*Destaque Mercado Toyota

Donos de Toyota estão entre os mais satisfeitos do Brasil, diz estudo

Donos de Toyota estão entre os mais satisfeitos do Brasil, diz estudo

A J.D. Power do Brasil, especializada em estudos no setor automotivo, divulgou na última terça-feira (29) os resultados da edição deste ano do Sales Satisfaction Index (SSI) Study Brasil 2018, que mostra a satisfação dos consumidores com as fabricantes de automóveis no mercado nacional. Neste ano, a japonesa Toyota voltou à liderança se posicionando com a empresa com a mais alta satisfação dos clientes. Além dela, a BMW no ranking de fabricantes de veículos de luxo.


“Esse é um momento de quebra de recorde em termos de satisfação para a indústria. Para contornar as quedas nas vendas, as montadoras fizeram o trabalho de casa, como foi demonstrado pelo resultado do estudo. O aumento da média de satisfação da indústria e a pontuação recorde do primeiro colocado mostram que o cliente está mais satisfeito com o atendimento recebido”, diz Fabio Braga, diretor de operações da J.D. Power do Brasil. “O estudo desse ano mostra que existe uma preocupação das montadoras em aprimorar a experiência dos clientes no processo de compra de automóveis ano a ano. Além disso, a inclusão das marcas de luxo no SSI 2018 nos traz um panorama mais completo da indústria brasileira”.

Donos de Toyota estão entre os mais satisfeitos do Brasil, diz estudo

A Toyota aparece em primeiro lugar no ranking de satisfação com pontuação recorde, de 845 pontos. Logo em seguida aparece a Hyundai-CAOA, com 833 pontos, e a Hyundai Motor Brasil em terceiro lugar, com 830 pontos. Fechando o top 5, há a Nissan em quarto lugar, com 828 pontos, e a Honda com a quinta posição e 823 pontos.


Entre as marcas de luxo, a BMW ficou com a primeira posição com 818 pontos, acompanhada da Land Rover, com 808 pontos, e da Audi, com 805 pontos.

Donos de Toyota estão entre os mais satisfeitos do Brasil, diz estudo

O estudo leva em consideração uma série de fatores que influenciam na experiência da aquisição de um veículo. Isso inclui, em ordem de importância, o processo de entrega (24%); negociação (21%); test drive (21%); instalações (18%) e vendedor (17%). Na edição deste ano, a pesquisa da J.D. Power foi realizada entre fevereiro e maio de 2018 com 4.387 proprietários de veículos novos no Brasil entre 1 a 12 meses após a compra.

Confira abaixo o ranking de marcas de volume e marcas de luxo:

Marcas de volume
Marca Pontuação
Toyota 845
Hyundai-CAOA 833
Hyundai Motor Brasil 830
Nissan 828
Honda 823
Peugeot 816
Jeep 813
MÉDIA 805
Volkswagen 803
Ford 801
Chevrolet 799
Mitsubishi 789
Citroën 786
Renault 781
Fiat 778

.

Marcas de luxo
Marca Pontuação
BMW 818
Land Rover 808
Audi 805
MÉDIA 800
Mercedes-Benz 785
Donos de Toyota estão entre os mais satisfeitos do Brasil, diz estudo
Nota média 3.7 de 7 votos

  • Abdallah

    Galera, na boa, não sou defensor de nenhuma marca, mas desde que parti para honda e toyota eu posso dizer que são duas marcas q nao saio mais, principalmente pelo pós venda.

    • renato dantas

      Tô contigo e não abro, duas marcas confiáveis em tudo.

    • Maycon Farias

      As duas são extremamente confiáveis em todo o mundo. Concordo e assino.

      • Edinaldo_Tapica

        E a Nissan também. O estudo comprovou minha percepção

        • MMM

          A pesquisa se refere ao processo de venda. Existe a pesquisa do pós vendas, que a Nissan ficou merecidamente abaixo da.media do mercado.

    • Rafael Tenório

      O amanhã eu não sei ao certo, mas hoje posso dizer que só saio do meu Honda para outro Honda ou um Toyota.

    • André Luis Versiani

      Já tive 2 Toyota e é top mesmo!

  • O que me impressionou foi o crescimento da Peugeot, sinal que a mudança está surtindo efeito.
    O destaque negativo, ao meu ver é a Mercedes, esperava que estivesse acima da BMW ou pelo menos bem próxima.
    Jeep deveria estar bem melhor para quem produz 2 linhas e eh uma marca considerada por muito quase premium.

    • rodrigosr

      Fico contente em ver a Peugeot melhorando assim; eles tem se esforçado bastante mesmo.

    • Tosca16

      Ví que eles correram até atrás da High Torque pra ter autorizada em Manaus, e parece que onde tiver HT e não tiver revenda PSA eles serão autorizadas.

      • Dod

        Tosca16, de onde você tirou essa informação?
        Eu tenho um Peugeot 2008 (na garantia até 2021), em que pese estar muito satisfeito com o carro, a concessionária Peugeot daqui de Natal-RN fechou agora no início de 2018 e e SAC da marca me informou uns dois meses atrás que agora preciso recorrer a concessionária de Cabedelo/João Pessoa-PB, a mais de 200km de distância em caso de problemas, o que para mim é totalmente inviavel.
        Iria me desfazer do carro nos próximos meses, mas tem uma High Torque aqui em Natal, seria uma mão na roda se ela funcionasse como ponto de assistência oficial, como as oficinas Multcar da Porto Seguro servem oficialmente aos JAC e Chery.

        • Pedrov154

          Uma concessionária da Peugeot também fechou aqui em Fortaleza.

        • Tosca16

          Vídeo do ADG, ele foi em Manaus e disse lá na unidade; começará por lá, e foi a PSA que foi atrás daquela unidade porque estava sem suporte as revisões, daí abre a possibilidade de outras HT serem serviços autorizados da Peugeot, onde não tiver revendedores.

          • Dod

            Eu só espero que se espalhe mesmo.

  • artxin

    Com exceção do Etios, todos os carros da Toyota são médios e acima, se fosse assim a Hyundai estaria em primeiro lugar.

    • Tosca16

      Etios é um Toyota mais simples, mas motor e câmbio continua um tanquinho de guerra.

      • artxin

        O problema é que a Toyota não tem muita variedade de produtos, isso favorece a colocação dela, enquanto a Hyundai ainda oferece as três gerações do Tucson e o Creta (nesse caso a Toyota não tem concorrente para o Creta, e o RAV4 concorre efetivamente contra as duas gerações do Tucson mais recentes, ou seja, IX35 e Novo Tucson).

    • Luis Carlos K.

      Pare de querer fazer malabarismo, pouco importa a quantidade e preço dos carros. Se fosse assim a Citroen não estaria entre os últimos colocados ou mesmo a Mitsubishi.

  • Emygdio Carlos

    Agora ninguém segura! Etios X 1.3 será vendido a R$ 85.000,00 reais.

    • Marcelo Cordeiro

      Exato!

  • tiago

    A pesquisa é sobre o processo de compra – processo de entrega (24%); negociação (21%); test drive (21%); instalações (18%) e vendedor (17%). Me questiono como a Citroen e a Peugeot estão em posições tão diferentes, talvez a diferença entre a melhor e a pior não seja tão grande.

    • Erivelton Freitas

      Pode morder a língua com toda a vontade… A Peugeot deixa ;)

    • Gomes

      Provavelmente pq a Citroen tinha o lixo do SHC, que agora fechou…

      • Davi Millan

        Exatamente! Nunca ví um grupo para gostar tanto de queimar uma marca. Ainda bem que fecharam, porque para Citroen será melhor sem eles.

    • Davi Millan

      A Culpa disso é do sr. Habib…

  • rodrigosr

    Achei que a VW fosse estar pior. Sempre tive VW e Ford e desde que comprei o novo Polo, tenho me decepcionado bastante com a marca. O carro e fantástico e sem dúvida o que há de melhor e mais moderno na faixa de preço. Mas como é mal feito! Cheio de barulhos que a concessionária não consegue resolver, mesmo de pois de 4 idas até lá em 4 meses. Agora o tilt down simplesmente parou de funcionar… Muito aborrecimento pra pouco tempo.

    • tiago

      Essa pesquisa é só sobre o processo de compra, no pós venda, pela própria JDpower, a VW está mais para baixo.

    • Davi Millan

      Sei muito bem o que você está passando. Infelizmente hoje, para ter um carro da VW, tem que ser do Golf pra cima. Já na questão do pós-venda…

    • zekinha71

      O que adianta comprar um Polo e na real acabou levando um Golzão na qualidade de construção e solução de problemas.
      Daí vem aquele monte de reclamações e defeitos e mais uma vez um carro que era pra ser referência vira mico e referência de produto ruim.
      E a correria que estão fazendo pra entregar os pedidos só vai ajudar a piorar a qualidade.

      • rodrigosr

        eu teria comprado esse carro mesmo se o nome dele fosse Gol.
        a decepção com esses problemas inda deve ser resolvida, mas a frustração e a imagem da marca, pra mim estão bem manchadas.

        • Edson Fernandes

          É aquela coisa da experiencia: Vc se mantém na marca pq o produto é o que tem de melhor no mercado. Se alguma fabricante lançar algo equivalente, aí a conversa muda.

          Te falo isso porque qdo eu vendi o meu C3, minha troca natural seria por um Citroen médio, mas minha exigencia no que queria, não estava com o que ela tinha em portifolio na epoca. Abri mão.

          uma experiencia ruim com pos vendas pode botar a escolha do carro tbm em cheque. Eu digo por mim, que viro as costas e não volto. No caso da Renault, produto que tenho atualmente, o que tbm me manter além do produto, é o custo de mante-lo que é barato (Fluence).

          Caso contrário, eu estaria voltando para o C4 Lounge hoje opção direta de escolha. E olhe que curiosidade: Eu não iria para a VW pelo preço de manutenção dos médios que são quase sempre os mais caros do segmento.

          • rodrigosr

            Antes de voltar pra VW tive Focus e Fiesta Powershift. Ao contrário do que muitos reclamam, nunca tive qualquer dor de cabeça com pós venda da Ford e nem com o câmbio Powershift. Voltei pra VW unicamente por causa do produto e das boas experiências com a marca. Quando me perguntam do Polo hoje, digo que é excelente, mas que esperem mais um pouco para comprar pq a fornada atual ainda tá bem problemática (vide casos como o meu que vejo em comunidades por aí e que também estão sem solução).

  • Zé Mundico

    Acho que a Toyota precisa abrir o olho, tirar o rabo da cadeira e começar pensar num line-up mais atual e objetivo.
    Incrível como a Toyota não tem um Suv de vergonha na praça, preferindo deitar na cama da fama do vovô Corolla.
    Ok, tem o SW e o RAV, mas são modelos importados que simplesmente não “pegaram” no mercado. Devem vender juntos uns 100 por mês. O SW atinge um nicho mais empresarial, de tão caro que é. O RAV é pouco mais que um ilustre desconhecido que não agrega coisa nenhuma a marca. E a Toyota fica comendo poeira nesse ramo e parece que vai se conformando com um sedã de meia idade e um compacto que tem suas qualidades, mas que dá pouco lucro.
    Até chinês já está desovando Suv por aqui e a Toyota parece que não se deu conta que está ficando para trás. E vai ficar.

    • Erivelton Freitas

      Mas… SW4 e RAV4 são absolutamente ótimos exemplos de CUVs que não tem vergonha alguma.

      São carros proibitivos, cujo o preço cobrado é pelo menos 6x maior do que eles realmente valem pelo conjunto, incrivelmente escassos de equipamentos, inclusive, sem medo de críticas, eu posso comparar a lista de itens do RAV4 de entrada (R$ 129.990) com carros como o Kwid, o Mobi e esses Subcompactos.

      Então a menção a eles nem é muito legal, porque eles são a prova da sua frase inicial: a Toyota não tem CUVs (me recurso a chamar SUV sem 4×4 de SUV) de vergonha no mercado.

    • Lareiro

      A SW4 vende mais que a Trailblazer, mesmo sendo mais cara.
      A SW4 sempre vendeu bem em todas as gerações.

    • Luis Carlos K.

      Dê uma pesquisada, a Toyota está preparando um SUV compacto para o mercado brasileiro. O Yaris está chegando mês que vem. Ano que vem chegará o novo Corolla… Ah, e o SW4 vende muito bem sim, na sua categoria.

    • Edson Fernandes

      Mas de que adianta vc trazer mais produtos e tirar vendas do seu best-seller?

      A Toyota por esse sucesso simplesmente abre mão de ter um altinho compacot já que seu médio vende bem e não precisa repensar em estrategias de investir. Ela segue uma linha que tem dado certo.

      A Honda que aumentou seu line-up viu o Civic perder e muito com isso. Até ter o Fit e City, ter um aumento abrupto do Civic que o tirou de PCD inclusive, fez em um primeiro momento o City como opção aceitavel até por soluções de espaço interno. Com a melhoria dos produtos médios, a empresa foi lá e melhorou o produto criando um espaço entre os produtos grande. O que ela fez? Colocou o HR-V (e tenta com o WR-V tbm) para suprir essa faixa de preço entre Civic e City/Fit. Como a moda são os altinhos, o seu médio que na pratica é superior ao Altinho, fica sem venda. E pensa aí ela que quis dar um passo a mais em tecnologia colocando o motor 1.5 além dos itens existentes no Civic Touring e esse minguar nas vendas…. Ela na proxima geração já começará a criar uma racionalidade maior do produto o que é prejudicial pra ela para nosso mercado.

      Enquanto isso… a Toyota pode e vai manter seu sucesso de vendas e pode cadenciar como achar melhor. Longe de mim de dizer que a Honda está ruim, mas ela perde em um produto, apelo para mante-lo no mercado, ao contrário da Toyota.

      • Zé Mundico

        Aí é que está o problema: uma montadora não pode se dar ao luxo de depender de apenas 1 ou 2 modelos para sobreviver, ainda mais um sedã caduco, como é o Corolla. E nosso mercado é muito volátil e congestionado ali no meio campo. Sei não, mas acho que a Toyota tá perdendo a festa dos suvs médios e compactos de bobeira.

        • Edson Fernandes

          Quando ela começar a perceber essa queda em seu sedan será o momento que irá trazer. Parece bem clara essa estrategia. E ela tem até estatistica para isso: Ela viu a Honda perder as vendas do Civic vertiginosamente.

          Pense nos aspectos de treinamento dos concessionarios, mais peças de carros distintos para estoque, entre outros custos inerente a uma maior gama de produtos.

          Exemplo da Hyundai: É mto melhor lidar com 2 produtos e suas variações (HB20 e Creta) do que seguir adiante e abrir um leque de produtos que invariavelmente irão tirar vendas do seu produto que sempre vendeu bem. Creio que isso acontecerá com a vinda do Yaris em relação ao Corolla.

  • carloscomp

    Sou proprietário de um GM desde dez/14 e estou satisfeito em todos os aspectos: com o carro, a negociação e a manutenção do mesmo. Me surpreendeu, pois antes disso tinha certo preconceito pela empresa.

    • Davi Millan

      Essa pesquisa leva em conta questões sobre a venda. E te digo que aqui em Floripa eu já tentei comprar um GM mais de 4 vezes, e não consegui em nenhuma delas por questões de atendimento e má negociação. Não posso opinar sobre o pós-venda daqui, mas sobre a possibilidade de compra eu te digo que dificilmente eu terei um.

      • carloscomp

        Talvez por isso a GM não vá tão bem nas pesquisas, pois tem lugares que tem bom antedimento (como na minha avaliação) e devem ter outros ruins, a Toyota, penso eu, deve ser bem mais “padronizado”

  • Eduardo Sad

    Não estou tão satisfeito com meu Corolla não… Por que este tipo de pesquisa nunca chega a mim???

    • Zé Mundico

      Porque a maioria das outras pessoas está satisfeita.

    • Uau!

      Conte-nos mais

    • Edson Fernandes

      Essa pesquisa aponta a satisfação no pré venda. Porém apesar de vc ser uma pessoa que enfrenta problemas, ela hoje tem uma boa nota de seus donos.

      O que ue cheguei a conclusão dos lideres é: Serão falados bem muitas vezes por evitar qualquer mudança nisso, mas quem sofre são aqueles que tm problemas como é seu caso. Não é generalizando, mas o que eu vejo na pratica. Num grupo de facebook de Corolla, a primeira coisa que acham ruim é qdo falam mal de Corolla mesmo estando com problemas.

  • Erivelton Freitas

    Eu, no lugar dessas pessoas, não estaria nada satisfeito em ter um Toyota. De que adianta não me preocupar com peças e problemas mecânicos, quando o carro é pelo menos 4x mais caro do que realmente vale e entrega, e falo com ou sem impostos, além de CAPADO (pior problema da Toyota), com motorização ultrapassada e Design Controverso (leia-se feio).

    E no mais, um recado para os haters: Olha a Peugeot namorando o Top 5 de marcas com a maior satisfação da clientela.

    • Maycon Farias

      4x mais caro do que vale? Esta sugerindo que um Corolla por exemplo deveria custar 25 mil reais por aqui e os concorrentes podem e valem os 90/100 mil cobrados? É alguma piada isso ou é só raiva desnecessária da marca?

      • Erivelton Freitas

        Sendo bem franco, eu acho que você deve pegar os itens de série do Corolla e comparar com os itens de série da Nissan, Citroën, Ford e outras marcas, e depois, você vem e se pergunta, como e porquê a Nissan consegue vender o Sentra SL por R$ 103.000? Como a Citroën consegue vender o C4 Lounge Shine por R$ 103.000? Como a Ford consegue vender o Focus Fastback Titanium Plus por R$ 110.000?

        Sendo todos eles, muito mais completos que o Corolla. Aí depois, você vai e olha para o preço do Corolla Altis, capado por R$ 120.000.

        • Maycon Farias

          Acho que quem quer todas tecnologias existentes no planeta em um único lugar talvez seja melhor comprar um Enterprise ou uma Apollo do Nasa. Sendo bastante objetivo com você na realidade o Corolla não é o carro mais completo do mundo e tão pouco o Sentra, C4 e Focus. Nos anos anteriores a critica era a falta do ESP, depois a falta de jovialidade, no fim tenho a sensação que querem que a Toyota oferte um carro por R$ 10 mil reais, com motor de Ferrari, desenho de uma Lambo, e luxo de um Rolls. Não importa o quanto o carro tenha pontos positivos mas nunca vai estar bom o bastante para alguns, por outro lado para a maioria está ótimo.

          • Janderson von Neumann

            Eu acho que esse pensamento acomodado que faz o Corolla vender tanto, criou-se essa lenda que ele é o melhor, que o pós vendas é melhor, que a negociação é melhor, etc…aí tapa-se os olhos para o restante das coisas que envolvem o negócio “carro”, acaba-se achando que comprou o melhor o carro do universo, que isso e aquilo, não é bem assim, por isso a Toyota pinta e borda em cima dos consumidores…, meu pensamento é que se tratando de carros da mesma categoria, um Civic, um Focus, um Jetta, etc…são sim melhor negócio que um Corolla, penso que o Corolla é carro pra quem é aquele consumidor acomodado na vida, por isso é carro de tiozão, de vovó, para uma pessoa que é apaixonada por carro, que é um entusiasta, que quer um carro com melhor desempenho, com mais itens de conforto e estilo, etc….o Corolla não é o carro, e mais, realmente ele é caro, e questões como negociação para compra, pós vendas, manutenção etc…são relativas, varia de concessionária pra concessionária, e manutenção também, tem gente que consegue demolir um carro em 6 meses, e outras pessoas passam 5 anos com um carro em estado de zero km, como falei antes, se a questão é um carro de marca nipônica o carro ideal em questão seria um Civic.

            • Marcelo Martins

              Para mim muitos compram Toyota mesmo não gostando do carro somente por causa da revenda fácil e baixa desvalorização e outros vão pelo efeito manada …. isso da revenda acaba virando um ciclo, o cara compra e troca depois de um tempo sem colocar muito no novo e vai indo …. a marca soube como fidelizar o cliente a agora explora com valores fora da realidade e mesmo assim os devotos pagam sem questionar …

            • Edson Fernandes

              Na verdade Janderson, é uma questão até cultural do brasileiro.

