Fiat Sedãs

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo

O Cronos Precision é a versão topo de linha do sedã, abaixo apenas do esportivado Cronos HGT.


Sucessor do Linea, o Fiat Cronos chegou apostando numa receita mais tradicional para agradar os consumidores. Não quis se passar de sedã médio como seu antecessor. Aposta em um visual agradável, lista de equipamentos dentro da média do segmento e vasta gama de versões para atrair os brasileiros.

O Fiat Cronos Precision tem preço na casa dos R$ 75 mil e é bem equipado, tem visual e interior esmerados e motorização 1.8 litro flex com transmissão automática. Briga com modelos como Honda City, Toyota Yaris Sedan, Volkswagen Virtus, Chevrolet Onix Plus e Hyundai HB20S.

Todos esses, inclusive, apelam para uma mesma receita: aparência mais sofisticada e espaço interno avantajado para atender aqueles que não tem tanta grana no bolso para comprar um sedã médio, que hoje já parte de R$ 100 mil.

Confira abaixo tudo sobre ele:

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo

Fiat Cronos Precision – detalhes

O Cronos Precision tem uma boa relação custo-benefício. Tem bons recursos de segurança, conforto e tecnologia, além de uma ampla lista de opcionais – que pode causar confusão e indecisão na hora da compra.

Todavia, não dispõe de bancos de couro, airbags laterais, ar-condicionado automático, sensores de luz e chuva, chave presencial, partida por botão, entre outros. Com todos os equipamentos disponíveis, o Cronos topo de linha beira os R$ 90 mil.

Um dos destaques do carro é o bom comportamento dinâmico, diferente dos carros mais antigos da Fiat. O acerto de suspensão é mais voltado para o conforto, mas com calibragem para não desfavorecer a estabilidade do carro. A posição de dirigir é agradável, com volante de boa empunhadura, bancos confortáveis e pedais bem posicionados.

O acabamento interno do carro segue o mesmo padrão da categoria, com plásticos rígidos por todos os lados. Ao menos as peças são bem encaixadas e têm boa textura. Há também insertos em tecido nas áreas de contato com os braços dos ocupantes.

Apesar de usar a mesma plataforma do Argo, o Cronos tem 70% de componentes novos ou alterados em seu componente. Ele é mais longo que o hatch, com 4,36 metros de comprimento. No entre-eixos, são 2,52 metros, o que garante um espaço razoável para as pernas dos ocupantes.

O isolamento acústico do carro também agrada, sem muita invasão de barulhos do motor ou do vento em velocidades mais altas.

Fica devendo, contudo, um motor de concepção mais moderna. Vale ressaltar que os modelos Virtus, HB20S e Onix Plus já são equipados com propulsores 1.0 turbo flex de três cilindros, sendo os dois primeiros com injeção direta de combustível.

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo

Cronos Precision – versões

Atualmente, o Cronos Precision está disponível em somente uma configuração, equipada com motor 1.8 litro flex da linha E.torQ e câmbio automático de seis velocidades.

Trata-se da segunda versão mais cara da linha Fiat Cronos 2020. O atual modelo com o preço mais “salgado” é o Cronos HGT, que dispõe de um visual mais esportivo e decoração diferenciada no interior, também com o conjunto mecânico composto pelo motor 1.8 flex e transmissão automática.

Fiat Cronos Precision – equipamentos

Segurança: airbag duplo frontal, freios ABS com EBD, controle eletrônico de estabilidade, controle de tração, assistente de partida em rampas, alarme antifurto, faróis de neblina, sistema Isofix para fixação de cadeirinhas infantis no banco traseiro, sistema de monitoramento de pressão dos pneus, encosto de cabeça e cinto de três pontos para os cinco ocupantes, brake light, entre outros.

Conforto: ar-condicionado, direção elétrica progressiva, vidros dianteiros e traseiros elétricos com one touch e antiesmagamento, travas elétricas (com travamento automático a 20 km/h, trava da tampa de combustível, indicador de portas abertas e luz interna com temporizador), banco traseiro bipartido (60/40) e rebatível, banco do motorista com regulagem de altura, apoia braço para o motorista, piloto automático, limpador de para-brisa com intermitência, retrovisores eternos elétricos com função Tilt Down (rebatimento automático no lado do passageiro em marcha a ré) e repetidores de seta, sensor de estacionamento traseiro com visualizador gráfico, volante com regulagem de altura e profundidade, entre outros.

Visual e acabamento: Ambiente Lights, frisos, maçanetas externas e para-choques com detalhes cromados, volante com revestimento em couro, rodas de liga-leve de 16 polegadas com pneus 195/55 R16, entre outros.

Tecnologia: central multimídia Uconnect com tela sensível ao toque de sete polegadas, Android Auto, Apple CarPlay, conexão Bluetooth, entrada USB e sistema de reconhecimento de voz, computador de bordo (distância, consumo médio, consumo instantâneo, autonomia, velocidade média e tempo de percurso), faróis com follow me home, sistema de som com quatro alto-falantes e dois tweeters, painel de instrumentos com tela TFT de 3,5 polegadas (com relógio digital, calendário e informações do carro), entrada USB para os passageiros do banco traseiro, entre outros.

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo

Cronos Precision – opcionais

O Cronos topo de linha conta com quatro opcionais, com preços que variam de R$ 800 a R$ 4.390. Veja abaixo os opcionais disponíveis na gama do modelo:

Kit Tech (R$ 4.390): retrovisor interno eletrocrômico, sensor de chuva, sensor de luminosidade, painel de instrumentos com tela TFT de alta resolução de sete polegadas, ar-condicionado automático digital, chave presencial Keyless entry’n’go, partida do motor por botão e retrovisores externos com luz de conforto e rebatimento elétrico;

Kit Stile (R$ 3.600): rodas de liga-leve de 17 polegadas com pneus 205/45 R17 e bancos revestidos em couro;

Câmera de ré (R$ 800);

Airbags laterais dianteiros (R$ 2.900).

Fiat Cronos Precision – preços

Confira abaixo os preços do Cronos Precision praticados pela Fiat na linha 2020 do modelo:

  • Fiat Cronos Precision 1.8 AT 2020: R$ 75.490
  • Fiat Cronos Precision 1.8 AT 2020 + opcionais + pintura perolizada: R$ 88.930

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo

Fiat Cronos Precision – cores

Confira a seguir as cores disponíveis para a linha Cronos 2020:

  • Preto Vulcano (sólida, sem custo adicional)
  • Branco Banchisa (sólida, por R$ 950 adicionais)
  • Vermelho Monte Carlo (sólida, por R$ 950 adicionais)
  • Preto Vesúvio (metálica, por R$ 1.750 adicionais)
  • Cinza Silverstone (metálica, por R$ 1.750 adicionais)
  • Prata Bari (metálica, por R$ 1.750 adicionais)
  • Vermelho Marsala (perolizada, por R$ 1.750 adicionais)
  • Branco Alaska (perolizada, por R$ 1.750 adicionais)

Fiat Cronos Precision – motor

O motor usado pelo Cronos topo de linha é o mesmo encontrado em outros modelos da Fiat, como Argo, Strada e Toro, além do Jeep Renegade. Trata-se do 1.8 E.torQ Evo, com direito a quatro cilindros e quatro válvulas por cilindro (16 válvulas no total).

Ele é dotado também do sistema VIS (Variable Intake System), que oferece mais força em rotações mais baixas. Com até 4.000 giros, o ar enviado para os cilindros percorre um caminho mais longo, favorecendo a entrega de torque. Depois, uma aleta é acionada fazendo com que o ar percorra trajeto mais curto, incrementando a potência.

Outro recurso é o Neutral Function, que auxilia na economia de combustível ao desacoplar o motor da transmissão em paradas rápidas de trânsito. Isso ajuda também a evitar aquela sensação de que o sistema está forçando os freios e também contribui para um menor consumo de combustível.

O 1.8 E.torQ Evo da FCA Fiat-Chrysler Automobiles consegue desenvolver 135 cavalos de potência quando abastecido com gasolina e 139 cv com etanol, a 5.750 rpm. O torque é de 18,8 kgfm e 19,3 kgfm, nesta ordem, a 3.750 giros.

Junto a ele está uma transmissão automática de seis velocidades, a mesma da Fiat Toro. Este câmbio tem um comportamento que favorece o conforto, com trocas de marchas mais suaves para uma condução mais tranquila. Porém, quando exigido, entrega uma boa performance uma ultrapassagem, por exemplo.

De série, o carro vem com paddle shifts (ou “borboletas”), que permite trocar as marchas sem tirar as mãos do volante.

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo

Cronos Precision – consumo

De acordo com o Inmetro no Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE), o Cronos na versão Precision com motor 1.8 flex e transmissão automática de seis marchas entrega os seguintes números de consumo:

  • Consumo de 7,2 km/l na cidade e 9,6 km/l na estrada com etanol;
  • Consumo de 10,3 km/l na cidade e 13,3 km/l na estrada com gasolina;
  • Nota “D” na comparação relativa na categoria e “C” na comparação absoluta geral.

