Comprando e Vendendo Finanças

Consórcio versus financiamento: como dobrar seu poder de compra e pagar o justo

peugeot-307-consorcio Consórcio versus financiamento: como dobrar seu poder de compra e pagar o justo

Quando lhe falta dinheiro, como pegar emprestado e conseguir o que você quer, pagar o justo pelo empréstimo e o carro que deseja? Bom amigos, sou um fã dessa revista eletrônica a mais ou menos um ano, estava pensando em escrever alguma matéria, mas nunca tive um assunto interessante, até que no momento pensei em descrever um necessidade que tive e que entendo que pode ser de varias pessoas.



Hoje como todo bom brasileiro dificilmente tem um capital financeiro para adquirir um veiculo que deseja, geralmente temos que usar do apoio financeiro dos bancos, que nos cobram juros que no mínimo poderíamos considerar um assalto a mão armada.

Então, começo falando isso para começar a explicar a minha história, eu possuía um GOL RALLYE 2005, direção hidráulica, trava elétrica, 1.6, acabou os acessórios, nada demais, nenhum conforto, somente resistência, carro honesto, mas estou com 30 anos e queria um carro que me desse satisfação e conforto ao dirigir, vendo mercado e tudo mais, cheguei a conclusão que me faltaria R$ 10.000,00 (dez mil reais) para adquirir o carro que realmente me deixaria feliz.

Começa então meu pensamento financeiro, na época eu tinha disponível somente R$ 5.000,00 (cinco mil reais), se fosse realizar um financiamento, ao longo dos anos, eu teria que desembolsar o dobro do valor, isso em 60x, sendo que no mínimo teria uma bela prestação de R$ 500,00 (quinhentos reais) mês, sendo autônomo, difícil pensar numa prestação em tal valor, pois então veio a minha cabeça o famoso consórcio.

O que ponderei sobre o consórcio é que as parcelas são fixas, não tenho pressa e posso dar um lance. Essa foi a jogada que realmente me interessou, eu não tinha como me disponibilizar R$ 10.000,00 (dez mil reais), teria no máximo R$ 5.000,00 (cinco mil reais), então qual foi minha estratégia, vamos dar um lance de R$ 5.000,00 (cinco mil reais), se for contemplado, beleza, senão no pior dos casos, pagaria uma prestação de R$ 216,00 (duzentos e dezesseis reais), fixa, isso mesmo, a parcela é menos do que a metade de um financiamento, sendo que quando você não é contemplado, tem direito a pagar metade desse valor.

Ora qual foi a minha lógica, não tinha tanta pressa, possuía um carro, não tinha desespero por uma troca imediata, aderi ao consórcio, devidamente clara as parcelas, procurei pessoas que conheciam a financeira que disponibilizava o consórcio e fiz meu cadastro, primeiro optei em tentar a sorte e deixar pela contemplação, foram assim por alguns meses, como eu disse não tinha pressa e nem desespero pela troca do veiculo, nesse meio termo aproveitei para pesquisar o mercado e ver as opções.

Passados 8 meses, apareceu o negocio que gostaria: um 307, ar condicionado, trio elétrico, roda 16, teto solar, motor 1.6, ano 2008 modelo 2009, com total procedência e devidamente revisado, preço adequado, era o carro que queria, segurança, (ABS, freio a disco nas quatro rodas, nada de tambor e air bag), carro excelente, detalhe o seguro do 307 ficaria no mesmo valor do Gol.

Pois então, voltando ao assunto do tema, faltaria os R$ 10.000,00 (dez mil reais), uma vez que meu carro já tinha comprador, então com a venda do Gol acrescentaria justamente o que minha carta de crédito disponibilizava para fechar o negócio.

Então dei o lance de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) e deu certo, consegui a contemplação, e literalmente dobrei o meu dinheiro para comprar o carro que desejava, com isso em mente, fui e fiz o pagamento do lance, preenchi toda a burocracia para liberação dos valores, até que a minha gerente de conta me relata:

“Você gostaria de abater ou diluir as parcelas?”, fiquei intrigado, ninguém tinha me relatado essa possibilidade de DILUIR AS PARCELAS, a gerente então me explicou, você abate no total das parcelas, diluindo praticamente pela metade, em contraponto mantém o numero de parcelas iguais, a gerente em seguida me indagou, você quer ficar algum tempo com o carro, eu comentei, sim, então dilui as parcelas, vai valer a pena.

Ora fiz as contas e valeu mesmo a pena, hoje tenho um veiculo na qual fiz um ótimo negocio, muito acima de qualquer carro popular por ai (Gol, Palio, Celta, Uno e cia.) e pago a parcela de R$ 97,00 (noventa e sete reais) por mês, exato, R$ 97,00 (noventa e sete reais) por mês, repeti a frase para deixar bem claro que podemos fazer um empréstimo e pagar o justo pelo que estamos obtendo prazo para pagamento.

Estava fazendo as contas, irei pagar a financeira em 60 meses o valor de R$ 2.360,00, (dois mil trezentos e sessentas reais) ora muito justo esse valor, diferentemente do financiamento que me cobraria nada mais nada menos do que o dobro do valor que fosse solicitar de empréstimo, sem contar os valores que cobram a mais, como por exemplo taxa de abertura de crédito entre outros.

O que quero dizer com toda essa historia de consórcio versus financiamento é que você deve refletir sobre como buscar sua forma de empréstimo, se você já possui um veiculo, faça um consórcio, seja paciente, conte com um pouco de sorte ou quando aparecer um dinheiro extra, dê um lance… com planejamento você pode ter uma saúde financeira e ainda se realizar ao adquirir um veiculo que realmente te dá satisfação.

Por Marcel Ângelo Mendes
Porto Alegre/RS

COMPARTILHAR:
  • Cássio Luis

    Aqui no Brasil ta Meio Difícil acha o Preço Justo em Produtos e Principalmente em Carros

    Mas fica a dica "Quem Procura acha"

    • AutoIng

      Tive a idéia de uma outra opção incrível: e se a pessoa esperasse mais alguns meses pra juntar os 5 mil que faltavam e negociasse o carro à vista? :D

      • silvio_Brito

        Esta ideia nao é tao incrivel assim, ja que o sujeito precisaria esperar por um determinado periodo, sem a chance de antecipar a compra do bem. Diferente do consorcio onde na pior das opções ele seria contemplado somente na ultima parcela, mas tinha a chance de ser contemplado por sorteio ou lance a qualquer momento.
        E o que se paga a mais no consorcio vale a pena, acrdito que fique em 20% do valor.

        • ruback

          "Esta ideia nao é tao incrivel assim, ja que o sujeito precisaria esperar por um determinado periodo"

          Isso que nunca entrou na minha cabeça, pra que comprar algo se você não tem o dinheiro pra isso?

          "Mais você vai ter o produto antes!"

          A magia do financiamentos realmente fazem nossa sociedade gastar muito mais do que deveria em troca de ter o que não cabe no orçamento……

          Quero comprar um carro melhor do que tenho hoje e estou economizando a 5 anos para isso…..E olha a vantagem, o carro que eu quero só ta desvalorizando e vai da pra pegar mais barato ainda!

          • thales_sr

            Outra coisa é que se você botou o dinheiro na poupança, seu dinheiro já rendeu uns 12%, ou seja, no final das contas o custo sai menor ainda. E quando pegar o carro, vai estar com o orçamento livre pra pagar aqueles extras (seguro, ipva, etc), e curtir o carro sem preocupações.

          • Tripa-Seca

            A questão é: Você pode ficar sem carro todo esse tempo…E quem não pode, sobre o risco de nem conseguir trabalhar ou cuidar dos filhos?

            • ruback

              No caso do texto, nem no de boa parte das pessoas é esse. Normalmente o cara tem um grana pra comprar um carro, mas sempre quer algo ou melhor ou 0 km.

              Mas se realmente fosse por necessidade, tem opções de carros usados bem reliables no mercado por menos de 10 mil reais.

              • Tripa-Seca

                Desculpa, amigo, mas estou procurando um carro para a patroa, que está com LER, e por isso precisa de direção hidráulica e câmbio automático, por cerca de 10 mil reais. Encontrei Monza, Ômega, Neon . Acabei vendo outros carros nessa faixa de preço. Carro de 10 mil reais no Brasil deveriam estar no lixo! Com todo respeito a quem tem carros nessas faixa, porque também estou procurando, mas não dá. São carros muito rodados, geralmente com o interior castigado, com marcas na lata e com mecânica duvidosa. Até entendo que nesse caso, menos é mais: As vezes é melhor levar um Mille 2002/2003 com esse valor, que um Neon 99, onde os equipamentos de segurança já não serão mais os mesmos (Air bag tem que ser revisados a cada 10 anos. Duvido que foram), o ar não funcionará como antes e correções de problemas mecânicos podem ter sido feitos com gambiarras! Infelizmente, usado nessa faixa de valor, ou é de conhecido, ou é uma aposta no escuro.

