controle da embreagem?

A embreagem é um equipamento que fica localizado entre o motor e a caixa de câmbio.

Esse instrumento é responsável por transmitir a força produzida pelo motor para caixa de câmbio. E assim, fazendo o repasse para os demais componentes do sistema de transmissão.

Um desses repasses é a força levada para as rodas.

Conhecendo seus componentes, podemos destacar três principais: o disco; o rolamento e o platô.

  • Platô: é formado pela mola membrana e pela placa de pressão, isto é, faz parte da carcaça da embreagem;
  • Disco: é uma peça fundamental que faz interligação de transmissão e motor. Também tem como função o amortecimento, diminuindo os ruídos e desgaste na transmissão;
  • Rolamento: outro instrumento importante, ele é quem aplica força extra, resultando no afastamento das placas de pressão do disco. O movimento faz a interrupção da transmissão da rotação para a caixa de câmbio. Assim, auxilia o motorista a fazer troca de marcha com mais suavidade e sem erros.

Como fazer o controle da embreagem corretamente?

Como fazer o controle da embreagem?

Como mencionamos anteriormente, controlar a embreagem é recurso importante, pois, pode ser pedido na avaliação prática do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

Esse controle nada mais é do que manter o veículo parado em aclive ou declive. Logo, para saber realizar, é preciso antes entender como trabalhar com cada uma delas.

No Aclive você usará a primeira marcha. Já no declive, será necessário utilizar a ré. O passo a passo a seguir, serve tanto para descida quanto para subida. Só lembre de deixar a marcha no ponto certo.

Na prática, primeiro, mantenha a aceleração com o carro parado e encontre o ponto da embreagem, obviamente sem pisar no freio.

Como fazer o controle da embreagem?

Atenção à falta de aceleração. Esse é um erro corriqueiro.

No momento da avaliação do Detran, o aluno pode ficar tão preocupado em achar o ponto da embreagem, que acaba movimentando o pé do acelerador, fazendo a rotação cair, e, por falta de aceleração, o carro morre.

Portanto, atenção, enquanto encontra o ponto da embreagem, mantenha o automóvel acelerado (sem movimento).

Se o veículo estiver subindo (indo para frente), é um sinal de que você pisou pouco na embreagem, então, pressione mais pouco devagar que certamente ele irá parar.

Como fazer o controle da embreagem?

Caso esteja descendo, significa que você pisou com excesso na embreagem. Ao identificar isso, basta reduzir suavemente até que fique no ponto certo.

Uma dica valiosa para você que está na subida é identificar pelo volante. Ao sentir que ele está trepidando, é porque você chegou à posição certa da embreagem.

A manobra de controle de embreagem exige muito treino. Em vista disso, se você pretende praticar para o exame do Detran, não deixe de ir fazendo até se sentir seguro.

Fazer um longo controle da embreagem pode danificar o sistema?

Como fazer o controle da embreagem?

Segundo alguns especialistas, o controle da embreagem pode gerar problemas futuros.

Enquanto o disco fica parado, o platô segue girando. Nesta situação, o material de contato do disco sofre com o atrito e consequentemente ocorre o desgaste do equipamento.

O disco suporta modulação de dois a três seguros; se porventura, o motorista ficar fazendo o controle, o desgaste chega a ser de 100 partidas em uma única vez, ou seja, um grande risco.

Como fazer o controle da embreagem?

Além do mais, é gerado um aquecimento, correndo o risco de gerar superaquecimento do sistema.

Por fim, é recomendado o controle apenas para colocar o carro em movimento. O indicado é sempre fazer a modulação na embreagem com mais rapidez, o que é possível após alguns treinos.

Quais são os sinais de que a embreagem está com problema?

Como fazer o controle da embreagem?

Embora possa variar, a embreagem é um dos equipamentos que sofre com o desgaste natural.

Uma hora ou outra você terá de fazer a troca. Mas antes disso, é preciso estar sempre de olho e com as manutenções em dia.

A forma como o condutor a utiliza, também influenciará em sua durabilidade. Um exemplo é fazer um longo controle como mencionamos no tópico anterior.

Como fazer o controle da embreagem?

