*Destaque Finanças Matérias NA Mercado

Consórcio de carro – como funciona?

Carro-consorcio Consórcio de carro - como funciona?

Por conta das altas taxas de juros de um financiamento convencional, o consórcio aparece como uma das modalidades mais apreciadas por consumidores de veículos no mercado nacional. É certo que tal sistema não é o mais recomendado para quem precisa de um automóvel, por exemplo, com certa urgência, ao contrário de um financiamento (onde você retira o bem na hora). Entretanto, ele acaba levando vantagem por ter taxas mais em conta, o que acaba resultando num preço final mais baixo.



Mas você sabe como realmente funciona um consórcio e quais são os seus benefícios? Separamos abaixo uma breve lista com os principais pontos de um consórcio convencional e também algumas dicas para que você possa evitar decepções e preocupações no futuro. Confira:

Como funciona um consórcio de carro?

A concepção do consórcio de automóvel é bastante simples. A administradora de consórcios (que precisa de autorização do Banco Central para funcionar no território nacional) reúne um grupo de pessoas interessadas em adquirir determinados bens, o que pode incluir automóveis zero 0 km e usados; motocicletas; imóveis e diversos outros tipos. No entanto, antes de fechar este grupo, é necessário um número mínimo de consorciados para que o grupo seja viável e, assim, viabilize o sorteio mensal.

A partir daí, com o grupo formado com um número mínimo e máximo de pessoas, cada consorciado começa a contribuir com um determinado valor todos os meses seguindo o tempo de vigência especificado no contrato do consórcio. Vamos supor que um grupo seja formado por 250 pessoas, cada uma pagando parcelas de R$ 1 mil por mês. Com isso, a administradora consegue “receber” R$ 250 mil todos os meses, podendo emitir cinco cartas de crédito no valor de R$ 50 mil, por exemplo, montante suficiente para adquirir um carro compacto 0 km.



Esta carta de crédito nada mais é que o valor entregue ao consorciado para aquisição do determinado bem – ou seja, na verdade você paga a carta de crédito e não o veículo em si. A determinação de quem vai receber as cartas de crédito disponíveis em cada mês é realizada através de numa assembleia, que reúne todos os participantes do grupo de consorciados. A contemplação pode ser feita por lances em dinheiro ou também por sorteios.

Como eu faço para ser contemplado num consórcio?

Conforme explicamos no parágrafo anterior, a administradora do consórcio define as pessoas que serão contempladas num determinado mês através de assembleias que reúnem todos os participantes do grupo. Essa contemplação é realizada por sorteio (onde você não precisa desembolsar nenhum valor e ainda assim consegue ser contemplado) ou também por lance.

No caso de lance, você será contemplado caso consiga antecipar o número maior de parcelas. Há uma espécie de competição entre os consorciados que ofertam uma determinada quantia antes da assembleia de cada mês. E na assembleia, a administradora define os maiores lances e contempla as cotas, usando os montantes para diminuir o valor das parcelas do consórcio do contemplado ou até mesmo reduzir a quantidade de prestações restantes.

Entretanto, você ofertar o lance não significa que será obrigado a desembolsar tal valor oferecido. Se, por exemplo, você tenha ofertado R$ 2 mil e naquele mês apenas os consorciados que ofereceram acima de R$ 3,5 mil conseguiram ser contemplados, não será necessário desembolsar qualquer quantia e você poderá guardar o seu dinheiro para tentar fazer uma oferta maior nas próximas assembleias.

Carro-consorcio Consórcio de carro - como funciona?

Quais são as taxas do consórcio?

Um dos benefícios do consórcio é que ele não possui juros. Entretanto, como em qualquer outra modalidade financeira, o consórcio possui taxas. Uma delas é cobrada para garantir a sua presença no grupo e varia de 1% a 1,5 por cento. Já a outra é a taxa administrativa, que é paga para a empresa administradora de consórcios, que normalmente é de 15% a 20%. Há também uma taxa para o “Fundo de Reserva”, que é usada para manter o consórcio quando alguns membros se tornam inadimplentes, normalmente de 2%.

O que acontece caso eu atrase ou não consiga pagar mais as parcelas?

É possível que você sofra com o atraso de uma ou mais parcelas ou até mesmo não consiga terminar de pagar a sua cota de consórcio. E a empresa administradora sabe muito bem disso e já tem algumas “soluções” para essas situações. Caso você atrase diversas parcelas e não tenha sido contemplado, poderá ser retirado do grupo para não comprometer a sua situação e dos demais consorciados. Porém, caso já tenha sido contemplado e interrompa o pagamento das parcelas, a administradora poderá registrar o seu nome junto ao SPC/Serasa ou até mesmo solicitar a apreensão do veículo.

No entanto, para evitar essas situações, você pode vender a conta para uma outra pessoa (desde que seja permitido pela administradora), negociando com ela um valor justo de tudo que já foi pago para que você não fique no prejuízo. É possível ainda solicitar a readequação do valor da carta de crédito, como um “downgrade” para um carte de crédito mais em conta e usar a diferença para quitar parte do saldo devedor ou reduzir o valor das parcelas.

Em caso extremo, você pode pedir sua exclusão do grupo mediante o pagamento de uma multa. Neste caso, a administradora irá te reembolsar com tudo que você desembolsou, mas deverá esperar pela contemplação de todos os outros membros e o encerramento do grupo – algo que pode demorar anos.

Carro-consorcio Consórcio de carro - como funciona?

É possível pegar a quantia em dinheiro ou usa-la para comprar um seminovo?

