Cortar o tubo de fluído de freio realmente causa acidentes, como nos filmes?

carro descontrolado sem freio
carro descontrolado sem freio

Você está assistindo um filme de ação, quando vê que um personagem corta os tubos que levam fluído de freio até as rodas, e isso acaba causando um sério acidente, pois o motorista pisa no freio, e literalmente nada acontece.

Isso é realmente verdade, ou apenas um delírio de Hollywood, como vemos acontecer em tantas cenas por aí?

Os freios de um carro só conseguem ajudar o veículo a diminuir a velocidade até parar completamente pois alguns mecanismos hidráulicos são empregados.

Esses mecanismos são usados tanto nos freios a disco quanto nos freios a tambor. Se tivessemos que usar a própria força das pernas para frear o veículo, isso seria uma tarefa muito difícil, e é aí que estes fluídos entram.

Eles multiplicam a força que exercemos sobre o pedal do freio.

Estes são os componentes do sistema de freios de um veículo:

  • O pedal do freio que pisamos para o carro parar.
  • O servo-freio, que deixa a força do pedal do freio mais forte.
  • O cilindro mestre, que transforma a força do pedal em pressão hidráulica.
  • As tubulações e mangueiras que levam o fluido de freio para as rodas.
  • E as pastilhas e os discos de freio, que são responsáveis por fazer o carro parar ao pressionar os discos ou tambores.

Que um carro irá perder boa parte de sua eficiência de frenagem se cortarmos os tubos que levam o fluído de freio, isso é sim verdade.

Quando o tubo é cortado, o fluido vaza. Isso muda a pressão nos freios. Assim, eles podem falhar porque ar entra no sistema. A perda de pressão faz o pedal do freio ficar mole. Isso significa que os freios não funcionarão tão bem quanto antes.

Mas a situação não será tão crítica como é apresentado nos filmes.

Os acidentes de carro nos filmes são dramáticos e com muitos efeitos especiais. Eles chamam a atenção do público. Mas, é importante saber que há uma grande diferença entre o que vemos no cinema e a verdade sobre o funcionamento dos carros.

No cinema, cortar o tubo de fluído de freio parece fácil e eficaz. Os carros perdem logo o controle, com colisões impressionantes. Mas, na realidade, cortar esse tubo faz com que os freios falhem aos poucos. Isso dá tempo para o motorista notar e tentar evitar um acidente.

Cenas de filmes Situações reais
Freios falhando instantaneamente após o corte do tubo. Perda gradual de pressão, com sinais de alerta perceptíveis.
Veículos colidindo com explosões e capotamento dramático. Paradas abruptas ou deslizamentos devido à perda de controle de frenagem.
Pouco ou nenhum tempo para o motorista reagir. Tempo suficiente para notar a falha e tentar controlar o veículo.

Se na vida real, você acabar em uma situação mirabolante onde alguém destruiu o sistema de freios do seu carro, basta reduzir as marchas, para que o carro comece a perder velocidade gradualmente.

Até mesmo o freio de estacionamento pode ser usado para ajudar o carro a parar, já que ele tem acionamento físico, e não depende do fluído de freio.

A única situação em que não será possível usar o freio de estacionamento, ou freio de mão, é quando o veículo for equipado com freio eletrônico, aquele por botão.

Este tipo de freio de estacionamento não permite o acionamento com o veículo em movimento.

google news2Quer receber todas as nossas notícias em tempo real?
Acesse nossos exclusivos: Canal do Whatsapp e Canal do Telegram!

O que você achou disso?

Toque nas estrelas!

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.




Autor: Eber do Carmo

Fundador do Notícias Automotivas, com atuação por três décadas no segmento automotivo, tem 18 anos de experiência como jornalista automotivo no Notícias Automotivas, desde que criou o site em 2005. Anteriormente trabalhou em empresas automotivas, nos segmentos de personalização e áudio.