Preste atenção aos sinais de problema:

  • O ruído é o sinal principal. Ao identificar barulhos ou ruídos na troca de marcha, significa que existe um contato direto: ferro com ferro. E, neste caso, o condutor deve procurar uma oficina;
  • Falta de regulagem: ao perceber que o carro está se movimentando rápido demais, procure uma assistência para fazer a regulagem adequada;
  • Ao sair com o automóvel, o veículo começou a trepidar? Provavelmente o platô ou o disco pode estar empenado e aí é preciso uma manutenção na embreagem;
  • O pedal está pesado e muito firme? Pode ser um sinal de que as peças estão desgastadas;
  • Uma alteração na embreagem pode deixar o automóvel patinar, sem força necessária para subir em ladeiras e morros.

Dicas para elevar a vida útil da embreagem

Como fazer o controle da embreagem?

  • Use os freios ao invés da embreagem para manter o veículo parado em subidas, vale também o freio de mão;
  • Se o seu carro for de câmbio manual, não deixe o pé apoiado no pedal da embreagem enquanto dirige. Isso afasta o platô do disco, causando lixamento do disco;
  • Quando estiver parado em trânsito intenso (engarrafamentos), deixe o veículo em ponto morto e com os pés no freio ou no de mão para evitar o forçamento do sistema de embreagem;
  • Evite fazer redução de marcha muito exagerada, essa prática pode danificar o disco da embreagem;
  • Faça as trocas de marcha gradativamente, ou seja, em ordem de acordo com as rotações do motor.
Como fazer o controle da embreagem?
Nota média 3.8 de 5 votos

Darlan Helder

Darlan Helder

Darlan Helder, natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011. Além disso, atua com produção de conteúdo para plataformas digitais em agências de comunicação.

  • Louis

    Uma coisa interessante no Kwid, no pedal de embreagem tem um sensor (botão), quando se pisa na embreagem a rotação do motor aumenta ligeiramente para evitar que o carro morra. Para mim não faz muita diferença, mas para quem está começando a dirigir isso é muito útil, é muito difícil o carro morrer, é possível apenas soltar a embreagem sem acelerar e o carro sai andando.

    • T1000

      O sensor é para economizar combustível. Ele reduz a rpm se o carro estiver em ponto morto. Nao tem nada a ver com ajuda a motoristas navalhas.

      • Louis

        A real finalidade eu não tenho certeza, vi esta explicação em um video. Mas percebi que ao pressionar a embreagem a rotação muda. Talvez o fato do carro dificilmente morrer seja coincidência mesmo. Todo carro tem este sensor?

        • Fellipe Câmara

          O Ford Ka atual tem esse mecanismo também.

    • Rodrigo

      Esse “botão” informa a ECU que a embreagem foi acionada, tem em todos os carros, meu GOL G5 comprado em 2010 já tinha isso.

      Isso serve apenas para acionar as estrategias de ECONOMIA de combustível na ECU.

      O fato do seu Kwid aumentar de rotação quando você pisa na embreagem nada tem haver com esse botão.

    • Nicholas Jensen

      O meu 307 tem esse aumento de rotação, mas somente quando você está com meia embreagem e rapidamente aperta a embreagem, aí tem um aumento de rotação, mas não sei o motivo disso.

    • Unknown

      Soltar a embreagem sem acelerar e o carro sair andando é possível em qualquer carro manual… Acho que este recurso do kwid se deve às características da curva de torque do motor…

  • Raimundo A.

    Comecei a ler a matéria e estranhei algo que só foi dito no final. Quem tem preguiça de ler até o fim não vai entender ou estranhará. No começo, o controle de embreagem dosando aceleração com o pedal da embreagem exige que o veículo esteja parado. Faltou dizer que o freio de estacionamento, que pode ser de mão ou de pé, precisa ser acionado, outra falha no final do texto ao dizer que aciona com os pés o pedal de freio ou o de mão. O pé é com pé e o de mão é com a mão. Não o pé no freio de mão.
    Tem gente que tem o mal hábito em baixos aclives de segurar o veículo com o controle de embreagem. O bolso depois vai reclamar. Embora aqui o usuário tenha que se virar para aprender o controle de embreagem, quem permanecer com esse receio passando na prova, mas for inteligente e souber pesquisar, compre veículo que tenha auxílio a aclives, que mantém os freios acionados entre 1 e 3s permitindo de forma mais segura e rápida o controle de embreagem.
    Se tiver mais dinheiro ainda, aprenda não só a conduzir veículo com MT, mas também AT e tão logo compre com este último. Fazer veículo AT morrer em subidas de frente ou de ré é para poucos. Por outro lado, o risco é acelerar demais e perder o controle.

    • Louis

      Constantemente vejo ideotas segurando o carro na subida com a embreagem. Normalmente em semáforos. Eu fico rindo, só pensando na embreagem indo pro saco.

      • Highlander

        Semáforos em ruas com aclive é o terror de motoristas novos, pior quem segura o carro na embreagem é quem para colado no carro da frente em ruas de aclives!

      • RicLuthor

        Eu não acho idiotice, talvez seja hábito daqueles motoristas mais antigos, na verdade é uma boa habilidade. Pior é quem retém no freio ou puxa o freio de mão, mas na hora de sair faz barbeiragem correndo o risco de bater no carro de trás ou no da frente.

        • Raimundo A.

          Habilidade em acabar com o veículo. O certo é justamente a crítica sua quanto aos procedimentos. Inexperiente erra. Normal. Um dia aprende.

          Mas há quem defenda menores de idade aprender nos carros dos parentes correndo o risco de fazer besteira para depois chegar a auto escola esnobando que já sabe dirigir. Teve a oportunidade de errar com gente conhecida. Passar por sabidão depois é fácil.

        • Louis

          Não sabem usar a embreagem, depois vão reclamar que o carro não presta porque teve que trocar embreagem com 20 mil km…

  • JGx

    Resumindo: vá soltando devagarinho, até sentir que o carro quer andar. Aí acelere de leve pra não apagar, e continue soltando até o final.
    Em subidas, comece com a ajuda do freio de mão. Com treino pega o jeito

  • Luis Burro

    Engraçado eu sonhei com o tema bem hj,até expliquei como ela funcionava pra algm.
    Eu sempre me intressei pelo sistema de transmissão e ainda ñ entendi direito como ele funciona,e só recentemente percebi como q a embreagem tbm funcionava pq sempre achei q fosse o contrário…em vz do material de atrito dela servir pra transmitir a rotação eu achava q era pra frear o movimento pra poder desacoplar do motor e msmo assim ficava sem sentido isto kkkk,por isto achava muito estranho,ainda bem q percebi enfim!

  • Luis Burro

    Mas com a diminuição das transmissões manuais nos mercados principais o país ñ corre o risco de ter só a disponibilidade de automatizados e automáticos futuramente?
    E como será a postura das auto escolas,ainda irão oferecer cursos nos manuais tbm?

    • Luis Burro

      Eu acho q deveria msmo q ñ tivesse mais no mercado dos 0km,pq ainda ia ter muito nos usados!

  • Alvarenga

    Esquece embreagem, é coisa do passado.
    Vai ser tudo eletrico, sem embreagem.
    Se não for eletrico vai ser automatico ou automatizado.
    Se não for automatico, vai ter no mínimo o auxilio de partida em subida, ou seja, modular embreagem ja era !
    O futuro é dos brações !
    Se eu montar em um cavalo hoje nem sei como fazer ele começar a andar, vou tentar falar na orelha dele e convence-lo a andar e parar. Embreagem vai ser a mesma coisa em alguns anos.

  • Domenico Monteleone

    Nada supera a prática. A menos que você seja ruim de volante mesmo.

  • Eduardo Sad

    “Nada que um bom treino não resolva.” Hahaha tem gente que pode treinar o que for… Que o negócio não sai…

    • Vinicius Corrêa da Silva

      O foda é aqui em Minas Gerais , to tirando a carteira de Habilitação de carro aqui a auto escola ensina tudo errado , vamos alguns exemplos : 1- Fazer controle de embreagem tanto na subida e na descida tendo que parar o carro so com a embreagem sem usar freio ( ninguem faz isso no dia a dia so aqui : (

      2-outro erro quando para no sinal tem que ficar com o pe atolado no freio e na embregem , invez de parar o carro no neutro e segurar o carro apenas no freio e se precisar o freio de mão , ja perguntei la e me falaram que isso é errado sendo que a mioria das pessoas que dirigem e tem experiencia dirigi assim .

      3- Colocar a cabeça pra fora ou o braço pra fora em parada paralela do lado de outro carro ( sendo que isso é proibido por lei ) , mas ensinam e cobram aqui em Minas Gerais .

      Esses são alguns erros que eu fazendo aula percebi ,deve ter mais erros … Um conselho se puderem não tirem carteira de habilitação em Minas Gerais , pois ja vi que outros estados não tem essa ” palhaçada ” ou se não tiver jeito depois que tirarem carteira de voces dirigem da forma correta e não como te ensinaram na auto escola ( Lembrando que isso é para quem mora aqui em Minas Gerais ) .

      • Eduardo Sad

        Aqui em MG é assim mesmo. Tenho carteira há 19 anos e esse processo de habilitação que vc descreve é o mesmo que eu fiz. Muita coisa arcaica…

      • Nicholas Jensen

        Quanto a observação número 2 sua, eu acho errado deixar o carro em neutro parado em semáforo por um motivo. É em caso de urgência, precisar arrancar o carro para escapar de algum evento, seja qual for, com a marcha engatada você tem um ganho em milésimos de segundo para escapar. Lembrando que em carros automáticos vale o mesmo, e tem um ganho em caso de colisão traseira.

        O resto eu concordo, e aqui no PR também ensinam a segurar o carro em aclives apenas com a embreagem, até demorei a perder este costume em semáforos.

  • Dherik

    Controle da embreagem é algo que pode variar muito de carro para carro.

    Comparando dois carros que dirigi muito: no HB20 1.0 é muito fácil controlar, consigo fazer sem pensar. No up! TSI eu tinha que ficar sempre meio esperto para o carro não descer muito ou morrer. No up! TSI parece que o ponto da embreagem correto para conseguir ficar parado no mesmo lugar é muito mais “curto”. Já ouvi a mesma reclamação do Golf 1.0 TSI manual (vejam o vídeo do Emílio Camanzi sobre este Golf).

    Gostaria de entender porque isto pode variar tanto de carro para carro.

    • André S. Jr.

      É aquele negócio, né cara… Cada fabricante estabelece o seu próprio padrão em relação aos seus produtos. Cabe ao consumidor decidir qual desses padrões se encaixa melhor com ele.

      Eu, por exemplo, não me adaptei bem com os carros (que eu já dirigi até hoje) da Chevrolet. Mas com os da VW e da Fiat, já notei uma diferença mais favorável a mim.

    • Mike Milankovic

      Dirigi os 2,o hb20 tem uma embreagem mais fácil de controlar no Up tsi no primeiro teste drive na rampa da css deixei o carro morrer 2 x e em outro test drive foi uma vez,já na terceira vez que dirigi o Up tsi não deixei o carro morrer

  • Fernando Gabriel

    Vim por causa das pedaleiras xunning mais velozes e mais furiosos..kk

  • Rogério R.

    Eh embreajinha! A tal da embreagem é fogo, pois ela varia de carro para carro, em uns é um pouco alta, em outros é pouco baixa… Isso aí é treino, não tem jeito, mas mesmo assim eu ainda gosto dos MT.

  • Retrato do Papai

    o que mais estraga a embreagem é manobrar com motor em alta rotação… tipo quando alguém vai entrar ou sair de alguma vaga/garagem em local bem íngreme, principalmente se for de ré, se acelerar muito (como normalmente costumam fazer) é certo o cheiro de embreagem queimada logo após a manobra…

  • Mike Milankovic

    Apanhei muito da embreagem

  • José Barbosa

    Que reportagem mais sem sentido no século XXI.
    Peçam para quem nunca pegou um automático com assistente de partida em rampa para fazer um teste, e depois me digam que “prazer” que existe no manual.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email