                • RMN14

                  Amigo, sugiro que sua esposa vá fazer exames no Detran….se conseguir laudo médico, aí tenta pegar carro para portadores de necessidades especiais….não cobra IPI e ICMS e IPVA….acho que reduz uns 35% do valor do carro….se for pegar algum gol ou carro básico automatizado, acho que cai bastante o preço, mas não sei se vai chegar no valor que vc consegue pagar….
                  edit: acho que gol não deve ter automatizado….mas vc entendeu a idéia…

                  • Tripa-Seca

                    Amigo, obrigado pela dica! Está vendo como se aprende aqui, amigos?
                    Na verdade, já sabia de desconto, mas não sabia que chegava a tanto. E sim, o Gol tem automatizado.
                    Na verdade, queria comprar para ela um carro "diferente"…Por isso, falei em procurar no mercado de usados. Mas nesse caso que falou, um zero é melhor opção…

                    Mais uma vez obrigado e abraços..

      • felipevielmo

        mas o negócio que o cara fez foi ótimo, ele usou o dinheiro que já tinha, pagou uma parcela de 217 reais, que nem um mille em 60 meses se consegue parcela tão baixa e ainda o tempo todo que ele vai ficar com o carro a parcela vai ser menor que o valor que ele põe de gasolina por mês

        ps:ele não precisou esperar tanto todo o tempo de juntar o dinheiro, que convenhamos, fazer 5 mil livre das despesas demora ao menos uns 6,7 meses

        • giodoesitbetter

          É que o pessoal aqui no NA acha que todo mundo ganha 10000 por mês.

          • thales_sr

            Cara, não é bem assim, um 1.0 financiado já tem parcela de 700-900 reais… Em 7 meses isso dá 4900 – 6300 reais, só é você "se financiar" que consegue. Ou é melhor dar esse dinheiro pro banco, sabendo que você tá realmente pagando 500 reais, e o resto é presentinho pro banco ficar mais rico?

      • Marcelo_Machado

        Já que a pessoa não tem pressa, valeria mais a pena fazer isso.
        Vale lembrar que consorcio não tem juros, mas tem Tx de Administração. Guardando o dinheiro vc tem o rendimento da poupança.

        • AutoIng

          Pois é, parece que todo mundo acha melhor negócio criar uma dívida, do que guardar o mesmo valor na poupança. Imagine na eventualidade de perder um emprego, alguém da família sofrer um acidente e precisar de ajuda financeira, ou qualquer outro imprevisto? Aí está lá o sujeito com o "carnê", enquanto poderia simplesmente adiar a compra do bem usando o valor da poupança.

          • Fmonteiro

            Isso me lembrou uma conversa que eu tive com um ex-colega de trabalho alguns anos atrás.
            Ele já tinha carro (e bem novinho) e veio com a conversa:
            " Eu pago x por mês num consórcio, o bom é que não pago juros de financiamento…"
            Daí eu perguntei: "Por que você simplesmente não coloca esses "x" por mês numa poupança, você não paga nada e ainda ganha algum de rendimentos?" Ele simplesmente ficou mudo sem saber o que responder.

            • Eugenio C.

              Mas isso foi antes das novas regras, que mandaram o rendimento da poupança para o meio da nossa poupança… =(

              Quem já tinha se deu bem, quem não tinha, guardando agora vai perder para a inflação.

              Isso desanima qualquer um que não ganhe mais que a famigerada média salarial brasileira (1.560 mangos).

              • Fmonteiro

                O princípio se mantém. No consórcio vc paga taxa de administração, na poupança o banco te paga (uma merreca) rendimentos.

            • thales_sr

              E isso sem contar que com o dinheiro na poupança, não existe o risco da administradora do consórcio dar fim no seu dinheiro. Isso é raro mas já aconteceu.

          • O_Corsario

            O problema é a disciplina. Vamos supor que o cara tenha que guardar R$15.000, todo mês ele olha o dinheiro lá e pensa "ah podia comprar um celular novo, é só uns milzinho", depois "ah vamos viajar este fds, nem vai custar tanto assim", e etc etc.
            Infelizmente guardar dinheiro numa sociedade como a nossa, que tenta fazer vc gastar o tempo inteiro, é muito difícil e exige muita disciplina.

      • victorcvs

        Vocês não entendem que para algumas pessoas guardar dinheiro é IMPOSSÌVEL, mesmo que tenha sobrando no orçamento? Precisa de talento natural. Enquanto o dinheiro está disponível, a pessoa não consegue aguentar e gasta. Nesse caso, o consórcio, que te obriga a pagar a parcela, é uma boa solução.

        • Eugenio C.

          Infelizmente, é isso mesmo…

        • thales_sr

          Cara, eu entendo que todo mundo pode aprender. Os consumistas compulsivos, aí sim, os que têm uma doença, não podem. Mas quero acreditar que pessoas realmente doentes, são poucas. Pra maioria, o que falta é um pouco de educação — e consciência — financeira. Se pessoas de outros países conseguem, por que não nós?

    • tonyecs

      Outra dica interessante é comprar uma carta de crédito já contemplada sem ágio. Eu fiz isso há uns 2 anos e valeu muito a pena. Peguei uma carta de crédito já contemplada de R$ 24 mil. Dei R$ 12.500,00, transferi para meu nome (Taxa de R$ 500,00) + 42X R$ 332,47 (R$ 13.963,75), totalizando aproximadamente R$ 27 mil, ou Seja, R$ 3 mil reais de juros (na verdade, taxa de administração). Peguei um Corsa 1.0 2008 completo com 26 mil km e uma parcela ótima. Assim que quitá-lo, vou vender e dar entrada em outra carta na faixa de R$ 35 a 40 mil. Dessa vez, num carro zero, mas sem alimentar esses juros absurdos, cobrados pelas financeiras.

      Obs. Sei que existem financiamentos com juros zero, mas normalmente as parcelas são bem altas, pois o prazo geralmente é entre 12 e 24 meses. De qualquer maneira, não deixa de ser uma opção a ser analisada.

      • Tejolo

        Você fez um bom negócio, parabéns. Quem pesquisa sempre ganha, ou pelo menos perde menos. Mas no geral, consórcio só vale a pena se tirar o bem, por sorteio até metade ou pouco mais da metade, ou der lance não tão alto no começo. Fora isso, é melhor poupar o valor da parcela. Quem tem paciência, espera as promoções de juros zero, que no geral só se paga a TAC (700 à 1000), que compensa também. Financiar com juros é loucura.

    • sauloss

      As pessoas estao se esquecendo que essa parcela nao é sobre 10mi e sim sobre 5mil reais ja que ele deu 5mil de lance…..ainda é uma vantagem, mas nao taoooo grande assim

      • sauloss

        Sem contar que nem todo consoricio é prestação fixa…

      • Tejolo

        Pagou 0,51% de juros,o normal para um consórcio, mais a taxa de transferência, que deixa a taxa real em quase 1%, mas isso por que os valores eram relativamente baixos, e neste caso a taxa de transferência tem um impacto grande,

        • thales_sr

          Com 0,51% de juros (menos que poupança), é melhor pagar a parcela do que pagar à vista…

  • Rmonteggia

    Consórcio é interessante para compra de carro usado, eu mesmo já tive. Mas para 0km, dependendo do carro, há vários com taxa zero, claro que você paga os enccargos, TAC e etc, mas dependendo vale a pena. Outra coisa taxa 0 só pra carros mais caros, nunca populares, ai que se deve fazer a conta, ao invés de pegar um Fiesta pega-se um Focus e dependendo da valor financiado a prestação fica quase igual!!
    Belo carro em Marcel, abraço, Rafael, rs.

    • Roms

      Juros zero ficam para aqueles refugos que o mercado rejeita e as montadoras são obrigadas a desovar. Ou ainda uma estratégia meio suicida de tentar angariar maior market share. De qualquer forma não me empolgo nenhum pouco com taxas zero.

      • fabioalisson

        Discordo. Toyota e Honda vivem fazendo promoções de juro zero. Não são refugos de mercado. Inclusive adquiri meu Civic a juro zero. Excelente negócio!

    • giodoesitbetter

      A Renault tá com taxa 0 para Todos os carros de sua gama esse mês, menos o Clio e os Cargo. Ou seja, Logan com 50% de entrada e 0% em até 36x e Sandero 60% de entrada e mesma taxa no mesmo período.

      • Tejolo

        Por isso que tenho Renault, e já faz tempo….. saio de um entro em outro. Mesmo tendo $ para comprar à vista, acabo financiando nestas promoções. Normalmente, quando se aplica a TAC (que na Renaul hoje é exatamente de R$ 807,43), no caso do fluence, a taxa real acaba saindo aproximadamente 0,20%, muito abaixo de qualquer outro financiamento. Compensa financiar e investir o $ que ainda sai ganhando.

