Crossovers Mercado Volkswagen

Depois do Virtus, Volkswagen prepara seu primeiro SUV compacto, o T-Cross

Volkswagen-T-Cross Depois do Virtus, Volkswagen prepara seu primeiro SUV compacto, o T-Cross

Ele não será o primeiro do grupo alemão, já que o Seat Arona fez as honras da casa. No entanto, para a Volkswagen, o T-Cross é sim o primeiro SUV compacto da marca. Após o Virtus, a filial brasileira prepara o terreno para a chegada do crossover, que finalmente vai inserir a empresa no segmento que mais cresce no mercado nacional.



Antes acomodada e confiante demais em si mesma, a Volkswagen agora acordou – embora em alguns aspectos bem tarde – e quer tirar o atraso de anos em pouco tempo. Por isso, a reviravolta começou com o Polo e agora segue com o Virtus. O próximo a mexer diretamente com as massas no Brasil será o T-Cross.

Esperado para o segundo semestre, já que o primeiro será dedicado ao fortalecimento da presença do Virtus, que será lançado ao mercado no final de janeiro, o T-Cross terá um aspecto bem esportivo, segundo Herbert Diess, CEO da Volkswagen. Considerado “muito excitante” pelo chefão da marca, o crossover terá uma missão muito importante, fazer a VW deslanchar no segmento e para isso contará com a mesma base modular MQB A0 dos Polo/Virtus.

A ser feito na fábrica de São José dos Pinhais-PR, o SUV compacto deverá manter os 2,565 m do Polo, mas com tamanho maior, em torno de 4,15 m. Com isso, espera-se que o porta-malas pule de 300 para pelo menos 400 litros. Não deverá ser o maior, mas deve ficar dentro do esperado. Na Europa, já se fala em versão 4Motion, mas aqui a tração dianteira deve reinar sob o T-Cross. O acabamento deve ser um pouco melhorado em relação aos Polo/Virtus, devendo incluir também Active Info Display e Discover Media.

vw-t-cross-breeze-12 Depois do Virtus, Volkswagen prepara seu primeiro SUV compacto, o T-Cross

Na mecânica, não seria estranho um repeteco de motores EA211 1.6 MSI e 1.0 TSI, mas no primeiro caso, a Volkswagen dispensou a caixa automática com Tiptronic no Polo e também no Virtus. Alguns players do segmento de SUVs já largaram mão da opção manual, no T-Cross, tudo dependerá do preço. Os que o fizeram atuam com valores bem mais altos.

Se a VW quer mesmo emplacar, então praticará preços competitivos como no caso do Polo e provavelmente o mesmo com o Virtus.  Assim, não seria estranha uma versão 1.6 MSI com até 117 cv e câmbio manual de cinco marchas na versão de acesso e numa faixa de preço onde podemos encontrar Renault Duster, Nissan Kicks e Ford EcoSport, por exemplo.

Mas, é certo que o mix de vendas estará concentrado nas versões com motor 1.0 TSI de até 128 cv e câmbio Tiptronic. A cavalaria é menor que a do EcoSport 1.5, por exemplo, mas isso não significa que estará em desvantagem, dada a força já demonstrada do pequeno três cilindros com turbo e injeção direta de combustível.

Uma versão 1.4 TSI com 150 cv e o mesmo câmbio Tiptronic seria muito interessante para pegar os concorrentes mais potentes do segmento. Em resumo, a dupla 1.0/1.4 TSI, ambos automáticos, abriria uma boa janela de opção ao consumidor, completadas pela versão 1.6 manual com preço chamariz.

[Com informações do site Auto Express]

  • Alex

    Será o meu novo carro se não demorar demais e se a VW não exagerar no preço

    • Deadlock

      Também achei legal, não tem o Family face característico dos demais VW fabricados aqui.

      • thi

        os suv da vw ja seguem outra linguagem

    • Djalma

      Acho que nesse aspecto ´da para acreditar que a VW vai estar sempre no mesmo nível dos concorrentes ou até menos. A vantagem é que a se considerar o que existe hoje, terá motores melhores. Acredito até numa versão TOP com o 1.4 TSi.

  • Bruno Leite

    SUV compacto, seria concorrente do Kwid? a partir de 85mil reais. hahaha

    • th!nk.t4nk

      Baseado no Polo. Ou seja, é pra ser algo um pouco melhor que o Ecosport. Baratinho não será.

    • Robert Dniro

      O Kwid é um sub compacto

  • ChalMust

    Esta bonito esse T-Cross, porem a VWB anda lenta demais nos lançamentos …

  • Bruno Dantas

    Esse é o tal do Taigun que a gente ouvi falar desde 2012. Agora pelo jeito ele sai.

    • V12 for life

      Não, o Taigun é derivado do up!, se não me engano o novo nome é T-Roc.

      • Eduardo

        Taigun – up!
        T-cross – Polo
        T-Roc – Golf (assim como o Tiguan)

      • SDS SP

        Estão especulando T-Track como nome do suposto Crossover derivado do Up.

        • V12 for life

          A VW devia rever o batismo dos crossovers, ta ficando confuso.

          • thi

            pra mim não a diferença é um t na frente… imagine como se fosse:
            vw roc
            vw cross
            vw track
            vw tiguan
            vw touareg

      • Bruno Dantas

        Você está certo. O Taigun será derivado do up, concorreria com Kwid no BR? Segundo a Motor1.com, o T-Cross seria a versão SUV do Polo, e o T-Roc o SUV do Golf.

        • Pedro154

          Não, o Taigun nunca concorrerá com o Kwid. Nem o próprio up! o faz por conta da discrepância de preços. Pelo o que eu entendi, o Taigun vai ser algo próximo ao WR-V, uma porta de entrada aos SUVs compactos. Nesse caso, eu acho que ele viria com o motor 1.0 TSI de 105 cv, deixando a versão de 128 cv para o T-Cross.

          • Djalma

            Não só por causa da discrepância de preços, mas sim pela discrepância de produtos mesmo.

            • Cosi fan Tutti

              Pq discrepancia, o Kwid demonstrou novo teste que é tão seguro quanto, pois o UP! nova metodologia nao tiraria mais que 3 estrelas também, a não ser que a VW reforce ele. E o Kwid é mais completo e mais barato que UP em todas as versões e ainda é maior.

              • Djalma

                Metodologia à parte, o Up teve quase a nota máxima em impacto frontal, que é 16 e o Kwid, 9,5; no impacto lateral do lado do motorista foi muito bem em que pese na época não ter levado nota pois não era exigido, mas é só observar as fotos na matéria e comparar para tirar as conclusões
                A VW não precisa reforçar em nada o Up pois ele já tem estrutura muito moderna,com aços de ultra alta resistência, para aguentar impacto lateral e com nota muito maior que a do Kwid, que ficou com 11,6. Quanto as dimensões, sugiro se informar antes de vir falar aqui sobre o que não sabe. As dimensões externas dos 2 são iguais no comprimento, e mesma coisa o entre eixos, de 2,42, só que o UP é 7 cm mais largo que o Kwid e 3 cm mais alto internamente. Entre num Up e depois entre num Kwid e vai perceber isso facilmente.
                Afirmo com tranquilidade; em um novo teste pode ser que o Up sem ESP e sem Air Bags laterais, não tenha nota 5 ou mesmo 4, mas com certeza, mesmo sem esses itens. será sempre um carro muito mais seguro do que um Kwid.

                • Cosi fan Tutti

                  Essa sua fala justifica o UP ser mais caro.

          • Samuh Vogetta S

            Ou seja, vai ser um “CrossFox” mais moderno e mais seguro.

  • V12 for life

    A VW ainda precisa acertar melhor a oferta de equipamentos, no Polo 1.6 faltam itens obrigatórios nessa faixa de preço que se quer são opcionais, de resto a qualidade dos produtos MQB-A0 está ótima, colocando esses itens vai conseguir um melhor CxB para seus consumidores, que foi o que levou a GM a liderança.

    • th!nk.t4nk

      Falta vergonha na cara. Oferecem Gol e Fox bem completos com um baita desconto, e depois querem empurrar Polo com ajuste manual de retrovisores. Fizeram tudo direito, mas economizaram porcamente nessa parte, infelizmente.

  • TT 230

    A revista QR apresentou uma projeção de como poderá ficar o T-cross, e se ela acertar, o carro será simplesmente muito bonito.

    As linhas mais retas e o desenho mais quadrado devem inflar o porte de quem verá o T-Cross ao vivo. Mas o bom mesmo seria que ele tivesse um ganho de alguns centímetros no entre eixos e ao menos uns 10 cm no comprimento.

    • thi

      vai ser aquilo mesmo. pode apostar. show

    • Djalma

      Já flagraram o carro pronto, com disfarces na frente e na traseira então não entendo porque demorar 1 ano para lançar o carro.

  • Davidsandro18

    É uma das poucas SUV’s que podem me chamar a atenção, estou no seu aguardo. rs

  • Pedro154

    Eu acho que o T-Cross vai diminuir ainda mais as vendas do Golf, considerando que a moda agora são os SUVs compactos. O cidadão vai chegar na concessionária da VW, vai ver T-Cross 1.0 TSI e Golf 1.0 TSI lado a lado e muito provavelmente, irá de T-Cross.

    • Deadlock

      Na verdade vai ser uma pá de cal no Golf.

      • thi

        golf tem seus compradores, eu sou um q não troco um medio por um altinho

        • Hoffmann

          A julgar pelas vendas ridículas os compradores de Golf são quase inexistentes hoje.

    • Djalma

      No meu caso,não teria dúvidas; é Golf na mosca se fosse mesma faixa de preços! Agora entre Polo e T-Cross, eu não teria dúvidas em ir de T-Cross.

  • Mauro Moraes

    Acho o T-Roc legal. Mas o design do interior deveria ser mais inspirado. Brasileiro não gosta muito de traços retos. A concorrência tá afiada nesse segmento.

    • thi

      aparêncial jovial..blá blá bla .. vejo diferença de nada,os vw saõ sóbrios e eu sou jovem e gosto muito, carro é gosto pra cada um

      • Pedro154

        Mesma coisa por aqui. Nada melhor que minimalismo.

    • Hoffmann

      Mais sóbrio que isso só se fosse um caixote. Não vejo nada de jovialidade nesse T-Cross, é sem graça e tem visual “antiquado” como todo VW que se preze.

  • Jose Pereira

    Se vier logo, com preços competitivos e ate meio do ano que vem, e essa carro vier na versao top, com motor 1.4 sera forte candidato a ser meu proximo carro no lugar do golf

  • Tosca16

    Será que vem um 220 TSI ? rsrsrs… vão explorar esse bloco 1.0 TSI até o gargalo no Brasil.

    • Ernesto

      Mas qual o problema disso?

      • Tosca16

        Nenhum, apenas quis brincar… o motor é bom, tal como os THP da PSA; ao contrário da Fiat que insiste no antiquado E-TorQ. Mas não duvido termos mais versões de torque e potência desse 1.0 TSI, creio que até 22kgfm e uns 135cv é possível sem prejudicar e ter que mudar muitas peças.

  • Eng Turbo

    A VW já falou em 3 SUV derivados do:
    up
    Polo
    Amarok

    Será?

  • Vitor C

    E o t-roc é o que ? Os comparativos na Europa estão todos comparando com mokka, captur, 2008 e etc.

    • Andre L W

      T-Roc é o SUV VW “premium” (leia-se, veículos VW para europeus). Pra nós (latinoamericanos) vão sobrar as bases econômicas, com T-Cross e Tharu (modelos que na Europa serão das marcas “menos premium” do grupo VW – Seat e Skoda).

  • Cosi fan Tutti

    A VW tinha de se inspirar na Honda e ter o suvinho baseado no Crossfox abaixo dos 80 mil, ter o T-Cross na faixa do Compass e o T-Roc vir ate 150 mil, pra depois o novo Tiguan Allspace a gama ficaria boa.

    • Andre L W

      “Cê é loco!” (brincadeira, hehe). Acho q o T-Cross já deve vir na faixa do HRV/Creta e o Tharu (mais barato e maior q o T-Roc e marginalmente menor e bem mais barato q o tiguan 5 lugares) na faixa do Compass -e aí indo até 150mil. Na sequência, Tiguan All space. Futuramente talvez o T-Track (oriundo do up!) na faixa abaixo do T-Cross.

  • Aurelio

    A VW tem boa tecnologia e bons carros, mas, precisa investir em paineis. Não entendo essa insistência de fazer quase todos iguais e sem atualizações! Alguém tem que falaram pra nossa VW olhar mais pros concorrentes nesse quesito. Minha opinião. Sinceramente!

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend