*Destaque Lançamentos Motos

Dafra Next 300 estreia com motor de 27 cv por R$ 14,6 mil

Dafra-Next-300

A Dafra acaba de anunciar seu primeiro grande lançamento para este ano no mercado brasileiro. A nova geração da Next, que foi apresentada na última edição do Salão Duas Rodas, estreia com um propulsor com capacidade cúbica ampliada e potência máxima elevada e uma série de equipamentos extras, como o sistema de freios combinados de série. A Dafra Next 300 está disponível nas concessionárias com preço de R$ 14.590.


A nova linha da naked urbana é equipada com um motor SOHC com arrefecimento líquido e capacidade de 278 cm³, com alimentação por injeção eletrônica. Este propulsor consegue desenvolver 27 cavalos de potência, a 9.250 rpm, e 2,65 kgfm de torque, a 6.500 rpm. Para efeito de comparação, o modelo antigo de 250 cm³ entregava 25 cv e 2,75 kgfm. Junto a ele está um câmbio de seis marchas.

Fora isso, o novo modelo está mais leve em 3 kg, passando a pesar 167 kg a seco. Há ainda freio a disco nas duas rodas, com um disco maior na dianteira (287 mm) e sistema combinado FH-CBS, que usa um sistema hidráulico capaz de distribuir a força de frenagem para as duas rodas – o freio dianteiro tem regulagens e mangueiras do tipo aeroquip, revestidas em malha de aço. Porém, ainda fica atrás das rivais Honda CB Twister 250 e Yamaha Fazer 250 que dispõem de freios ABS (opcional na primeira e de série na segunda).

O conjunto inclui também rodas de liga-leve de 17 polegadas calçadas com pneus sem câmara 110/70 na frente e 130/70 atrás, tanque de combustível com capacidade para 14 litros de gasolina e banco a 790 mm do solo.


“Sobre essa plataforma aprovada pelos clientes na Next 250, que de tão satisfeitos criaram motoclubes dedicados ao modelo, é que acredito na evolução deste produto. Sobre a mesma robusta e aprovada motorização, evoluímos a cilindrada de modo a aumentar a potência. Dessa forma, afirmo que a Next 300 tem os atributos necessários para manter a fidelidade dos atuais e conquistar novos clientes”, disse o diretor de engenharia da Dafra, Victor Trisotto.

A Dafra Next 300 está disponível nas cores preta brilhante e vermelha fosca, sendo ambas com detalhes adesivos que imitam fibra de carbono.

COMPARTILHAR:
  • Leonardo azevedo

    Nem sabia que a marca ainda existia no Brasil… Tive uma Dafra Kansas 150 em 2010 e apesar da moto ter estilo e ser bonita seus problemas elétricos impossibilitavam ligar a mesma… do 1 ano e meio que fiquei com ela não ficava três meses sem ir pra concessionaria trocar central elétrica, isso sem falar dos freios traseiro que os mecânicos regulavam errado fazendo com que ela perdesse estabilidade e você ir pro chão junto com ela. Apesar desses dois únicos problemas era uma excelente moto!

    • afonso200

      peguei uma dessas, o cara tava devendo uns valores e tirei a moto dele, uma KANSAS, e levei em uma eletrica de motos, resolverem com 100reais a partida no botao, vendi a moto em 2 dias,,,,,,, tinha 18mil km,,,,,, nao ando de moto mesmo

    • Tosca16

      As Kansas eram ruins mesmo, Kansas e Dafra Speed…

    • Wagner Lopes

      Isto já foi amplamente debatido na internet. Primeira leva de motos que a Dafra trouxe eram lixos chineses. Depois aprendeu a lição e foi buscar as motos da SYM e da TVS que são excelentes motos.

      • Robson

        É isso ai, vide a CityCom q é SYM e um baita sucesso. Falta só trazerem uma trail de baixa cilindrada com preço mais dentro do mercado, não com valores de BMW Baby GS e Suzuki Versys 300, seria uma boa pra finalmente fazer Yamaha e Honda se mexerem um pouco nesse segmento.

    • Marcos Silva

      a Dafra compra motos genérica de parceiros chineses, a kansas foi um grande erro. Já a Citicom é de um fabricante melhor.