      • Corvo

        Comprei segunda-feira um Sandero automático com pack segurança com 30 % de entrada e 48 vezes, com taxa de 0,69 %. Cotei carros usados e até Gol e Fox automatizados com os mesmos equipamentos mas a parcela ficava R$ 200 mais cara !

        • michel_sp

          e essa taxa conseguiu com a renault ou em banco?

          • Corvo

            Com o próprio banco Renault

  • thales_sr

    Fiquei triste com o termo "bom brasileiro" ser utilizado para indicar gente que não tem controle do próprio dinheiro… "Hoje como todo bom brasileiro dificilmente tem um capital financeiro para adquirir um veiculo que deseja"
    Devo ser um "mau brasileiro" então, por não querer entrar em parcelamento de jeito nenhum..? rs

    • Tripa-Seca

      heheh…Você é um péssimo brasileiro!!
      A expressão é justamente para designar o que não cumpre as regras normais de uma determinada sociedade, independente delas serem boas ou não… O bom nesse caso é de seguir a regra, não o bom no sentido irrestrito do texto…

      • AutoIng

        Pro brasileiro financiamento de carro é igual casamento, inevitável!! As pessoas só se satisfazem quando têm prestações a pagar, é praticamente um ritual da nossa cultura :)

    • Roms

      Então somos dois. Na verdade devo ser um péssimo brasileiro tb amigo. rsrs. Jamais darei 1 centavo ao banco, nem que seja aquela bendita TAC para aqueles com "juros zero". Eles que se lasquem, o $ é meu. rs.

      • expresso222

        Somos três então! Este imediatismo das pessoas em querer logo o bem sem ter paciência em juntar o dinheiro é que engorda mais e mais os bancos. Pagar juros em bancos somente em último caso mesmo (somente se for estritamente urgente e necessário)! A cada centavo que vc paga a mais de juros vc fica mais pobre!

        • giodoesitbetter

          Ah é? Então explique para mim o que eu faria para não levar 3 horas para ir, 3 para voltar do trabalho, visitar os meus clientes e levar meus pais para onde eles querem? Ir no estádio assistir meu time, ir no shopping com a namorada, no mercado fazer as compras do mês, Ser levado no médico quando me acidentei e tudo mais.

          Vamos as contas, eu ganhava 1300 reais por mês. Com os descontos, 1050. Após pagar água, luz, telefone, internet, tv e compras do mês, me sobravam 600 reais por mês (mais o que eu tirava de comissão, que eu contava apenas para a gasolina).

          Se eu não gastasse 1 centavo a mais, demoraria 3 anos e 3 meses para comprar um carro 0km. Isso considerando que o preço deles permanecessem inalterados pelos próximos 3 anos.

          Até lá eu já teria perdido o emprego, bem provavelmente não teria o carro em uma urgência que provavelmente aconteceria, além do fato de não ter desfrutado 1 minuto da minha vida pois estaria no trânsito.

          Para quem tem sua casa própria, 50 mil na conta e um carro na garagem, não tem motivo para financiar. Para 90% dos brasileiros faz.

          • expresso222

            "(somente se for estritamente urgente e necessário)" Cada um sabe a sua urgencia e necessidade!

          • thales_sr

            Tudo bem, mas depois não pode reclamar que carro tá caro.. rs
            Financiamento inflaciona o carro em mais 30-45%

    • Rud

      Thales eu tbm só compro carro a vista, só o Primeiro há mais de 10 anso era um Kadett GS 2.0 esse eu fiz consórcio, mas os outros foi tudo a vista, é muito melhor!

      • Eugenio C.

        Eita, aqui temos um colega muito abençoado, rsrs! Faz muito bem!

  • ubiratamuniz

    É bem por aí mesmo.

    Consórcio é compra programada. Você paga antes de receber o bem. Tem a vantagem de poder dar o lance e, se contemplado, abater da quantidade de parcelas ou diminuir o valor das mesmas de forma a não pesar no orçamento.

    Claro que não substitui uma poupança pra pagar à vista, as taxas de administração também aumentam o montante gasto (ao contrário de juntar o dinheiro e investir, o dinheiro rende) porém ainda é a melhor alternativa para aqueles que não têm a disciplina necessária para tanto. Se torna uma "poupança forçada", que você simplesmente não pode sacar na hora que quer e colocar tudo a perder.

    Eu aderi ao consórcio pra comprar minha próxima moto. Em vez de pegar um consignado ou financiar os 24 mil reais (valor da carta) e pagar parcelas absurdas com juros enormes, estou pagando menos de 400 reais por mês (que não me afeta tanto o orçamento assim) e juntando uma grana que será usada ou para dar um lance ou para inteirar a diferença para pegar algo melhor caso seja contemplado por sorteio.

  • selmoar

    Assino em baixo, já fiz isso tb e deu certo.

  • adelipe1212

    Cara… eu tava até agora pensando como fazer para trocar de carro…

    fazer um consórcio realmente está valendo a pena em todos os sentidos mesmo…. até mesmo comprar uma carta de crédito contemplada está melhor do que fazer estes financiamentos absurdos que vem sendo oferecidos por aí…. querem que demos pelo menso 40% de entrada para poder financiar em uma taxa de 0,99%. se o carro custa 30000, vc tem que dar pelo menos 12 mil de entrada e o restante em 24 ou no máximo 36 vezes…..

    com 12 mil vc consegue pegar uma carta de crédito até maior!!!! pode ser até comprando a carta de crédito (sem dar o lance). se der de lance isso, rapidim sai o credito….

    • Gismenia

      nao entendi, comprar uma carta de credito? Carta credito ate maior?

  • TTropicthunder

    Tenho um gol G5 e estou louco para me livrar dele… tenho dinheiro para pegar outro carro e não sei o que faço pois pagar 50, 60 mil num carro acho um absurdo enorme!

    Comprar carro no Brasil é um drama para alguém q valoriza o dinheiro!

    • thales_sr

      E que tal esse carro que custa 50 mil reais passar a custar 70 mil? Sim, isso é possível com financiamentos! rs
      Depois o pessoal vem reclamar de carro caro…
      Já poupando o dinheiro por 3 anos, colocando na poupança, o carro já "barateia" cerca de 10%.

      • TTropicthunder

        Daí vc enxerga como é insano e mafioso o mercado de automóveis no Brasil.

        Você baga quase o TRIPLO do que custa em outros países pagando a vista!

        Quando você paga juros aí que o negócio se mostra cruel demais.

        Você junta 30 mil reais na maior ralação e quando vai comprar carro pensa: Gastei 03 anos para juntar 30 mil q em um carro daqui a 03 anos vali valer 15!

        • thales_sr

          Pois é, pagar 30 pra em 3 anos o carro valer 15 é dose…. E pior ainda é o carro teoricamente custar 30, depois de 3 anos ele vale 15, e quando você termina de pagar o financiamento de 60 meses, descobrir que pagou 45… rs

          • VININITEROI

            Vixxi, em 60 meses iria descobrir que pagou no minimo uns 60 pelo carro. Nao é mole.

    • hugogyn94

      Uae meu amigo,e so procurar no site como mercadolivre,icarro,webmotors e outros pra vc procurar um carro usado com preço bom pra vc ficar feliz sem gastar R$ 60.000,00,acho realmente comprar um ford fiesta rocan 1.0 e 1.6 e otima escolha,so usado custa menos que um zero km.

      • Leosena

        Então Hugo, moro em Goiânia e estou procurando um carro usado para comprar. Mas vou te falar uma coisa: é quase impossível se animar com as opções existentes no mercado. Carros com menos de um ano de uso tem valor quase igual ao de um 0km e os mais usados sempre têm algum detalhe ou retoque. Por isso muitas pessoas vão a uma CSS e compram o 0km.

    • Nasckar

      Eu tb estou nesse dilema, tenho tb nessa faixa, de 50 a 60 mil pra comprar um carro, mas não consigo entregar essa grana toda em uma CSS, ainda mais quando visito algumas páginas de CSS nos EUA e comparo os preços. é nessa hora que desisto da compra.Realmente não dá ! pagar 60 mil num carro que não vale nem a metade aqui no Brasil.

  • rogerw31

    "nada de tambor e air bag"

    Faz falta uma vírgula, assim parece que não tem airbag…

    Mas enfim, no seu caso você financiou muito pouco, vai pagar só 2300, é pouca grana, eu fiz uma simulação financiando 10 mil reais junto ao BB em 36 parcelas de R$397,00 em um veiculo ano 2008, com uma entrada de 65%…então é bem acessível, pois vou pagar pouco mais de 4 mil de juros…não que seja pouco, mas é pouco mais de 1% ao mês, para o Brasil, está bom.

    • thales_sr

      que tal você "se pagar" esse valor e comprar a vista?

