Europa Finanças Mercado Montadoras/Fábricas Volkswagen

Dois anos após Dieselgate, Volkswagen recupera US$ 40 bilhões em valor de mercado

vw-wolfsburg Dois anos após Dieselgate, Volkswagen recupera US$ 40 bilhões em valor de mercado

Após dois anos de Dieselgate, a conta para a Volkswagen pagar já passa de US$ 20 bilhões e pode aumentar ainda mais. Mas será a que montadora germânica está preocupada com isso? A resposta é não. Mesmo com esse valor todo em correções, multas e indenizações, a empresa de Wolfsburg surpreendentemente conseguiu cobrir com folga o recall de 11 milhões e o enorme custo gerado com o processo nos EUA.



De acordo com a Bloomberg, esse ano a Volkswagen deve alcançar nada menos que 11 bilhões de euros em lucro líquido e vendas em torno de 230 bilhões de euros. E não é só isso. Lembra da conta do Dieselgate? Até setembro, a empresa tinha pelo menos 25 bilhões de euros líquidos em caixa. Em tese, seria como se o escândalo nem tivesse ocorrido. E mais, as vendas subiram ao invés de caírem no mercado americano, onde a VW tem alta de 2,4% em 2017.

A receita para reverter a queda nas vendas, inevitável diante da fraude, foi trocar o TDI pelos SUVs. Nesse caso, o Atlas tem um papel importante, junto com o agora presente Tiguan Allspace. Com isso, a montadora inverteu a situação a seu favor, dando ao consumidor o que ele quer, carros grandes e movidos por gasolina. Mesmo com a trapaça, os americanos continuaram a comprar como se nada tivesse acontecido. Na Europa, a VW continua forte com o diesel, mas as vendas nesse caso declinam suavemente.

Na visão dos analistas de mercado, a Volkswagen hoje poderia estar sobre uma montanha adicional de mais de 35 bilhões de euros sem o Dieselgate. No entanto, as mudanças que fizeram com que a empresa cortasse mais custos e aumentasse ainda mais a rentabilidade das operações não teria ocorrido.

Em termos de lucro, a montadora quer elevar para 30% o pagamento dos acionistas ante 20% do ano passado, indicando que as finanças da VW não estiveram tão boas. Para se ter uma ideia, a Mercedes-Benz – que não passou por qualquer crise recente, tem percentual de pagamento dos acionistas de 40%.

No caso da Volks, o percentual desejado surpreende também pelo fato da companhia sempre ter privilegiado investimentos em engenharia e produção. Nos últimos nove meses, houve ligeira queda nos gastos e nos investimentos em P&D. Mas, ainda assim, contas adicionais aparecem, como mais 2,5 bilhões de euros em setembro, relacionadas com a correção de motores diesel.

Em outras palavras, agora a Volkswagen quer pagar mais aos investidores e investir menos, o que não a impedirá de aplicar bilhões de euros em carros elétricos e na hibridização do restante da gama. Mesmo diante do escândalo que gerou indignação em muitos, a VW conseguiu elevar o valor de suas ações e recuperar US$ 40 bilhões de valor de mercado em apenas dois anos.

O temor de alguns é que a empresa – famílias Porsche e Piëch, conselho de administração e representantes sindicais – passem a acreditar que a companhia não precisa mudar mais, o que seria um erro. Basta lembrar que antes de outubro de 2015, as ações da VW já estavam em baixa. Para o mercado financeiro, a empresa pode mudar ainda mais e se tornar cada vez melhor em termos de rentabilidade.

[Fonte: Bloomberg via Auto News]

  • Ricardo

    E ainda tem gente que acha que montadoras são coitadinhas, têm pouca margem de lucro, são reféns de altíssimos impostos e blá, blá, blá.

    • Fernando_S

      4,78%. Bem acima da média do mercado, mas ainda assim não acho nada de mais. Renda fixa no Brasil costuma pagar mais que isso. OBS: A considerar que a marca Porsche é das mais rentáveis do mundo e também faz parte deste cálculo. Os veículos comuns não devem ter mais de 2 ou 3% de margem líquida.

      • Marcelo Ceno Dutra

        Fernando. Boa tarde. Estou me interessando pelo mercado financeiro e comecei a pesquisar a respeito. Poderia me explicar, por favor, o que você quis dizer com sua afirmação?

        • Fernando_S

          Apenas coloquei que quando se exerce uma atividade mercantil existe um risco inerente a prática; e para correr esse risco, espera-se receber algo a mais que o equivalente a rentabilidade de baixo risco do capital especulativo. Esse extra seria um “bônus” pelo risco assumido no negocio. Claro que em uma empresa de sucesso existe toda uma criação de valor intangível com relação a marca, share, etc. Aí a conta já ficaria bem mais complicada.

          • Marcelo Ceno Dutra

            Ahh sim. Agradeço pela aula kkk

          • Ricardo

            Então quer dizer que o lucro líquido é de 3% mas descontando esse risco chega a quantos %? 100%? Isso?

            • Fernando_S

              O risco do negócio é uma estimativa um tanto quanto abstrata, mas só entra de fato nessa conta o que realmente se realiza (o custo do dieselgate, por exemplo, entra como uma despesa não operacional e reduz a margem). Agora, se somar a este lucro informado os bônus milionários das centenas de executivos do grupo, o resultado deve ser consideravelmente maior.

      • Luis Burro

        Não sei se a Porsche faz parte.Parece me q ela está com o grupo, não q pertence a ele.

        • Pedro Sampaio Carvalho

          A reportagem fala que VW pertence tbm à família Porsche, e não que a empresa Porsche é proprietária da empresa VW.

          • jjmarcio2

            Grupo Porsche junto com o governa da Baixa Saxônia e familia Piëch são donos do grupo volkswagen e recentemente, depois que a Porsche comprou mais alguns ações da Volkwagen a marca Porsche foi “absorvida” pelo grupo volkwagen pra pagar as dividas que o grupo Porsche acumulou depois das compras das ações e algumas dividas juridicas.

      • Wilson Junior

        Aí que vc se engana. Até a CSS ganha mais que 3% pra vender um carro. Imagina a montadora que segundo estudos um carro popular não custa nem 15 mil pra ser produzido, só ai vc já ve a margem que tem pra montadora. Um gol por ex, que é vendido pro México sem impostos sai em torno de 25 mil, isso se vc descontar os 30% mínimos que qualquer empresa tem que por para custear o produto da pra ter a noção de quanto realmente custa pra produzir um carro e por quanto ele é vendido.

    • Louis

      Agora pegue uma montadora em dificuldades financeiras, vai ver que o buraco é mais embaixo…Se fosse essa maravilha de lucratividade, haveria mais gente montando carros.
      Se desse tanto dinheiro, a Marcopolo já estaria fazendo carros também.

      • Ricardo

        Se for pensar assim, então as Indústrias e Montadoras de carros só os produzem praticamente por obrigação! Acho que só entram em falência porque abusam muito do risco, ganham muito dinheiro muito fácil quando o mercado está bom, mas é só dar uma pequena crise que se fodem. Deveriam ser mais humildes e aprender a viver com os lucros reais, mas duma vez de se contentarem com milhões só se contentam com bilhões! Tem é que se foderem mesmo!

        • Louis

          Empresa que investe bilhões, também visa bilhões em lucro. Sistema capitalista.

          • Ricardo

            Sim, mas a diferença entre os chefões e os peões não deveria ser tanta como é! “A crise nunca atinge o patrão!”

        • Louis

          Acrescentando, até porque os bilhões de lucro não vão só para uma pessoa, normalmente é dividido entre os acionistas. E acionista só investe se tiver previsão de % de lucro, inclusive pequenos acionistas.

  • GABRIELCSFLORIPA

    Se deu bem quem comprou as ações da empresa quando estavam em baixa.

    • th!nk.t4nk

      E pensar que na época, os comentaristas aqui no NA previam até a quebra da empresa. As pessoas não têm noção nenhuma de como o mercado funciona. O dieselgate foi a melhor coisa que poderia ter acontecido pra VW a longo prazo, e ocorreu no momento certo. Se tornou uma empresa mais eficiente, mais lucrativa, e acelerou os investimentos em eletromobilidade.

  • thi

    Essa vw he de outro mundo . Apesar do erro q esta sujeito tb outras .nunca vi na minha vida uma empresa pagar mais de 20 bilhoes em multa e em 2 anos esta mais retavel e forte q nunca. Parabens Volkswagen .

    • carroair30

      Vcs estao acreditando cegamente que esse Balanço Financeiro é real???!! isso que VW esta fazendo nao é novidade o EIKE ja “ensinou” como se faz esperem mais 1 ou 2 anos e saberemos a verdade.Essa é uma jogada pra aumentar seu valor na bolsa,arrecardadar mais e assim se capitalizar ai vem os BANANEIROS e se iludem como uma criança de colo

      • thi

        familia ID te mandou lambraças.

  • Luis Burro

    Isto pq ngm se importa com o meio ambiente se ele começar a atrapalhar na autorealização,ainda mais estadunidense q é o povo q mais destrói proporcionalmente!
    Sem falar q qndo a marca é muito grande nenhum governo permitirá a falência,pois irá causar um rombo na economia do país,vide q aconteceu com GM e até a Chrysler.

  • CanalhaRS

    Poucas empresas resistiriam a turbulência que a VW passou. O caras tem bala na agulha pra isso.
    Mas não deixa de ser um escândalo e uma vergonha o que fizeram na gestão do Sr. Winterkorn, que aliás não sofreu nenhum punição, foi aposentado com gordissimos dividendos.

  • Franco da Silva

    Esperando os espertões que sempre aparecem para prever a falência da VW…

    • thi

      COMO FALI SE AINDA COMPROU UMA PARTE DA NAVISTAR. MAS REALMENTE ,HATER É HATER

  • zekinha71

    Qual negócio é mais lucrativo, fabricar carros ou fabricar bifes no Huezil?
    Não vale responder ser construtora amiga do governo.

  • Roberto

    Engraçado que sempre que acontece um escândalo no Brasil, não faltam brasileiros para meter pau nos brasileiros e dizer como nos EUA ou Europa seria diferente, como os consumidores lá são “conscientes”, consumidor é igual em qualquer lugar do mundo, a diferença é que uns são pouco mais exigentes e só.

    • th!nk.t4nk

      Fique um tempo com um 2.0 TDI, compare o consumo, emissoes reais e desempenho com as demais opçoes no mercado, e depois me diga o que faria a respeito. É um motor sensacional, e que mesmo emitindo mais do que o divulgado, ainda é MUITO mais ecológico que o veículo número 1 em vendas nos EUA. A VW errou sim, mas foi punida e consertou a situação. Está longe de ser apenas uma “pequena diferença” pro Brasil, onde as empresas praticamente nunca são punidas, e o próprio governo rouba mais do que ninguém. Não tem como comparar.

      • Roberto

        Justamente isso, se eu precisasse de um carro a diesel não veria problema em comprar um VW.
        Sinceramente eu procuro em um carro conforto, segurança, design, um bom pós venda. Se houver duas opções parecidas mas uma dela for uma empresa que demonstra uma preocupação com meio ambiente ok. Mas pra ser sincero eu não observo esse aspecto, sei que deveria ser diferente, mas eu sou como típico consumidor americano, gosto de carro pra usar, que atenda minhas necessidades, não me preocupo com consumo ou o valor das revisões, embora na hora de fazer revisão eu sempre corte os itens que não estejam no manual ou necessários.

        • th!nk.t4nk

          Eu acho que pouquíssimos consumidores pelo mundo colocam o meio-ambiente em primeiro lugar. Já morei nos EUA e atualmente na Alemanha. Nao muda muito a cabeça nao, as pessoas querem bom custo x benefício, algum conforto. Mas se vai emitir mais ou menos particulados, CO2, NOx, isso eu diria que só uma minoria leva em consideraçao. E sobre a empresa enganar seus clientes, tantas fazem disso o padrão, que passou batido. Tem escandalo de todas as marcas, de Volvo a Tesla. O povo já tá “vacinado”, infelizmente.

  • Nicolas_RS

    O Editor fala como se o DieselGate fosse um crime, a unica coisa é que poluía mais, coisa totalmente irrelevante para o consumir !

    • thi

      já já os mimizeiros te atacam

  • Cosi fan Tutti

    Se depender de um certo ser de um certo blog ae a VW vai valher trilhões e vai comprar o Brasil, a China, os Eua e Marte.

  • leitor

    Isso mostra que o bocão de apenas algumas pessoas, que se dizem preocupadas com a humanidade e outros setores, estão querendo ditar regras que a sociedade não acolhe.

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 11 anos. Saiba mais.

Notícias por email

Send this to a friend