Governamental/Legal Land Rover Mercado Montadoras/Fábricas SUVs

Defender: bilionário apela para o governo britânico em disputa com Land Rover

defender-2mi-1 Defender: bilionário apela para o governo britânico em disputa com Land Rover

Parece estranho alguém disputar a produção de um veículo com o próprio fabricante do mesmo. Mas, é isso o que está acontecendo no Reino Unido. Jim Ratcliffe, CEO da petroquímica Ineos, está batendo o pé para produzir por conta própria um veículo 4×4 baseado no extinto Land Rover Defender, que deixou a linha de montagem em Solihull no dia 29 de janeiro desse ano, após 68 anos em produção.



Normalmente, os fabricantes de veículos possuem os direitos industriais sobre seus produtos, registrando as marcas nos serviços de patentes de cada país. Mas, no Reino Unido, o detalhe que faz Ratcliffe bater de frente com a Land Rover é que esta nunca registrou o Defender no serviço britânico. É isso mesmo. Há 68 anos, o veículo era feito sem qualquer proteção da marca.

Com o fim da produção do Defender, em janeiro, Jim Ratcliffe decidiu formalmente pela produção de um veículo com base no lendário 4×4. A promessa do CEO da Ineos é fabricar 25 mil unidades por ano a partir de 2020. No entanto, a Land Rover não está permitindo sua fabricação e está em trâmite para conseguir o registro do produto junto às autoridades britânicas. A marca inglesa diz também que o modelo é registrado em outros países.

defender-2mi-4 Defender: bilionário apela para o governo britânico em disputa com Land Rover

Sem marca registrada em casa, o Defender virou motivo de disputa entre as partes e Jim Ratcliffe decidiu agora incluir o governo britânico na discussão. Ele apelou para Londres em busca de apoio para vencer a embate e assim poder fabricar o veículo. Segundo o bilionário, o design não é registrado e assim pode ser usado para a criação do novo produto, que será necessário para a nova fase do país após o Brexit.

Ratcliffe pretende investir 600 milhões de libras para produção de seu utilitário 4×4 e prefere faze-lo em território britânico, por isso pede o apoio governamental, visto que terá de construir uma fábrica, gerando empregos no país e ajudando nas exportações, vitais se o país sair da União Europeia sem um acordo de livre comércio com o continente, evitando assim uma sobretaxa de 10% nos preços e complicações aduaneiras. A Ineos já teria uma lista de locais no país, incluindo a Escócia, para construção de uma fábrica.

Caso tenha êxito, o empreendimento da Ineos se converteria em um fabricante de alto volume diante de várias marcas pequenas, embora ainda longe de montadoras como a própria Jaguar Land Rover ou a Vauxhall, por exemplo. Mas por que o Defender? Robusto e muito conhecido fora da Inglaterra, especialmente na África, o modelo ainda tem potencial comercial em muitos lugares fora da Europa, especialmente em países com pouca infraestrutura. Em relação ao Brexit, Ratcliffe se mostra otimista com a política britânica, que deve conseguir um acordo para manter o comércio inalterado com o restante da Europa.

[Fonte: Auto News Europe]

  • Elfo Safadão.

    Tive vontade de fazer a mesma coisa com Hummer…

    • Tosca16

      E no Brasil muitos com a Kombi (ironia).

      • Ricardo Blume

        E com o Uno.

        • Pedro Evandro Montini

          E com o Gurgel!

          • Zé Mundico

            E com o Dodge Polara.

            • Juarez Veras

              Brinca não. Como não tinha dinheiro pra comprar um charger rt comprei um. Foi um ótimo companheiro.

      • O problema que vejo na Kombi é que ela não tem substituto na mesma faixa de preço e também do ponto de vista de utilização. E sempre é bom lembrar que é um veículo de uso essencialmente comercial de pequenos negócios, muitas vezes familiares. E essas micro empresas geram uma grande fatia da nossa economia e a falta de um substituto na mesma faixa de preço faz realmente falta.

        • Jaspion

          se tivesse Kombi sendo produzida, chutaria mais de 1k unidades mes de venda. Veículo robusto e acessível, justamente o que pequenas empresas e microempresários precisam.

        • Fernando Bento Chaves Santana

          Concordo. Ainda que uma Kombi nova teria hoje o preço de tabela de uns R$ 65K. Pois custava cerca de R$ 55k quando saiu de linha, era mais cara do que um Fiorino. Mas até o momento não surgiu nenhum modelo com a mesma versatilidade e principalmente com os mesmos custos de reparo e facilidade de manutenção. Os caminhõezinhos chineses tem versatilidade próxima mas derrapam feio na qualidade de construção e são difíceis de reparar. Este poderia ser um nicho para investimento da Chery. Poderiam fabricar os Rely na planta de Jacareí e dotá-los de componentes nacionais com o devido investimento na ampliação de concessionários e pós-venda.

          • Sérgio

            Eu não sei porque nenhum fabricante nacional faz carros desse tipo, ô mercado ferrado desse Brasil, se a VW ou Fiat fizesse com um preço até 20% mais caro ainda assim venderia.