Fiat Cronos Precision – desempenho

Veja a seguir os números de desempenho do Cronos 1.8 flex automático divulgado oficialmente pela Fiat:

  • Aceleração de 0 a 100 km/h em 9,9 segundos com etanol e 10,8 segundos com gasolina;
  • Velocidade máxima de 196 km/h com etanol e 195 km/h com gasolina.

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo

Fiat Cronos – garantia e revisões

Toda a linha Fiat Cronos 2020 conta com garantia de fábrica de três anos, sem limite de quilometragem. Além disso, as revisões do carro têm preços tabelados e são divulgados no próprio site da marca. Confira:

  • Revisão de 10.000 km ou 1 ano: R$ 352
  • Revisão de 20.000 km ou 2 anos: R$ 604
  • Revisão de 30.000 km ou 3 anos: R$ 524
  • Revisão de 40.000 km ou 4 anos: R$ 796
  • Revisão de 50.000 km ou 5 anos: R$ 544
  • Revisão de 60.000 km ou 6 anos: R$ 1.252

Sendo assim, as seis revisões do Cronos Precision 2020 até os 60 mil quilômetros rodados ou seis anos de uso (o que ocorrer primeiro) totalizam um valor de R$ 4.072.

Cronos Precision – concorrentes

Chevrolet Onix Plus Premier 1.0 Turbo AT – R$ 75.090

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo
Onix Plus 2020

O primeiro rival do Fiat Cronos a aparecer nesta lista é também o mais em conta e o mais barato de todos os modelos desta lista. O recém-lançado Onix Plus se destaca pelo custo-benefício e também por oferecer um motor 1.0 Turbo flex de três cilindros, com até 116 cv e 16,8 kgfm, e câmbio automático de seis velocidades.

É mais equipado que o Cronos, com direito a seis airbags, luzes diurnas em LED, faróis dianteiros tipo projetor, monitoramento da pressão dos pneus, lanternas em LED, carregador wireless para smartphones, câmera de ré, chave presencial, partida por botão, direção elétrica, WiFi integrado, central multimídia com espelhamento de smartphones, entre outros.

Honda City LX 1.5 CVT – R$ 75.600

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo

Outro concorrente do Fiat Cronos Precision no mercado brasileiro é o Honda City, que fica devendo em equipamentos. É equipado com um motor 1.5 litro flex de até 116 cv e 15,3 kgfm, com transmissão automática do tipo CVT.

Não tem nem como opcionais recursos como controles de estabilidade e tração e assistente de partida em rampas. Dispõe de lanternas em LED, bancos em tecido, trio elétrico, sistema de som com Bluetooth e quatro alto-falantes, computador de bordo, ar-condicionado manual, luzes diurnas em LED, entre outros.

Toyota Yaris Sedan XL Plus Connect 1.5 CVT – R$ 75.990

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo

O Yaris Sedan que concorre com o Cronos topo de linha é o modelo XL Plus Connect. Ele é equipado com um motor 1.5 litro flex de até 110 cavalos e 14,9 kgfm, com transmissão automática do tipo CVT que simula sete marchas.

Oferece recursos como rodas de liga-leve aro 15, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, Isofix, alarme, central multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas, Android Auto e Apple CarPlay, ar-condicionado automático, computador de bordo, piloto automático, trio elétrico, chave presencial, partida do motor por botão, entre outros.

Hyundai HB20S Diamond 1.0 TGDI AT – R$ 76.890

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo
Hyundai HB20S 2020

Assim como o Onix Plus, o Hyundai HB20S foi renovado recentemente e passou a contar com motor turbo. O novo sedã na variante Diamond usa um motor 1.0 turbo flex de três cilindros com injeção direta de combustível, que rende até 120 cv e 17,8 kgfm, com transmissão automática de seis velocidades.

Tem recursos como quatro airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, volante multifuncional em couro, painel de instrumentos com tela digital, ar-condicionado digital, partida por botão, chave presencial, trio elétrico, câmera de ré, start/stop, paddle shifts, sensor de estacionamento, direção elétrica progressiva, central multimídia com tela de oito polegadas, Android Auto e Apple CarPlay, entre outros.

Volkswagen Virtus Comfortline 200 TSI AT – R$ 78.590

Fiat Cronos Precision: equipamentos, preços, motor, consumo

Outro sedã compacto com motor turbo que aparece por aqui é o Volkswagen Virtus Comfortline, o mais em conta com motorização turbo dentro da linha do modelo. O Virtus Comfortline usa um 1.0 litro turbo flex de três cilindros, com injeção direta, que entrega até 128 cv e 20,4 kgfm, com câmbio automático de seis marchas.