  • Robert Dniro

    Sem querer ser chato mas vi essa moto de perto no salão 2 rodas e pra mim a Dafra regrediu no design (se bem que ela apenas vende a moto que é fabricada pela Sym taiwanesa), sempre achei linda a Next pra mim a mais bonita da categoria, já esse modelo.. :(

  • Renato Alves

    Seria a melhor da categoria se viesse com ABS e custando uns R$1.000,00 a menos. O grande diferencial da Dafra no passado era o preço competitivo, agora nem isso, está totalmente perdida, fechou metade das concessionárias, descontinuou modelos (Horizon 250, Apache 150, Riva 150, entre outras).

    • Marcus Dias

      Totalmente de acordo. Não há argumento que justifique (de forma racional) a aquisição desta moto… continua tendo alguns diferenciais técnicos como a refrigeração líquida mas isso não compensa o risco de ter bem menos pontos de assistência técnica – comparada às rivais – e a perda de valor em uma revenda.
      O diferencial sempre foi o preço, e agora?

  • Wagner Lopes

    Em 2011 quando fiquei sabendo de seu lançamento no Brasil vi sua ficha técnica e não tive dúvidas que seria minha próxima moto. Em 2012 comprei uma das primeiras. Fique com ela até o final de 2017 após 35.000km. Das melhores motos que já tive! Espero que tenham corrigido seus três pontos fracos: suspensão dura demais, rolamento frágil da direção e vibração excessiva do motor após 6500 rpm. Pra mim nem precisava de mais potência pois tem muito torque e é super econômica.

  • Natán Barreto

    Dafra é uma marca super famosa aqui no Rio. Todo mundo tem.
    Mas uma coisa que me incomoda é que eles não trocam de geração os modelos. Essa Next mesmo só aumentou a cilindrada e a cara continua de anos e anos atrás.
    Até a Citycom, que é a moto mais vendida deles por aqui, nunca mudou o modelo.

    • Wagner Lopes

      O que é bom não precisa de tanta atualização. Para uma Next ao lado de uma CB pra você ver como ela se transforma em CG 150 na hora…kkkkk.

  • Maycon Farias

    Realmente ficou muito bonita e encorpada. Pena que aparentemente não venha com 2 cilindros para um barulho mais gostoso e potencia maior. Deve manter as mesmas boas vendas do ano passo e ter um acréscimo pelo novo corpo. Ficou até mais bonita que a BMW 250.

    • Tosca16

      A BMW que custa uns 25 mil também é monocilíndrica, a GS 310. Na faixa de preço e com essa potência está bem a frente de motos como a Twister e YS Fazer 250, líderes de vendas na categoria.

      • Geruzzus Filho

        Tá doido??? “…está bem a frente de motos como a Twister e YS Fazer 250…” Só se for no estacionamento onde alguém colocou mais adiante rsrsrs…
        Não quero uma dessas nem com 30cv e custando o mesmo que uma BIZ110. Moto não é só “cv” e cilindrada. Eu heim…

        • Maycon Farias

          Acho que a Dafra só perde em nº de ccs. Talvez design e potencia pesam bastante também na hora da compra. A finada 300 da Honda só era líder porque dava para comprar uma peça até na padaria, mas sabemos que morreu por péssima reputação em relação a mecânica. De qualquer maneira boa ou não a Next 300 vai ter sua fatia de mercado sem uma grande fatia ainda, é muito difícil chegar nos números das duas primeiras, a melhor da categoria ninja 300 também não assume a liderança atualmente porque os preços prosperaram como os dos nossos carros.

          • Geruzzus Filho

            A Dafra é uma moto que oferece um “custo X benefício” interessante, mas a qualidade construtiva de uma Honda ou Yamaha não tem como comparar com as Chinesas ou Taiwanesas. Não é uma moto ruim, mas ainda está MUITO longe de uma Honda ou Yamaha, basta olhar as motos juntas. Não tem mistério.
            a CB300 foi um projeto problemático, mas isso não define a fabricante como ruim e também não é exclusividade da Honda. Várias outras fabricantes também já tiveram produtos que deram dores de cabeça.

            • Eduardo Copelo

              Mano, os outros projetos da dafra dram razoavelmente problemáticos (exceto a apache), mas a Next não eh. Primeiro por ser desenvolvida em conjunto com a honda la fora(a sym nasceu de uma joint Venture con a japonesa, e a maioria dos seus projetos tem base na arquitetura honda la de fora) ja traz uma qualidade superior às motos daqui, e isso é facilmente perceptivel. 6 marchas, refrigeracao liquida, boa suspensao e ciclistica, freios que freiam MUITO… E a moto não dah problema. Palavra de quem tem uma a 3 anos, 42 mil km e NUNCA ficou na mão. Esta acima dos projetos nacionais das outras montadoras, e abaixo das bicilíndricas, isso eh fato. soh hondeiro bobo que nao ve isso. E peça pra ela eh razoavelmente simples de achar.

