Customizadora quer R$ 3 milhões por “Super Fusca”

milivie 1 1

Conhecido como Super Beetle, o Volkswagen Sedan 1303 nunca chegou à Anchieta com seus “janelões” e para-brisa amplo, fora outras características que faziam dele quase uma segunda geração.

Na Alemanha, conhecido como Käfer, o clássico Fusca evoluído ganhou um programa de restauração e customização, feito pela empresa Milivié, que estreia no setor na Alemanha.

A preparadora, no entanto, já está chamando atenção não tanto pelo projeto em si, mas pelo preço que ele vai custar aos interessados.

milivie 1 2

A bagatela cobrada pela Milivié para cada um dos 22 “Super Fuscas” que serão construídos, será de € 570.000!

Trata-se de um valor astronômico mesmo para a realidade alemã. Para termos uma ideia, o Porsche Panamera mais caro na Alemanha, custa pouco mais de € 208 mil.

O 911 mais caro não sai por menos de € 185 mil. Então, estamos falando de um carro clássico e preparado que sai por mais de três vezes o valor do 911 50 Jahre Edition em seu preço inicial.

milivie 1 3

Clássico por clássico, o Porsche 911 Sport Classic custa € 276 mil e mesmo ele não bate o Milivié 1, um Super Fusca 1303 que precisa de mil horas de trabalho para ficar pronto.

A empresa diz que a carroceria e os assoalhos são originais do carro, mas o restante é inteiramente modificado.

Com rodas esportivas de alta performance de aro 19 polegadas, mais discos ventilados de 343 mm e pinças de freio de nível Porsche 911, o Super Fusca 1303 da Milivié recebeu nova suspensão.

Tendo triângulos sobrepostos em cada roda, o Super 1303 alemão tem amortecedores duplos e molas recalibradas, assim como direção ajustada para a performance que irá apresentar.

milivie 1 4

Seu motor boxer de quatro cilindros e refrigeração a ar tem quase 2.3 litros e dois carburadores duplos Weber, sendo integralmente reconstruído, porém, sem números revelados.

Com aspiração natural, não se sabe exatamente o quanto entrega, mas uma dica é que precisou de uma transmissão automática ZF de quatro marchas.

Ela foi tirada de um Porsche Carrera 2 e tem modo manual, enquanto o escapamento duplo é de aço inox com ponteira dupla e central feita em titânio.

Visualmente, o Super Fusca 1303 adotou a marca Milivié e luzes diurnas em LED que reproduzem o desenho de faróis e lanternas do original, assim como maçanetas retráteis e retrovisores esportivos.

milivie 1 5

Dentro, o painel tem cluster-infotainment num conjunto de telas. O volante é exclusivo e o interior foi todo retrabalhado, ganhando aspecto de conceito.

O habitáculo tem quatro bancos individuais de fibra de carbono com aquecimento, enquanto o sistema de som premium tem 9 alto-falantes e amplificador.

Com ar condicionado automático e direção elétrica, o Super Fusca 1303 tem carregamento indutivo, câmera externa dupla e outras coisas que só carros modernos possuem.

Valerá a pena pagar mais de R$ 3 milhões por um Fusca, mesmo que ele seja preparado para ser como um carro superesportivo de hoje?

[Fonte: Carscoops]

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.