Sai de fábrica com quatro airbags, controles de estabilidade e tração, assistente de partida em rampas, sensor de estacionamento, descansa-braço dianteiro com saída de ar traseira, faróis de neblina com luz de conversão estática, rodas de liga-leve aro 16, central multimídia com espelhamento de smartphones, volante multifuncional, entre outros.

Fiat Cronos Precision – ficha técnica

Motor

1.8 16V E.torQ Evo

Tipo

Dianteiro, Transversal, Gasolina e Etanol

Número de cilindros

4 em linha

Cilindrada em cm3

1.747

Válvulas

16

Taxa de compressão

12,5:1

Injeção eletrônica de combustível

Multiponto

Potência Máxima

135 cv com gasolina e 139 cv com etanol a 5.750 rpm

Torque Máximo

18,8 kgfm com gasolina e 19,3 kgfm com etanol a 3.750 rpm

Transmissão

Tipo

Automático de seis marchas

Tração

Tipo

Dianteira

Freios

Tipo

Discos ventilados (dianteira) e tambor (traseira)

Direção

Tipo

Elétrica progressiva

Suspensão

Dianteira

Independente, McPherson

Traseira

Eixo de torção

Rodas e Pneus

Rodas

Liga-leve de 16 ou 17 polegadas

Pneus

195/55 R16 ou 205/45 R17

Dimensões

Comprimento total (mm)

4.364

Largura (mm)

1.726

Altura (mm)

1.516

Distância entre os eixos (mm)

2.521

Capacidades

Porta-malas (litros)

525

Tanque (litros)

48

Carga útil, com 5 passageiros mais bagagem (kg)

400

Peso em ordem de marcha (kg)

1.271

Coeficiente de penetração aerodinâmica (Cx)

ND

Fiat Cronos Precision – fotos

Leonardo Andrade

Leonardo Andrade

Leonardo atua no segmento automotivo há quase nove anos. Tem experiência/formação em administração de empresas, marketing digital e inbound marketing. Já foi colaborador em mais de sete portais do Brasil. Fissurado por carros, em especial pelo mercado e por essa transformação que o mundo automotivo está vivendo.

  • Elias Mariano

    Tu esta brincando falando que este carro é sucessor do Linea, amigo ele entrou no lugar do Grand Siena 1.6 top de linha e só,
    precisa colocar melhor os carros pois por isso que esta colocando carros bem diferentes para concorrer, quero dizer carros fora de sua categoria.

    • zekinha71

      Se pensar que o Linea era um Punto sedã e o Argo entrou no lugar do Punto e Palio, então o Cronos entrou no lugar do Linea, mas que essa manobra da FCA não foi legal, isso foi.

      • Raimundo A.

        Só leigo acredita nisso. O planejamento da FCA antes de 2014 mostrava que teria sucessores para o Punto e o Palio da mesma forma que haveria para o Siena EL e o Grand Siena. Bravo e Linea não foram citados como renovação. O que a Fiat fez vendo o comportamento do mercado e provavelmente evitar muitos veículos, pois tinha o Uno FL e este planejamento previu o Mobi, foi criar um único hatch para o lugar do Palio e do Punto. Mudando o nível de equipamentos e mecânica, um mesmo produto atuaria como básico e metido a premium. Foi o que fez a Hyundai no facelift do HB20 e a GM, bem antes, ao eliminar Celta e Corsa para criar o Onix.
        O Argo não passa um avanço no espaço interno comparado ao Punto, mas não tem apesar de ter tecnologia, recursos que este tinha como DRL(ausente aqui), seis air bags, o teto solar panorâmico, farol de neblina com função direcional.
        O Cronos vai no mesmo caminho sendo uma evolução ao Grand Siena e não um sucessor para o Linea. Este tinha os mesmos atributos citados do Punto e o maior entre-eixos.
        A Fiat justifica o Cronos com o mesmo entre-eixos do Argo como uma melhoria estética, dinâmica, mas deveria ter mantido a medida do Linea que em outros mercados foi substituído pelo Tipo sedã, que tem espaço interno de médio tal qual o hatch e a SW.
        Em vários países europeus, a Fiat conseguiu colocar um preço no Tipo hatch pouco acima do Punto a ponto de não valer a compra deste.
        Como aqui é o Brasil, cheio de leigos e que convence fácil, descartou o Tipo por ser supostamente mais caro, a plataforma era diferente, além do segmento médio já começar a declinar. Criou o Argo e o Cronos que indiretamente, por questão de preço, entram no que era cobrado pelo Bravo e o Linea.
        E por que o Cronos não teve o entre-eixos do Linea se não teríamos o Tipo? A VW criou o Virtus quase no tamanho do antigo Jetta. Se a Fiat fizesse o mesmo, teríamos um Cronos de fato sucessor do Linea em medidas sem ter um sedã médio de fato acima. O Linea é um Punto esticado para atuar como médio. Não vemos isso no Cronos e se a Fiat fizesse não estaria cometendo erro atualmente até pelo preço que ela cobra. Ele não tem as melhorias de acabamento, largura interna maior, vistas nos médios.
        Não deve ter criado o Cronos maior porque em alguns mercados como o do nosso vizinho, Argentina, conviveria com o Tipo sedã. Na Argentina, por conta da limitação mecânica do Tipo sedã(1.6 AT6), o Cronos topo de linha superava o cobrado pelo Tipo. Atualmente, o Tipo não é vendido pela Fiat na Argentina.
        O que temos, comum, é um compacto mais equipado, motor maior bater no preço de um veículo médio ou com medidas que se assemelham a médio. É isso que o Cronos tem feito. Para ser um verdadeiro sucessor do Linea deveria ser maior e manter itens que existiam nele. Hoje, só é sucessor no preço, como pode ser dito para o Argo HGT indevidamente ser sucessor do Bravo Sporting.