              • Geruzzus Filho

                Eduardo Copelo, possuir recursos tecnológicos não se traduz em qualidade, se fosse assim os carros Chineses já tinha se tornado líderes de mercado faz tempo, pois dão um banho nos concorrentes diretos e custam muito menos.

                As motos da Honda vendem MUUUUUUUITO mais que as outras, por isso aparecem mais unidades com problemas, óbvio! Veículos que não quebram é estorinha pra boi dormir pois não existem peças “eternas”, uma hora vai quebrar.

                Não sou defensor de merd@ nenhuma, quero é qualidade, durabilidade, confiança e tecnologia no que compro e isso a Honda me oferece com satisfação. Tem produto ruim? Tem! mas não é exclusividade dela, existem produtos ruins nas outras grandes também…

                Acompanho tudo que é teste de moto, de qualquer cilindrada e de todas as fabricantes e a Dafra, mesmo apresentando uma boa evolução desde que chegou aqui, ainda não alcançou a qualidade construtiva das grandes montadoras, mesmo fazendo parcerias com a BMW e Honda. Tem bons produtos, mas dizer que está igual e “acima” é forçar a barra.

                • Eduardo Copelo

                  Não é forçar a barra não, é ser bem lógico. Como eu disse, a qualidade de construção dela é superior às nacionais, e ela peca na rede de distribuição e de peças, mais por culpa da Dafra do que da moto em si. A Dafra não constroi a Next, só monta. Procura depois sobre a Sym T2 lá fora e você vai entender o que eu estou te dizendo. Não dá pra botar a Next e a CityCom no mesmo balaio das outras motos da Dafra, pois elas são bem superiores(e em alguns casos, superiores às nacionais).

          • Tosca16

            Eu disse, a Dafra tem que focar nessas motos mesmo; oferecer mais por menos, sem ir pras populares. Diminui o volume, aumenta a lucratividade, e consequente a melhora do pós venda… veja se a Dafra quiser tropicalizar algumas destas Sym e Daelim é fácil, mexer no que for necessário e até melhorar o acabamento.

        • Tosca16

          Cara, estou falando em produto final, especificamente ficha técnica… Dafra pode oferecer mais por menos, mais em potencia, mais em torque, mais em design (subjetivo) e cobrar menos, pela menor confiabilidade e rede de assistência. E se vc baba ovo de Yamaha e Honda não tenho culpa.

          • Wagner Lopes

            kkkkkkkk….mas é por causa desses baba ovo de Honda que agente tem esse mercado ridículo de motos com CG 160 a 10K……cara nunca se quer andou na moto e fica aí arrotando bobagem…

            • Tosca16

              Né isso… 10k numa 160 meu ovo que eu pago hehe

        • Fabão Rocky

          Assino embaixo!

  • Tosca16

    DAFRA deveria focar nessas motos, 250 à 600cc; trazendo marcas como a Sym e outras a exemplo da Daelin, melhorando e tropicalizando projetos. Com menos volume, poderia focar em lucratividade, e melhoraria o pós-venda, isso é o que pesa na DAFRA hoje.

  • Jaderson

    ESSA RODA MOSTRADA NESTA FOTO É A DA CB 500.
    As fotos no salão 2 rodas mostra outra. https://www.motorede.com.br/wp-content/uploads/2017/12/dafra-next-300-2018-brasil-07.jpg

  • Jaderson

    Nada bate com a foto do salão 2 rodas. Nem as cores nas carenagem. Apesar de que prefiro (acho mais bonita) esta da foto divulgando no Noticias Automotivas.
    Detalhe, este santo antônio da moto é muito feio.

    • Fabão Rocky

      santo antônio, carenagem do painel, farol. Até q ela tem porte mas é feia e frágil!

  • Fabão Rocky

    A Next é uma moto gostosa de guiar porém é meio frágil. A antecessora de 250cc tem problema crônico no cabo do velocímetro q para de funcionar, o painel trinca c/ facilidade ao longo do tempo porém em pouco tempo de uso, a tinta tbm é meio fraca, arranha c/ facilidade (até c/ a unha).

  • André Mcs

    E a Rtr 200 que é bom nada né? nunca vi isso lançar uma moto primeiro que a outra sendo que mostraram as duas no salão e o preço dessa next prefiro nem falar nada.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email