Brasil Renault

Confirmado: Nova geração do Renault Duster chegará às lojas em março

Confirmado: Nova geração do Renault Duster chegará às lojas em março

A Renault confirmou nesta terça (21) que irá lançar o Duster 2020 no Brasil, mais especificamente no mês de março. A notícia da renovação chega no auge dos utilitários esportivos no País, que vem ganhando mais destaque e preferência do público.


O novo Renault Duster estreia com amplo facelift, no qual aproxima a versão nacional com a que é comercializada no mercado europeu, Emirados Árabes e África do Sul. Consequentemente, a segunda geração do modelo deve chegar ao nosso país com aprimoramentos.

Confirmado: Nova geração do Renault Duster chegará às lojas em março

Embora tenha recebido amplo tapa no visual, ficando ainda mais moderno, a Renault não optou por trocar a plataforma do SUV, portanto o Duster continua com a base B0. Por outro lado, o carro recebeu modificações nos faróis, nas lanternas, no porta-malas, para-choque, dentre outros.

Confirmado: Nova geração do Renault Duster chegará às lojas em março

Na parte dianteira, utilitário esportivo ganhou uma “aproximação” dos elementos, como, por exemplo, o farol e a grade dianteira, que são “unidas”. Na parte traseira, o modelo ganhou lanternas no formato quadrado com iluminação interna. O formato da lanterna lembra bastante a do Jeep Renegade.

Já no interior, o Duster ganhou outras mudanças. O SUV traz cabine mais premium, com alterações no console central, painel, bem como nos revestidos internos. Com isso, podemos dizer que o veículo propiciará mais ergonomia e conforto aos ocupantes.

Confirmado: Nova geração do Renault Duster chegará às lojas em março

Outra mudança notável é com relação às saídas de ar. Agora, elas são retangulares, abandonando o formato redondo.

Há informações de que o novo Renault Duster será ofertado com o motor 1.6 SCe de 120 cavalos de potência e 16,2 kgfm, apenas. Essa motorização estará disponível com câmbio manual e automático CVT. O motor 2.0 aspirado não deverá estar disponível.

Além disso, espera-se que a Renault passe a oferecer o Duster com motor 1.3 turbo, que foi criado a partir de uma parceria com a Mercedes-Benz. Esse motor será produzido na fábrica da Renault no Paraná. A inclusão do 1.3 turbo no Duster deve ocorrer no início do próximo ano (2021).

Darlan Helder

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011

  • Chris

    Não haverá mais a versão 4×4? Era o único diferencial para os demais “suvs” a gasolina. Acho improvável a Renault abandonar de vez esta versão.

    • Fabio Marquez

      O modelo 4×4 é associado ao motor 2.0 que a marca está descontinuando no mercado. Talvez lancem ele com o motor turbo. Além do mais o Eco tem a versão 4×4 naquela versão Storm com motor 2.0 e cambio AT.

      • what_the_hell??

        Mas o Eco custa mais de 100mil! E o turbo, pela matéria, só em 2021! Uma pena que o que todo mundo está realmente esperando (o Tce) venha com tanto atraso!! A aparência, na minha opinião, era o menos importante a se mudar!

  • Licergico

    novíssimo …

  • Ric53

    Sai, sai eu vi primeiro!

  • Claudio

    Nova geração?

    • Cesar

      O atual usa a plataforma B0.
      Este a M0.

      • Rafael Alves Dos Santos

        Na própria matéria está dizendo que a plataforma B0 foi mantida.

  • delvane sousa

    Nova geração? parece mais um facelift sem grandes novidades em relação ao modelo atual.

    • Luke

      É tipo o HB20, é uma “nova geração”, mas não tão nova assim…

    • Cesar

      Nova plataforma.
      Compare a coluna A com o antigo.

      • “Perguntador”

        Segundo o texto “a Renault não optou por trocar a plataforma do SUV, portanto o Duster continua com a base B0”. Afinal, trocou ou não?

        • Cesar

          Boa pergunta.
          Tem sites que dizem que trocou, tem sites que dizem que não trocou.
          Eu prefiro acreditar na informação do fabricante que este é feito sobre a mesma plataforma do Sandero II ou seja, a M0.

          • zekinha71

            A Renault aprendeu com a VW e as gerações do Gol, muda alguma coisa e fala que é nova geração, nova plataforma, mas é só pegar as peças e de um que encaixam na outra.
            Tinha um conhecido

            • Retrato do Papai

              O palio também tinha umas gambiarras assim, inclusive a própria fiat lançou um palio g3 por fora e g2 por dentro, é o que tem uns adesivos escrito “celebration”, bem fácil de achar na rua

    • Deadlock

      De fato é só um tapa na velhaca…

  • Gran RS 78

    Nossa, a Renault realmente foi “rápida” em lançar o novo Duster no Brasil, afinal ele “só” foi lançado à 4 anos lá fora.

    • Eduardo 1981

      E já vem com lanternas plagiadas do renegade…

      • Gran RS 78

        Bem lembrado!

    • what_the_hell??

      E sem o mais importante, que era o motor TCe! Esse só virá em 2021! Ou seja, vai passar mais um ano definhando nas vendas, sendo o 7 ou 8 “SUV” mais vendido!

      • Gran RS 78

        Se a marca realmente fizer isso, só vai vender bem para os locadoras, ou se ela for bem agressiva nos preços para o consumidor comum.

  • Leandro Dos Santos

    Nao sei o que é pior.. por fora ou por dentro!! Ainda com valores proximos a creta e kicks muito mais harmonicos e modernos.

    • Eduardo 1981

      E de maior qualidade.

      • Zé Mundico

        E mais caros…

        • D34D P00l

          Mas com o delta de qualidade superior ao delta de preço, traduzindo custo benefício superior, por isso vendem mais também.

        • Eduardo 1981

          Proporcionalmente, ao meu ver, melhor compra (custo x benefício).

      • Paulo

        desculpe mas renault é um trator. Tanto é que virou carro de frota de muitas empresas, qualidade tem, naõ tem conforto. E não tem por causa do próprio brasileiro que ficava olhando vinco e estética na época do clio, a renault aprendeu.

        • fsjal

          Tive um na empresa e fiquei na rua com ela duas vezes.
          Foi o pior carro que eu já dirigi. Se fosse mesmo robusta, vá lá, os outros carros que temos são Onix, que não são nada de mais mas cumprem seu papel.
          A Duster nem pra inspirar confiança. Nunca mais.

        • Eduardo 1981

          Logan e Sandero, por conta de espaço interno e preço. Não são carros frágeis como Citroen e Peugeot, mas basta entrar em Kicks e Creta para ver que a qualidade é maior sim. Falei qualidade e não fragilidade.

        • Manfred Smile

          Acontece que no Brasil não se vende Renault e sim DACIA. Por isso ausência do conforto e de beleza. Os carros verdadeiramente da Renault são bem acabados e bonitos. Confere lá no site da Renault Portugal.

    • Zé Mundico

      Mas aí é que está o lance, a Renault oferece o Duster como opção mais barata em relação aos outros. O Duster é o genérico dos suvs e sempe vendeu bem em relação a esses suvs de perfumaria que voce citou.

      • D34D P00l

        Não entendi, esses dois exemplos não vendem mais que o dobro do duster?
        Mas o ponto pra mim, que o colega acima também frisou, é que ele custa muito próximo dos concorrentes mais dignos. Supondo que um Creta/Kicks/Renegade AT de 75k estejam “justos”, um Duster AT deveria NO MÁXIMO custar 60k, talvez 55 fosse mais adequado.

      • what_the_hell??

        Não entendi seu comentário! Qual foi o ano que o Duster vendeu mais que Kicks ou Creta? O Duster perde em praticamente tudo até para o “primo” Kicks! Só valeria a pena se custasse uns 20mil a menos!

  • Anderson Mendonça

    traseira pavorosa. renault quando não caga na entrada, caga na saída.

  • A Renault poderia usar esse visual mais “robusto”, e deixar ele no nicho de carros mais aptos ao 4×4, deixando só essa versão, sendo uma bem básica 4×4 pra trabalho pesado, e uma um pouco menos pé de boi pra quem quer algo mais de conforto. Colocar isso aí pra competir com os outros SUV’s do mercado não tem como dar certo. Vai viver de vender pra Locadora, e um ou outro desavisado.

    • Zé Mundico

      A Renault oferece o Duster como opção mais barata para os outros Suvs de perfumaria e sempre fez questão de ser o primo pobre do ramo. Pode ser feinho mas em termos de confiabilidade e resistência não deve nada a nenhum outro da faixa. É o genérico dos suvs e vende bem para locadora por isso mesmo.

      • fsjal

        Falar que a Duster vende bem, mesmo que pra locadora por ser mais barato é falacioso. Vende menos que Captur, que é o mesmo carro com “perfumaria”. Menos da metade que Kicks, HR-V e Creta.

        Mesmo na venda direta (que correspondeu a mais de 60% das vendas desse carro ano passado), ainda vendeu menos que Kicks, Renegade, Creta e, pasmém, Captur. Vendeu um pouquinho a mais que o T-Cross.
        E olha que o T-Cross nem teve o “ano cheio”.

        Não, a Duster não vende bem.

  • Marcelo Amorim

    Ja nasce meio morto,Renault e Jeep atrasam demais o motor turbo.

    • Fabio Marquez

      Os motores aspirados ainda tem boa saida no mercado, não tem porque os fabricantes desesperarem. Que vende mesmo com motor turbo só o T-Cross e daqui uns meses o Tracker, o resto é tudo aspirado… Creta, EcoSport, Renegade, Kicks. Nem coloquei os chineses, pois são peso morto.

  • vicegag

    Uma eternidade para lançar a Duster retocada aqui, e ainda pedem mais um ano para ter motor novo.

  • Rogério R.

    Acho que esse SUV tem grande potencial de estar no top 20 dos mais vendidos a exemplo do Kicks, este que é vendido só com motor 1.6.

    • Rogério R.

      P.S.: O painel de instrumentos ficou muito melhor no Duster 2, a Renault do Brasil tinha que ter se inspirado nele para equipar Sandero, Logan e Stepway 2 fase 2.

  • Eduardo 1981

    Já com as novíssimas lanternas de Renegade!

  • Danilo Vieira

    Visualmente, melhorou bastante, espero que melhorem também a Oroch.

  • Daniel Pirolli

    Achei engraçado a parte do texto que diz. “Ficando ainda mais moderno” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk o que esse carro tem de moderno? A piada foi boa, pois me fez rir hahahahahaha

  • Claudio

    Pediu pra ser medonho e entrou 3 vezes na fila 😂😂

  • More of the punisher

    Mais premium….que expressão infeliz e brega. Pior só o ” espaço Gourmet”…E ainda por cima, se é MAIS premium, teria que ter atualmente algo no nível ou próximo a algo premium. Mas tudo nessa jabiraca mal acabada da Dacia parece ter sido feito com plástico de dvd reciclado. Isso é reportagem ou propaganda??

  • Zé Mundico

    Espero que a Renault já tenha dado um jeito nesse motor 1.6 da Nissan, que baixava óleo do nada. Teve muita gente reclamando disso e de super-aquecimento com queima de retentores e juntas.
    Pelo que ví a mudança foi mais interna do que externa, parece que agora o acabamento e a ergonomia estão melhores. É um carrinho bem valente e resistente, pena que bebe demais tanto na gasolina como no álcool.

    • omaisbanidodona

      esse problema do motor ja foi resolvido a muito tempo,foi so nas primeiras unidades por causa de uma junta de um fornecedor

  • Luiz Felipe S. Silva

    Na minha visão a Renault errou muito na estratégia, deveria ter focado antes nesae Duster e não ter lançado o Captur, mas sim o Arkana, que acredito, tem maos chances de sucesso e não seria fogo amigo.

    • Cesar

      O Arkana seria concorrente do Compass.

      • Luiz Felipe S. Silva

        Sim, por isso mesmo. Com isso a Renault atuaria em dois segmentos, não somente um como hoje

  • EDU

    Tenho um conhecido que tem um . Ele diz que gosta muito do dele . Fala que e muito espaçoso e com um porta malas muito bom . Disse que tem Mecanica robusta e so reclamou um pouco do consumo. Pode nao ser uma maravilha mas me parece um carro honesto

    • Cesar

      É um carro honesto assim como os demais Renaults o que pega é só a falta de um pouquinho mais de capricho.

    • MonHoe

      Eu aluguei uma CVT e na cidade comigo estava na média dos 8,5-9 km/l, sempre na gasolina, eu não achei muito ruim, mas tbm não é bom, aceitável pra um carro 1.6 pesado e com aerodinâmica ruim

  • Ramon Oliveira

    De frente ficou muiyo bonito, mas a traseira é mais feia que batida de trem

  • Motor do kicks, câmbio mas essa plataforma joga contra

    • Cesar

      A plataforma do kicks tem a mesma origem.

  • matheus

    Essa geração corrige alguns problemas como o acabamento fraco, a falta de ergonomia e de direção elétrica e, ainda, traz um desenho mais elegante.
    Se conseguissem vender a versão europeia abaixo dos 100 mil, acho que teria um bom volume. A versão europeia traz motor turbo, com versão 4×4, 6 airbags, controle de cruzeiro, ar digital, apoio de braço, ajuste de altura e profundidade do volante, entre outros equipamentos.
    Acho essa geração esteticamente bem resolvida.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Acho que será mais caro que o Captur.

  • Ueldes Damasceno

    “Desaster “

  • Alvarenga

    Sem versão 4X4 sera apenas mais um no mercado, e pior, mantendo parte de sua “cara velha” ainda…..e se tiver apenas o motor 1.6 não tem nem como concorrer com outros que tem motores mais potentes. Verdadeiro fracasso!

  • fsjal

    Se não vai mudar a plataforma, não é nova geração.

    O Duster pra ficar ruim tem que melhorar muito ainda. Tive um na empresa e foi facilmente o PIOR carro que eu já dirigi na minha vida.
    Pelo menos o design e o interior melhoraram um pouco.

    Mas manter essa central multimídia é vergonhoso.

  • zekinha71

    Ou seja eu sou um novo carro velho, ou seria um velho carro novo.

  • Retrato do Papai

    nova geração… pero no mucho

  • what_the_hell??

    Não terá o 1.3 tão cedo, mas ao menos (pelo que li) virá com direção elétrica, finalmente!!!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email