        • Na prática, Linea já havia sido rebaixado para sedan compacto ao final dos tempos, e é justamente onde Cronos entra, ainda que um pouco menor que o antecessor. Gran Siena que era o sedan compacto padrão, foi rebaixado pro lugar do Siena EL e virou um sedan de entrada.

          Argo substituiu o Punto, Uno subiu pro lugar do Palio na linha (apenas com o facelift), e o Mobi pegou o lugar do Uno na parte de entrada.

    • Bruno Martinelli

      O Linea é que estava fora de sua categoria. A Fiat simplesmente não repetiu o erro de estratégia como Cronos. Vejo o erro em oferecer um motor tão defasado pelo mesmo preço dos concorrentes.

  • Leo

    Cadê o motor turbo Fiat?

  • bravios

    A VW devia se juntar a FCA e compartilhar engenharia na China e fazer um híbrido, poderia se chamar ia ser CoronosVirtus.

    • Darlon Anacleto

      Ótima! hahahahahaha

    • Murilo Soares de O. Filho

      nossa…que engraçado…!

  • Joao Victor

    Cronos é o sucessor do siena, não do linia.

  • Murilo Soares de O. Filho

    Se pensar, é o sucessor do Linea por não ter outro sedan na Linha Fiat, porém a ideia de deixar um sedan compacto “compridos” como era Linea, não aconteceu com o Cronos. Engraçado como o mercado muda de tempos em tempos. Hoje sedans compactos compridos estão sendo bem aceitos, que ironia do destino para a Fiat.

  • Eduardo Zacchi

    Temos um Cronos Precision AT6 em casa. Ele esta com 33.000km e posso dizer: carro muito bom, compramos faz ano e 4 meses, inclusive fizemos uma viagem de 3500 km (ida e volta) com consumo na média de 13km/l (gasolina) e em termos de conforto, aprovamos.

    Alguns “defeitos”:
    1. Assim como no Grand Siena, a suspensão faz um leve barulho (só que aqui é a traseira);
    2. As respostas da transmissão AT6 são um tanto lentas, quando você acelera de leve esperando uma resposta, ela demora demais aí você pia um pouco mais e ele sai de forma abrupta (acredito que o problema é reprogramação da transmissão);
    3. Bateria foi embora depois de um ano e quatro meses (troquei por uma para Start-Stop Moura – original do carro só que com corrente maior – 535A);

    No demais, acho ele mais bonito que o Virtus, o som, mesmo original é ótimo, tem espaço pra quatro pessoas (estatura mediana) e é bem silencioso.

    Se for pra trocar por outro sedã nesse segmento, vai ser o HGT ou mesmo o Precision mais equipado (o meu veio sem couro nos bancos e sem rodas aro 17″).

    Em termos de espaço, é melhor que o Linea, mas em refinamento mecânico e de acabamento, não, fica abaixo…

  • André Luis Versiani

    Carro é lindo e deve ser o mais confortável entre os concorrentes, só falta um motor mais moderno e eficiente, este é ótimo, mas o mercado pede um Turbo com consumo melhor, ninguém aguenta carro beberrão, 13 km/l em rodovia com gasolina é muito pouco.

  • Belo, belíssimo.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 13 anos. Saiba mais.

Notícias por email