CrossFox 2014: preço, consumo, ficha técnica, motor, equipamento

CrossFox 2014: preço, consumo, ficha técnica, motor, equipamento

O CrossFox 2014 chegou ao mercado com algumas novidades importantes em sua época, tendo modificações no visual e acabamento, além de pequenas alterações técnicas. Naquele ano, custava R$ 50.600 na manual e R$ 53.690 na I-Motion.


Ele era rival de carros como o Toyota Etios Cross, assim como do Chevrolet Onix Activ, sendo um pretenso rival do Ford EcoSport, mas sem comparação com o SUV compacto da marca americana.

Entre as novidades do CrossFox, a VW reservou o acabamento Chrome Effect nos retrovisores, acompanhado pelas palhetas dos limpadores de para-brisa em estilo aerowisher. Além disso, o hatch aventureiro ganhou sistema elétrico novo.

Com isso, o CrossFox passou a dispor de funcionalidades novas, graças à arquitetura elétrica mais moderna. Nisso, inclui-se a função tilt down, assim como o comfort blinker, que repete a seta três vezes com um único toque na haste.

A posição ideal do acelerador e o retorno automático dos limpadores também faz parte do esquema elétrico revisado. Aliás, outra novidade atrelada a isso era o ESS (Emergency Stop Signal ou Sinal de Frenagem de Emergência).

Leia também sobre o CrossFox 2008, CrossFox 2010, CrossFox 2012 e CrossFox 2015.

CrossFox 2014 – detalhes

CrossFox 2014: preço, consumo, ficha técnica, motor, equipamento

Com ele, em caso de frenagem forte, as luzes traseiras do carro piscam várias vezes, indicando uma situação de atenção à frente. O CrossFox 2014 adicionou ainda um rádio mais sofisticado e com display digital.

Ela permitia o acesso a CD, SD card, USB, Bluetooth e gráficos do sensor de estacionamento, uma vez que o hatch altinho não vinha com câmera de ré. O aventureiro ainda tinha o I-System, um computador com recomendações de economia.

O CrossFox tinha ainda alguns opcionais importantes, como sensores de chuva e crepuscular, retrovisor interno eletrocrômico e teto solar elétrico, bem como alarme com acionamento de vidros e teto.

Com ar-condicionado e direção hidráulica, o CrossFox adicionou ainda coluna de direção ajustável também em profundidade, além de manter as mudanças verticais e o banco do motorista igualmente alterável na vertical.

O hatch ganhou ainda botão de faróis em posição no painel, assim como cluster com grafismos e iluminação revisadas. No CrossFox 2014, o volante era o padrão do Passat da época e tinha comandos de mídia e telefonia, além de computador.

CrossFox 2014: preço, consumo, ficha técnica, motor, equipamento

Vidros elétricos nas quatro portas, retrovisores elétricos e travas elétricas vinham de série. O painel na nova cor Storm Gray chamava atenção, assim como os bancos esportivos personalizados.

O CrossFox recebeu ainda novo servo-freio com diâmetro de 10 polegadas, que somado ao novo sistema ABS de última geração, tornou o carro mais seguro nas frenagens, além de mais confortável ao parar.

Na mecânica, o Volkswagen CrossFox 2014 trazia o motor EA111 1.6 VHT 8V com 101 cavalos na gasolina e 104 cavalos no etanol, ambos a 5.250 rpm. Além disso, os torques eram de 15,4 kgfm no primeiro e 15,6 kgfm no segundo, a 2.500 rpm.

Havia uma caixa manual, a MQ-200 com cinco marchas e bem ao ponto de muitos clientes da marca. Já a automatizada ASG, feita pela Magneti Marelli, era oferecida apenas na versão I-Motion e com alguns recursos interessantes.

Entre eles, mudanças manuais na alavanca (modo M) ou paddle shifts no volante, bem como modo Sport, que permite melhor desempenho com marchas mais esticadas.

CrossFox 2014: preço, consumo, ficha técnica, motor, equipamento

Fabricado em São José dos Pinhais, Paraná, o CrossFox 2014 era uma versão aventureira do Volkswagen Fox e tinha suspensão elevada, além de pneus de uso misto com série 60 e largura 205, montados em aro 15 polegadas.

Com estepe externo, o modelo da VW era uma proposta mediana da marca, que não acreditava nos SUVs compactos e hoje tem até “ofensiva SUV”, buscando compensar o tempo perdido com o CrossFox…

Este, como aventureiro, cumpria bem seu papel e era até referência para outros hatches que queriam se passar por off roaders. Ele foi feito para clientes jovens, que buscam um carro prático no dia a dia, mas apto para os fins de semana.

Assim, com um perfil visual que indica também o mesmo em relação ao dono, o Volkswagen CrossFox evoluiu com o Fox, mas perdeu o apelo em 2018, retirado de linha com outras versões do hatch comum.

Altinho, tinha posição de dirigir elevada e ainda reforçada pela altura em relação ao solo maior. Também gerou uma irmã, a Space Cross, que durou menos, porém, adicionou aventura à proposta de minivan-perua, criada pela VW.

CrossFox 2014: preço, consumo, ficha técnica, motor, equipamento

Media 4,03 m de comprimento com o estepe externo, tendo mesmo pouco mais de 3,82 m de carroceria. Ele ainda dispunha de articulação integrada ao para-choque traseiro para mover o pneu sobressalente.

Assim como a GM e outras marcas fizeram, o CrossFox 2014 foi vendido como um modelo à parte, apesar de ser de fato o Fox. Com mais de 10 anos de estrada, o aventureiro da VW ainda é desejado por muitos no mercado de usados.

Com preço valorizado devido à escassez de carros novos, o CrossFox é uma boa opção em usado, mas é preciso verificar as condições de motor e do automatizado, especialmente se as revisões foram feitas, ainda que a garantia fosse de um ano…

O CrossFox 2014 tinha faróis duplos e grade estilizada com o nome do carro, assim como para-choque dianteiro mais parrudo, dotado de faróis de neblina e milha, bem como spoiler. Com suspensão alta, tinha rodas de liga leve aro 15.

Os pneus 205/60 R15 eram de uso misto e havia retrovisores com cor Chrome Effect, bem como repetidores de direção. maçanetas eram na cor do carro e havia barras longitudinais no teto, com teto solar elétrico e antena.

CrossFox 2014: preço, consumo, ficha técnica, motor, equipamento

Molduras laterais e saias de rodas faziam parte do pacote, com lanternas escurecidas, estepe externo e para-choque traseiro exclusivo. Dentro, o painel em cinza, tinha dois sistemas de rádio com CD/Bluetooth/USB e ar-condicionado.

O volante era multifincional e com ajuste em altura e profundidade, além de couro. Os bancos e as portas podiam ter couro, com o interior todo escurecido. O cluster com iluminação em LED e novo grafismo vinha de fábrica.

Cintos laterais de 3 pontos e airbag duplo faziam parte do pacote, assim como vidros elétricos, retrovisores elétricos com tilt down e travamento central com alarme e chave telecomando. O bagageiro tinha 260 litros e ajuste do banco traseiro.

CrossFox 2014 – versões

CrossFox 2014: preço, consumo, ficha técnica, motor, equipamento

  • Volkswagen CrossFox 1.6 manual
  • Volkswagen CrossFox 1.6 I-Motion

Equipamentos

Volkswagen CrossFox 1.6 manual – Motor 1.6 e transmissão manual de cinco marchas, mais freios ABS com EDB, airbag duplo, vidros verdes, para-brisa degradê, desembaçador traseiro, barras longitudinais no teto, antena no teto, faróis duplos com máscara negra, faróis de neblina e milha, para-choques com detalhes pretos, molduras laterais, saias laterais, estepe externo, lavador e limpador do vidro traseiro, chave-canivete, limpador do para-brisa aerowischer, bancos com padronagem diferenciada, apoios de cabeça para quatro, cintos de 3 pontos para quatro, cintos dianteiros com pré-tensionadores e ajuste em altura, computador de bordo, fonte 12V, vidros elétricos, travamento central elétrico, alarme, retrovisores elétricos com tilt down, banco do motorista com ajuste em altura, acabamento geral em tecido, luze de leitura, para-sois com espelhos iluminados, retrovisor interno dia e noite, alças de teto, iluminação no porta-malas, chave com telecomando, gaveta embaixo do banco, porta-luvas iluminado, direção hidráulica, entre outros.

Opcionais: rádio com USB e Bluetooth, rádio com CD/USB/Bluetooth/iPod, acabamento em couro nas portas e bancos, ar-condicionado, rodas de liga leve escurecidas, retrovisor interno eletrocrômico, sensor de estacionamento, temporizador de luz interna e faróis, volante multifuncional em couro, temporizador do limpador do para-brisa, sensor crepuscular, sensor de chuva, coluna de direção ajustável em altura e profundidade, teto solar elétrico, pintura metálica e banco traseiro corrediço.

Volkswagen CrossFox 1.6 I-Motion – Itens de série e opcionais acima, mais transmissão automatizada ASG com cinco marchas e mudanças manuais na alavanca, modo Sport e volante com paddle shifts.

Preços

CrossFox 2014: preço, consumo, ficha técnica, motor, equipamento

  • Volkswagen CrossFox 1.6 manual – R$ 50.600
  • Volkswagen CrossFox 1.6 I-Motion – R$ 53.690

CrossFox 2014 – motor

O CrossFox 2014 era equipado com o motor EA111, mas este propulsor, embora seja bem conhecido atualmente, é muito antigo, de uma geração que se iniciou na Audi em 1972. Projetado para o Audi 50, ele foi parar no primeiro VW Polo.

Assim como o EA827, o EA111 tem bloco de ferro fundido e cabeçote de alumínio, porém, seu tamanho é menor que o propulsor que originou o nosso querido AP nos anos 80. Irmão do EA111, evolução deste, chegou aqui em 1997.

O EA111 veio inicialmente para o Gol 1000, no lugar do antigo CHT, tendo aí comando de válvulas acionado por correia dentada, assim como tuchos hidráulicos e outros recursos mais modernos até que os da linha AP.

Além do 1.0 de 8V, surgiram ainda o 1.0 16V e este com sua interessante versão Turbo, o primeiro downsizing da VW por aqui. Este chegou a ter 112 cavalos e 15,8 kgfm. Foi um marco no EA111, que teve ainda o 1.6 litro do Golf, mas 8V.

Essa geração de motor do CrossFox 2014 teve ainda uma versão 1.4 8V, enviada para a Europa no Lupo (Fox de exportação) com 75 cavalos, além de equipar também a Kombi.

No 1.6, ele recebeu uma atualização chamada VHT que, como a sigla indica, tinha alto torque em baixa rotação, gerando 15,4 kgfm na gasolina e 15,6 kgfm no etanol, ambos a 2.500 rpm. Só o EA113 2.0 8V do New Beetle tinha torque abaixo.

Além disso, na mudança, passou a ter 104 cavalos com etanol ante 103 do anterior, mantendo os 101 cavalos na gasolina, mas agora a 5.250 rpm. Ganhou bielas mais longas, pistões e anéis redesenhados, assim como juntas e virabrequim novos.

Com transmissão manual de cinco marchas, o CrossFox tinha ainda a caixa automatizada ASG, cujo sistema da Magneti Marelli era montado sobre a transmissão manual MQ-200, modificada para ser robotizada.

O sistema utilizava um atuador eletro-mecânico para acionamento da embreagem e também das marchas, controlado pela ECU, evitando, por exemplo, queimar a embreagem, como se faz no câmbio manual.

Com parâmetros como velocidade, posição do pedal e outras variáveis, o computador calcula o momento ideal de troca de marcha, inclusive no modo Sport. No modo manual, evita que o condutor coloque marcha errada, protegendo o câmbio.

A automatização de uma caixa manual permite reduzir o custo de uma caixa automática, o que no caso do CrossFox 2014, se traduzia em um adicional de apenas R$ 3.090. Num automático, a média era de R$ 5.000.

O inconveniente, no entanto, era o momento da troca. A pausa breve para acionamento de platô e disco, cortava a força do motor e isso causava o que alguns chamavam de “tranco” durante as mudanças.

A dica era sentir o momento que o automatizado faria a troca e aliviar o pé antes do sistema, como se busca fazer num automático tradicional, permitindo assim uma transição de marchas mais suave.

O ASG não tinha redução dupla como o Dualogic Plus da Fiat e nem a função creeping, que deixa o carro rolar engatado. Assim, em manobras com ruas muito inclinadas, era preciso estar com os dois pés nos pedais para evitar uma colisão.

Desempenho

CrossFox 2014: preço, consumo, ficha técnica, motor, equipamento

  • Volkswagen CrossFox 1.6 manual – 10,5 segundos e 184 km/h
  • Volkswagen CrossFox 1.6 automatizado – 11,0 segundos e 184 km/h

Consumo

  • Volkswagen CrossFox 1.6 manual – 6,0/7,7 km/l e 8,9/11,4 km/l
  • Volkswagen CrossFox 1.6 automatizado – 6,0/8,0 km/l e 8,0/11,0 km/l

CrossFox 2014 – manutenção e revisão

CrossFox 2014: preço, consumo, ficha técnica, motor, equipamento

A manutenção na rede VW inclui parada a cada 10.000 km ou 12 meses, embora na época do CrossFox 2014 fosse somente a cada seis meses. O hatch altinho tem revisões com preços a consultar nas concessionárias da marca.

Nelas, são trocados óleo do motor, filtro de óleo, arruela do dreno, velas, filtro de ar do motor, fluido de freio, correia em V, correia dentada, líquido de refrigeração, fluido da direção hidráulica, filtro de ar-condicionado, entre outros.

Há também serviços para itens de desgaste natural, como lonas de freio, pastilhas de freio, molas, amortecedores, discos de freio, batentes das torres, buchas de balança, pivôs de direção, rolamentos, buchas da barras estabilizadoras, etc.

Nos pneus, além da troca, são feitos alinhamento, balanceamento, cambagem e rodízio, com a rede VW executando ainda serviços de funilaria, pintura, higienização, recall, limpeza oxi-sanitária, instalação de acessórios, lavagem, entre outros.

CrossFox 2014 – ficha técnica

CrossFox 2014: preço, consumo, ficha técnica, motor, equipamento

Motor1.6
Tipo
Número de cilindros4 em linha
Cilindrada em cm31596
Válvulas8
Taxa de compressão12,1:1
Injeção eletrônicaIndireta
Potência máxima101/104 cv a 5.250 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo15,4/15,6 kgfm a 2.500 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 5 marchas ou automatizado de 5 marchas
Tração
TipoDianteira
Direção
TipoHidráulica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraMcPherson
TraseiraEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasLiga leve aro 15 polegadas
Pneus205/60 R15
Dimensões
Comprimento (mm)4.034
Largura (mm)1.631
Altura (mm)1.667
Entre eixos (mm)2.467
Capacidades
Porta-malas (L)260
Tanque de combustível (L)50
Carga (Kg)440
Peso em ordem de marcha (Kg)1.130
Coeficiente aerodinâmico (cx)0,37

CrossFox 2014 – fotos

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.