Ecologia Europa Governamental/Legal Mercado Volkswagen

Dieselgate: Volkswagen teria concordado em dar dois anos de garantia extra na Europa

Audi-A3-2.0-TDI-quattro-S-line-2016 Dieselgate: Volkswagen teria concordado em dar dois anos de garantia extra na Europa

De acordo com a Reuters, a Volkswagen teria concordado em ar dois anos de garantia extra para seus clientes europeus, listados no mega recall de 8 milhões de unidades TDI, dentro do caso Dieselgate.

A informação teria partido da Comissão Europeia e seria uma resposta às pressões da União Europeia, que buscam uma indenização por parte da Volkswagen aos clientes afetados no continente. Para a empresa, o caso não infringiu as leis do bloco e por isso a montadora não necessita indenizar os clientes, como fez nos EUA.

Mas, as críticas ao fabricante germânico ecoam forte na Europa e a extensão de garantia seria uma “compensação”, embora oficialmente a Volkswagen não tenha confirmado que haveria mais dois anos extras de cobertura. A empresa apenas diz que eecuta medidas de fortalecimento da confiança e um compromisso em reparar todos os carros afetados até o fim do outono europeu.

Apesar da pressão de Bruxelas, a função de policiamento dos fabricantes de veículos está a cargo dos países membros, que são os que homologam os carros vendidos no bloco, enfraquecendo juridicamente qualquer iniciativa de reparação dos consumidores. É por conta disso que casos como da Fiat na Itália e da própria Volkswagen aconteceram sem uma punição direta da sede da UE.

[Fonte: Reuters]

Leia avaliações, notícias sobre carros e compare modelos em NoticiasAutomotivas.com.br.

Send this to a friend