    • Alan_Brito

      40% acima do valor financiado é bem acessível? :O

      • rogerw31

        Ênfase em " para o Brasil " .

        No Brasil tem gente que não da entrada ou menos de 50% e no final de 36 meses paga 80% de juros, quando financiam em 60x então, pagam só o dobro, devido a isso eu acho baixo comparado ao mercado.

        É porque fiz um cálculo, eu tenho 18 mil reais, e um voyage 92 4p que posso vender por 9 a 10 mil fácil, só que eu GOSTO MUITO dele, se eu fizer o financiamento dos 10 mil reais dele, no final ELE vai me custar 14 mil, tenho que pensar que todo mês vou pagar os 397 POR ELE e não pelo que comprei, e um veiculo aqui onde eu moro por 18 mil ou é popular, ou vectra B 97~98, astra 2p 2000, e nenhum me agrada….

        • Long_life_tobigcars

          Entendi bem seu argumento. É bem convincente.

  • Mike_Bravo

    Parabéns pelo carro (especialmente a cor!!!) e pelo negócio!
    Mas cá para nós…que plaquinha infeliz, hein??? =/

  • jersaosp

    Exatamente oq já relatei em outros posts meu! Quem já tem um carro, com manutenção em dia que não dá problema, não tem pq ter desespero para trocar de carro, junta a grana seja em poupança seja em consórcio e compra o carro tranquilo, por um preço bom! Agora a pessoa já tem um carro fica num desespero absurdo pra ter outro modelo mais novo, entra num financiamento que os juros que são praticamente um estelionato, aceita pagar um preço ridículo no carro que não vale nem metade… depois não adianta reclamar do mercado brasileiro que não tem opções e as opções que tem são caras…

    • thales_sr

      Estelionato ou agiotagem?

  • Tiago_brito

    Tudo vc tem que por na ponta do lápis, se uma taxa de adm de um consórcio custa em torno de 15% ao ano(1,25% mês), e se vc achar financiamento com taxa de 0,99% por mês claro que no entrada minima de 40%, e muita mais vantajoso vc juntar a grana da entrada e comprar o carro com taxa de 0,99 do que vc compra um consórcio que fica muito mais caro, já no caso das motos o consórcio e mais vantajoso pq as taxas de financiamento fica em torno de 2,40% por mês(isso na promoção) ae concerteza o consórcio e melhor. tudo tem que ser comparado e analisado cada caso e um caso.

    • silvio_Brito

      Errado amigo.
      A taxa de adm q vc citou é sobre o valor da carta, e vc paga diluida ao longo do contrato.
      Acho que só acrescenta mesmo o seguro que é 5% (eu acho). Sendo assim no consorcio vc paga en torno de 20% do valor do bem.
      *Acho que A taxa muda de acordo com o tipo de bem.
      So um detalhe, não existe parcela fixa em consorcio, sempre existe a variação da fipe no caso dos veiculos.
      Pra quem tem paciencia é a melhor opção.

      • expresso222

        Pra quem tem paciência MESMO a melhor opção continua sendo poupar (pois além de não pagar a tx de adm ainda ganha dividendos.

        • silvio_Brito

          Verdade.
          O problema é que tem gente que não consegue guardar dinheiro.

      • Tiago_brito

        Ae depende do consórcio, o da ford e o seguinte:

        NOVO FORD KA 1.0L FLEX (KBF3) PINT MET

        R$ 25.397,00
        Resumo da compra
        Plano:Plano Ford Muito Fácil Automóveis

        Taxa de Adm. total:15,5000%

        Taxa de Adm. mensal sobre o crédito:1a. a 30a.Parcela( 0.5167%), 31a. a 60a.Parcela( 0.0000%)

        Seguro Prestamista:0,0753%am

        % Contribuição Mensal:1a, a 30a,Parcela( 1,4083%), 31a, a 60a,Parcela( 1,9250%)

        Mensalidades:511,00 (060 meses)

        total pago R$ 30.660,00 + 600(diferença de preço do valor do carro do financiamento abaixo(25.900, – 25.397,) das versõe e sem taxa de adm e seguros) total pago R$ 31.260,00

        ja um financiamento um ka com ar. por R$ 25.900
        com taxa 0,99 entrada de R$7.800 mais 36x de R$ 649,00 total pago R$31.164,00

        sem falar que vc pega o carro na hora não fica esperando e tal……
        *a simulação do consórcio foi feita no site da ford e a do finaciamento no site da concessionária ford monza(concessionária ford em Campo grande/MS).

        • epicentro01

          Pois é. O texto da a impressão de que é um baita negócio. Mas nem sempre é assim. Se o preço do veículo sobe, a prestação do consórcio sobe também, ou seja, só da para saber quanto vai custar "a brincadeira toda" no final do carnê.
          Neste exemplo que você colocou aí da Ford, o Ka fica com um acréscimo de 20,72%, sem considerar reajuste no valor do veículo, o quê, com certeza ocorrerá ao longo dos 60 meses.
          Tenho uma linha de crédito com juros de 8% ao ano para a compra de veículos, ou seja, no final da história você corre o risco de empatar, dependendo do reajuste do veículo.

          • silvio_Brito

            A grande vantagem do consorcio seria mesmo o valor da parcela. E o fato de nao precisar de uma entrada.
            Se eu estivesse na situação do nosso amigo ai com uma diferença tao pequena acho que teria financiado mesmo. Apesar de não ser o melhor negocio.

            • Tiago_brito

              vc ta com um pensamento na cabeça que nem que mostrando os comparativos vc diz que o financiamento e melhor " Apesar de não ser o melhor negocio acho que teria financiado mesmo" rsrsrsrrsrss como assim não e o melhor pq??, e uma parcela de 511 para uma de 649 uma diferença de 150 reais que não e tanto assim sem falar que vc so vai pagar 3anos e não 5. como tinha dito e melhor e ecomonizar e dar uma entrada para pegar uma taxa boa esse negocio de fica 5anos pagando um coisa sem ter e meio complicado……e a melhor vantagem de todas o principal vc não disse VC PEGA O CARRO NA HORA kkkk no financiamento.

              • silvio_Brito

                Vc nao entendeu.
                Eu teria financiado se a diferença fosse de R$ 5 000,00 como no caso relatado no texto.
                Mas o consorcio é uma vantagem pra quem pretende financiar com prazo maior.
                E a diferença é bastante substancial 21%.
                E pra quem pode esperar é uma boa pedida sim.
                O melhor negocio seria guardar o dinheiro pra comprar a vista.
                Mas quem estivesse numa situação parecida com a simulação que voce fez acho que valeria a pena o financiamento.

          • thales_sr

            Onde que você conseguiu essa linha de crédito pra veículos? É cooperativa ou algum plano de previdência privado (FUNCEF, Petros)?

            • epicentro01

              É uma linha de crédito que o BB tem para algumas situações específicas para PJ. Como me enquadro nelas, tenho que aproveitar né.

  • jazzman06

    O texto é interessante, mas os erros na pontuação e nas vírgulas estão deixando um pouco confuso…. mas valeu

  • Fungo

    Olha, dizer que concsórcio é o melhor negocio nao é bem assim… mas que é melhor do que a maioria dos financiamentos isso é verdade… Mas enfim, cada caso é um caso…. Dependendo do que faltar no valor do carro e de quanto o comprador tiver disponível para entrada, em casos de taxa zero, a compra pelo financiamento sai mais em conta.

  • victormeneses

    eu to inscrito em um consorcio, to só juntando a grana pra dar um lance e tirar meu fiesta… o problema é, consorcio vale a pena quando o valor nao é muito alto… tipo uma carta de credito de 20.000,00 ai como o lance é porcentagem, com 5mil voce da o lance e talvez ja tire, no meu caso que é 40.000 o valor do bem(veiculo+taxa) tenho que juntar uns 12mil reais pra dar um lance, mas tudo bem, nao tenho pressa, prefiro esperar pra pagar menos do que nao esperar e pagar dois carros

  • barts

    Consórcio é a melhor opção para quem não tem pressa, realmente a diferença de preço chega a ser absurda quando você compara com o valor da parcela de um financiamento… Em alguns casos que pesquisei, eu teria que dar 15 mil de entrada e o valor da parcela seria ainda maior do que o valor do consórcio SEM ENTRADA.
    O grande problema é que é necessário ter muita paciência ou muita sorte… se você entrar num consórcio já com dinheiro para dar um lance alto, acho que vale mais a penar procurar por um esquema de taxa zero que pelo menos é garantido que vai pegar o carro rápido.

    Tenho um consórcio que estou pagando faz 1 ano, no meu caso me arrependi porque tenho um Gol 96 que só me dá problemas e já me deu inúmeros gastos nesses últimos 12 meses de manutenção… não dei sorte de ser sorteado e devido a parcela que estou pagando, está difícil para conseguir ajuntar para dar o lance, acabei entrando numa bola de neve….
    No final quando for contemplado vai ter valido a pena mesmo assim, a economia de um financiamento vai ser absurda, mas tem que ter muita paciência ou muita sorte (não foi meu caso)…

    A propósito, seria legal fazer uma pesquisa e publicar as taxas de administração de cada empresa aqui no site, o que também varia demais e dá muita diferença… Eu fiz pela Porto Seguro que é apenas 12% do valor da carta, mas quando estava pesquisando, se fizer diretamente com a montadora, por exemplo, a Chevrolet, o valor era de 18%, um absurdo a diferença…

    • silvio_Brito

      Neste caso vc pode vender a tua cota, se for negocio.
      Quando se faz um consorcio o idela é que vc pague a metade da parcela que seria o financiamento. Assim sobra dinheiro pra outras coisas.
      Quando fazemos um financiamento geralmente o valor esta no limite do orçamento, a diferença é que estamos iniciando a vida com o novo bem, (se for um carro Zero ainda melhor). No caso do consorcio não estamos com o bem na mao então é um dinheiro que se guarda mas não se tem acesso, isso tende a se tornar um fardo com o passar do tempo.

      • tonyecs

        Ou vender o Gol e tentar dar um lance.

        • silvio_Brito

          Seria uma alternativa.
          Mas vc pode acabar ficando a pé por bom tempo.

        • barts

          O grande problema é que meu carro valeu uns 8 mil reais atualmente e minha carta de crédito é de 39 mil…
          A média dos lances vencedores é de 50-52% nos últimos meses, então para isso teria que mais uns 13, 14 mil alem do meu carro para conseguir ganhar… esse é o problema… :(

          Silvio, se não me engano a porto seguro tem uma cláusula que proíbe a transferência da minha cota para outra pessoa, então não consigo vender, apenas desistir do consórcio, mas aí perco 10% do valor que já paguei, não compensa… o jeito é ter paciência e esperar mesmo!

  • AutoIng

    Por que será que eu nunca vejo uma matéria sobre "bom negócio" em que a sugestão é guardar o dinheiro na poupança mensalmente? É, acho que essa "modalidade" não faz muito sucesso…

    • Marcelo_Machado

      Pra gde maioria das pessoas se não tiver um carnê para pagar o dinheiro sai voando da conta.
      Quem sabe se a Poupança criasse um carnê para vc "pagar" todo mês, mais pessoas usariam a poupança como foram de adquirir um bem.

      • thales_sr

        Tem umas modalidades de investimento que debitam um valor fixo na sua conta todo mês, só é o cabra entrar num desses…rs
        Mas o problema maior é que aí "o dinheiro fica lá, num posso usar pra nada… n presta"… rs

    • expresso222

      Esta "modalidade" não faz sucesso pois para conseguir o bem têm que ter realmente paciência e não precisar dele de imediato. E o problema é que muita gente economiza e por qualquer problema que aconteça durante o período, vendo que tem dinheiro na poupança, acaba gastando ele. É preciso ter muita disciplina para não mexer no dinheiro!

  • Renan21

    O bom mesmo é juntar dinheiro e comprar a vista.
    Assim vc nao paga o dobro do valor do carro só de juros.

  • Tripa-Seca

    Ontem eu fiquei vendo a matéria sobre os choques do trem em São Paulo e fiquei com inveja dos acidentados. Sabe, ao contrário de mim, que entrei em financiamento, aqueles são os brasileiros espertos: Muitos ali tem nos trens e ônibus, seu único meio de transporte, não contribuindo para o "lucro Brasil", para a poluição e com a defasagem de nosso mercado…Aliás, será que quem grita "Não compre carro", anda a pé? Ou quem faz a campanha para a compra dos semi-novos, se interessa no que o ex-dono do carro fez para vender o seu carro (Será que não comprou um zero, e o comprador do semi-novo acabou ajudando a pessoa a comprar seu carro zero)?
    Vendo a situação deles, será que é tão otário assim quem financia um Celta em 60 meses? Alguém me responda: É humano andar no transporte público carioca, paulistano, belo horizontino? Quem pode julgar alguém que entra em um financiamento, sem saber quais são suas reais condições de trabalho?

    • Marcelo_Machado

      Realmente transporte coletivo em SP não dá. Imagina se as pessoas seguissem esses boicotes à compra de carros ou as orientações de deixar o carro em casa em prol do meio ambiente.

    • AutoIng

      Tripa você citou um caso extremo. Na matéria diz que ele já tinha um carro, e por sinal um bom carro. Meu primeiro carrinho paguei 12 mil reais pra não entrar num financiamento, e foi a melhor coisa que fiz. Tive bem pouca manutenção (fiz o melhor que pude pra garimpar algo bom), e pude assim juntar dinheiro pra comprar um modelo médio algum tempo depois. Enquanto isso colegas que se endividaram pra comprar o primeiro "popular" da moda acabaram conseguindo só trocar algum tempo depois por… outro popular! Então sim, vale totalmente a pena se segurar e juntar o dinheiro :)

    • Alan_Brito

      Pra primeiro veiculo ainda vai! Agora, a pessoa se f*de todinha pra pagar 2 carros, e depois ainda compra o outro FINANCIADO, é brincadeira… É gostar de sofrer e MUITO viu!

    • renanzacarias

      Pois é. Poupar e consórcio são realmente ótimas alternativas, pra quem já tem carro e pode esperar. Pra quem não tem, não tem outro jeito. Financiei o meu 100% pq não tive outro jeito, não tenho outro carro em casa…

    • Cl_audio

      Um pouco de lucidez sempre é bom.

      O pessoal entra em uma matéria sobre FINANCIAMENTOS só pra ficar afirmando "eu só compro à vista", "não dou meu dinheiro a bancos" e por aí vai. Comentários que não acrescentam coisa alguma ao debate e só servem para alimentar os egos dos que os postam.

      Nas matérias sobre 1.0 é a mesma coisa: "não ando nessas carroças", "X não é carro, é meio de transporte". Haaaaaaja paciência!

      p.s.: Já comprei meu nariz de palhaço: ando em um Siena financiado em 36x em vez de depender do maravilhoso transporte coletivo de Salvador.

    • Leandro1978

      Isso eu sempre questiono para quem compra carro semi-novo. Ficam se "vangloriando" de não fazerem parte do "esquema", mas parecem que não se dão conta que o dinheiro do usado vai ajudar a comprar o novo. Além disso, o preço do usado ainda é reflexo do zero. Assim, eu falo que, se não quiserem fazer parte do "esquema",que não comprem carro e passem a andar de transporte público, à pé, de bicicleta… Uma coisa que não julgo é a compra de um carro, seja ele qual for, pois não sei o que levou o consumidor a optar por determinado modelo e, principalmente, a forma na qual pagou.

    • thales_sr

      Ô Tripa, não precisa ser tão extremo. Claro que há casos e casos, não dá pra generalizar nenhuma situação. Mas tem muita gente que troca de carro só por folia.
      Essa campanha de "compre um usado" eu também não concordo, justamente pelo ponto que você citou. O cara que te vendeu o carro fez o que? Boa parte das vezes, ele vende o dele pra comprar um novo. Então não adiantou de nada.
      O mais correto seria se preparar para comprar um carro comprometendo o mínimo possível sua renda futura. Mas cadê? O que mais vemos é carro financiado na rua.
      Uma coisa é entrar num financiamento de casa, que é um bem de necessidade primária (se o cara não pagar financiamento, vai pagar aluguel, então dá no mesmo), mas no caso do carro, em várias cidades há alternativas (não todas, concordo), mas sempre pode-se comprar um mais barato para o leva-e-traz diário, e assim a pessoa se preparar para comprar um modelo melhor mais na frente. Mas pelo jeito, a palavra de ordem é "compre, compre, compre". É celular de 1000 reais dividido em 12x de 100 reais, aquela calça legal de 300 reais em 6x de 55 reais… E aí o salário, que já é pouco, fica menor ainda, porque o cara tá dando uns 20% do pagamento de presente pro banco/financeira. Depois não vale chorar dizendo que os bancos são malvados.

    • Eugenio C.

      Não sei onde você mora, mas como eu moro na Zona Leste de São Paulo, sei que muita gente que usa metrô e trem, submetendo-se às panes frequentes e ao desconforto diário da lotação exagerada, TEM CARRO sim… Usam o carro para ir até os estacionamentos que ficam ao lado de cada estação, ganhando um desconto na tarifa, e vão e voltam de trem. E há todo tipo de carro: velhos, novos, populares, sedãs médios, SUVs, nacionais, importados… Se essas pessoas usassem seus carros para percorrer o mesmo trajeto que os trens fazem em 32 minutos no horário de rush, gastariam cerca de quase 3 horas. A solução para o transporte público NÃO é JAMAIS financiar ou incentivar carros particulares, mas EXIGIR, COBRAR, PROTESTAR por investimento eficiente e duradouro no transporte COLETIVO. No caso de São Paulo, as empresas de ônibus têm um lobby poderoso junto aos candidatos, e para vencer isso somente a sociedade se unindo para contrabalançar esse lobby… já que lobby nada mais é que promover seus interesses – e como o empresário pode ficar o tempo todo na cola do governo e prometer verbas para campanha, nada mais lógico do que o povo ficar na rua e prometer f*der o candidato na eleição… mas enquanto as pessoas continuarem nessa apatia, achando que não vale a pena se manifestar nas ruas, nada muda!

      E para essa apatia ainda contribuem as mesmas empresas que publicam as malfadadas revistas e programas "imparciais" sobre carros, taxando os manifestantes de "baderneiros"…

  • Alec_T

    Quanto aos financiamentos cabe ressaltar que, quando os juros é 0, o prazo raramente passa 24x, isso com 50% de entrada.

    Os consorcios tem prazos maiores, e consequentemente prestações menores.

  • cazeduardo

    Esta questão de empréstimo tem que ser bem pensada e só em último caso mesmo. Nem sempre o consórcio é bom negócio. Se você tiver uma boa grana para dar de entrada e conseguir pagar o restante em poucas parcelas, o financiamento é mais vantajoso do que o consórcio, pois este último você já é taxado de cara em cima do valor da carta de crédito.

    No meu caso eu fiz consórcio, pois estava pagando uma taxa administrativa "baixa" (10,5%), comparada ao mercado. Depois dei uma lance de 34% e peguei a carta. Hoje pago R$ 284,00 por mês. Minha ideia é para o meu próximo carro não pegar nenhum empréstimo e claro, não comprar carro 0KM. Chega de desperdiçar muito dinheiro com carro neste país, onde carro bom é artigo de luxo. Eu vou mesmo é me preparar para construir minha casa no futuro!!!

    • expresso222

      As pessoas devem eleger suas prioridades. Aqui no Brasil quando alguem entra no mercado de trabalho pensa logo em comprar um carro e muitas vezes zero km logo. Não pensa em investir em educação, pagando uma universidade ou uma pós, em saúde, pagando um bom plano de saúde ou em ter uma casa própria saindo do aluguel. Acho que educação financeira deveria ser disciplina obrigatória no ensino fundamental e médio!

      • epicentro01

        Lembrando ainda que não basta ter o carro. O cara já tem que colocar roda de 500 polegadas (rsrsrs) 15.000 cornetas, woofer, módulo, suspensão pneumática e mais recentemente envelopar a sua "nave". Depois ficam indignados quando ninguém paga nada na sua nave xunada e reclamam: "Pô, mas eu gastei mais de 10 mil só pra deixar ele legal". A maioria tem carro como se fosse um troféu. Na hora que perceberem que carro é meio de transporte ou ferramenta de trabalho a coisa muda.

      • thales_sr

        Pois é, quando o cara entra no mercado de trabalho, muitas vezes tem uma grande chance de alavancar a carreira: Não tem que bancar ninguém, então fica sobrando dinheiro na conta. Pague um curso, planeje um intercâmbio, se prepare pra poder ser um profissional melhor (e consequentemente, mais bem pago).
        Mas não, sobrou dinheiro, gasta. Aí, volta a ser quebrado, assim como antes de ter o trabalho. PIOR: Vira escravo dos carnês. Isso não é vida, pelo menos pra mim.

  • Acport

    Eu não sei qual é o tipo do consórcio, mas se for consórcio de veículos, a prestação não é fixa. Pelo menos não era. Lembro que minha sogra, no fim dos anos 90 entrou em um consórcio de Gol 1000, pagando em torno de 300 reais de prestação. Acontece que, ao contrário do que ocorreu com o autor do texto, a prestação não era fixa, variava de acordo com o valor do bem. No caso, o Gol quase todo mês aumentava um pouco o preço de tabela e no final, ela já estava pagando mais de 500 reais de parcela.
    No caso do financiamento, apesar dos juros, a parcela é fixada no dia da contratação e não muda. De qualquer forma, se o consórcio agora tem parcela fixa, melhor.

    • cazeduardo

      Realmente não é fixo não, pelo menos o meu não, é de acordo com o valor do carro, referente à carta de crédito, que muda conforme o mercado. Mas as variações são bem pequenas.

    • Landrutt

      Aqui em Natal tem uma empresa de consórcios que é a maior daqui e muito conceituada, "independente", não aliada a nenhuma montadora. As parcelas são fixas porque não se faz o consórcio do carro e sim do valor dele, o consórcio não seria do modelo em si e sim do dinheiro(carta de crédito). Por exemplo, usam um Chery QQ como exemplo de tabela, 23.990…quem entra no consórcio não o faz porque quer um QQ mas sim porque quer a carta de crédito de 23.990 reais. O modelo é usado apenas para ilustrar qual carro zero km poderia ser comprado com aquele valor. Com a carta em mãos, se compra qualquer carro, em qualquer loja. Não tenho certeza, mas em um consórcio "de marca", como o Consórcio Nacional Volkswagen, me parece que as parcelas flutuam porque o bem aumenta de preço, o que não acontece nesses "independentes". Se o valor do Chery QQ aumentar 5 mil reais, aumentarão o valor da carta de crédito e das parcelas, mas apenas para novos clientes, os antigos pagarão o valor antigo e receberão o valor antigo, fixo.

      • epicentro01

        Pois é. Mas nesse caso, se o carro aumentou R$ 5.000,00 como no seu exemplo, na hora do contemplado pegar a carta de crédito, ele terá que desembolsar mais R$ 5.000,00 para pegar o carro, ou pegar outro de menor valor.

    • Gismenia

      Também fiz um consorcio pelo banco itaú, e todos os meses aumentava isso foi em 2005, comecei em 400,00 e terminei com 620,00 nao sei se isso aconteceu porque eu havia da o lance e pego o carro.

  • tonyecs

    Outra dica interessante é comprar uma carta de crédito já contemplada sem ágio. Eu fiz isso há uns 2 anos e valeu muito a pena. Peguei uma carta de crédito já contemplada de R$ 24 mil. Dei R$ 12.500,00, transferi para meu nome (Taxa de R$ 500,00) + 42X R$ 332,47 (R$ 13.963,75), totalizando aproximadamente R$ 27 mil, ou Seja, R$ 3 mil reais de juros (na verdade, taxa de administração). Peguei um Corsa 1.0 2008 completo com 26 mil km e uma parcela ótima. Assim que quitá-lo, vou vender e dar entrada em outra carta na faixa de R$ 35 a 40 mil. Dessa vez, num carro zero, mas sem alimentar esses juros absurdos, cobrados pelas financeiras.

    Obs. Sei que existem financiamentos com juros zero, mas normalmente as parcelas são bem altas, pois o prazo geralmente é entre 12 e 24 meses. De qualquer maneira, não deixa de ser uma opção a ser analisada.

    • Gismenia

      como faz isso comprar uma carta comtemplanda?

  • AmmmmmP

    Ah… é tudo muito lindo mas pagar qualquer coisa é um saco. Eu pago consórcio, mas ao longo do tempo os objetivos da vida mudam e gostaria de parar de pagar e não posso. Continuo pagando mas sem o entusiasmo do começo…

    É nisso que as pessoas deveriam pensar antes de parcelar algo, não importa se muito ou pouco valor. A vida muda, os objetivos mudam de uma hora para outra… imagina em 36, 48 meses? mudam muito mais.

    É isso uma das causas do super endividamento das pessoas.

    Realizar sonhos é maravilhoso mas nos esquecemos de que o sonho termina quando você o realiza. E ficar preso (a parcelas) a um ex-sonho realizado é pesadelo! rs

    • marcio_cr

      Por isso que todos os meus carros foram pagos a vista. E nada de dar um passo maior que a perna apenas para mostrar para o vizinho.

      E minha próxima compra é um Civic 2009 com menos de 30k rodados, irei pagar 37k nele.

      • thales_sr

        Gostei da frase "E minha próxima compra é um Civic 2009 com menos de 30k rodados, irei pagar 37k nele."
        Exemplifica bem uma coisa: Quem tem o dinheiro, é quem manda. Se você oferecer 37k e não quiserem, você vira as costas e procura outro que aceite.
        Já se precisar financiar, vai ter que 1) Negociar o valor do bem, e 2) Chorar juros menores pro banco, senão toda a negociação inicial foi por água abaixo por causa dos juros 0,2% maiores do que o esperado.

    • CanalhaRS

      Grande raciocínio amigo, parabéns!!!
      Se a metade do povo que compra carros pensasse como você, as coisas seriam muito melhores.

    • Romis_gtr

      Nossa falou muito, 100% na idéia.
      Isso aconteceu comigo, pagava o consórcio da minha Fazer e no meio dele quis mudar os planos para comprar o carro, resumo: não consegui…tentei vender a carta já contemplada, mas quando ofereciam algo era simplesmente ridícula a oferta. Desencanei e continuei pagando, bem a contra-gosto…no final das contas paguei 36x e não adquiri o bem, tinha planos de comprar o carro. Pesquisei e vi que com 11k e uns quebrados era inviável pegar um carro (parcelas altas e seminovo, que poderia render manutenção), acabei pegando uma Ténéré 250cc com o dinheiro ressarcido, paguei-a à vista e fiquei feliz da vida….dei a sorte de esperar e vir um modelo novo (no caso a ténéré lançada em 2010) e conseguir pagar a vista.

      Como você falou, quando você realiza o sonho ele se esvai, e restam as parcelas que se tornam pesadelos.

  • edkite

    Pessoal, eu também sou um dos caras que só compra carro à vista e semi-novo. Mas entendo o lado de quem entrar em um financiamento, já pensei em entrar quando não tinha dinheiro para comprar um carro quando era jovem e acabei optando por um consórcio, paguei taxa de administração etc. Depois que peguei o carro e terminei de pagar o consórcio, juntei mais uma graninha e vendi meu carro, somei o valor da venda do meu carro com a graninha que juntei e comprei outro carro semi-novo à vista e assim vou indo até hoje, sempre melhorando de carro e tentando ao máximo não perder dinheiro na venda. Fica a dica, se é seu primeiro carro e você precisa mesmo dele compre e tente pagar o mínimo para os bancos possível. Depois siga a vida comprando à vista, você fica muito mais rico no final das contas.

  • pedro_bh

    Excelente texto. Mas para comprar carro usado com carta de consorcio contemplada dá um trabalho… Geralmente os consorcios demoram de 20 a 30 dias par pagar ao vendedor.

    Isso complica o poder de barganha.

    consorcio Vale mto a pena para:

    1 – SE VC TEM UM CARRO QUE JA TE ATENDA
    2 – O PROXIMO CARRO FOR ZERO KM. OU O VENDEDOR ESTIVER DISPOSTO A ESPERAR

    • ubiratamuniz

      Bom, isso eu posso falar sobre o outro lado. Depende muito da administradora. Há pouco menos de 1 ano eu vendi um Palio 2008 (herança, mas já depois de liberado o inventário, ou seja, sem quaisquer pendências de documentação) para um amigo, que estava com carta de crédito do consórcio do Banco do Brasil. No absurdo e longo prazo de 2 (dois) dias o dinheiro estava na minha conta.

      Já administradoras de bancos das fábricas geralmente enroscam. Com consórcio de moto da Honda por exemplo você só tira moto de outra marca com reza muito braba, macumba na encruzilhada, unção de pastor, decreto presidencial e ainda tem que conhecer alguém lá dentro, isso se conseguir. Eles dificultam de toda forma, ainda que nas cláusulas do consórcio esteja claro que é uma carta de crédito que pode ser usada para a compra de qualquer bem da mesma espécie.

    • safas44

      Carros existem aos montes, o q há de ser nosso ninguem vai tirar ,portanto com este pensamento se o vendedor nao quiser negociar contigo, irá ter quem queira, e a vida segue.

  • Long_life_tobigcars

    Muito boa opção mas, sinceramente, nada melhor que fazer uma poupança para quem deseja comprar um carro. Nada de prestações sejam elas de financiamento ou consórcio que nos obrigue a todo mês reservar aquela quantia fixa. Na poupança, você emprega a quantia desejada, seja ela um valor a mais em um mês e menos posterior. E ainda não corre risco em ter seu nome sujo no SPC e SERASA por atraso no pagamento.

  • fabioalisson

    Boa matéria, só esqueceu de falar que o valor do consórcio é atrelado ao valor de um veículo, se este veículo sofre reajuste, o consórcio também sofre, mesmo após contemplado (financiamento são parcelas fixas). Consórcio também tem taxas.

    Existem outros custos, que muitas vezes não mensuramos, que podem justificar a antecipação de uma compra por financiamento, como por exemplo, a falta de um carro, ou um carro "problemático", ou a perspectiva de grandes gastos com manutenção, podem justificar se desfazer de um usado e financiar um novo e não ter dor de cabeça, ou seja, neste caso pode ser melhor financiar que pagar um consorcio ou juntar o dinheiro pra comprar à vista.

    Financiamento nem sempre é sinal de valor abusivo e exploração. Adquiri um Civic 0 km, abaixo do valor de tabela, efetivando uma entrada e financiando o resto sem juros em 24x (só paguei taxa de cadastro e IOF, que totalizaram algo em torno de mil reais). Excelente negócio! E promoções assim são mais comuns do que se imagina.

  • Long_life_tobigcars

    Feliz da vida por ter parcelado meu Palio Economy na concessionária com entrada de 72% de entrada, e com parcelas sem desconto no valor de R$ 540,34, ao pagar este mês na forma de duas parcelas onde uma referente ao mÊs atual e a posterior antecipada, me deparei com uma surpresa não muito agradável.
    No mês passado, paguei com o desconto da ultima parcela o valor de R$ 440,32, ou seja, R$ 100,00 de desconto. Esse mês paguei R$ 449,00. Na forma em que calculei tal decréscimo de desconto, mais precisamente em Janeiro, volto a pagar o valor real de R$ 540,00. Em tese, os descontos só são atrativos por um curto espaço de tempo. Como infelizmente nesse país de merdd… o cliente não tem vez e é iludido nas "facilidades" do CDC, o banco não tem nenhum prejuízo com relação a esse temporário desconto. Bem, mesmo que eu tenha aceito o valor das parcelas em R$ 540,00 que foi o custo acertado em contrato por mim, mais um motivo para nunca mais entrar nessa de financiamento em CDC. Agora, só compro carro no modo A VISTA e para conservar por no mínimo DEZ ANOS de uso em minhas mãos.

  • jogabonito_

    Só mais uma variante aí na discussão: Enquanto o dinheiro é juntado para a compra a vista, não podemos esquecer que carro usado (notadamente se for um médio) desvaloriza demais!!

    Ex: em maio de 2012 vc. tem um usado de 45k e quer um novo de 60k, logo faltam apenas 15k na data de hoje. entretanto se vc. não tem a diferença no ato e decide juntar por um ano, por exemplo, em maio de 2013, com os mesmos 15k vc. não compra um carro de 60k! Veja que seu carro valerá (a depender do modelo) por volta de uns 38k (no máx.). Então vc. precisará dos 15k juntados mais uns 7k no mínimo…

    Logo são 22k de diferença em 2013 (isso se o novo não tiver aumentado de preço, o q tb. é difícil)

    É bronca esse negócio de trocar de carro…

  • safas44

    Boa materia, tb tenho um consorcio com um banco e pago atualmente 259 por mes para uma carta de quase 16 mil. Com o valor mais o q meu carro vale espero ter dentro de 1 ano a 2 anos um carro de 30 mil reais – seja novo ou usado de 1, 2 anos – .
    O bom é como a materia diz, nao pesa no bolso, já tenho 14 parcelas pagas, já passaram mais de 1 ano, e nem notei, logo logo já vai fazer 2 anos, qdo menos ver, os desesperados q queriam a carta ja tiraram nos primeiros 2 anos, apos isso o valor de lance cai bastante.

    Digo isso pq acompanho o meu, no inicio, ate dezembro passado tinha gente dando 6, 7 mil de lance pra uma carta de 16 mil. Agora, em maio de 2012 os valores já estao entre 4500 e 6 mil. A melhor epoca é em janeiro, fevereiro, me lembro q neste ano teve gente q deu 1 mil reais e uns quebradinhos e tirou o carro. Começo de ano, mta conta pra pagar, viagens a pagar, presentes de natal, o pessoal esquece do consorcio.

    Se nao for sorteado ate o fim deste ano, tentarei um lance no inicio do ano q vem.

