Manutenção Segurança

6 dicas para usar bem a embreagem do carro (maior vida útil)

6 dicas para usar bem a embreagem do carro (maior vida útil)
Embreagem de um carro

A embreagem é um dos principais componentes do sistema de transmissão e extremamente importante na condução de um automóvel. Ela é utilizada na maioria dos automóveis e se posiciona entre o motor e a caixa de câmbio, possibilitando a entrega de força gerada dentro do motor para a transmissão, esta responsável pelo envio da força para as rodas.

Na prática, a embreagem serve para acoplar e desacoplar o motor do câmbio, para que seja feita a troca de marchas de forma suave. Com isso, o desgaste entre o motor e a caixa de câmbio diminui drasticamente. Além disso, a embreagem permite filtrar as vibrações geradas pelo motor.


Como funciona a embreagem do carro?

Como citado acima, a embreagem do sistema de transmissão faz o acoplamento e desacoplamento do motor junto ao câmbio. Ela permite a saída do veículo e o envio de torque para as rodas e também protege o motor.

A embreagem é composta por três componentes principais: disco, platô e rolamento.

O disco de embreagem é o responsável por unir o motor, a transmissão e o platô. Além disso, ele é o responsável por amortecer e diminuir o ruído e o desgaste da transmissão.

Já o platô serve para unir o disco de embreagem com o volante do motor, garantindo a suavidade nas saídas com o carro. Ele é formado pela carcaça da embreagem, a mola membrana e a placa de pressão.

O rolamento, por sua vez, pressiona o centro da mola-diafragma. Isso provoca o afastamento das placas de pressão do disco de embreagem e interrompe a transmissão da rotação do motor para a caixa de câmbio.

Na prática, duramente uma condução, a embreagem está sempre acoplada ao volante do motor. Ao acionar o pedal da embreagem, o disco se desacopla do volante (com o auxílio do platô), permitindo a passagem de marchas. Após soltar o pé do pedal de embreagem, o platô volta a pressionar o disco, que volta a ser acoplado ao volante do motor.

6 dicas para usar bem a embreagem do carro (maior vida útil)

Como usar a embreagem do carro?

Separamos abaixo seis dicas que vão te ajudar a usar corretamente a embreagem do seu carro e garantir uma maior vida útil. Confira:

1) É expressamente proibido manter o pé sobre a embreagem ao dirigir

Para muitos, isso é óbvio. Mas existem muitos motoristas que nem se apercebem de que estão descansando o pé em cima da embreagem, ao dirigir. Quem descansa o pé em cima do pedal da embreagem faz com que ela se gaste bem mais rápido. E isso é atestado.

Pergunte para um mecânico de concessionária, que ele vai lhe citar vários carros onde a embreagem tem que ser trocada, por causa desse hábito.

2) Não mantenha o carro parado usando a embreagem

Este segundo ponto já não é tão óbvio. Até mesmo bons motoristas acabam cometendo esse erro, apenas por costume, ou porque é mais fácil assim. Segurar o carro em um semáforo ou em uma subida usando a embreagem é o mesmo que fazer com que ela se gaste mais rápido, propositalmente. Sempre acione o freio, e deixe o carro em ponto morto, quando estiver em uma subida.

3) Faça verificação do cabo e regulagem com regularidade

Se o seu carro não tiver embreagem de acionamento hidráulico, ela é acionada por um cabo. Esse cabo tem que ser verificado, caso o acionamento da embreagem não esteja macio e sem barulhos.

Acha que a embreagem do seu carro está alta demais, ou baixa demais? Pois não precisa ser assim: você pode pedir que seu mecânico faça uma regulagem da altura do pedal. Se bem que ás vezes, altura estranha pode significar problemas no conjunto.

4) Não coloque seu carro em subidas muito íngremes, ou terreno deslizante

Se você tem um Jeep ou uma Land Rover, tudo bem. Mas sabe aquele hábito de pegar o carro 1.0 e ir para aquele sítio no final de semana? Pois bem, isso pode estar danificando a embreagem do seu carro.

Se você anda em uma subida muito íngreme, seu carro não consegue subir nem mesmo em primeira marcha. Aí você fica forçando o carro a subir, usando a embreagem. Isso é péssimo. E terrenos escorregadios também exigem o uso errado da embreagem, para forçar o carro a subir.

5) Verifique se o pedal está trepidando ou se a embreagem está patinando

Estes dois sinais podem significar que existe algo de errado com o conjunto da embreagem do seu carro. Pode ser disco empenado ou disco desgastado demais. Aí não tem jeito, tem que ser efetuada uma troca.

6) Não faça reduções de marcha muito exageradas

Sabe aquela redução de marcha tão drástica, que você sabe que a marcha inferior vai entrar e jogar as rotações lá pra 5.500, 6.000? Essa prática é perigosa para com a embreagem do carro, pois o disco pode até se quebrar.

Eber do Carmo

Eber do Carmo

Formado em marketing, tem mais de 13 anos de experiência escrevendo sobre o mercado automotivo no Notícias Automotivas, desde que fundou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio. Também teve por três anos uma empresa de criação de sites e catálogos eletrônicos.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

Notícias por email