As administradoras de consórcio não costumam permitir que você utilize a carta de crédito para adquirir outros bens, como motocicletas e imóveis. No entanto, o Banco Central garante que o participante de um grupo receba o crédito em dinheiro ao invés da carta depois de ser contemplado e mediante quitação de suas obrigações para com o grupo (depois de 180 dias) ou após a contemplação de todos os grupos (após 60 dias).

É possível ainda adquirir um carro seminovo com valor inferior à de sua carta de crédito. Neste caso, você pode usar o valor restante para quitar as demais parcelas do seu consórcio. Outra opção é adquirir um automóvel com preço superior ao valor da sua carta, desde que o modelo e o ano do veículo estejam na tabela da administradora do consórcio – neste caso, você ficará encarregado de pagar o valor restante com recursos próprios.

E aí, vale a pena fazer um consórcio?

Caso você tenha uma certa quantia em dinheiro como reserva e não esteja “desesperado” para estacionar um carro novo na garagem, o consórcio pode ser uma ótima opção, já que as taxas em relação a um financiamento tradicional são bem menores. Entretanto, a melhor opção continua sendo a aquisição de um veículo com pagamento à vista, onde você poderá garantir bons descontos juntamente à concessionária e evitar possíveis dores de cabeça com a empresa responsável pelo consórcio.

COMPARTILHAR:
  • Daniel dos Santos

    …não existe almoço gratis!!!

    • leandro

      Exatamente! Dava pra responder o título da matéria com uma frase:
      “Muito mal”

  • 1 Raul

    Dica: o consórcio do BB é o mais barato do mercado. As empresas de consórcio são as que cobram mais caro na taxa de adm…

    • Ric53

      Fiz o meu pelo BB em 2011 se não me engano e foi muito bom negócio!

      • 1 Raul

        Quando tem vaga em grupo mais antigo, os lances costumam ser mais baixos, embora a parcela seja mais alta.

    • rspfreire

      O Consórcio Eldorado possui melhores taxas e prazos amigo.

      • 1 Raul

        Nunca ouvi falar. Mas acho que não teria coragem de fazer, não costumo por dinheiro em empresas que não conheço / pequenas.

        • rspfreire

          Compreendo sua opinião por falta de conhecimento. A empresa é a mais antiga do Nordeste, desde 1981 no mercado. Por aqui só se compra consórcio em empresa local onde se pode participar dos sorteios ao vivo e ser atendido por gente. Esses consórcios com sorteio sendo feito pela loteria federal boto fé não amigo…

          • Johnny

            E mesmo assim,cuidado.Se for sorteio atraves de bolinhas no Globo,certifique-se de que nao haja nenhuma bolinha no tunel de saida.Porque se alguem agir de ma fe,ele pode colocar o numero dele em primeiro lugar,que cai logo no tal tunel,e depois colocar as restantes.Com o girar rapido do Globo,a bolinha dele jamais saira do lugar e assim ele seria o contemplado.O certo e colocar todas as bolinhas no Globo e depois virar o tunel de saida para cima,para que nao fique nenhuma bolinha no tunel.Antigamente,eles faziam isso para os “clientes”serem contemplados.Obviamente,recebiam um famoso”PF”.

          • 1 Raul

            Realmente não conhecia a empresa.

  • CanalhaRS

    Faltou dizer que o valor da parcela não é fixo. Ele é reajustado junto com o bem.
    Num período de preços galopantes, eu não recomendaria.

    • Ricardo

      Tinha essa dúvida, até porque se pegar hoje uma carta de 40.000, daqui 3 anos quando terminar de pagar não se compra mais nada!

      • Eduardo Sad

        O consórcio que vc entra tem um bem de referência … O valor da prestação aumenta e abaixa na mesma proporção deste bem de referência, pra garantir que a pessoa que tirou o carro na última assembleia tenha o direito de pegar um bem equivalente a quem tirou o bem nas primeiras…

        • Mayck Colares

          E se o carro mudou o modelo e o ano no tempo do consórcio? Tipo durou 3 anos o consórcio quem foi contemplado primeiro pega o carro de uma geração anterior e quem sai por último pega o da nova geração sendo que todo mundo pagou igual.

          • Eduardo Sad

            Geralmente a Adm de consórcios manda uma mala direta aos consorciados pedindo que eles façam a escolha por um modelo similar e dão prazo para postar nos correios (são dados alguns modelos similares para escolher com um “X”, com projeção de valor e parcela). Me lembro de ter ocorrido isso em 2015. A carta era de um Celta e faltava mais ou menos um ano pra acabar o grupo de consórcios. Os consorciados fizeram a escolha de alteração para um Palio basico. Deu um reajuste de pouco mais de 10%

            • Fernando

              Existe reajuste apenas para quem AINDA NAO foi contemplado no consorcio. Para quem já esta com o carro, o valor da parcela fica fixa desde o momento que vc esta com o veiculo.

              • Eduardo Sad

                Conheço quatro administradoras de consórcio com bastante participação no Mercado. Ratifico que em todas elas, a prestação segue o reajuste do bem, independente da contemplação ou não da carta.

                • Fernando

                  Bom, entao no Itau, o unico lugar que fiz meus 2 consorcios que ja tive, a parcela só aumentava quando ainda eu nao tinha o carro comigo.

                  Nas 2 situaçoes, quando eu dei o lance, as parcelas ficaram fixas até o final, o que faz total sentido.

                  Nao faz menor sentido vc pagar, por exemplo, por uma carta de R$ 20 mil, aí eu fui contemplado por uma carta de R$ 20 mil, e daqui 2 anos essa carta estiver custando R$ 25 mil, e eu pagar esse aumento. Porque eu que fui contemplado irei pagar? Meu carro que tirei com R$ 20 mil vai subir pra R$ 25 mil tambem? Com certeza nao…

                  Enfim, manda ai o nome das tais administradoras, pra eu dar uma olhada e ficar bem longe delas.

                • Johnny

                  Corretissimo,cara.

              • Angelo Lucca

                Negativo… o valor da parcela é uma fração do bem-referência. Se o preço aumenta, vc paga essa aumento, tenha sido contemplado ou não… Basta imaginar a seguinte situação: Você é contemplado por sorteio na parcela 2, eu sou contemplado por sorteio na parcela 62, são 5 anos de diferença… nesses 5 anos, o bem aumentou no mercado 35%… como fica quem não foi sorteado? de onde sairia essa diferença? os participantes teriam suas parcelas muito reajustadas, inviabilizando o negócio. Ai todo mundo ia querer ser sorteado no inicio, ou daria lances…

                • Fernando

                  Exato, o valor da parcela aumenta se o valor do bem referencia aumentar de valor também. Até aí, tudo ok.

                  Do mais, cara, estou falando por experiencia propria. Voce tem consorcio? Ja fez? Fez aonde?

                  Desde 2010 mantenho ao menos 1 consorcio ativo no Banco Itau. Nas duas situaçoes, o valor da parcela ficou fixa, ou seja, nao teve mais reajuste A PARTIR do momento que tinha sido contemplado e estava com o carro.

                  Quem nao foi contemplado, independente da epoca, inicio, meio, fim do plano vai continuar pagando as parcelas NORMALMENTE, independente do valor que for. É simples assim, nao tem nada mirabolante.

                  A partir do momento que a carta aumenta, nao há desigualdade para NINGUEM do grupo. Se eu entrar num consorcio, hoje, de R$ 20 mil, e for sorteado este mes ainda, eu VOU ter R$ 20 mil pra comprar um carro. Se voce entrar junto comigo, hoje, num consorcio de R$ 20 mil, e for contemplado daqui 3 anos, e a carta estiver custando R$ 25 mil, VOCE irá ter R$ 25 mil pra comprar seu carro.

                  São R$ 5 mil a mais. Aonde está o seu prejuizo? Voce pagou mais…. MAIS está levando mais dinheiro também. Cade o prejuizo? Nao existe. Simples assim

                  “os participantes teriam suas parcelas muito reajustadas, inviabilizando o negócio. Ai todo mundo ia querer ser sorteado no inicio, ou daria lances…””
                  – Respondido acima.

                  Pense o seguinte:
                  Um grupo com 500 pessoas irao pagar por 500 cartas de credito. Não 501, 400 ou quantas cartas for.
                  Quando um grupo é fechado, com exmplo, 500 pessoas, serão 500 cartas contempladas. NINGUEM VAI PAGAR pelo seu carro. É VOCE que vai pagar o SEU CARRO.

                  A administradora apenas antecipará pra voce o recurso, via lance ou sorteio, mas VOCE TERÁ que pagar, ou a admin irá tomar o carro, pois, o carro É da administradora até vc quitar a ULTIMA PARCELA.

                  Enfim, sao 8 anos que faço consorcio, e conheço muito bem como funciona. Nao estou jogando informação sem conhecimento, pode ter certeza.

                  Se existe alguma operadora que age diferente do Itau, da qual eu conheço, mande links para eu ver, mas se elas cobram algo a mais, entao CAIA FORA e faça o SEU consorcio em outro lugar, como o Itau, por exemplo da qual nao tenho do que reclamar, nem do consorcio, nem da parte burocratica que é o banco pagar o carro que VOCE escolheu comprar para o vendedor.

                  Boa sorte.

            • Eduardo Sad

              Lembrando que o bem de referência é como o nome diz apenas uma referência para o preço da carta e seus reajustes… Você compra o carro que quiser (0km, seminovo ou usado até 7 anos de modelo (isso na Adm com a qual trabalho)) de qualquer marca

          • zekinha71

            É o lado bom e o lado ruim, os primeiros já usarem e aproveitaram do bem adquirido, enquanto os últimos ainda estão esperando, em compensação os últimos poderão ter um carro melhor que os primeiros.
            Mas nos casos dos “populares” pode acontecer de depenarem tanto o carro, que os últimos poderão ter um carro bem pior, coitado de bem pegou os últimos Classics.

            • Fernando

              Quando vc faz um consorcio vc tem um carro apenas como referencia. O que vale é o valor que vc tera de acesso.
              Nao existe essa de pegar carro depenado.

              Voce COMPRA o carro que QUISER.

              • zekinha71

                E paga a diferença.

                • Fernando

                  Diferença de valor de quando vc contrata pra quando esta terminando o plano?
                  Mas o valor do carro aumentou. Voce paga a diferença mas vc recebe uma carta de credito de valor maior.

                  Nao está perdendo nada.

                  Agora se a pessoa faz uma carta de consorcio que já é cara pro bolso dela e depois aumenta fica passando aperto, entao precisa escolher melhor né.

                  2 consorcios que ja tive só faço carta de R$ 20 mil, porque com um lance de R$ 5 mil em media vc abate as parcela que sao em media R$ 400, consegue cair pra R$ 300/250… se o sujeito nao conseguir pagar isso, melhor nao ter carro entao rs

          • Fernando

            Cara, o consorcio é uma carta de credito para comprar, neste caso, veiculos.
            As admin usam apenas um carro X como base pra cobrar as parcelas, fazer reajustes, etc.

            Se tal carro sair de linha ou acontecer qq coisa, eles colocam outro carro similar como referencia no lugar do antigo.