  • ajsilva1981

    Adquiri um automovel a pouco tempo e minha experiencia foi a seguinte, tinha o valor do carro para comprar a vista , estava comprando um focus por venda direta , desconto de 10% no valor de tabela pois era o hatch, o sedan tá com 20% de desconto, por isso as vendas aumentaram e claro também pela proximidade da chegada da nova geração, o focus saiu a R$ 58000, glx 2,0 automatico, couro e ar dual zone.
    O melhor é que a ford estava com parcelamento em 24 vezes sem juros, então para que pagar a vista se o meu dinheiro pode ficar rendendo para o papai. Para os mestres vou logo explicando, Vou simplificar os calculos, pois não estou aqui para dar aula apenas para mostrar com fazer seu dinheiro trabalhar um pouco a seu favor.
    Vamos lá , para poder financiar em 24 sem juros deve-se dar 50% de entrada ou seja R$ 29000,00 como o carro que entreguei valia R$18000,00 então paguei mais R$ 11000,00 a vista e financiei o resto.
    R$ 29000,00 a taxa 0% ao mês em 24 vezes você pagará no total algo em torno de R$ 30400, porque apesar de ser sem juros , o agente financiador inclui no contrato a famigerada TAC taxa de abertura de crédito algo em torno de R$ 800,00 um roubo sem mão armada, além do IOF imposto sobre operações financeiras algo em torno de R$ 600,00. No final a diferança do preço a vista para a prazo é de R$ 1400,00 ou seja (1400×100)/29000 dá algo em torno de 4,8% em dois anos ou 2,4% ao ano ,considerando como juros.
    Como possui o dinheiro para pagar a vista o mesmo ficará aplicado, se considerarmos a poupança que dá algo em torno de 6,5% ao ano, calculo simplificado, se fizer de maneira correta mes a mes dá mais pois são juros compostos.
    Primeiro ano 29000*1,065 = 30885
    Segundo ano 30885*1,065= 32892,52

    No final dessa historia toda temos um lucro de R$ 32892,52- R$ 30400= R$ 2492, 52
    Quis exemplificar que nem sempre é a melhor escolha comprar a vista, deve-se estudar as opções disponiveis as vezes não é tão simples, mais se você não fizer não espere que o gerente do banco o faça, pois ele tem metas a cumprir e tem que tirar o dinheiro do seu bolso para colocar no do banqueiro.
    O grande problema do consorcio é que as vezes você cai num grupo que a galera dá lances altos e voçe fica vendo o tempo passar e nada de ser sorteado, e as taxas dos consorcio incluindo o seguro que é obrigatorio, nao saem por menos de 20% do valor do bem a ser adquirido.

    • jogabonito_

      Vc. esqueceu do dinheiro da amortização, isto é: todo mês sua poupança será defasada em R$ 1.267,00 (valor da prestação), até chegar em quase 0 no final do financiamento. Logo talvez sequer haja rendimento.

      Ademais, o carro ficará com o gravame da financeira no documento, impossibilitando uma venda rápida.

  • Romis_gtr

    Como eu sempre penso e falo, o difícil é o primeiro véiculo, seja carro, seja moto, se você já tem o veículo, o próximo fica muito mais fácil de ser adquirido.
    É nesse pensamento relatado que funciona a coisa. Se a pessoa não é tão disciplinada em guardar na poupança/investimentos de tempo fixos, consórcio é o que há e num tem discussão…é um saco pagar as parcelas, mas no final quando você pega o veículo e restam quase nada de parcelas e/ou elas estão muito baixas é muito satisfatório, isso é fato.

    Fiz isso com a minha primeira moto e vou fazer isso com o carro, o primeiro será seminovo/usado e o próximo, 0km…depois de uns 6, 7 anos claro, mas com um carro na mão a espera é amenizada drasticamente.

    A idéia do texto é muito boa, mas não é novidade.

  • rochagrola

    Nada contra quem financia. Considero o consórcio uma boa, já indiquei para amigos e me agradeceram, é só ter paciência, coisa que a maioria não tem.
    Eu sempre optei por juntar o dinheiro, abri um conta poupança só para isso, escolhi o carro desejado, fiz simulações de consórcio e financiamento, encontrei o que cabia no meu orçamento, pronto, agora é só depositar o valor que eu pagaria para a financeira todo mês nessa poupança e quando atingir o valor desado compro o carro a vista, sem complicações ou insônia, fiz assim desde meu primeiro carro.
    Enquanto espero vou pesquisando sobre o carro e confirmando se é a melhor opção.
    Comecei com um GOL básico peladão, atualmente tenho um Corolla SEG 2008 e estou juntando o dinheiro para comprar outro carro, quero um carro com maior altura do solo, o CRV me agrada porém é lerdo nas retomadas e por isso estou pensado na RAV4, vamos ver o que dá, o custo fixo mensal para se manter o CRV é o mais em conta de todos que já calculei, mas carro sem torque para mim não dá, tenho um amigo que tem um, ele não consegue acompanhar o meu corolla nas retomadas em ultrapassagens, as vezes eu ultrapasso e ele nem tenta, e olha que o cara é rápido no volante, quando ele está no Civic some na minha frente.

  • ISTRIYAH DARWONO

    DoYou need a loan? between individual to pay for a House, a car or for your project. I am a particular lender who gives loans from 500 to €2,000, 000 with interest of 3%.The repayment period is from 1 to 25 years.Please contact me on my email address jenniferrjohn536@gmail.com for all of your financial problems.

  • Mabel Nasiru

    Olá, eu sou a senhora deputada Jane Alison, um emprestador empréstimo privado que dá empréstimos oportunidade de tempo de vida. Você precisa de um empréstimo urgente para limpar suas dívidas ou você precisa de um empréstimo de capital para melhorar o seu negócio? Você já foi rejeitado pelos bancos e outras agências financeiras? Você precisa de um empréstimo de consolidação ou uma hipoteca? Pesquisar não mais como nós estamos aqui para fazer todos os seus problemas financeiros, uma coisa do passado. Nós emprestar fundos para pessoas que necessitam de assistência financeira, que ter um mau crédito ou que precisam de dinheiro para pagar as contas, a investir em negócios a uma taxa de 2%. Eu quero usar este meio para informar que vamos prestar assistência confiável e beneficiário e estarão dispostos a oferecer-lhe um empréstimo. Então, entre em contato conosco hoje pelo e-mail: (saintsloancompany@gmail.com)

  • Pastor Peter

    Necesita un préstamo o de capital que ofrecemos préstamos a individuos y empresas a una tasa de interés baja y asequible. Contáctenos hoy mismo al (pastorpetersloan@hotmail.com) para obtener su préstamo hoy.

  • Marta Félix

    Oi, tudo bem!!! O meu consorcio já fui contemplada.Tenho a possibilidade de diluir as parcelas?São 72 parcelas. Estou na 49. È do Consorcio Nacional Wolkswagem.
    Grata pela atenção!!
    Abraços

  • Robert Peterson

    Olá oferecemos empréstimo, International Finance Project, Banco Garantia e SBLC para indivíduos e empresas em todo o mundo. Nossa taxa de juros é de 3% ao ano.
    Nós também patrocinar e financiar todos os tipos de projetos, local e internacionalmente. Então, se você tem qualquer bom projeto e você precisa de um investidor basta informar-nos imediatamente para que possamos discutir, assinam acordo e, em seguida, patrocinar ou financiar o projeto para você.
    Por favor, contacte-nos hoje para todas as suas necessidades financeiras.

    Cumprimentos,
    Mr. Robert Peterson
    E-mail: j.mg.cashcraft@gmail.com

  • vera hertz

    Oferecemos empréstimo rápido e confiável à taxa de juros de 3% para os empresários, os indivíduos e para qualquer finalidade razoável. Para mais detalhes e contato de aplicativo-nos:

    Email: veraloanfirm@gmail.com

  • rosario09

    Verdadeiro credor entre o particular ( jeanclaudeag@outlook.com )

    Olá Sir/Madam,

    Eu sou uma enfermeira por profissão e depois de ter se divorciado com meu marido eu já solicitou empréstimos de muitos bancos para mim fazê-lo novamente, mas eles me rejeitaram, e decidi encontrar um determinado credor, que pode me fazer esse empréstimo . Infelizmente para mim, durante a minha pesquisa, me deparei com golpistas que estavam fingindo ser credores-me prometer-me de transferência a quantidade que eu queria emprestar (30.000 EUROS) e eu tenho sido arrancado
    tudo o que eu tinha. Mais de 6.200€ eu estava prestes a me matar quando eu vi o nosso casamento testemunha de que eu tinha falado sobre a minha situação e ela aconselhou-me a um cavalheiro que foi capaz de me fazer esse empréstimo para me sair deste impasse financeiro, em que eu me encontrei. Eu achei que não porque eu estava procurando esse empréstimo por mais de 2
    anos e em 72 Horas, eu era capaz de obter este empréstimo com este senhor. É prestação de empréstimo em todas as áreas.
    Eu vou aconselhar o contato com aquele que me salvou

    Aqui é o seu e-mail : jeanclaudeag@outlook.com

    Eu garanto a você que você vai ser capaz de encontrar o empréstimo que você está procurando.
    Do meu lado, agora estou floresceu com meus filhos e eu pago os meus pagamentos Mensais a cada final de mês.

  • Jean Carlos

    Você precisa de um empréstimo para iniciar negócios ou pagar suas contas e um financeiro corporativo para imóveis e qualquer tipo de financiamento comercial. { Creditplusfinance11@gmail.com } Também oferecemos Empréstimos a particulares, empresas e órgãos corporativos com taxa de juros de 3%. Damos empréstimo a pessoas de mentalidade séria que estão interessadas em empréstimo se estiver interessado em contato com este e-mail: Creditplusfinance11@gmail.com

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email