Corolla Altis Nurburgring enaltece pista alemã, mas falta motor

Corolla Altis Nurburgring enaltece pista alemã, mas falta motor

Na Tailândia, a Toyota adicionou um pacote esportivo ao Corolla Altis chamado Nurburgring, de forma a enaltecer a pista alemã e a prova das 24 Horas no chamado Inferno Verde. Desenvolvido pela Gazoo Racing local, o kit está disponível gratuitamente para os clientes.

Como a Toyota participa da ADAC Total 24h-Rennen Nurburgring, está comemorando o primeiro e o terceiro lugares na classe SP3 (Super Production 3), acumulando a segunda vitória consecutiva com o Corolla de competição, aquele que tem motor 1.6 de 3 cilindros, que usa hidrogênio como combustível.

Corolla Altis Nurburgring enaltece pista alemã, mas falta motor

Feito apenas para o Corolla Altis, os donos de outras versões poderão também tê-lo, porém, terão que pagar 42.000 baht ou R$ 6,8 mil, já instalado. Mas, para quem vai de Altis novo, há também seguro grátis e garantia estendida para cinco anos e 150.000 km.

O kit Nurburgring inclui um novo para-choque traseiro com difusor e dutos de ar falsos, spoiler na tampa da bagageira, conjunto de quatro molas mais firmes para a suspensão e uma “unidade de controle do acelerador elétrico” para saídas mais rápidas.

Corolla Altis Nurburgring enaltece pista alemã, mas falta motor

O Corolla Altis Nurburgring tem ainda saias laterais, frontais e traseiras, reforçando a pegada esportiva no comportado sedã da Toyota, que não recebeu outros ajustes comuns à versão GR-S, a regular da GR Sport no modelo.

Na Tailândia, o Corolla Altis é oferecido nas versões Sport e Hybrid, que correspondem apenas à motorização. No primeiro caso, o propulsor é o antigo 1.8 Dual VVT-i do Corolla, também usado aqui no passado, com 140 cavalos e 18 kgfm, tendo transmissão manual ou Super i-CVT de 10 marchas (Direct Shift aqui).

Corolla Altis Nurburgring enaltece pista alemã, mas falta motor

Já o Hybrid segue o padrão global, com motor 1.8 de 98 cavalos e 14,2 kgfm, além de um elétrico de 72 cavalos e 16,6 kgfm, totalizando 122 cavalos. Lá, ele é abastecido somente com gasolina. Bem, diferente daqui, o Corolla tailandês não possui o motor Dynamic Force 2.0 de até 177 cavalos, que daria ao sedã um desempenho mais condizente com a proposta do kit.

 

 

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.