Avaliações Hatches Longform Populares Volkswagen

Depois de um ano com o up!, 15 dias com o up! TSI

Depois de um ano com o up!, 15 dias com o up! TSI

Aqui no NA nós avaliamos o up! por um ano, como você deve se lembrar. Compramos o carro em fevereiro de 2014, assim que ele foi lançado aqui no país. Neste período rodamos bastante com o carrinho e publicamos em nosso site que ele tem muitas qualidades, uma construção impecável e um consumo muito interessante.


Mas hoje queremos lhe dizer que se você pensa em comprar um up!, ou qualquer carro popular, que não considere a compra de um up! 1.0 e sim a compra de um up! TSI. A diferença entre os dois é gigantesca e muito superior aos pouco mais de R$ 3.000 que geralmente separam dois modelos idênticos mas apenas com os motores diferentes.

E isso é um bom sinal em nosso mercado. Se o up! já traz novidades interessantes ao segmento, a versão turbo tem muito a acrescentar. Mas vamos direto ao ponto: qual é a opinião de alguém que usou um up! 1.0 por um ano ao ficar com a versão TSI por 15 dias? É o que vamos explicar aqui.

O up! TSI foi avaliado pelo NA logo depois do evento de lançamento dessa variante no país. Saímos do evento, que aconteceu no final de julho, já com uma unidade para ser avaliada por uma semana. Mas o editor que fez as duas avaliações, as primeiras impressões no evento e depois a avaliação de uma semana não foi o mesmo que ficou com o up! 1.0 por um ano. Por isso achamos interessante pegar um segundo up! TSI agora para por 15 dias mostrar suas diferenças e qualidades.


Depois de um ano com o up!, 15 dias com o up! TSI

Desempenho

Este é o aspecto em que o up! TSI é realmente impressionante perante a versão 1.0. Muitos leitores chegaram a comentar em algumas reportagens nossas que o up! TSI não é voltado para a performance, que para isso o melhor é comprar um Sandero RS, e realmente concordamos, mas o desempenho dele não é simplesmente o mesmo que o de um HB20 1.6 ou um Gol 1.6. É mais interessante. Isso pode não ser notado tão claramente nos números de aceleração e velocidade, mas na vida real, o modelo empolga.

O desempenho dele em números pode ser similar ao de modelos 1.6 do mesmo porte ou um pouco maiores, mas o torque de uma turbina que entra em ação em rotações relativamente baixas (abaixo de 2.000 giros) é um diferencial e tanto perto de um motor 1.6 sem turbo. Trechos em subida onde você precisava usar uma segunda marcha são vencidos tranquilamente em terceira, mesmo com as marchas sendo mais longas – o diferencial tem relação mais longa no TSI.

Depois de um ano com o up!, 15 dias com o up! TSI

É necessário um pouco de prática para saber usar o up! TSI nos mesmos trechos, pois as marchas mais longas fazem com que você fique um pouco perdido no começo, colocando marchas altas demais, fazendo com que as rotações caiam e o carro fique fraco em giros onde o turbo ainda não está atuando. Mas sabendo cambiar no momento certo a aceleração é ótima. Quando arrancamos em primeira pisando fundo, os pneus cantam o tempo todo até entrar a segunda, e aí cantam mais um pouco.

O ganho de confiança em trechos urbanos é imediato, pois rápidas ultrapassagens e desvios são feitos tranquilamente. Na estrada, temos apenas 2.400 rotações a 100 km/h, ao contrário das quase 3.500 do up! 1.0. Para que o up! TSI atinja os mesmos giros é necessário alcançar 150 km/h. E com isso o consumo fica em níveis muito bons. Logo abordaremos o consumo.

Depois de um ano com o up!, 15 dias com o up! TSI

Suspensão

A suspensão do up! não é das mais confortáveis. Quem está acostumado com um Volkswagen pode jurar que ela é perfeita, mas quem usa modelos de outras marcas percebe como ela é mais dura. No uso normal isso não é tão notado, como por exemplo quando passamos por lombadas ou valetas, mas ao pegar aquele buraco enorme, a pancada é forte demais e dá aquela sensação de que algum componente foi pro brejo. Poderia ser mais suave quando isso acontece.

No caso do carro específico que avaliamos por 15 dias a suspensão parecia estar absorvendo melhor as imperfeições, e falaremos um pouco mais disso em uma seção específica abaixo abordando carros de frota de imprensa em geral.

Depois de um ano com o up!, 15 dias com o up! TSI

Consumo

Desempenho melhor que o up! comum e ainda por cima com consumo similar? Sim, essa é justamente a combinação que nos faz ver as versões TSI do up! como uma opção bem melhor que as versões sem turbo, mesmo com a diferença de preço.

Com nosso up! da avaliação de um ano, estávamos obtendo um consumo médio de 10,5 km/l com álcool em percursos urbanos semanais e rotineiros que sempre fazemos, o que dá mais confiabilidade a uma avaliação do que outra feita por apenas sete dias, que é o prazo padrão de empréstimo de carros de frota de imprensa. Já com gasolina conseguimos uma média entre 13,0 e 13,5 km/l nos mesmos percursos.

O up! TSI conseguiu números de 10,3 km/l com etanol e 13,8 km/l com gasolina nos mesmos percursos. Quer melhor motivo para comprar a versão turbo? Os consumos foram praticamente os mesmos e com gasolina até melhorou um pouco.

Na estrada testamos o up! TSI apenas com gasolina e neste tipo de situação o consumo ficou um pouco abaixo da versão 1.0, ao contrário do que afirmam a VW e o Inmetro. Aliás, a grande diferença de consumo a favor do up! TSI que o Inmetro publicou não apareceu em nossos testes.

Fizemos 16,8 km/l rodando a 110 km/h com A/C ligado, ao passo que nosso up! 1.0 da avaliação de um ano conseguia 17,3 e até 17,5 km/h na mesma situação. O carro estava sim pouco rodado, com pouco mais de 3.000 km, mas assim também estava o up! que avaliamos por um ano, fizemos os testes de consumo logo que o compramos. (Lembrando aqui que testes feitos em estradas de Minas Gerais sempre refletirão consumo maior do que testes feitos em regiões mais planas do país.)

Depois de um ano com o up!, 15 dias com o up! TSI

Sensação diferente de carro de frota de imprensa

Avaliamos carros de frotas de imprensa regularmente desde 2011. Já são vários anos fazendo isso e mais de 150 carros avaliados por pelo menos uma semana. Se avaliamos as diferenças de um carro de imprensa para outro, não se nota nada de diferente, mas esse teste foi muito frutífero no sentido de vermos como um carro de imprensa tem um tratamento especial da montadora. Já foi mostrado por outros veículos de imprensa no Brasil que esses carros são diferenciados.

Até mesmo plaquinha dentro do porta-luvas indicando se tratar de um carro especial de imprensa já apareceu. E isso não acontece apenas por aqui. Tem jornalista renomado lá fora que percebeu que as Ferrari de avaliação eram melhor calibradas (e por isso foi banido dos eventos da marca por um tempo).

Então, trocando em miúdos, o que queremos dizer é que vimos algumas diferenças entre o up! que testamos por um ano (que a propósito foi comprado por nós em uma concessionária como consumidor comum) e este da frota da marca. O red up! TSI tem uma suspensão mais firme, que absorve melhor buracos e outras imperfeições. Notamos também que o câmbio parece ter engates mais precisos. E o freio de estacionamento estava com uma regulagem melhor.

Tudo isso pode ser questão de um aperfeiçoamento feito com o passar do tempo, já que o carro que compramos tinha sido um dos primeiros da linha de montagem. Mas também pode ser uma calibragem melhor para impressionar jornalistas.

Depois de um ano com o up!, 15 dias com o up! TSI

Pontos negativos

O up! é caro, não importa a versão e não importa se é turbo ou não. E também tem um espaço interno que não satisfaz aqueles que acabam comprando um Onix ou um HB20. Por conta desses dois pontos negativos é que ele não vende mais em nosso mercado. E isso deverá continuar nos próximos meses, pois sabemos que a Volkswagen prefere vender menos do que reduzir os preços de seus modelos no Brasil. O que é uma pena.

Outro defeito é a suspensão, que apesar de bem adaptada às condições das vias brasileiras, poderia bater menos quando pegamos buracos por aí.

Depois de um ano com o up!, 15 dias com o up! TSI

Depois de um ano com o up!, 15 dias com o up! TSI

Conclusão

O up! TSI não é aquele modelo que irá fazer com que milhares de pessoas deixem de comprar Onix e HB20, os dois queridinhos do mercado. Mas para quem não precisa de muito espaço interno e quer um carro que empolga muito mais ao volante do que um Onix 1.4 ou um HB20 1.6, é uma compra bem interessante.

Depois de um ano com o up!, 15 dias com o up! TSI
Nota média 5 de 1 votos

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email