Mercado

Compass fica em sexto na primeira quinzena de maio – Saiba quem são os mais vendidos

jeep-compass-sport-4x4-101-1-1024x644

O mercado automotivo na primeira quinzena de maio viu o Onix na liderança sem surpresa, assim como o HB20 na segunda posição. Já o Ka não perde sua terceira colocação, mantendo-a com segurança. Na quarta, o Gol surpreende e ainda passa o Polo, que ficou em quinto. Mas, surpresa mesmo é o Compass, que apareceu em sexto. Durante o período, ele e o Renegade – que terminou em nono – disputaram essa posição.


Prisma e Corolla se meteram nessa disputa, ocupando sétimo e oitavo, tendo ainda o Argo fechando o Top 10. Na segundo escalão de vendas, o Kwid lidera, seguido do Virtus, que anda vendendo bem. Mobi vem em seguida e só então aparecem os outros SUVs, começando pelo Creta. O Fox não perde o ânimo diante do fim certo e se mete no meio dos utilitários esportivos (HR-V, Kicks e EcoSport), tendo ainda Etios e Sandero como lanternas do Top 20. Note que o Cronos perdeu força e saiu do grupo.

Nos comerciais leves, sem grandes novidades, exceto uma ligeira disputa entre Hilux e S10, cuja diferença foi de apenas 6 unidades à favor da Toyota. A Strada continua liderando como sempre, sem ameaça de sua irmã maior, a Toro, também continuamente na segunda posição. A Saveiro fica em terceiro, da mesma forma.

volkswagen-virtus-msi-2018-avaliação-NA-36-1024x682


Já a Ranger continua vendendo mais que a Amarok. A Fiorino se manteve em sua posição “histórica”, pois era aí que ficava a Kombi quando saiu de cena, passando assim o comercial da Fiat a assumir o lugar em vendas. A Montana acelerou e fechou o Top 10 dos comerciais. A Oroch se mantém em posição mediana, enquanto a L200 saiu do Top 10. A van Master e o caminhão HR lideram em seus segmentos.

A Frontier ficou em 14º lugar e continua longe das demais. Na sequência aparecem Daily, Kangoo, Ducato (agora renovada e em busca de se reerguer em vendas) e o novo Jumpy. O Top 20 da Fenabrave continua tendo a presença da SW4 como comercial leve, por isso há 19 modelos e não 20, pois o retiramos por se tratar de um SUV, cuja categoria passou a ser classificada como automóveis.

Os 20 automóveis e 19 comerciais leves mais vendidos da primeira quinzena de maio de 2018:

Automóveis

  1. Onix – 7.108 unidades
  2. HB20 – 4.326
  3. Ka – 3.684
  4. Gol – 2.975
  5. Polo – 2.930
  6. Compass – 2.687
  7. Prisma – 2.634
  8. Corolla – 2.579
  9. Renegade – 2.503
  10. Argo – 2.406
  11. Kwid – 2.305
  12. Virtus – 2.066
  13. Mobi – 1.942
  14. Creta – 1.883
  15. HR-V – 1.761
  16. Fox – 1.666
  17. Kicks – 1.654
  18. EcoSport – 1.637
  19. Etios – 1.607
  20. Sandero – 1.587

Comerciais leves

  1. Strada – 2.922 unidades
  2. Toro – 2.532
  3. Saveiro – 2.138
  4. Hilux – 1.584
  5. S10 – 1.578
  6. Ranger – 732
  7. Amarok – 670
  8. Fiorino – 649
  9. Oroch – 469
  10. Montana – 444
  11. L200 – 385
  12. Master – 280
  13. HR- 203
  14. Frontier – 192
  15. Daily 3514 – 101
  16. K2500 – 92
  17. Kangoo – 66
  18. Ducato – 63
  19. Jumpy – 58

[Fonte: Fenabrave]

COMPARTILHAR:
  • th!nk.t4nk

    Do quarto lugar pra baixo tá quase tudo no mesmo pelotão. Pra um país de 200 milhoes de habitantes é um mercado de migalhas, infelizmente.

    • No_Name

      Só ver a Alemanha que com 82 milhões de pessoas comercializa 3,4 milhões de veículos (e veículos bons e não jabuticabas que temos por aqui).

      • Daytona

        Oi? De onde tirou esse número? kkkkk

        “No ano passado, o mercado argentino absorveu 900.942 veículos, volume 26,9% superior ao registrado em 2016”

        Superfaturou só em 400% os números kkk

        • No_Name

          Eu escrevi ALEMANHA.

    • Ângelo Luis Lopes Mello

      Mas com os preços que estão cobrando não tem como vender melhor. Eu tinha um Fluence completo, fiquei 5 anos, na hora de trocar (em 2016) fui de Onix LT, pq os preços de sedans médios estavam impraticáveis. Vou ficar 5 anos com o carro de novo e quando for trocar provavelmente vou de seminovo pra tentar pegar um carro um pouco maior/mais completo.

      • Hugosw

        Estou com esse mesmo problema, tenho um i30 2011 que na época paguei R$65mil, era o modelo mais completo disponível naquele momento.
        Hoje com esses mesmos R$65mil não compro nenhum hatch médio com câmbio automático e não possuem nem a metade dos itens de série que o meu i30 possui.
        O jeito é comprar carros semi-novos e ficar olhando esse mercado inflacionado de longe.

        • Lukoh

          R$ 65mil de 2011 equivale a R$ 100mil hoje (correção simples pelo IPCA)… tem carros muito bons nessa faixa.