            Outra coisa: No consorcio, ao menos dos bancos, vc compra o carro que QUISER. Se custar mais q tua carta, vc paga do bolso, se custar menos, vc pode usar a diferença pra abater parcelas ou comprar acessorios pro veiculo. NINGUEM vai te obrigar a ter o carro de referencia, isso nao existe. Pode ser q exista se vc fizer um consorcio na Honda, por exemplo. Mas nao em bancos.

            Eu recomendo, desde 2010 faço consorcio e ja estou com meu 2o carro de consorcio, ambos feitos no itau. Barato demais, infinitamente mais acessivel que um financiamento e com quase juros zero.

        • Mayck Colares

          Ou se fizerem pra algum carro que sai de linha por exemplo, fiquei com essas dúvidas.

          • Fernando

            Leia meu outro comentario q fiz pra vc amigo.

            • Johnny

              Fernando,me desculpe discordar de voce.Mas o consorcio de que voce fala,nao existe.Eu posso falar com autoridade porque ja fui vendedor,supervisor e gerente de vendas de consorcio.Trabalhei em varias concessionarias.A ultima foi a Brasilwagen.A parcela aumenta,Todas as vezes que o carro sofrer aumento.Porque a razao e simples.Sao todos os participantes que contribuem com X valor para se adquirir o automovel.Parcela igual para todo mundo.Da forma como voce mencionou,se eu for contemplado na primeira reuniao,deixo de pagar os aumentos futuros,certo? Pergunto:Quem ira arcar com os aumentos?Os que ainda nao foram contemplados?Seria desvirtuar a finalidade do Consorcio.O plano em si,nao e nada mais,nada menos do que, um determinado numero de pessoas contribuirem com um X valor para poderem adquirir um automovel.Valor igual para todo mundo.Sao 2 carros por mes.1 por sorteio e outro por lance.Sendo que o valor do lance vencedor e abatido nas parcelas.Para finalizar,a vantagem de ser o primeiro sorteado e o de pagar somente 1 parcela e sair com o carro rodando.Agora, o ultimo sorteado tera a vantagem de sair com o carro do ANO.Mais uma vez,um alerta aos dasavisados: a parcela Aumenta,TODAS as vezes que o carrro sofrer aumento.Para contemplados e Nao contemplados.Espero ter dirimido quaisquer duvidas.

              • Fernando

                Meu amigo, adoraria ficar debatendo este assunto que acho legal, mas nao tenho tempo.
                O que posso te dizer é o seguinte: Acesse o site do banco itaú, ou vá ate uma agencia e tire suas duvidas.

                Eu estou dizendo como funciona no banco itau, e como cliente, o modus operandi do consorcio que eu faço desde 2010.

                Volto a repetir:
                No banco Itau, atualmente eu pago a mesma parcela fixa ha quase 2 anos desde quando dei o lance no meu carro e RETIREI A CARTA em maio de 2016.

                Se vc duvida, me manda seu email que eu te envio um historico de pagamento da minha conta corrente pra vc ver que eu nao estou inventando nada.

                • Johnny

                  Bom,pode ser que tenham mudado as regras de jogo.Mas no meu tempo,ate 1993,as regras eram essas.Cada consorciado contribuia com 2 % do valor do bem.Num grupo de 100 pessoas.Tinha mais 10% de taxa de administracao e 5% para o Fundo de Reserva.Parcelas fixas so nos financiamentos diretos.Leasing era somente para pessoas juridicas.O Consorcio e bom para quem nao tenha pressa em adquirar um carro rapidamente.Se quiser um carro para “ontem” atraves do Consorcio,somente comprando uma Cota Contemplada.Nao acredite em conversa de vendedor,tipo,ha pouca gente ofertando lances,oferecendo mil vantagens……………….Nao ha milagres!!!

                  • Fernando

                    Meu amigo,
                    atualize-se por favor. Pois no “seu tempo” que é de onde esta pegando informaçoes, já já vai ter 30 anos se passado.

                    As informaçoes que tenho colocado aqui é de agora.

                    Consorcio serve pra quem pode esperar pra ter um carro ou quer planejar uma troca.
                    Pra quem quer comprar amanha, o unico jeito é pagar a vista ou financiar. Nao tem formula magica.

                    • Johnny

                      Carissimo,
                      Voce acaba de confirmar o que venho dizendo.O Consorcio e para quem pode esperar.E uma POUPANCA Forcada.Como disse anteriormente,eu nao estou pegando informacoes agora.Eu fui vendedor de Consorcio.Entao,conheco o sistema melhor que ninguem.Ate 1993 era daquele jeito,se calhar mudaram as regras.Mas nao faz sentido.Gostaria de te fazer uma pergunta.Se houver aumento nos carros,quem e que vai arcar com a diferenca??Sera rateado entre os consorciados nao contemplados?Se assim for,entao eu gostaria de ser o primeiro contemplado,como ja disse outro internauta.Bom,vou ficar por aqui mesmo.Nao vale a pena ficarmos discutindo esse assunto.Tenha boa sorte no “Teu” Consorcio.

                    • Fernando

                      Desculpe amigo, mas passar informaçoes de 30 anos atrás, infelizmente nao tem serventia alguma.

                      Quanto a sua pergunta, é como respondi em varias mensagens neste topico. No Banco ITAU (tá vendo, to dando nome ao boi pra VOCE PESQUISAR SE QUISER), toda vez que o carro de referencia do grupo aumentar o valor, o valor será aumentado para TODO MUNDO que NAO está com o Carro. Se voce foi contemplado mas NAO escolheu nenhum carro, o valor aumentará TAMBÉM.

                      A partir do momento que vc COMPRAR um carro e ele ficar ALIENADO ao consorcio, as SUAS PARCELAS ficarao fixas, pois TEU carro NAO irá aumentar de preço, ele nao é um patrimonio que se valoriza, apenas desvaloriza. Qualquer um sabe disso.

                      É simples assim. Nao tem rocócó, historinha, o que for.

                      Nao quero ser chato, mas porque quem discorda de mim, acha que estou inventando lorota nao acessa o site do BANCO ITAU ou vai até uma agencia perguntar? Serio amigo, a sensaçao que tenho é que algumas pessoas, como vc só ficam rebatendo minhas mensagens pra ser “do contra”.

                      Se voce tivesse real interesse em um consorcio, iria até uma agencia Itau e pesquisaria.

                      Eu apenas estou relatando a minha experiencia para tentar AJUDAR outras pessoas a terem um carro. E nao inventando historia pra prejudicar os outros.

                      Daí, acredita quem quiser.

                      Por isso que o Brasil é o que é, uma grande confusao. Todo mundo acha que tem razao em TUDO, mas poucos, fazem o que eu fiz, PESQUISAR e se INFORMAR de verdade.

                      Obrigado pela “boa sorte”.

                    • Johnny

                      Carissimo,
                      Tudo o que eu disse anteriormente,foi baseado na minha experiencia como alguem que trabalhou no ramo.Voce esta totalmente Equivocado quanto a minha pessoa.Nao sou da Turma do “CONTRA”.Pelo que li ate agora,voce e o UNICO que afirma que as parcelas se tornam fixas quando ja estiver de posse do veiculo.E Errado.Nao estou duvidando da tua pessoa.So acho estranho.Como alguem ja disse antes,o consorcio e um conjunto de pessoas na qual cada um contribui X valor para adquirir um ou dois veiculos.Vou so citar um exemplo: com 500 reais por mes voce foi contemplado com um carro de 50.000.00 num grupo de 100 pessoas.Agora, passado 6 meses,o mesmo carro passou para 60.000.00.Agora pergunto:voce vai continuar pagando 500 reais por mes??? Claro que nao.Apesar do teu ter custado 50.000.00,o proximo teve um aumento de 20%.Consequentemente a tua parcela ira aumentar 20%.E assim sucessivamente.TODAS as vezes que o carro sofrer aumento,a tua parcela tambem aumentara.Entendido??? Ou quer que desenhe?????? E para finalizar,nao e ma vontade,mas se eu estivesse ai,com certeza que iria ao Banco Itau para fazer nao 1,mas varios consorcios de que esta falando.

                    • Fernando

                      SIM!
                      Se vc pagar R$ 500 por mes e for contemplado, voce VAI SIM continuar a pagar R$ 500 reais por mes porque é VOCE que vai pagar a sua carta, nao o grupo. Cada pessoa ira pagar pela sua carta. Quem nao for contemplado, e a carta ter reajuste, pagará mais caro, mas receberá uma carta de credito mais cara. Qual problema há nisso?

                      Colega, isto esta desgastante pra mim. Estou com a maior da boa vontade em querer tirar duvida de quem nao conhece consorcio, como estou aqui contigo, tentando te explicar.

                      Mas já vi que vc quer mesmo ficar batendo boca pra ver quem tem razao. Eu nao tenho tempo pra isto, por esse motivo esta é minha ultima msg sobre este assunto.

                      Se vc nao está no Brasil, pra ir no Itau, pega seu smartphone, coloca credito no Skype e liga pra central do itau: 4004 4828 esse é o telefone.

                      Liga lá, se informe, tire suas duvidas e seja feliz.

                      Se vc acha que o que estou dizendo é mentira, problema seu. Sorte a minha, pois pago parcelas fixas do carro que JÁ ESTÁ COMIGO há 2 anos. E eu nao preciso provar nada pra ninguem na internet.

                      Se nao acredita no que estou dizendo, quem está perdendo uma oportunidade de negocio É VOCE.
                      Não eu, porque o meu consorcio tá rodando e eu pago parcelas fixas do meu carro, que esta comigo há 2 anos.

                    • Johnny

                      Carissimo Fernando,
                      Nao me leve a mal.Nao estou querendo bater boca contigo,mas somente dirimir duvidas.Eu tambem comprei o meu segundo carro atraves do consorcio.Uma Cota Contemplada.Na epoca,tirei o Monza 85 FII.Isso em 1985.E paguei reajustes sempre que o carro aumentava.Essa e a finalidade do Consorcio.Para quem nao tem grana para pagar a vista,coisa que eu nao tinha na epoca.Fiquei super feliz.E agora,te digo uma coisa:Fico contente por ti por estares satisfeito com o teu plano.Ainda bem.E espero que continues adquirindo carros atraves do Consorcio.Valeu.Abs.

                    • Johnny

                      Os consorciados contemplados com um bem que foi retirado de fabricação permanecerão pagando o valor anterior, sendo suas prestações atualizadas somente quando houver alteração no preço do novo bem.

                    • Johnny

                      Mas no consórcio, ao contrário do que acontece no mercado, nada pode ficar de fora do carrinho. Todos os participantes precisam contribuir para que o caixa do grupo possibilite a compra do bem.

                      Ou seja, a sua carta de crédito precisa garantir que, ao ser contemplado, você tenha recursos suficientes para comprar o bem contratado em seu plano, que pode ser um Gol 1.0, por exemplo. Esse poder de compra deve ser mantido por todos os participantes do grupo (contemplados ou não), para que os participantes contemplados possam ver o Gol na garagem.

                      Por isso, quando o fabricante determina o aumento do valor do automóvel, esse aumento é cobrado de todos os participantes, para manter o poder de compra do grupo e garantir o carro para quando a contemplação acontecer.

                      O mesmo vale se o fabricante determina a diminuição do valor do bem. Aí, é só alegria: você continua com crédito suficiente para comprar o carro na contemplação, mas paga parcelas mais baixas, que dão aquela aliviada no orçamento.Texto retirado da materia sobre Consorcio.

                    • Johnny

                      Nunca mais na vida faço consórcio. O meu é do Itaú, mas no primeiro mês aumentaram 170 reais na minha parcela, eu briguei e voltou ao valor combinado. Agora já aumentaram 50 reais na parcela novamente. Ninguém explica isso quando compramos o veículo. Peguei um carro usado e não concordo com isso porque carro desvaloriza, se eu for vender o meu agora, não vou receber o que paguei por ele há 2 meses. Entendo a lógica explicada, mas acho abuso com o consumidor nos fazer pagar por uma falsa valorização. O meu consórcio é de um carro 15/15, por que devo pagar o valor de um 15/16 ou 16/16? Se soubesse disso, jamais teria entrado no consórcio, preferia ter dado a metade do valor do veículo (que foi meu lance) e comprado com financiamento normal.Texto retirado de uma adm.de Consorcio.

    • T1000

      no caso de imóvel se o consorcio for corrigido pelo incc voce esta lascado

    • Guilherme Batista

      Mas esse aumento só ocorre até o momento em que a pessoa for contemplada, certo?

      • CanalhaRS

        Infelizmente não, Guilherme. Enquanto o bem de referência aumentar, a parcela vai acompanhar, até o fim do teu plano.

        • Fernando

          ERRADO.
          Amigão, vc tem consorcio? Ja fez um? Fez aonde?

          Eu estou no meu 2o consorcio, faço desde 2010, e nas duas situaçoes as parcelas ficaram fixas a partir do momento que eu dei lance e fui contemplado.

          Desculpe, mas nao faz o menor sentido sua colocação. Como o valor de um bem, que já estaria contigo (contemplado), vai aumentar ou subir se o bem já está nas suas maos e sendo assim, ele nao tem como haver variação de preço.

          Existe variaçao de preço apenas para quem NAO foi contemplado, aí, pode ter alteraçao quantas vezes o carro de referencia mudar de valor.

          Se vc tem um consorcio e mesmo contemplado teve aumento, entao vc pode correr atras dos seus direitos.

          • Ernesto

            Desculpe Fernando, mas o que você escreve que não faz o menor sentido. Nem vou escrever nada, pois o Johnny já escreveu o que eu acho também.

      • zekinha71

        Pra simplificar o consórcio é uma espécie de vaquinha, um grupo de pessoas se reúnem e cada uma dá uma porcentagem do valor do bem, e é feito um sorteio de quem vai ficar com o bem naquele mês.
        Se o bem sobe o valor que cada um tem que dar vai subir pra poder adquirir o bem.
        E a taxa de administração é cobrada justamente pra poderem administrar os grupos, fazer a compra do bem, e correr atrás dos caloteiros, principalmente o que já recebeu o bem, pois pegou o dele, não pagou e quer passar a perna nos outros.
        Eu trabalhei em um consórcio que foi justamente eles que criaram, nos anos 60 um grupo de amigos queriam comprar seus opalões e não tinham grana pra pagar, naquela época carro praticamente só se comprava a vista.
        Daí fizeram uma vaquinha e compraram um carro e sortearam, no mês seguinte a mesma, quando todos receberam seus carros, tiveram a ideia de fazer isso pras outras pessoas, somente cobrando a taxa de administração.

      • Fernando

        Exato.
        A partir do momento que for contemplado, o valor fica fixo.

        Faço consorcio desde 2010, estou no meu 2o carro, ambos usando o consorcio do Itau e as parcelas sao fixas. Só ha reajuste se o carro de referencia aumentar ou baixar o valor e vc ainda nao for contemplado.

        • Ernesto

          Ou seja, se o carro de referencia aumentar, mesmo você já tendo o carro pois foi contemplado ou deu lance, sua prestação irá aumentar.
          Não faz o menor sentido o parcela ficar fixa já que você foi contemplado.

          • Fernando

            Meu amigo, aonde vc leu isso? voce faz consorcio aonde? Por favor, dê nome aos bois, porque eu estou aqui explicando como funciona no banco Itau e garanto 100% que as parcelas ficarao fixas a patir do momento que vc comprou seu carro com a carta sorteada/lance.

            Qual o sentido de vc pagar o aumento da carta se o seu bem, que JÁ ESTÁ COM VOCE nao terá reajuste.

            Amigo, faz o seguinte:
            acesse o site do banco Itau, ou vá numa agencia e pergunte. Tire suas duvidas com o banco.

            Eu nao estou aqui pra debater se faz ou se nao faz sentido. Eu estou dizendo COMO É no Banco Itau.
            Se vc acha que isso nao faz sentido, se informe no banco, e reclame com eles.

            Se vc quer pagar juros por algo que nao deveria (pagar aumento da carta referencia se VOCE JÁ ESTA COM O BEM), entao pague rsss… mas com certeza nao sera no Banco ITAU.

            Boa sorte

    • Ailton Maschio Gomes

      Principalmente se for contemplado no inicio. Como carro no Brasil só aumenta , é provável que termine pagando o dobro de parcela.

    • Xandy Paiva

      Faltou dizer também que pra entrar, não exigem nada de vc, e nem fazem análise de crédito, mas se vc for contemplado e tiver alguma restrição não pega o bem….

  • Ricardo

    Consórcio tem taxas meio abusivas, tanto é que financiar em até 3 anos, adiantando o máximo de parcelas possíveis acaba dando na mesma.

