Documentos necessários para fazer a transferência do carro

Documentos necessários para fazer a transferência do carro.

Documentos necessários para fazer a transferência do carro


Está vendendo seu automóvel ou pretende adquirir um usado? Então você já deve ter ouvido falar sobre a transferência do carro. Todo proprietário de um veículo automotor deve fazer o procedimento quando for necessário passar o bem para outra pessoa, o que inclui alguns documentos para poder fazer a transferência.

Transferência nada mais é do que passar a propriedade de um carro para outro cidadão. Repassando, inclusive, toda a responsabilidade pelo mesmo. A mudança inclui a emissão do CRV, o Certificado de Registro de Veículo e o CRLV, Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo.

O CRLV, popularmente conhecido como licenciamento, é onde constam informações importantes como: os dados do carro, placa, marca e modelo, carroceria, combustível, número do Renavam e do proprietário.

Eles ficam no banco de dados do Departamento Nacional de Trânsito, o Denatran, através da Base Índice Nacional (BIN).

Lembrando que o licenciamento é realizado anualmente e caso o motorista seja pego sem ter feito, o individuo estará cometendo infração gravíssima, recebendo uma multa de R$ 293,47 e mais sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Para você que vai vender ou comprar, as regras mudam, pois, é preciso atualizar o licenciamento assim que repassar o carro.

Todo o processo de transferência possui muita burocracia, portanto, existe uma série de exigência para que ela seja concluída com sucesso. Além do mais, há muitas pessoas que desconhecem tais procedimentos.

Antes de entregar ou pegar a chave do carro, confira as nossas dicas para realizar a troca corretamente e não sair prejudicado.

Veja também: o que é dupla transferência do veículo

Quais os documentos necessários para fazer a transferência?

Embora os dados de licenciamento fiquem com o Denatran, ou seja, órgão nacional, quem é o responsável por todo o trabalho de transferência é o Departamento Nacional de Trânsito de cada estado.

É o Detran que você deve procurar para iniciar o processo.

Documentos necessários para fazer a transferência do carro

Antes de mais nada, separe as documentações necessárias para conseguir fazer o serviço.

Reforçamos que pode haver variações de acordo com o estado, sendo assim, confirme em um posto de atendimento do Detran, ou através do portal na internet.

Confira abaixo a lista completa dos documentos solicitados para protocolar a transferência veicular:

– Carteira Nacional de Habilitação: original e cópia;

– Comprovante de residência dos últimos três meses (nome do comprador ou de um parente de 1º grau);

– Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV): original e cópia;

– Comprovantes de pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) e multas quitadas: original e cópia;

– Número de chassi reproduzido do automóvel: deve apresentar 2 cópias em etiquetas situada na parte de trás do formulário do Renavam;

– Formulário do Renavam: 2 cópias;

– Comprovante atestando que não há débitos ligados ao Renavam;

– Documento de Identidade (RG – CPF): original e cópia;

– CRV (Certificado de Registro do Veículo), igualmente conhecido como DUT ou compra e venda. O recibo deve ser preenchido pelos dois negociadores, com firmas reconhecidas em cartório pela pessoa que está vendendo e comprando.

Transferir o carro para uma outra região do Brasil

Vai vender o seu automóvel para uma pessoa que reside em outra cidade ou estado? As regras não mudam muito, mas é necessário executar um serviço extra.

Documentos necessários para fazer a transferência do carro

A grande mudança aqui é a necessidade de trocar a tarjeta da placa, enquanto ainda não chega a placa Mercosul. Afinal um carro emplacado em São Paulo não pode rodar eternamente no Rio de Janeiro, por exemplo, com a placa de SP.

Para esse tipo de transferência você irá precisar dos documentos: Carteira Nacional de Habilitação, Comprovante de residência, CRLV (licenciamento), CRV original (compra e venda) e comprovante de quitação de débitos, se houver.

Dependendo do Detran da sua região, pode ser preciso outros documentos. Consulte antes de realizar.

Documentos necessários para fazer a transferência do carro

Para quem possui financiamento veicular deve transferir também o Gravame para a outra localidade.

Consulte a sua instituição financeira para fazer a modificação.

Após resolver todo o trâmite dos documentos, fazendo o licenciamento, inicia-se a mudança da placa, serviço esse que deve ser feito a parte. O valor do novo emplacamento pode variar, iniciando em R$ 150 e indo a R$ 200. O processo pode levar de três a cinco dias para a conclusão.

Além da venda, o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) deixa claro que a solicitação do novo Certificado de Registro do Veículo deve ocorrer quando o indivíduo muda de estado ou município. O motorista que deixa de atualizar a documentação recebe uma multa de R$ 88,38 e ainda leva quatro pontos na CNH.

Transferência do carro: atenção para não sair no prejuízo

Tudo o que não desejamos durante a negociação de um carro é ter prejuízos. Como existe uma burocracia em todo o procedimento, é crucial prestar atenção em tudo o que é feito do início ao fim.

Caso você esteja vendendo o automóvel para outro condutor de outro estado ou município, todo o custo da transferência e emplacamento/lacração deve ser arcado pelo novo dono.

Com pendências não é possível fazer a transferência. Então, é necessário quitar multas e outras contestações. IPVA e DPVAT também podem impedir o andamento do processo caso não estejam em dia.

Se você for o comprador, não deixe de consultar a situação do carro ou da moto antes de concluir a compra com a outra pessoa. Confira através do portal do Denatran se há alguma informação que possa te comprometer adquirindo aquele veículo.

Para fazer a consulta, é preciso ter em mãos Registro Nacional de Veículos Automotores, placa e CPF ou CNPJ do dono atual.

Se encontrar multa e o proprietário atual estiver recorrendo a ela, ainda assim, é viável a realização da transferência e também o licenciamento. Durante todo o processo de aguardar o julgamento, a multa fica automaticamente suspensa até sair um resultado, ou seja, é como se não houvesse infrações e pontos, mas, por enquanto.

Existe prazo para concluir a transferência do carro?

Sim, existe prazo para que a transferência seja concluída. O Detran disponibiliza 30 dias corridos para a conclusão da mudança de proprietário. No documento de transferência há a data de finalização do processo.

Se não respeitar a data limite, toda a responsabilidade passará para o vendedor e futuras infrações continuarão indo para quem está vendendo. A multa para o condutor que não seguir o prazo é de R$ 195,23, considerada infração grave e recebimento de 5 pontos na CNH.

Darlan Helder

Natural de São Paulo, é jornalista e fotógrafo. Escreve na internet sobre o universo automotivo desde 2011