          • Hugosw

            Infelizmente o meu salário não acompanhou nem de longe a inflação amigo… isso que complica a vida de todos nós brasileiros.
            Se você acha que R$100mil são justos para comprar um hatch médio, infelizmente você está em menos de 1% da população brasileira.

            • Ricardo

              Os aumentos dos salários normalmente acompanham a inflação mentirosa e não o real aumento do custo de vida. Dizer que a inflação oficial de 2017 foi de 2% é palhaçada.

              • Gran RS 78

                Exatamente, pois só os combustíveis tiveram mais de 50% de aumento, sem contar os carros etc.

            • Filipe Augustus

              Eu não compro carro zero em hipótese alguma, pelo contrário prefiro até ter 2 ou 3 carros mais antigos, mas modelos bons, que me deem tudo e mesmo a manutenção sendo cara no caso de alguns importados usados, eu ainda acho que vale a pena! Melhor gastar 100 mil em 3 ou 4 carros que 100 mil em um só!!!!!! Isso em minha opinião, mas tem aquele povo que gosta de carro zero, vai da cabeça de cada um!

              • TijucaBH

                100 mil em 3 ou 4 carros eu nao teria nunca, mas em 2 carros acho uma boa. Com uns 65 mil compraria um carro melhor pra viagem como um Civic e com os 35 reatante um carro 1.0 como Ka ou hb20 pra usar no dia aa dia.

            • Mauricio

              Sem falar no Imposto de Renda, cuja tabela nunca é reajustada de acordo com a inflação.

              • Geraldo Xavier

                Isso começou no governo Lula. Nesses 15 anos de era pt/pmdb se teve 3 correções de ir foi muito

                • Verdades sobre o mercado

                  Errado. A correção da tabela do IR abaixo da inflação vem desde o governo FHC. Todos safados.

                  • Geraldo Xavier

                    Ao menos tinha correção. Mesmo que abaixo da inflação. O Lula ficou 8 anos sem correção nenhuma

            • Nelson Oliveira

              “R$ 65mil de 2011 equivale a R$ 100mil hoje (correção simples pelo IPCA)”.

              Esses economistas na internet esquecem que não é o salário de todo mundo que acompanhou esse aumento da inflação. Esqueceram também que há várias coisas que aumentaram bastante de lá pra cá, como gasolina (essa todo dia tem um aumento), dólar e demais coisas

          • Ricardo

            Haha! Sabia que iria aparecer alguém comentando isso! Nesse mesmo período o salário aumentou uns 15%, o custo de vida uns 30% e os carros uns 50%.

          • TijucaBH

            Exatamente, pessoal fala muito que carro subiu muito, mas tudo subiu e quando voce faz a correção do dinheiro, vê que o carro nao subiu tanto. O problema todo é que a renda não subiu nesse mesmo ritmo e com isso o comprador está sendo obrigado a migrar para um segmento inferior.

            Nao estou defendendo montadora, mas apenas fazendo uma análise financeira.

          • Nelson Oliveira

            “R$ 65mil de 2011 equivale a R$ 100mil hoje (correção simples pelo IPCA)”.

            Esses economistas na internet esquecem que não é o salário de todo mundo que acompanhou esse aumento da inflação. Esqueceram também que há várias coisas que aumentaram bastante de lá pra cá, como gasolina (essa todo dia tem um aumento), dólar e demais coisas..

        • Mauricio

          Também não compro carro zero, prefiro investir essa grana em um seminovo mais completo e de categoria superior.

          • Mr. Pennybags

            A pedrada é que o usado tá aumentando também!

          • Rafael Alves Dos Santos

            O problema é que o preço do seminovo/usado acompanho o do 0km e se ninguém comprar um 0km não existirá o seminovo para ser comprado.

    • Rafael Lima

      As avenidas não comportam o fluxo, são bem pequenas, mal sinalizadas e com péssima manutenção, o poder de compra é baixo, o governo pune quem consegue comprar com uma carga tributária ridícula, o empresário aumenta a margem pra não ter um prejuízo tão alto no futuro, mercado protegido demais, dá nisso

      • Jossimar Pádua Júnior

        Super concordo. Ainda penso que há algo por trás dos aumentos: algo do tipo do governo mantendo valor alto, pois se vender muito vai ter mais trânsito, mais pessoas reclamando, vias mais deterioradas e demandará mais investimento em infraestrutura de transporte rodoviário que já é sucateado.

        Do ponto de vista empresarial, vender menos e lucrar por mais por unidade vendida (inclui-se nisso: estoque, revendedor, funcionário, infraestrutura de negócio e transporte que diminui os custos ao vender menos unidades) ao aumentar o valor dos veículos.

        O revenue management deve apontar que vender menos a um valor maior compensa mais do que vender muito a um preço menor (sem ter a garantia que irá vender muito com nossa economia instável), justamente por aumentar custos de estoque, transporte, mais funcionários contratados, mais revendas e comissão, gerir um negócio grande com baixa margem de lucro em que o custo por unidade é alto é um grande risco, e do ponto de vista empresarial, está valendo a pena vender esses números ridículos em funções das diversas varáveis de custos e impostos em cascatas que incidem no valor final do produto do que vender muito e ter muito mais trabalho sem a certeza de um retorno em números expressivos em vendas por conta do alto valor agregado que veículos possuem no nosso país

        • Tem outra explicação: o InovarAuto impôs muitas mudanças nos carros, que foram transferidas para o preço final. Quer a gente goste ou não, ABS e outras melhorias custam caro.

          • Jossimar Pádua Júnior

            Concordo que há repasse ao consumidor de novos custos, mas caro ao ponto de encarecer tanto no preço final do produto não concordo.

            • O problema é que o repasse do custo de produção é integral. Se o kit X, instalado, custa 10000 reais para a firma, o carro será reajustado em 10000 reais – cobrindo os custos.

    • Ricardo

      Que diminua ainda mais para ver se os preços baixam!

      • Caulazaro

        Pior que no Brasil isso não funciona. Se as vendas dos carros caem, eles aumentam os preços para continuar ganhando mais vendendo menos.

        • Nnoitra

          Quando as vendas caem, o custo operacional da fábrica e das concessionárias não cai junto, continua o mesmo, então, a divisão deste custo fixo por um número menor de unidades vendidas, leva consequentemente a uma inflação.

      • Nnoitra

        A fábrica tem o custo operacional fixo, as concessionárias também, quanto menor for o volume de vendas, maior será o peso desse custo em cada unidade.

    • Natán Barreto

      Um país com 200 milhões de habitantes que menos de um quarto tem condições de comprar um carro zero.

      • Unknown

        Menos de 1/4? Eu diria 1/10!

      • Mr. Pennybags

        50% da população não tem nem saneamento básico! Quanto mais cedo aceitarmos que nosso país é uma piada melhor!

    • Emanuel Schott

      E o pessoal ainda diz que é caro porque pagam..KKK

    • Gran RS 78

      Enquanto as montadoras e governo mantiverem altos impostos e lucros idem, será sempre assim. Até que pelos preços exorbitantes cobrados até que está vendendo muito ainda.

  • Lucas Ramos

    A Fiat vai de mal a pior, se não fosse pela Strada e Toro, não sei como sobreviveria

    • Não fosse o sucesso da FCA, provavelmente parariam suas vendas no Brasil.

    • Joaquim Grillo

      Deixa de ser lerdo, o grupo Chrysler é da 100% Fiat agora os carros da jeep é dela

      • leitor

        Ou melhor, Ferrari e Fiat são do mesmo grupo. Então estão muito bem obrigado.

        • O cômico é que a concessionária que vende Ferrari no Brasil também vende Lamborghini, que é da Volkswagem.

        • Edinaldo_Tapica

          Ferrari é do grupo Agnelli, junto a um fundo de investimento, não faz parte da FCA. A FCA faz parte do conselho por ter ações, mas não comanda nem determina mais nada, salvo engano há uns cinco anos

          • leitor

            Significa que lucrou e ainda lucra bastante com a Ferrari. Mais que com venda de carros populares no Brasil. Vai investir onde num caso desses? Se falir e ganhar mais com essas ações ainda é lucro. Ganhando sem precisar produzir.

    • leitor

      Se Toro e Strada garantem as vendas e finanças não têm motivo de tanto interesse em país em crise como o Brasil.

    • mattgearhead

      Meu pai teve Fiat zero-km desde 1993, quase todos os modelos, se obrigou a largar a marca esse ano pois não se agradou de nenhum modelo da marca. Tá feia a coisa mesmo.

    • beto

      Não existe mais Fiat e sim FCA, e as vendas vão muito bem.

      • Verdades sobre o mercado

        Fala isso pros CSS Fiat

    • Nnoitra

      Vai muito bem.
      Emplacamentos da primeira quinzena de Maio/2018:
      FCA – 18.965
      GM – 15.810
      Volkswagen + Audi + Porsche – 15.362
      Renault + Nissan + Mitsubishi – 10.860

    • Emanuel Schott

      Ué.. assim como GM vive de Prisma e Onix, Renault de Kwid e Sandero, Ford de Ka e alguma coisa de Ecosport, Hyundai de HB20, Honda de HRV, Toyota de Etios e Corolla.

      Detalhe: a Fiat depende menos de Strada e Toro que as marcas em relação aos carros que citei.

    • Airplane

      Argo vende menos que Gol e Cronos vende menos que Voyage. Com os automáticos venderão mais ainda.

  • Pedrov

    Impressionante a Fiat. De marca mais vendida até 2015, para em 2018 ter seu carro mais vendido na 10° posição. A Fiat e a Ford estão cada vez mais próximas de deixarem o famigerado “G4”. A primeira vive de vendas diretas e a segunda do Ford Ka e do Ecosport. Desleixo? Talvez. Enquanto isso, Hyundai, Renault e Toyota garantem suas fatias.

    Fato é que esse ranking vai ficar bastante agitado nos próximos meses: Toyota Yaris em julho e VW T-Cross no início de 2019. Esses dois lançamentos vão definir muitas coisas: O Corolla vai descer? O Yaris vai se consolidar? A VW vai passar da GM?

    • No_Name

      A Ford está relativamente confortável, apesar dos prejuízos, sua participação atualmente ronda os 10%, enquanto em outros anos, no auge de vendas do mercado brasileiro, estava próxima de 7%. Então eles melhoraram.
      Farão um carro inédito em SBC que será aos moldes do FIAT Argo para suceder os atuais Ka e Fiesta (deverá continuar se chamando Ka, porém). E em Camaçari estão esperando aprovação da matriz para o novo EcoSport que já está no forno.

      • Unknown

        Concordo. A Ford ainda precisa melhorar, mas com o lançamento do novo Ka, deu um novo ânimo nas vendas e se mantém entre as 5 primeiras em vendas no cenário nacional.

    • Fabricio

      tenho um fiat e 1 ford na garagem… e minha opinião é que se sairem do g4, não seria desmerecido… o pós venda de ambas é ridículo.

    • Emanuel Schott

      Pra FCA o que importa é o grupo todo. E como FCA estão muito bem.

    • Unknown

      A Renault tá mal em vendas tbm hein… e a Toyota só com o Corolla vendendo bem entre os automóveis.

  • R1 o comentário no1

    FCA em festa com os utilitários mais desejados e vendidos do país, as outras só vendem carros populares de entrada.

    • dallebu

      Com certeza, ainda mais se considerar a margem de lucro. Acho que a maior margem é do Compass, seguido pela Toro e deois Renegade.

  • Joaquim Grillo

    Falem o que for mas a Fiat fez um dos melhores se não uma das melhores coisas de todos os tempos comprar a jeep e colocar aqui
    Como brasileiro gosta da jeep, dodge e afins espero que se os boatos forem verdadeiros a Dodge RAM 2018 venha para nosso mercado ela é linda demais

  • Calibra vermelho 95

    A FCA deve estar sorrindo de orelha a orelha com o Compass, Toro e até com Renegade. Imagina a margem de lucro de 2 carros que custam quase ou mais de 100.000 reais e estão entre os 10 mais vendidos!
    O problema é o Argo e principalmente o Cronos. Creio que a curto prazo se melhorar os equipamentos, e fornecer mais descontos com taxa zero, as vendas melhorem.

  • kirig

    Na visão de consumidor, a Fiat perde demais em não usar o tricilindrico nas verões básicas.

    • Unknown

      O Uno deveria ser extinto! O Argo tem preço competitivo sim, apesar dos aumentos que vem recebendo.

    • Emanuel Schott

      Argo é mais barato que o Pólo e nem por isso o VW vende menos. Problema não é preço não, que aliás, estão bem próximos dos dois líderes do mercado.

    • Edinaldo_Tapica

      Pra mim isso é uma grande safadeza da Fiat. Um dos motivos que sinceramente, não a vejo mais como outrora com bons olhos

  • Verdades sobre o mercado

    Eu acreditava que a VW iria vender 4.000 Polos por mês e 2.000 Virtus. Parece que vai conseguir manter cerca de 6.000 Polo e 4.000 Virtus. Realmente acertou no lançamento dos 2 produtos, isso que são inúmeras as críticas ao interior de ambos.

    • No_Name

      Depois do Yaris o Polo cairá pela metade, anota aí.
      É feio, feito para terceiro mundo, mas é Toyota, o povo não vai querer saber de Polo.

      • Natán Barreto

        Quem compra VW não vai de Toyota e vice versa. Yaris vai ganhar clientes de Etios completo e Corolla básico ou da geração anterior.
        Ainda deve ter também uma clientes do City e Civic anterior.

        São perfis de consumidor diferentes.

      • Verdades sobre o mercado

        Acredito que o Yaris vá afetar as vendas do Polo, mas não nesta proporção. Para fazer isso ele teria que ter bastante tecnologia, ser muito bonito e preço agressivo, e isso ele não oferece (os 2 primeiros pelo menos)

        • Unknown

          Acredito que o terceiro item “preço agressivo” é justamente o que ele não vai oferecer! Pois é um Toyota! rsrs

  • Retrato do Papai

    os executivos da renault br devem estar arrancando os cabelos com essa montanha russa nas vendas de kwid e sandero…

    curioso é que o sandero despencou nas vendas justamente depois que ganhou motores decentes e melhorou aquele acabamento porqueira da primeira versão… talvez tenha sido o efeito onix/hb20/ka…

    • Cesar

      Sandero ia bem até outubro do ano passado quando a Renault retirou de linha as versões com o Easy-R para introduzir o CVT e a reestilizacao de meia vida. Não fez nenhuma coisa nem outra é desde então só ladeira abaixo. Como dizem que esta reestilizacao só vêm em 2019, acredito que das duas uma: Ou não estão preocupados com esta perda de mercado ou vão introduzir logo outra geração. Não existe nenhuma razão aparente para levarem quase um ano e meio para fazerem poucas mudanças no parachoques.

      • SDS SP

        Easy R nunca vendeu bem na linha Sandero. Esse comportamento “senoidal” das vendas é por conta desse carro depender muito de frotistas. Além do Kwid que deve ter impactado.

    • Erick Terto

      Mês passado teve muita entrega de Sandeiro para frotistas, por isso ele foi bem, esse mês voltou a realidade. O que surpreende e a queda drástica do Kwid, acho que o aumento dos preços afetou consideravelmente a procura do carro.

      • Unknown

        Com certeza afetou. E a fama de “SUV dos compactos”, utilizada de forma pejorativa também deve ter impactado!

    • Unknown

      Os motores melhoraram, o acabamento teria que nascer de novo para ficar mediano! rsrs

    • Emanuel Schott

      Vi em outro site que a Renault tem muita venda direta. Aí em um mês que um frotista qualquer resolve comprar muito, eles vão bem, no outro não vendem tanto.

      Não me surpreenderia se no final do mês a colocação da dupla melhore com alguma grande venda pra frotista.

  • Louis

    Os beberrões Compass e Renegade rachando de vender, sinal de que o povo não tá nem ligando para a alta da gasolina.

    • leitor

      Não. Pouco mais de 5 mil pessoas não significa povo no meio de centenas de milhões.

    • Emanuel Schott

      Digamos que quem tem R$100 mil ou mais pra comprar um carro não tá muito preocupado com consumo.

      • sigma7777777

        Se não está, porque a grande quantidade de avaliações no Opinião do Dono, iCarros e fóruns? Na minha opinião é devido a falta de informação: mútua gente usando a internet só para futilidades de redes sociais…

        • Emanuel Schott

          Ok, mas eles são muito ingênuos de achar que um carro pesado com motor grande não vai beber muito.

          Isso é regra. Já viu o consumo das versões flex das picapes? Só agora com o tal do turbo é que isso tá mudando.

          • Edinaldo_Tapica

            Meu Sentra 2.0 de 1345kg bebe menos que meu Palio Attractive 1.0 2012 com 900kg… Sua analogia em muitos casos não faz sentido nenhum

      • REDDINGTON

        Preocupa sim viu…Se falarmos que um cara que compra uma Q7 não se preocupa em consumo, concordo com vc, agora neguinho que compra Compass a 100 mil preocupa com seguro, consumo…

    • Unknown

      Quem compra um veículo de mais de R$100 mil não deve ter muitos problemas com o valor do abastecimento.

    • Nota-se que quem mais compra Renegade e Compass é CNPJ, sendo o Renegade o novo SUV preferido das locadoras, junto ao Kicks, ambos compactos substituindo Duster e Ecosport na frota das mesmas, e o Compass substituindo os Audi e os Hyundai IX35 de outrora.

  • leitor

    O mercado brasileiro está ficando ruim. Antes se vendiam mais populares que tinham uma boa gama para escolha. Hoje, com a saída do interesse maior pelos chamados populares, que pelo preço é só fantasia, não se consegue manter a mesma variedade. O reflexo é se ver carros de mais de R$80-100mil a frente de Argo, Fox e Etios. Esses três não são tão inferiores aos de mesma categoria que são bem vendidos. Nem a rede de vendas encolheu tanto assim.

  • Leonel

    Polo e Virtus vendendo bem, resultado de um produto e estratégia bem conduzida.
    Possivelmente estas vendas devem obter melhores resultados com a chegada do novo 1.6 MSI + AT6.

    E o Onix, como sempre, mandando aquele abraço em primeiro na fila rs..

  • Ricardo

    Compass, Corolla e Renegade entre os 10 primeiros. Brasil tem ricos pacaralho!

    • SDS SP

      Depende do seu conceito de rico.

      • Cesar

        O conceito de riqueza dele deve ser o mesmo do partidão onde quem ganha R$ 5000,00 já é classe média. kkkk

        • Unknown

          Quem ganha R$5.000 não consegue ter um carro na faixa de R$100.000, a não ser que seja solteiro. Ainda assim causará um grande impacto no orçamento do sujeito.

      • Ricardo

        Carros estão relativamente tão caros no Brasil que quem adquire um “popular” completo já pode ser considerado rico.

    • Emanuel Schott

      Ou não.. mercado brasileiro é ínfimo perto de outros.

      Só o que vende de carro no total aqui não dá o que a F150 vende nos EUA sozinha.

      • Ricardo

        É! Na verdade quem compra carro 0km já pode ser considerado rico. Ou não, aqui têm idiotas com Camaro na garagem da casa da mãe.

        • Unknown

          Se quem tem renda de R$5 mil/mês já é considerado classe média, sim, compradores de carros 0 Km já podem ser considerados ricos!

          • Ricardo

            R$ 5.000 de renda familiar legalmente é considerado de baixa renda e compra um carro de R$ 40.000 com muita dificuldade.

            • Emanuel Schott

              “legalmente” falando pra ser considerado classe média, essa família tem que ter 5 ou mais pessoas. Caso contrário é classe alta.

              As pessoas não têm noção do quão ricas são em relação aos outros.

              • Ricardo

                R$ 5.000 numa casa com 5 pessoas é classe média? Acho que não hein! Num casal até concordo.

                • Emanuel Schott

                  É sim.. se sua renda per capta é entre R$390 e R$1090, significa que você está no centro da pirâmide social. Mais rico que entre 30% e 60% da população e mais pobre que os outros 40% a 70%

                  Esse valor não é arbitrado pelo governo. Ele leva em consideração a renda em relação as outras pessoas.

                  Pessoal fala que tem muito “pobre que se acha rico”, mas na verdade é bem o contrário, tem muito rico que se acha pobre.

                  • Ricardo

                    Mas então esta lógica é proporcional e não financeira, na prática com salário de R$ 1000 não se vive, apenas sobrevive. R$ 4.000 hoje em dia é o salário mínimo para ser ter uma vida o mínimo decente, casa pequena financiada, carro popular e viajar 1 vez ao ano. Abaixo disso dá para se considerar classe média baixa, abaixo de R$ 2.500 é pobre, até R$ 7.000 classe média, até R$ 10.000 média-alta e acima de R$ 10.000 rico.

                    • Emanuel Schott

                      Sim.. é isso mesmo. Seria mais lógico comparar nível de vida, mas os governos (não só o brasileiro) costumam dividir as classes com base no quanto as pessoas ganham em relação as outras.

              • Ricardo

                Conheço algumas que ganham de R$ 5.000 a 10.000 e se acham pobres.

            • Unknown

              Para o governo, renda de R$5 mil é classe média-baixa. No mundo real, está quase abaixo da linha da pobreza! rsrs

              • Ricardo

                Praticamente isso, não falta mas vive só no básico.

                • Unknown

                  Sim, isto se tiver controle financeiro e não se endividar todo!

              • Ricardo

                A princípio um salário de R$ 5.000 não é ruim, mas com isso é possível apenas ter uma pequena casa financiada em trocentos anos, um carro popular e viajar 1 vez por ano, isto está muiiiito longe de ser considerado rico ou classe média alta.

                • Unknown

                  Isso se não tiver filhos né… pois com filhos, pode cortar pelo menos um destes itens da lista!

                  • Ricardo

                    Com certeza!

  • Natán Barreto

    HB20S esquecidíssimo. Nunca mais ouvimos falar.

    • Unknown

      Na verdade nenhum outro sedan de entrada, exceto o Prisma!

    • HB20S sempre acima de 2.000 unidades por mês, bem próximo dos outros. Não vende mais, pois se ele vende mais, os demais vendem menos, e o foco é vender Creta e HB20 na HMB.

  • dallebu

    Compass nadando de braçada na categoria SUV em geral e Renegade vendendo quase 1.000 a mais do que o segundo colocado entre os SUV compactos.
    Parabéns a Jeep por lançar os produtos certos na hora certa.

    • sigma7777777

      Pena que sem a qualidade certa, muito menos o consumo certo no caso da versão flex.

      • dallebu

        Quanto ao consumo e desempenho da versão flex concordo, mas quanto a qualidade não, tanto o Renegade quanto o Compass são carros sólidos e muito bem construídos e acabados.

        • sigma7777777

          Dê uma olhada na matéria da Quatro Rodas e também comentários na web. Já li relato inclusive sobre o carro passar mais tempo no guincho.

          • dallebu

            Relatos da web e nada pra mim é a mesma coisa. Se for olhar relato da web você só compra Rolls Royce e olhe lá, tem reclamação de BMW, Mercedes, Audi, Volvo, Range Rover, Jaguar, Tesla, Toyota, Homda etc etc, absolutamente todos os carros de todas as marcas estão sujeitos a problemas.

    • Vendas diretas, né! Assim é fácil!

  • Erivelton Freitas

    É… Mesmo sendo mais caro, parece que o fanboyzismo em cima da VW e toda a falação pró-Virtus e Contra-Cronos está pesando contra a FIAT. Lamentável, pois o Cronos é visualmente mais agradável aos olhos que o Virtus, mas tanto faz!

    • Tibúrcio

      Eu já andei nos 4.
      Achei o Argo e Cronos melhores que o Polo e Virtus. O interior do Argo/Cronos ajuda muito, o acabamento é superior.
      Ao rodar, pro meu gosto, achei o Fiat mais na mão.
      Já no quesito aparência, acho o Polo mais bonito que o Argo.
      Estranho é que acho o Cronos mais bonito que o Virtus.
      Mas isso é a minha impressão pessoal, cada um terá seu quesito!
      Em maio, parece que a VW está convencendo bem mais do que a Fiat.

      • kleber peters

        Eu não gostei da traseira do Virtus… acho ela depressiva. O Cronos é muito melhor resolvido neste quesito. Já o Polo, acho mais bonito que o Argos.

    • Unknown

      Mais agradável visualmente não quer dizer que é melhor produto. Acredito que o Virtus seja superior, mesmo eu nunca tendo andado em nenhum dos dois. Me baseio nas avaliações de sites especializados.

  • Michel

    Eco vendeu até que bem na quinzena.

    • Unknown

      Esta ECO nova com interior muito melhorado e motorização 1.5 3C é um excelente produto! Se tivesse um espaço interno e de porta-malas melhor, estaria entre os SUV’s mais vendidos!

  • Tibúrcio

    Ranger vender mais do que Amarok é pleonasmo.
    Fox com fôlego é que impressiona. Mas os descontos nas concessionárias até que são generosos, e o carro não é dos piores. Convence!

    • Emanuel Schott

      Chega na concessionária pra comprar um Polo 1.0 pé de boi e vê o Fox 1.6 mais completo e mais barato.

      O que acha que vai vender?

      • Verdades sobre o mercado

        Tem público pros 2

        • Emanuel Schott

          Sim, por isso os dois vendem. O que tô dizendo é que isso pode explicar as vendas do Fox.

    • REDDINGTON

      Acerto miseravi…descontos gritantes no Fox…

  • Lucas Alves

    Essa lista dos 20 carros mais vendidos está muito pequena.

    • Nnoitra

      A lista do Renavam mostra todos.
      Emplacamentos da primeira quinzena de Maio/2018:
      FCA – 18.965
      GM – 15.810
      Volkswagen + Audi + Porsche – 15.362
      Renault + Nissan + Mitsubishi – 10.860
      Rank Modelo MAI QTD
      1 GM/ONIX 7.108 65.497
      2 HYUNDAI/HB20 4.326 37.943
      3 FORD/KA 3.684 36.474
      4 VW/GOL 2.975 24.680
      5 VW/POLO 2.930 26.468
      6 FIAT/STRADA 2.922 24.380
      7 JEEP/COMPASS 2.687 20.271
      8 GM/PRISMA 2.634 25.651
      9 TOYOTA/COROLLA 2.579 21.992
      10 FIAT/TORO 2.532 18.111
      11 JEEP/RENEGADE 2.503 15.928
      12 FIAT/ARGO 2.406 20.223
      13 RENAULT/KWID 2.305 22.608
      14 VW/SAVEIRO 2.138 16.411
      15 VW/VIRTUS 2.066 10.527
      16 FIAT/MOBI 1.942 18.481
      17 HYUNDAI/CRETA 1.883 15.282
      18 HONDA/HR-V 1.761 18.115
      19 VW/FOX 1.666 13.961
      20 NISSAN/KICKS 1.654 17.674
      21 FORD/ECOSPORT 1.637 11.592
      22 TOYOTA/ETIOS HB 1.607 14.849
      23 RENAULT/SANDERO 1.587 16.836
      24 TOYOTA/HILUX 1.584 13.112
      25 GM/S10 1.578 11.025
      26 FIAT/CRONOS 1.504 6.542
      27 FORD/KA SD 1.371 12.116
      28 HYUNDAI/HB20S 1.316 11.581
      29 HONDA/CIVIC 1.277 9.694
      30 TOYOTA/ETIOS SD 1.235 11.840
      31 VW/VOYAGE 1.150 11.465
      32 GM/TRACKER 1.094 10.306
      33 HONDA/FIT 1.000 11.100
      34 NISSAN/VERSA 890 8.558
      35 GM/CRUZE SD 826 7.506
      36 GM/SPIN 808 6.876
      37 RENAULT/CAPTUR 787 6.419
      38 VW/UP 766 7.324
      39 GM/COBALT 747 5.843
      40 FORD/RANGER 732 5.904
      41 RENAULT/DUSTER 728 5.753
      42 FIAT/SIENA 712 6.492
      43 FORD/FIESTA 694 6.709
      44 VW/AMAROK 670 5.656
      45 RENAULT/LOGAN 663 6.913
      46 FIAT/FIORINO 649 3.947
      47 HONDA/CITY 617 4.761
      48 HONDA/WR-V 521 6.060
      49 PEUGEOT/2008 472 3.325
      50 RENAULT/OROCH 469 4.501
      51 GM/MONTANA 444 3.525
      52 TOYOTA/HILUX SW4 440 3.708
      53 PEUGEOT/208 411 3.207
      54 HYUNDAI/IX35 410 3.484
      55 FIAT/UNO 395 4.024
      56 MITSUBISHI/L200 385 3.799
      57 FIAT/DOBLO 349 1.910
      58 FORD/FOCUS SD 327 1.850
      59 NISSAN/MARCH 321 5.021
      60 CITROEN/C3 308 2.877
      61 KIA/SPORTAGE 291 2.236
      62 TOYOTA/RAV4 286 1.556
      63 RENAULT/MASTER 280 2.497
      64 GM/EQUINOX 261 1.782
      65 FORD/FUSION 243 1.556
      66 CITROEN/AIRCROSS 241 2.271
      67 LAND DISCOVERY 231 1.618
      68 HYUNDAI/TUCSON 222 2.062
      69 MITSUBISHI/ASX 219 2.351
      70 GM/CRUZE HB 205 2.261
      71 HYUNDAI/HR 203 1.817
      72 PEUGEOT/3008 197 1.193
      73 NISSAN/FRONTIER 192 2.606
      74 VW/SPACEFOX 191 1.874
      75 BMW/320 182 1.059
      76 M.BENZ/CLASSE C 179 1.579
      77 AUDI/Q3 170 907
      78 KIA/CERATO 168 1.371
      79 BMW/X1 166 1.454
      80 VW/GOLF 148 1.277
      81 JAC/T40 147 1.101
      82 VOLVO/XC60 133 1.028
      83 FORD/FOCUS 131 1.225
      84 TOYOTA/PRIUS 126 1.068
      85 VW/JETTA 125 1.812
      86 CITROEN/C4L 122 1.312
      87 NISSAN/SENTRA 112 1.386
      88 LAND EVOQUE 108 811
      89 M.BENZ/CLASSE GLA 105 1.007
      90 CHERY/QQ 103 1.236
      91 GM/TRAILBLAZER 102 1.193
      92 IVECO/DAILY 3514 101 805
      93 FORD/NEW FIESTA 98 806
      94 FIAT/WEEKEND 96 929
      95 KIA/K2500 92 670
      96 TOYOTA/HILUX SW4 92 545
      97 MITSUBISHI/Outlander 88 862
      98 M.BENZ/CLA180 88 411
      99 SUZUKI/JIMNY 86 822
      100 HYUNDAI/ELANTRA 85 579
      Fonte: Renavam / Carblog
      Eu parei no centésimo, mais a lista inclui todos os carros e comerciais leves emplacados no Brasil em Maio/2018.

      • Maycon Farias

        O que houve com o Elantra? um dos mais vendidos do planeta todos os anos e que já ficou colado com Focus em vendas atrás apenas do Corolla.

        • Vinícius

          Aqui no BR veículos que vendem muito lá fora precisam custar menos que os concorrentes. Focus, Golf, Civic, Elantra…

  • sigma7777777

    Maravilha, hein? A grande comédia vem depois ao ler os comentários de quem comprou o Compass flex reclamando do consumo kkk O que tem de gente que não pesquisa é uma beleza! Devem usar a internet só para as futilidades das redes sociais. Lamentável…

    • Unknown

      Quem compra um veículos acima de R$100 mil não deve se preocupar muito com isso…

      • sigma7777777

        Já li isso várias vezes amigo, mas não é o que vejo em comentários/avaliações na web…

        • Unknown

          Em relação às avaliações, elas tem que comprovar os fatos reais que demonstram sim o consumo elevado da motorização 1.8 flex. Lógico que tem uns desavisados que podem ser pegos de surpresa. Mas acredito que a maioria dos compradores não se importam muito com isso. Resumindo, seu comentário tem fundamento!

      • REDDINGTON

        Preocupa sim viu…Se falarmos que um cara que compra uma Q7 não se preocupa em consumo, concordo com vc, agora neguinho que compra Compass a 100 mil preocupa com seguro, consumo…

        • Unknown

          Eu não duvido, mas acho meio contraditório, pois para se ter um carro de mais de R$100 mil, o cara tem (teria) que ter um bom padrão de vida, no qual o valor gasto com abastecimentos não impactassem muito a renda dele, mas em se tratando de Brasil, onde muitos compram carros só para se aparecer, sem ter condições reais para isso, realmente pode acontecer.

          • REDDINGTON

            Vc mesmo JÁ respondeu!!! Cara conheço nego que bate de carrão e depois não pode pedir uma porcaria de uma pizza, comer fora, viajar…Vc disse tudo. O cara se lasca pra manter o carrão por “status”….

            • Unknown

              Eu não conheço gente assim, mas sei que existe!

        • Freaky Boss

          também acho isso

      • sigma7777777

        Se não se preocupassem, por que optam pela versão a diesel? Também constam vários comentários/avaliações de compradores que optaram por gastar ~R$ 50 mil a mais na aquisição para evitar a versão flex.

  • Darlon Anacleto

    Cadê o Cronos? Imaginava que ficaria no top 10… mas nem no top 20!

    • Nnoitra

      O Cronos não será tão competitivo, por ser importado.

      • Emanuel Schott

        Tem nada a ver. Palio era fabricado na Argentina e vendia bem por aqui. A maioria das picapes médias também são produzidas lá.

      • Cosi fan Tutti

        Importado da onde!? De Betim? Kkk

        • Verdades sobre o mercado

          Vem da Argentina mas é como se fosse nacional

    • Vinícius

      Ele é o 21o com 1.504 unidades, não está tão ruim assim.

  • Nnoitra

    SUV’s e crossovers compactos:
    1º….JEEP/RENEGADE….2.503
    2º….HYUNDAI/CRETA…..1.883
    3º….HONDA/HR-V…………1.761
    4º….NISSAN/KICKS………1.654
    5º….FORD/ECOSPORT…1.637
    6º….GM/TRACKER……….1.094
    7º….RENAULT/CAPTUR…..787
    8º….RENAULT/DUSTER…..728
    9º….HONDA/WR-V…………..521
    10º..PEUGEOT/2008……….472
    11º..JAC/T40…………………..147
    12º..SUZUKI/JIMNY…………..86
    SUV’s e crossovers médios:
    1º – Jeep Compass: 2.687 unidades
    2º – Hyundai IX35: 410 unidades
    3º – Kia Sportage: 291 unidades
    4º – Toyota Rav4: 286 unidades
    5º – GM Equinox: 261 unidades
    6º – Hyundai Old Tucson + New Tucson: 222 unidades
    7º – Mitsubishi Asx: 219 unidades
    8º – Peugeot 3008: 197 unidades
    9º – Mitsubishi Outlander: 88 unidades
    10º – Honda CRV: 51 unidades

    • REDDINGTON

      51 CRV…tem gente “rica” mesmo nesse país viu…Fui na Honda semana passada, pediram 195 MIL reais….Lógico que ri…de nervoso mas ri.

      • Maycon Farias

        Pois é, Lembro que no auge de vendas do Fiat Freemont com 12 mil unidades anuais esse CRV ficou em 2º com quase o mesmo montante em números. Tempos prósperos que não voltam e dificilmente voltarão com a escalada de preços. Naquela época ele custava o mesmo valor ou menos que o irmão menor HRV, não posso dizer que foi culpa dos clientes, mas apenas da falta de freio na ganância e inflação descontrolada. No EUA O preço subiu migalhas em muitos anos.

        • Gabriel Mazzi

          O problema é que o governo limitou a quantidade que as montadoras podiam importar, tirando toda a competitividade desses carros. Logo, se só posso trazer uma quantidade limitada de carros, vou tentar lucrar o máximo possível nessa pequena quantidade. Já que não dá pra ganhar no volume, ganha por unidade.

          Se a Honda só pode trazer 500 CR-Vs na cota dela, porque vender barato? Se vender 50 por mês por esse preço, tá muito no lucro e ainda esgota a cota anual antes de acabar o ano.

          • Maycon Farias

            Triste realidade.

          • REDDINGTON

            Mas a questão da cota caiu desde 1º de janeiro desse ano… Só ver as vendas/importações da Kia. O problema específico da CRV foi o carro ser importado dos Estados Unidos, que taxou nos 35%. E segundo um vendedor (não sei se é verdade) a Honda só conseguiu trazer essas 500 unidades pro Brasil por intermédio da Honda japonesa, a matriz, a americana não queria liberar nem 1 unidade justamente por que está faltando CRV nos Estados Unidos..E essa história de ganhar em unidade em detrimento ao volume, é o famoso voo de galinha, só dá certo em curtíssimo espaço de tempo…

        • REDDINGTON

          Cara o Compass vai fazer 2 anos de mercado em setembro…aumentou 20 mil reais já pra comemorar os 2 aninhos…10 mil por ano…kkkk. Não dá pra comprar carro no Brasil, está impossível de comprar carro de verdade…Golf de entrada manual 80 mil…GTI Top 175…

  • Filipe Lawrence

    3/4 ka/gol
    Literalmente

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email