Matérias NA Mercado

Como funciona: carros de leilão

leilão-carro

Sobretudo pelos preços bem mais em contas que os praticados no mercado de seminovos e usados, os carros de leilão parecem ser bastante atrativos aos olhos de consumidores mais leigos. Normalmente, um carro seminovo em leilão pode sair por um valor inferior a 30% em relação à cifra praticada na tabela Fipe. Esta prática pode ser vantajosa tanto para os revendedores de veículos como também para o consumidor final que planeja estacionar um bom carro na garagem, mas que na maioria das vezes não dispõe de uma grana proporcionalmente elevada.


Porém, é preciso tomar uma série de cuidados antes de ingressar neste modelo de negócio. É necessário que você se informe minuciosamente antes para saber como funciona tal procedimento e os riscos e benefícios proporcionados por ele. Para te ajudar nessa, respondemos abaixo algumas das principais dúvidas dos consumidores quanto a leilões de carros. Confira:

Como funciona ou como participar de um leilão de carros?

A concepção de um leilão de carros é um tanto quanto simples. Porém, antes de tudo é recomendado que você dê uma boa lida ao edital do leilão. Lá constam todas as regras para a comercialização dos veículos, inclusive o processo para arrematar um exemplar e fazer o pagamento. Com isso, você evita passar por quaisquer problemas por algo que não foi te informado anteriormente.

Após isso, você deverá observar os lotes (formado por um automóvel cada) em leilão ofertados presencialmente ou através do site da empresa, que são anunciados um a um. Assim que o lote de seu interesse for anunciado, você poderá dar o seu lance (respeitando o lance mínimo) e, caso existam mais pessoas interessadas no mesmo lote, você irá disputar com elas para decidir quem dará o maior lance.


É importante salientar que, após você arrematar o bem com um determinado lance, não será possível cancelar a “aquisição”. Caso o vencedor do lote não faça o pagamento no valor dado como lance, o cadastro costuma ser bloqueado, impedindo-o de participar de futuros leilões.

Há diversas formas de participar de leilões de carros. No caso de exemplares apreendidos por falta de pagamento ao banco por parte do proprietário, por exemplo, normalmente as instituições financeiras informam aos interessados o leilão que atende a sua região ou estado. Para tal, você deve entrar em contato com a organização para receber mais informações – elas podem ser repassadas por chat online, no próprio site ou por ligação, dependendo do banco.

leilão-carro-2

Quais os tipos de leilão de carros disponíveis?

Há três principais tipos de leilão de carros que normalmente são praticados em nosso País. Um deles é o leilão de recuperação financeira, que é organizado pelos bancos, onde todos os automóveis são recuperados pelo Detran, Polícia Federal e estatais devido a falta de pagamento, como damos como exemplo no início desta matéria.

Há também o leilão de montadora, que é composto por carros da própria frota da montadora, que normalmente são utilizados em operações internas ou para testes, por exemplo. Trata-se de um dos melhores tipos de leilão, visto que o estado de conservação tende a ser melhor.

Por fim, o leilão de seguradora é oferecido, obviamente, por seguradoras. Porém, este não costuma ser uma boa opção, visto que os carros ofertados podem ter sido recuperados de furto e roubo ou até mesmo sofreram algum tipo de colisão e foram recuperados posteriormente. Neste caso, há riscos de você pegar um carro que possa te dar problemas futuramente.

Como verificar a procedência de um veículo de leilão?

Uma das principais características negativas de um leilão é o fato de que o interessado não pode testar um veículo que está sendo leiloado. Isso se deve, sobretudo, pela enorme quantidade de veículos que são oferecidos nos leilões. Logo, as empresas responsáveis não conseguem proporcionar as mesmas condições de avaliação que uma concessionária com o auxilio de um vendedor daria, por exemplo.

Nesses eventos, você só consegue checar detalhes de acabamento e possíveis avaria na lataria e no conjunto mecânico somente usando o seu próprio olho. Não é permitido nem ligar o carro, quanto menos engatar a primeira marcha para fazer um test drive para avaliar se ele realmente está em boas condições para você andar por aí. Sendo assim, caso você não tenha o mínimo de conhecimento para avaliar “a olho nu” se um carro está em boas condições ou não, comprar um carro de leilão pode ser uma fria.

É possível financiar um veículo em leilão?

Normalmente a empresa responsável pelo leilão não oferece a opção de parcelamento do bem. O pagamento deve ser feito a vista e há um prazo para tal, que normalmente chega a cinco ou sete dias. Há também os 5% de comissão do leiloeiro e custos com documentação e guincho.

leilão-carro-3

Preciso arcar com impostos e reparos de um veículo de leilão?

Caso você arremate um veículo que tenha parcelas atrasadas de IPVA ou ainda tenha alguma avaria que seja necessário um reparo posteriormente, você deverá arcar com todos esses custos. Essas informações costumam ser disponibilizadas no edital do leilão, inclusive se ele já passou por acidentes, ou ainda num papel pregado no para-brisa do veículo caso o evento seja presencial. No caso de eventos do Detran, todos os documentos e pendências são regularizados pela organização.

É interessante ainda ir ao leilão acompanhado de um mecânico de confiança, que poderá averiguar os possíveis reparos a serem feitos e ainda repassar um valor médio que será gasto para tal.

E como fica o seguro de um carro de leilão?

Aí que está um dos principais pontos negativos de um carro de leilão. Como grande parte desses modelos já passaram por algum sinistro, muitas seguradoras acabam não aceitando esses veículos. Ou se fazem o seguro, costumam cobrar valores mais altos e com uma indenização de sinistro menor, de algo em torno de 70% da tabela Fipe.

Consigo descobrir se um determinado veículo já foi leiloado?

Sim, é possível descobrir se um carro já participou de leilão e foi arrematado em tal evento. Para isso, há algumas ferramentas online que cobram uma pequena taxa para você consultar o histórico do veículo, como financiamentos, pagamento de impostos, se ele já foi ofertado em algum leilão e também se há registro de sinistro de perda total em caso de sinistro.

COMPARTILHAR:
  • Saulo Gomes

    Leilão é bem tranquilho, só precisava ir ver o carro e fugir dos leilões da PRF que vem inteiro depenado.

    • El Gato Negro

      Ver o carro pessoalmente não é garantia de nada. Você não pode abrir o capô, ver o interior e, muitas vezes, nem chegar perto. É uma loteria.

      • Saulo Gomes

        Igual poker, é uma loteria, mas só com sorte você não ganha, olhando já dá para estimar quilometragem, no motor dá para ver vazamentos e se foi muito mexido, estado de pneus, se tem chave etc. E de toda forma todo carro usado é loteria e no caso dos Fiats os novos tb.

        • Marcelo Henrique

          Adicione também os carros de financiadoras. Aparece cada porcaria a peso de ouro…
          Mas tem um que garanto: Toyota Bandeirante e algumas raras Land Rover Defender de Furnas Centrais Elétricas.

        • Ⓜ️arcelo

          poker não é loteria

      • Wilson Junior

        Tem que ter conhecido la dentro, ou molhar a mão de alguem, pra pegar só os filés….igual os lojistas fazem…..

  • Eduardo Sad

    Penso ser negócio pra quem já é “do ramo”. Um leigo como eu é muito provável que faça um negócio ruim, ou ao menos, que não traga vantagem significativa. Um conhecido meu, que tem oficina, uma vez arrematou um Vectra GLS. Deixou pra retirar do pátio no dia seguinte e o carro tinha sido todo depenado. Nao tem com quem reclamar. Assinou a papelada, a responsabilidade é sua!

  • SDS SP

    Eu sei que tem coisa boa, mas eu passo. Às vezes a diferença de preço nem compensa pelo risco.

  • afonso200

    engraçado que nos EUA pode entrar, ligar, ver capo, ver km, olhar todo carro, a vontade.

    • Marcelo Henrique

      O mais engraçado é ver um carro 2012 com banco de couro, automático, completo de tudo por um valor irrisório e o cara falar que é um carro mais ou menos enquanto que no Brasil ainda seria um carro excelente.
      Lixo para eles é um veículo com arranhões ou pintura queimada no capô ou teto, aí sim o cara está te pagando para ficar com aquele Ford Fusion.

  • Renato Duarte

    Leilão compensa,, mas desde que o lance seja inferior a 60% ao da tabela FIPE (carros sem nenhuma avaria). No caso de carros oriundos de colisão, quando são de seguradoras, o lance tem de ser ainda menor, pois senão não faz sentido a trabalheira toda e no fim não conseguir lucrar.

  • Marcelo Henrique

    Vi no canal do Denis Injetcar, oficina mecânica, um dono de Civic de 9ª geração de leilão que não ligava.
    Aí descobriram que o motor não tinha anéis dos pistões e nem as bronzinas do motor e outras coisas menores faltando.
    Como o orçamento das peças saiu caro demais, o dono decidiu comprar um motor usado e deu o motor antigo como parte do pagamento.
    Leilão é loteria, se tem muita sorte vai lá e encara. Mas se tú for azarado que nem eu, nem perca tempo.

  • Luis Burro

    Sou meio desconfiado depois de uma matéria q algm reclamava da concorrência desleal de grupos q ficavam com os melhores produtos e só deixavam os refugos pra galera q ñ é do ramo.

    • Marcelo Henrique

      Me fez lembrar dos Mareas do Senado.
      Se não me engano, teve Marea 2.4 HLX blindado que seria de uso do Collor que foi vendido por 40 mil ou pouco mais. O motivo, segundo os entendidos, é que o veículo era pouquíssimo rodado…
      Nessa epoca a Localiza vendia os seus Vectras 2.4 blindados por menos de 30 mil reais.

    • Antonio_Brust

      É fácil de explicar. Os melhores carros sempre ficam para os próprios funcionários ou os que têm, direta ou indiretamente, alguma relação ou contato com as seguradoras, bancos ou empresas que intermedeiam essa relação.

    • Esquilo Tranquilo

      Sempre tem, conheço gente que “trabalha” com isso e pega todos os carros bons antes de iniciar o leilão, fica só o refugo do refugo.

  • Alisson Bona

    A maioria dos leilões que eu vejo os caras se matam, fica quase inviável…
    mas alguém sabe que plataformas são estas que a reportagem cita?

  • Alvarenga

    Tô fora. O preço pra quem não é do ramo acaba não sendo bom e depois o carro é um micaço, isso quando não esta um lixo completo. So serve pra gente do ramo ganhar dinheiro em cima.

    • Wilson Junior

      Isso é verdade. Os carros que estão bons, jã tem destino certo. Oque sobra vai pro leilão “aberto ao publico”.

  • TijucaBH

    O grande problema de leilão é que muitos leigos descobriram esse canal de venda e estão puxando os lances pra cima sem contabilizar o fator risco. O cara compra um carro, dá um tapa no visual e ganha 2 mil reais. Ele faz isso uma, duas, tres vezes e acha que está com a bola toda, mas aí no quarto carro ele descobre que o cambio automatico ou o motor estão com problema e vai ter que gastar 8 mil pra arruma. Lucro foi todo por agua abaixo e ainda vai ter que enfiar a mao no bolso. Pra mim hoje do jeito que está, leilão é pior do que cassino. O cassino boce consegue limitar sua perda e ainda por cima ae diverte à noite, leilão é o contrario, o limite é enorme e voce ainda pode perder noites de sono.

  • Eng Turbo

    Eu copro carros de leilões a quase 20 anos e dou a dica pra quem quer começar: Compre SOMENTE carros de frota de montadoras, esqueça o resto…..Financeira e Seguradora são categorias somente pra quem é do ramo, pois envolve muito risco. De todos os carros que comprei ate hj, os melhores são sempre os LANÇAMENTOS, carros que acabaram de chegar ao mercado, não estão precificados como usados, ninguém sabe a aceitação e por isso os preços são atrativos, além de serem carros praticamente zero KM. Os melhores leilões de montadoras são:
    VW – Superbid
    Ford – Milan
    Fiat – Superbid

    • EMJ

      Eng Turbo, no caso do Superbid ou Milan, a transferencia de propriedade é realizada diretamente pela fábrica ou é pela Superbid? Como é um leilao diferenciado, em uma consulta por exemplo por um Carcheck ou vistorias Dekra da vida, aparece historico de leilão? Ou aparece como remarketing ou algo do genero?
      Vejo diversas oportunidades nesses leiloes, mas ainda desconheço como ficaria o historico desses carros, o que acaba desvalorizando muito no mercado, mesmo comprando bem. Um tempo atras a Hyundai disponibilizou um lote de varios carros zero km, sem emplamento, mas com alguns danos de fácil reparo. Nesse caso, o adquirente torna-se o “primeiro” proprietario, mas ainda assim, constaria historico de leilao, certo?

      • Eng Turbo

        Tudo que comprei no Superbid veio sem identificação de leilão, ja a Milan tem esse problema.
        NUNCA compre carros da Hyundai, NUNCA mesmo….os carros são canibalizados para atender os clientes em garantia e depois vão a leilão DEPENADOS, faltando acessórios, acabamento, eletrônica, sensores, etc

        • Thiago Gomes

          Eu tava vendo uns leiloes da Ford no Milan, mas se aparece identificaçao de leilao complica…só vale a pena para usar…pq depois pra vender carro zero com identificaçao de leilao é complicado…Já comprei de frota de outro leilao e ao apareceu nada…

  • Hugo Borges

    O financiamento também é dificultado, precisa de carta de consentimento.

  • Jefferson A.

    acho que leilão já não é um bom negoçio, com leilão sendo feito por internet o preço que estão sendo pagos nos carro são muito alto, e quando não é atingido um valor mínimo o carro volta pra ser leiloado. fora que muitos desses são carros bem zuadinhos que acabam voltando para o mercado de usado e piora ainda mais a qualidade já baixa dos usados.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email