        • Alvaro

          Exato, preço, porte, robustez e a mais incluiria ainda a possibilidade de dirigir com carteira B. A proposta dela era excelente, não é a toa que é a primeira opção para quem está abrindo negócios. Embora sim, era um projeto defasadíssimo, aí entra a culpa da dona VW que ao invés de viabilizar um substituto igualmente simples mas moderno, preferiu ficar no ostracismo e ainda tentando até judicialmente para que a Kombi não seja enquadrada na lei de obrigatoriedade de air-bag / ABS.
          Devia ter sido pensado a época um substituto de receita nacional, a partir da base do Gol G5 / Saveiro.

      • Jaspion

        ironia pra vc, tem mta gente que gostaria mesmo.

      • Celso

        Você pode estar falando com ironia, mas se a Kombi voltasse teria amplo mercado.

        • Tosca16

          Não duvido, aliás tenho plena certeza disso.

    • Filipe Coelho

      Prazer, Marruá!

      • Elfo Safadão.

        Não é a mesma coisa…
        O Sandeiro não é um Clio, o Fox não é um Polo.

      • Rafael Santos

        marruá custa um absurdo de caro, tem zero tecnologia. só é robusto.

  • afonso200

    e a kombi, kkkkkkkkk

  • Marcus Vinicius

    Esse novo defender 4×4 terá que ser elétrico para ser vendido no reino unido !

    • PEDAORM

      Calma aí. Com a produção prevista para 2020 ele ainda teria 20 anos de produção com motores a combustão, para só então precisar dos motores elétricos. Se ainda tiver mercado.

  • zekinha71

    Taí uma disputa interessante, se o cara ganhar vai poder fabricar um Land que não é um Land, mas é um Land, e muitos fãs vão adorar.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    O cara é esperto. Quer aproveitar a imensa gama de fornecedores de peças existentes no mundo inteiro para colocar no mercado um produto “novo” com excelente índice de reparação em qualquer lugar onde for vendido.

    Mas a questão é que a Jaguar-Land Rover abriu mão do Defender por que ele não é mais homologado pelo exército britânico e deixou de ser um produto tão lucrativo.

    Porém vacilaram feio ao abrir mão de um ícone. Na minha opinião a JLR deveria repassar os direitos de produção do velho Defender para a Tata. Mudariam o nome e o design externo, mas manteria o caráter espartano e barato. Assim ficaria tudo em casa. A Tata ganharia um produto global para consolidar sua marca e a JLR estaria livre para explorar o mercado de luxo. E de quebra o grupo estaria resguardado da ação de oportunistas

  • Celso

    Pelo que eu saiba, o único motivo da Kombi sair de linha foi a impossibilidade de colocar air-bags, necessários pela nova legislação. Mas a Land Rover tem uma solução simples para esta questão: voltar a produzir o Defender. Se existe mercado, ela está o dando de bandeja para outro fabricante.

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Para substituir a Kombi uma Agrale da vida poderia produzir algo do gênero do OX GVT

    http://global.fncstatic.com/static/managed/img/Leisure/2009/gvt-ox-876.jpg

    Abstraiam a cabine de chapas laminadas e atentem ao projeto simples que poderia ser feito só com peças de prateleira: Faróis, lanternas, molas amortecedores, painel de instrumentos, bancos, nada disto precisara ser específico para o modelo.

    http://oxgvt.com/wp-content/uploads/self-assembly1.jpg

    http://blog.streetsideauto.com/wp-content/uploads/2017/05/090816-the-gvt-ox-project/lego.jpg

    Daria até para fazer uma carroceria de aço estampado que utilize o mesmo conjunto de vidros e portas da Kombi para baratear reparo e manutenção.

    • Matheus Ulisses P.

      Esse projeto é de ninguém menos que o grande mestre Gordon Murray! Simples e robusto ao extremo. Powertrain diesel 2.2 da Ford Transit, super consagrado e de fácil reparação lá fora.

  • Juarez Veras

    Um dos melhores 4×4 da história. Pena a Land Rover ter ido pro seguimento de luxo e abandonado o offroad puro. Nada de firulas ou muita sofisticação na mecânica (quanto mais sofisticado, mas complicada a manutenção e confiabilidade). Não precisa ser um lada niva na simplicidade (ótimo jipinho por sinal) ou toyota bandeirante, mas tão pouco precisa ser um discovery. 4×4 de botique é pra desfilar, pegar uma lama de vez em quando. Mas se for pro trabalho pesado e diário não servem. Quer luxo e andar por estradinhas (e sem estradas também)? Compre um helicóptero.

  • ChalMust

    Isso só mostra o quanto a Land fez besteira em parar a produção do Defender. Nem ao menos o substituto está pronto. Eita!!!

  • Hercílio

    Nos EUA é produzido o jipe ICON que é esteticamente idêntico à FJ40, que é o mesmo Toyota Bandeirante que foi fabricado no Brasil.
    Tem tecnologia superior e carroceria de alumínio, mas o preço é exorbitante.

  • Roberval Quadros

    Tenho muita vontade de reviver o fiat tipo, ao invés do estepe colocaria um extintor de incêndio no porta malas, e viveríamos felizes para sempre.

  • Resendemaster

    Gostei da ideia de Jim Ratcliffe. Defender é muito útil em vários países que não possuem infraestrutura adequada, principalmente em países de terceiro mundo.Na minha opinião, foi uma besteira que a Land Rover fez em parar de produzir esse lendário Defender.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend