Segurança

Como perder o medo de dirigir?

Como perder o medo de dirigir?

Como perder o medo de dirigir?


O trânsito das grandes cidades está cada vez mais caótico. O brasileiro passa, em média, quase duas horas e trinta minutos preso no automóvel para se deslocar de casa até o trabalho, ou para serviços básicos como ir ao médico e ao shopping. A pesquisa foi realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC).

Pela média anual, passamos mais de um mês inteiro presos dentro do carro. São exatos trinta e sete dias e meio. O Centro-oeste lidera o ranking com 40 dias, seguido do Sudeste com 38 dias, do Sul com 37 dias e o Nordeste com cerca de 33 dias.

Como perder o medo de dirigir?


Esse tempo gasto preso no veículo acaba afetando o condutor com estresse, tensão, além de desgaste físico e mental. Todo esse efeito também gera medo, principalmente, para os novos motoristas.

A violência presente no trânsito brasileiro é outro fator que contribui para esse bloqueio. O Brasil é o quinto país mais violento no trânsito, perdendo apenas para Índia, China, Estados Unidos e Rússia.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF), as principais causas são falta de atenção, velocidade incompatível, ingestão de álcool, que disparou surpreendentemente durante dez anos, ainda tem a desobediência à sinalização, ultrapassagens indevidas e o sono.

Como perder o medo de dirigir?

A fobia de dirigir veículos automotores atinge cerca de 2 milhões de cidadãos brasileiros, o número representa quase a população do Amapá, Roraima e Acre, segundo indica a Abramet, Associação Brasileira de Medicina de Tráfego. Infelizmente as mulheres correspondem a 80% desse número.

Como perder o medo de dirigir?

Como perder o medo de dirigir?

Bem, o medo não exatamente está apenas ligado a violência, pois, especialistas explicam que até mesmo um trauma de infância pode influenciar. Mesmo com números nada animadores, é possível dirigir sem ter medo? É isso que iremos explicar aqui neste artigo.

Como perder o medo de dirigir?

Como perder o medo de dirigir?

Para você que deseja perder o medo de dirigir, especialistas explicam que isso é possível e dependente, principalmente, de você mesmo. Confira a seguir algumas dicas essenciais para deixar esta barreira longe.

Para perder o medo de dirigir, o primeiro passo é eliminar os pensamentos negativos. Você deve ter ouvido que em muitas vezes somos os nossos próprios inimigos, certo?

É exatamente isso que acontece e, por isso, devemos apagar reflexões como “não vou conseguir dirigir, “não tenho capacidade, “vou causar acidentes”, dentre outras frases. Acredite em você!

Como perder o medo de dirigir?

Conte com a ajuda de pessoas que te incentivam. Pode ser um amigo, parente ou filho. Peça auxílio para essas pessoas que estão sempre do seu lado, te motivando e apoiando em cada desafio.

Em seguida é o momento da programação. Se você já possui um amigo para te motivar, vamos dar início ao fim do medo. Programe-se para sair dirigindo, opte por lugares sossegados, onde você poderá treinar sem muita pressão como em vias expressas.

Faça isso aos domingos ou feriados por ser mais tranquilo. Pegue o carro e dê uma volta no quarteirão. Não se preocupe com tempo, com avaliações e pressões, como nas autoescolas.

Leve também uma garrafa com água para momentos de ansiedade. Tente repetir essa programação até se sentir mais confiante e preparado para outras situações.

Como perder o medo de dirigir?

Lembrando que não é permitido trafegar sem a Carteira Nacional de Habilitação, mesmo treinando, confira se está levando o documento consigo.

Nós aprendemos com os nossos erros, por isso, se permita errar. Isso faz parte da nossa evolução. Não se estresse quando deixar o carro morrer, ou quando pisar bruscamente na embreagem. Tudo isso faz parte do aprendizado.

Após identificar uma evolução, encare novos horizontes. Aumente o seu percurso, assim você vai perder o medo de dirigir. Se antes você andava por um quarteirão, acrescente mais. Se já estiver pronto, trafegue por uma via expressa. Não precisa ser aquela principal da sua cidade, vá dentro do bairro e posteriormente vai avançando.

Como perder o medo de dirigir?

Com isso, procure inserir alguns pequenos obstáculos em todo esse processo. Utilize o veículo e seu momento de aprendizado para ir até à padaria, manicure, posto de gasolina, no mercado ou no shopping. Nada melhor do que a prática.

Um ponto muito importante é identificar o causador desse medo de dirigir. Reflita sobre como esse receio surgiu e trabalhe ele para eliminar de alguma forma.

Como perder o medo de dirigir?

Principalmente para quem depende do carro, o medo de dirigir pode causar outras consequências. Imagina perder uma vaga de emprego dos sonhos por não dirigir, mesmo tendo Carteira Nacional de Habilitação? Esse é um dos fatores que faz muito brasileiro procurar por ajuda para perder o medo de dirigir.

Outros meios de perder o medo de dirigir

Se mesmo com todas essas dicas e o medo inicial persistir, então, esse é o momento de procurar por outras ajudas.

Como perder o medo de dirigir?

Comece por baixo custo, procure por livros especializados em fobia de dirigir, algumas sugestões: “Medo De Dirigir” dos autores Yone Xavier Felipe Da Fonseca e Cristiane Luise Cordal Süffert; “Dirigir Sem Medo” de Cecília Cristina de Oliveira Bellina; “Vença o Medo de Dirigir” de Neuza Corassa e “O medo de dirigir acaba aqui” da autora Adriana de Araújo.

Outra dica é voltar para a autoescola e isso não é nada constrangedor, afinal cada pessoa possui o seu tempo para aprender algo e muitas vezes o tempo de CFC não é o suficiente. Atualmente é possível encontrar escolas especializadas em fobia de dirigir.

Encontre por uma, faça um orçamento e entenda como funciona os métodos para jogar fora a fobia.

Como perder o medo de dirigir?

Coloque em um papel os benefícios de você focar em perder o medo de sair com o carro, um dos exemplos: mais autonomia, possibilidade de realizar uma viagem muito desejada, mais qualidade de vida, optar por trabalhos que necessitam do veículo, como transporte por aplicativos, realização pessoal por vencer uma batalha e aproveitar o automóvel para sair com a família.

Cai o número de interessados por carteira de motorista (CNH)

Como perder o medo de dirigir?
Nos quatro cantos do país o interesse dos jovens pela Carteira Nacional de Habilitação vem despencando desde 2015.

Há muita explicação para isso, o custo-benefício de ter um carro no Brasil ainda é muito alto, o preço para tirar o documento idem, além disso, existem as novas tecnologias facilitando os meios transportes nas grandes cidades, o Uber, com carro compartilhado e a Yellow com compartilhamento de bicicletas, são alguns dos exemplos.

Em 2014 o Brasil teve 3 milhões de novas CNHs emitidas. Já em 2017 o número caiu para 2,1 milhões.

Como perder o medo de dirigir?
Nota média 3 de 2 votos

  • Charlis

    Toda matéria que tem a fotinho dessa loira, ganha um Like meu!

    []s

    • Incitatus

      Bonequinha. Mas cheira a leite rapaz.

  • Marcus Vinicius

    Em seguida é o momento da programação. Se você já possui um amigo para te motivar, vamos dar início ao fim do medo. Programe-se para sair dirigindo, opte por lugares sossegados, onde você poderá treinar sem muita pressão como em vias expressas. Pena que muitos instrutores de auto escola não pensam assim, colocam o futuro condutor em pistas e vias muito movimentadas, e muitos candidatos ainda nem controlam direito o pedal de embreagem o que faz o carro ”morrer ” muitas vezes e acabam errando o passar das marchas por se sentirem muito pressionados. Se precisa de instrutores mais bem preparados e mais pacientes e que não façam chacota com quem não aprendeu a dirigir na primeira semana de aula.

  • Louis

    Creio que grande parte dos que têm medo, é por causa do cambio/embreagem. Nesse ponto, carro AT é uma ajuda e tanto. Minha esposa por ex., só consegue dirigir AT.
    E nos outros casos, em que há medo da direção propriamente dita, talvez umas corridas de Kart ajude a perder o medo.

    • Dherik

      Concordo. Deixei muito tempo de ter carro por causa do medo de dirigir, mas meu medo nunca foi do trânsito em si, mas de me atrapalhar com o câmbio e causar o acidente. Até pegar a manha do câmbio e virar um processo automático, você acaba se concentrando mais em manipular ele do que no trânsito em si, aumentando a chance de acidentes.

      Para vencer isto, só praticando mesmo.

  • Pedrov154 #BrasilADT, DeusADT.

    Aqui em Fortaleza é impossível não ter pelo menos um ‘medinho’ de dirigir, seja pelo trânsito completamente caótico, seja pelo caos de segurança pública que se encontra a cidade e o estado do Ceará.

    • Mambo Ted

      Tá difícil mesmo.
      Sábado presenciei os terroristas ateando fogo em Caucaia as 14 h …

    • GreatU2

      Transito caótico… rsrsrs… sou de SP, e toda vez q vou pra Fortaleza fico maravilhado com o trânsito…
      Acredita em mim, vc não sabe o que é transito caótico

    • Incitatus

      Força aí Pedro. Já passamos o mesmo aqui em São Paulo. Pessoalmente não tenho medo de dirigir. Mas temos de sair de casa. A gente sai e não sabe se volta. Em março de 2016 perdi um grande amigo vítima de roubo no trânsito. Rola no Brasil uma loteria do mal, hoje aquele, amanhã aquele outro e um dia talvez você. O carro da patroa é blindado, o meu não. Quer dizer ela tem grandes chances de ser viúva. Quando saímos à noite vou no carro dela. Embora a coisa tá tão complicada que não tem hora certa pra ser sorteado como próxima vítima e entrar pras estatísticas.

  • Ricardo Leite

    Oh editor estagiário, sei lá…. corrigi ai esse erro grosseiro de concordância do início da matéria.

  • ALAN_PR

    SIMPLES, NÃO PERCA SEU MEDO, não dirija, vá de UBER ou TAXI, não gaste seu dinheiro com carro é uma família a mais no seu bolso.

  • Domenico Monteleone

    O “ótimo” comportamento no trânsito contribui muito para causar medo em novos motoristas.

  • Rodolfo Deodato

    Mais uma boa matéria. Adoro esse site que considero um dos melhores. O conteúdo é perfeito, na minha opinião falta apenas uma reforma na plataforma, deixar o site mais agradável e bonito visualmente. Também poderiam trazer mais avaliações que saem primeiro em outros canais.

  • Marcelo Alves

    Eu moro em uma capital, tirei a carteira em 2008 e peguei a provisória em julho, naquela época tinha medo de dirigir, muito frio na barriga, tremedeira, principalmente quando fazia algo de errado, quando tinha outras pessoas junto comigo eu ficava naquela tensão de não fazer nada de errado pra não chamarem minha atenção, porém ao mesmo tempo ficava tranquilo de estar acompanhado, mas chegou agosto de 2008 e eu simplesmente resolvi pegar o carro e ir pra faculdade SOZINHO no trânsito entre 18h e 18h30 e acabei achando bem mais confortável ir sozinho, devagar e bem concentrado (inclusive com o rádio desligado), no primeiro dia foi F.0DA, muito medo mesmo, desconforto extremo, mas mantive a calma e concentração e cheguei ao meu destino.

    No dia seguinte o sentimento já mudou, já ficava ansioso pensando no horário de entrar no carro e ir dirigindo sozinho novamente, apesar de eu ainda me sentir com muito medo e desconforto durante o trajeto, eu não sentia mais aquele medo só de PENSAR em ir sozinho…

    Daí foi só repetir isso todos os dias, 5x por semana + sábado a tarde, em menos de 1 mês o medo já tinha acabado completamente. É claro que eu ainda sentia um frio na barriga quando tinha que passar por situações que eu ainda não tinha passado, quando tinha que ir para algum lugar que eu não conhecia o caminho, essas coisas aconteciam com frequência, mas com o passar de 2 anos, acabaram, pois nesses 2 anos a sua habilidade com o carro vai se desenvolvendo ainda mais e a sua vivência com diversos tipos de situações no dia-a-dia também vai te deixando mais confiante e seguro, mas tem que ENFRENTAR, se a pessoa se retrair e desistir já na primeira khda, aí a tendencia é o medo ficar cada vez pior até chegar ao ponto de precisar de terapia ou algo do tipo.

    Com relação a carros manuais, para quem está começando agora, observem como pessoas mais antigas usam a embreagem (aquelas que aprenderam ainda na época do carro com carburador) e treine o máximo possível para aprender a controlar a embreagem em subidas usando o acelerador, começando em leves subidas até conseguir fazer em qualquer tipo de situação, vai te poupar bastante de ter que ficar “procurando” o ponto da embreagem para só depois pisar no acelerador… Eu fiz isso logo nos primeiros meses, pois percebi que meu pai não fazia o controle de embreagem da forma como eles ensinavam na auto-escola e via que era bem mais rápido e cômodo do jeito que ele fazia, aquele movimento rápido: solta o freio e pisa no acelerador aguarda 1 ou 2 segundos (depende do carro) e solta a embreagem até “sentir” o carro responder parando de descer para trás ou começando a andar para frente, eu acho até importante sentir o carro dar aquela leve descida pra trás, para você se acostumar a sentir a resposta do carro e controlar os pedais acelerador-embreagem juntos no tempo certo…

    • Rodolfo Deodato

      Ótima história Marcelo. Eu passei pela mesma situação no início mas enfrentei e venci o medo.

  • dirija um pouco todos os dias e vá aumentando o trajeto… e tenha dinheiro na conta pra pagar algum sinistro rsrsrs

    • Incitatus

      Sinistro seu comentário nobre Fantasma do Espaço.

    • Rodolfo Deodato

      Haha. Eu fiz algumas merdas pra entrar em rotatórias no início. Calculava errado e tomava buzina. Graças a Deus nunca deu ruim.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email