Etc Longform

Conheça os carros e as ruas de Aruba

Conheça os carros e as ruas de Aruba

Entre os dias 7 e 15 de junho, estive em Aruba, em uma viagem de férias. Chegando lá e vendo a diversidade dos carros e também os vários modelos quase que desconhecidos para os brasileiros, pensei em fazer uma matéria aqui no NA, mostrando um pouco desta realidade diferente.


Aruba é uma pequena ilha do Caribe, que fica a apenas 30 km da costa da Venezuela. Se trata de um território da Holanda, ou mais precisamente dos Países Baixos, que também tem no Caribe as ilhas de St. Maarteen e Curacao como territórios.

A língua oficial em Aruba é holandês e papiamento, aquela língua usada no parque Hopi Hari no Brasil, que todo mundo pensa ser uma língua criada por eles, mas na verdade não é. Aliás hopi hari é gargalhada em papiamento.

Aruba tem 32 km por 9 km de extensão e fica em uma parte mais segura do Caribe, sem furacões, e o clima é quente o ano todo, com praias de areia branca e um mar azul lindíssimo.


Conheça os carros e as ruas de Aruba

A capital se chama Oranjestad. Fiquei no hotel Westin, que fica na Palm Beach, a praia mais conhecida de Aruba. Fui com um pacote da CVC, mas para chegar até Aruba, o caminho mais comum para os brasileiros é pegar um avião da Gol em Guarulhos, seguir até Caracas, onde o avião fica uns 30 minutos para abastecer, e depois segue até a pequena ilha. A passagem de ida custa entre 900 e 1.000 reais, e no total são 7:30 horas de viagem.

A população é de pouco mais de 100.000 pessoas, a maioria delas envolvida no turismo, pois são muitos hotéis luxuosos e casinos. O que mais vemos são americanos e brasileiros, para todo lado, mas temos também muitos turistas da Holanda e de outros países da América do Sul.

A moeda usada é o florin, mas você pode usar dólares tranquilamente em qualquer lugar. As coisas são um tanto caras, passeios bastante requisitados como mergulho ou pesca em alto mar podem custar mais de 300 dólares por apenas 4 horas. Os restaurantes mais bem conceituados cobram mais de 100 dólares para um casal jantar. Em uma churrascaria brasileira, gastamos 45 dólares por pessoa para comer no rodízio, e assim por diante.

Conheça os carros e as ruas de Aruba

Quem quer gastar menos com comida procura restaurantes mais simples, longe da praia, ou recorre a fast-food… McDonalds, Burger King, Wendy’s, e assim por diante.

Mas, vamos ao que interessa…

Os carros e as ruas de Aruba

Aruba tem avenidas principais com um asfalto quase perfeito. Entrando em ruas secundárias, temos várias imperfeições no solo e alguns buracos grandes. Mas de um modo geral é tudo plano.

Os motoristas são em sua maioria educados, e param quando algum pedestre está esperando para atravessar a rua. A velocidade máxima permitida é respeitada pela maioria, apenas de vez em quando vemos alguma coisa não tão civilizada, como uma leve cantada de pneus ou motociclistas fazendo bagunça.

Conheça os carros e as ruas de Aruba

Os taxistas são os mais apressadinhos, e acabam passando em faróis vermelhos quando não vem nenhum carro, já que não se vê carros de polícia nas ruas. Apenas em uma noite vi uma viatura (Hyundai Santa Fe) correndo com as luzes acesas e sirene, parecia estar indo atrás de alguém.

Os carros existentes em Aruba são de todas as marcas possíveis. Mas algumas estão presentes com mais força do que outras. Hyundais, Toyotas e Chevrolets são a maioria. Temos muitos carros também existentes no Brasil, mas modelos da Volkswagen são raríssimos. Fiats? Não vi nenhum.

Notei alguns carros japoneses mais velhos nas ruas, com volante do lado direito. Devem ser aqueles carros velhos que os japoneses não querem mais e acabam mandando para outros países. Carros de luxo e outros modelos bem caros quase que não existem. Dentre os alemães, você vê um ou outro Classe C e Série 3, mas é bem raro. Acima disso, vi apenas duas unidades da X6.

Conheça os carros e as ruas de Aruba

Os taxistas usam os modelos mais variados. Vimos Hyundai H1, Hyundai Veracruz, Toyota Corolla, Kia Sportage, Toyota Hilux SW4, Toyota RAV4, Mitsubishi Outlander, Kia Carens, etc. O valor mínimo cobrado é de 6 dólares, e o uso frequente fica bem caro. Algumas corridas de uma ponta até a outra da ilha podem custar 80 dólares.

Uma alternativa é o aluguel de um carro. Em Aruba você não precisa ter carteira internacional de habilitação, a brasileira serve tranquilamente. Estacionamento nas ruas é gratuito, o que facilita bastante.

Aluguei um Chevrolet Spark 2006 na Hertz, que fica dentro do hotel, paguei 38 dólares a diária com km ilimitada. Se trata do menor preço de diária para um veículo em Aruba, já que quadriciclos, por serem considerados passeios, custam em torno de 70 dólares por dia. Depois descobri que tinha locadoras cobrando menos, 28 dólares, mas acabei ficando com a comodidade de pegar um carro no hotel mesmo.

Conheça os carros e as ruas de Aruba

Este valor do Spark ficou reduzido pois quis pagar apenas o seguro obrigatório, que é de 3 dólares por dia e que se limita ao roubo do veículo. Algumas outras modalidades bem completas de seguro chegam a 29 dólares por dia.

Este carrinho estava com 25.000 km (o que parece pouco, mas lembre-se de que a ilha é minúscula), tinha um motor 0.8, que tem desempenho similar aos nossos 1.0. São 51 cavalos e apenas três cilindros.

O Spark amarelo era bem básico, não tinha nem mesmo trava elétrica. Tinha apenas ar-condicionado e direção hidráulica, e com câmbio automático seu funcionamento se mostrou bem suave.

Conheça os carros e as ruas de Aruba

O Spark é bem macio e gostoso de guiar. Não cheguei a fazer média de consumo, mas a gasolina custa 1,70 dólar o litro em Aruba, mais caro que no Brasil. Se você devolver o carro com menos gasolina do que pegou, a locadora cobra o preço normal da gasolina, o que é mais prático do que ter que parar em um posto para abastecer. Rodei bastante e tive que pagar apenas 8,68 dólares de gasolina.

A categoria B da locadora tem também Chevrolet C2 além do Spark. A locadora oferece outras categorias de veículos para aluguel. Categoria C custa em torno de 45 dólares e tem Chevrolet Aveo sedã. Categoria D sai por 50 e poucos dólares e é composta de Nissan Tiida e Suzuki SX4, G sai por 60 dólares e é composta de Kia Optimas.

Acima disso temos as categorias H, L e M, com Daihatsu Terios, Kia Sportage e Jeep Wrangler 4×4, respectivamente. Os preços são de 60, 65 e 115 dólares a diária.

Mas se for pra resumir, achei um lugar fantástico, com a beleza natural de poucos lugares do Brasil aliado a educação das pessoas e segurança para se andar nas ruas. Pretendo voltar, com certeza.

Por Eber

Conheça os carros e as ruas de Aruba
Este texto lhe foi útil??

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email