  • Vitão

    Se tiver dinheiro sobrando é melhor ir juntando na poupança até que se tenha um valor razoável, depois ir migrando para renda fixa até alcançar o valor desejado.

    Mas não gastaria todo o meu dinheiro com carro, pois isso é um passivo para mim.

    • T1000

      é o melhor entretanto a contrapartida é q carros sofrem valorização maior então quando voce tiver o dinheiro, o valor do carro ja subiu

      • Guilherme Batista

        Adendo, isso ocorre somente se a pessoa estiver pensando em um carro 0km.

        • T1000

          Se o 0km sobe, o usado também sobe.

        • Ernesto

          Comprei um usado no ano passado e hoje ele está valendo mais do que eu paguei. É o que o T1000 comentou, se o 0Km sobe, o usado também sobe. Mas entendo que há casos e casos.

          • Guilherme Batista

            Carro sempre desvaloriza, sempre. O que pode acontecer é diminuir a desvalorização, ou seja, a velocidade com que o preço cai diminuir.
            O preço do usado não sobe, ele sempre diminui basta ver a fipe.
            O que acontece é que aparecem “novos” carros usados no mercado que custam mais que os usados que já estavam lá.

            Se seu carro ta valendo mais do que você pagou é porque você pagou um preço bem abaixo da tabela, mas daqui a pouco isso muda.

  • Eduardo Sad

    Trabalhei em um determinado Banco de 2003 a 2006. Dentre os grupos de consórcio tinha alguns que se iniciaram em 2001. Um Gol Special era R$ 9.990,00 ou próximo disso (em 2001). Esse mesmo grupo que começou com o bem em 9990,00 terminou em 2006 a 18990,00. Acho que era o preço do Gol substituto de entrada… Ou seja, como a parcela reajusta da mesma forma que o bem, o sujeito terminou pagando quase o dobro da parcela inicial…

    • T1000

      pois é, a vantagem do financiamento é q vc congela o valor do bem

    • rspfreire

      Isso está fora da realidade atual amigo, a volatilidade de preços está bem baixo hoje em relação a essa época aí citada.

      • Eduardo Sad

        A intenção foi ilustrar o que de fato pode acontecer com um consórcio. Não digo que é bom ou que é ruim, apenas uma característica do produto. Ainda que 100% de reajuste esteja fora do contexto atual, 40% a 50% de reajuste em um prazo de 6 anos é bem factível.

    • Fernando

      Terminou pagando quase o dobro, nada mais justo, afinal o bem referencia aumentou de valor nesses anos todos, POREM, o consorciado irá receber no fim do plano O DOBRO do dinheiro né amigao.

      Ou seja, NAO existiu prejuizo, como sua mensagem deu a entender aos mais leigos.

      • Eduardo Sad

        Depende. Neste exemplo que citei, o sujeito que pegou um gol special de 10mil no início, terminou pagando quase o dobro da prestação daquele que pegou um gol g4 em 2006. Só pegou o dobro do capital que tirou a carta no fim…

  • Eduardo Sad

    Obviamente o melhor é pagar o bem a vista. No entanto, vejo muitas pessoas sem disciplina financeira alguma, de tal forma que se não fizerem uma prestação, simplesmente nada sobra ao fim do mês. Para essas pessoas, assumir uma prestação (mesmo com administração embutida), acaba sendo uma forma de constituir algum bem…

    • MauroRF

      Então, Eduardo, eu enxergo o consórcio assim: se não for contemplado logo no início, é mau negócio. Porque basta ir juntando o valor das parcelas do consórcio em uma aplicação boa. Além de você não pagar os juros da taxa de administração, ainda pode ganhar na aplicação. Tá cheio, por exemplo, de CDB de banco pequeno com praxo de 1, 2 anos pagando um CDI razoável. Tem alguns fundos de investimento de renda fixa dando em média coisa de 110% do CDI com liquidez imediata. Ou ainda CDB de 124% do CDI para 2 anos (vi hoje na plataforma da Easynvest). O problema é que precisa ter disciplina financeira.

      • Eduardo Sad

        Você está certo. Penso da mesmíssima forma: pra que eu vou pagar 12 a 15% pra alguém administrar meu dinheiro seu eu mesmo posso fazê-lo, ainda com alguma remuneração a meu favor?

        • Fernando

          ser contemplado por sorteio nao seria um bom motivo?

          • Eduardo Sad

            Penso que algumas variáveis tem que ocorrer simultaneamente pra ser considerado vantagem: 1) você de fato precisar do veículo e não poder esperar; 2) não ter reserva financeira alguma; 3) dar sorte de ser contemplado no início. Penso que, se você já tiver um carro que te atenda OU simplesmente puder esperar juntar um capital OU não for contemplado logo no início, não seria vantagem financeira. Mas nem tudo mensuramos em valor, não é mesmo? rsrs Tem gente por exemplo que se não fizer uma prestação nunca consegue constituir algo. Vejo outros caso também que as vezes o consórcio serve como um “empurrão” pra pessoa adquirir um veiculo melhor. Por exemplo, pense numa pessoa com uma boa condição econômica e que de fato não liga pra automóvel (conheço algumas assim). As vezes o sujeito tem um carro bem surrado por anos e, ao fazer um consórcio e ser contemplado, acaba por decidir-se em adquirir um modelo melhor, como quem diz “fui contemplado então chegou minha hora”.

            • Fernando

              tudo depende do ponto de vista de cada um. Estou no 2o consorcio e so tenho a falar bem.
              Sempre tirei com lance meus carros, nunca demorei mas de 3 meses apos ter decidido tirar o carro pra ser contemplado.

              Eu acho q eh uma forma barata de juntar dinheiro pra uma finalidade apenas [carros], e com a vantagem de ser sorteado em algum momento.Sei que tem juros, mas de carta de credito pequena, o juros é muito pequeno. Acho q vale a pena ainda mais pelo fato de vc poder ser sorteado a qualquer momento e andar de carro novo sem por a mao no bolso. A media de juros por carta de até R$ 20 mil é na faixa dos R$ 3 mil/quase R$ 4 mil. Voce dilui isso em 70 meses e ve que nao paga um jantar com a esposa.

              E tambem é muito mais barato que o financiamento.

              Sempre faço consorcio em media de R$ 20 mil, parcela baixa, nao sente q ta pagando e qdo ver ja ta com um carro legal quitado sem perceber.

              Meu atual carro de 33 mil q paguei na compra, pago parcelas de R$ 203 reais por mes.
              Se aplicar os R$ 33 mil numa poupança que seja, receberei uns R$ 150 por mes em juros, ou seja, preciso desembolsar só R$ 53 por mes pra pagar o carro.

              Eu vejo o consorcio assim, uma forma de ter um carro, pagar pouco e nao precisar desembolsar a grana, mesmo q vc tenha pra pagar a vista, é possivel aplica-la de outra forma e fazer aquele montante de render uma graninha pra pagar uma parte da parcela do carro.

              • Eduardo Sad

                Concordo com você neste ponto. Às vezes fazemos cálculos de preço quando o que importa é o juízo de valor. O importante é estarmos satisfeitos com nossas escolhas (sem prejudicar o próximo). Se você está satisfeito é porque de fato fez a escolha correta!

                • Fernando

                  Exato.
                  E respeitar a opiniao do proximo, porque nem todo mundo pensa igual rs.

                  Eu so tenho a recomendar o consorcio para as pessoas, mas tenho certeza q nao é todas que olham com bons olhos.

      • Fernando

        Consorcio é planejamento. Nao loteria. Se vc quer tirar no inicio, reserve 35% do valor do bem que deseja pra ja entrar dando seu lance. Contar com a sorte é muita ingenuidade.

        Se vc se planejar, pode ir trocando de carro pagando uma mixaria por mes que financiamento algum do Brasil te daria essa oportunidade.

        Estou no meu 2o consorcio, estou com um carro de R$ 33 mil atualmente, e deste, dei lance de R$ 2 mil com recursos proprios + R$ 4 mil do valor da carta que é de R$ 20 mil. PAGO R$ 203,30 por mes pois no ato do lance escolhi abater o valor da prestaçao. Consorcio do itau.

        A diferença do valor que falta (R$ 20 mil pra R$ 33 mil) fiz com a vende de meu antigo carro (que tambem era de um consorcio e estava quitado).

        Já paguei metade do meu carro em 2 anos. Pretendo quitar em 1 ano. Ainda em 2018 quero entrar em outro consorcio de R$ 20 mil e pagar a mesma media atual, pra daqui 1 ano em media, dar um lance neste novo consorcio, coincidindo com a quitaçao de meu atual e assim trocar meu carro por um de R$ 50 mil pagando R$ 200/R$300 por mes.

        Se isto é um mau negocio como dizem alguns comentarios. Eu nao sei o que é um bom negocio rs…
        Melhor que isto, só comprando à vista, porque dependendo da grana q vc tem guardada os juros que ela proverá, poderá pagar uma parcela de R$ 200 ou R$ 300 sem muita dificuldade.

        Planejar é fundamental.

  • El Gato Negro

    Consórcio é um bom produto, mas não é para todo mundo:

    Não quer pagar as altas taxas de financiamento e TEM DISCIPLINA para investir seu dinheiro? FUJA DO CONSÓRCIO.
    Não quer pagar as altas taxas de financiamento e NÃO TEM DISCIPLINA para investir seu dinheiro? FAÇA CONSÓRCIO.

    Simples assim.

  • HugoCT

    Hoje em dia não compensa, visto que os preços de carros sobem todo mês, se igualando a juros. Fiz em 2012, com o modelo custando 32 mil, em 2014 esse modelo estava 35 mil – quando dei lance – , e hoje está com 45 mil, não compensa, é melhor 50% de entrada e restante taxa zero, não e sempre, mas aparece esses promoções.

  • Unknown

    Resumindo… não vale a pena!

  • Dula Bude

    Já tive consórcio e recomendo.
    Se a pessoa tiver em maos uns 35% pra ir dando lance, tem excelentes chances de pegar a carta rápido.
    No meu grupo o lance de 25% ganhou no primeiro mês, depois ficou na media de 35% para ser contemplado, carta de 35 mil da porto seguro.

  • Jok Jok

    Pra mim consórcio é uma prestação de serviço….. Ele é bom pra quem quer que uma empresa o fique cobrando mensalmente; ou seja não tem disciplina econômica.
    Eu, particularmente., Acho um absurdo pagar alguém pra que force a economizar. Só entraria se tiver alguém enforcado (obviamente pagando beeemmmm menos do que ja foi pago) ou um que foi contemplado e eu necessite do bem imediatamente sem t r condições de pagar a vista.

  • Victor Costa

    Tenho um terminando no próximo mês, ultima parcela…. fui contemplado e optei por não retirar o veículo (não vejo necessidade de trocar o meu ainda). Em quanto tempo eu recebo o valor da carta ?

    • Eduardo Sad

      Isso varia de Adm pra Adm. Geralmente o ressarcimento ocorre de 30 a 60 dias após o pagamento da última prestação.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email

receber-noticias Notícias por email