              O Brasileiro é uma pessoa geralmente acomodada. Não entenda isso mal: Se hoje o cara tem um celular Samsung e esse funciona perfeitamente, ele vai procurar nua proxima atualização a marca. Sabe qdo ele vai trocar? Ele TALVEZ pense qdo tem um superior a aquele que ele almeja. Feito isso, veja como é com TVs, apenas pessoas mais entusiastas que de fato olham para os lados.

              Com o Corolla ou Toyota, é assim. O cara teve uma boa experiencia, já teve dissabor no passado e por isso abre mão de ir na concorrencia. E como para o que ele espera a empresa atende, ele não vai para outra marca. Veja os primeiros comentários… é sempre aquela: “Agora que eu tive meu carro “japones” não abro mais mão”.

              Quer ver como são as coisas? Vc tem um Fiesta powershift certo? E se eu não me engano vc está super satisfeito e lamenta a troca por um cambio At certo?

              Só que o mercado acomodado, simplesmente condenou o uso desse tipo de sistema porque em um momento deu dor de cabeça. Só que brasileiro é assim… fica preso aos estigmas do passado e não pensa no futuro. E dá no que dá.

          • Gomes

            Concordo com o que vc disse. Mas o Corolla não precisa ter mais nada do que tem hoje, pois já é um sucesso. Eu, particularnente, não gosto desse carro, mas se eu teria um? Acho que sim. O mercado brasileiro tem características próprias como por exemplo o fato das pessoas comprarem carros pensando na revenda ou comprar carros pretos, pratas e brancos aos invés de “coloridos”. Alguns criticam isso e chamam o consumidor de “burro”. Não penso assim, cada mercado tem uma característica e o mérito da Toyota foi ter feito essa leitura e ofertado ao cliente o que ele quer e não o que a mídia ou 100 aficcionados que escrevem em blogs querem (eu me incluo).

          • Erivelton Freitas

            Certo, pense como você quiser! Não sou eu que estou defendendo essa montadora e muito menos esse carro! E só isso já me basta!

            É uma ressalva: Não se trata de serem os modelos mais completos do mercado. Se trata de serem mais completos que o Corolla, e saca, todos são! Detalhe, oferecem bem mais e custam bem menos!

          • Marcelo Cordeiro

            A sua análise leva em conta apenas a Toyota. Só que quando a Toyota resolve finalmente ofertar ESP, a concorrência já está ofertando assistente de ponto cego, piloto automático adaptativo, partida sem botões, etc. Acredito que nenhuma crítica direcionada à Toyota poderá ser levada a sério se não reconhecer as qualidades da montadora. Contudo, achar que essas qualidades justificam os preços mais elevados praticados pela montadora japonesa é um erro muito prejudicial ao mercado brasileiro. Assim, menos paixão e mais racionalidade e razoabilidade. O que sempre tentam mostrar – com razão – é que existem produtos semelhantes em termos de qualidade e com preços mais competitivos do que os Toyotas. No final das contas, como sempre digo, cada um compra aquilo que quiser e puder. Só não pode depois querer justificar à ferro e fogo a sua aquisição. Os veículos da Toyota são bons, mas tem coisa igual ou superior por um valor menor no mercado!

            • JOSE DO EGITO

              Realmente JETTA,C4,SENTRA e etc… oferecem mais equipamentos a um preço menor do COROLLA mas nao por esses primeiros serem “bonzinhos” é pq existe um negocio chamado CONCORRENCIA ,se nao oferecerem esse custo beneficio nao conseguem sequer chegar perto do quase sacro COROLLA

          • Marcelo Martins

            O C4 é muito mais equipado que o Corolla …e custa menos …

        • Edson Fernandes

          O negocio é que o cara que adquire um “Toyota” quer ter a certeza de algo confiavel. E é nitido que o consumidor de Corolla, está ciente que ele não é o mais completo, mas é o carro para aquele consumidor que não dá problemas, não é um carro beberrão, o custo de manutenção não é dos mais caros como num Jetta por exemplo e por aí vai.

          É um carro mediano sim, mas justamente por esse ponto, é que ele ganha consumidor. Ele consegue atrair mais pessoas do que carros cujo seriam ideais por uma falha de divulgação, ou de produto ou até mesmo numa pessima negociação.

          Ou seja, vc tem sim Cruze, C4 Lounge, Focus… que são carros mais completos, mas em algum ponto eles carecem em alguma coisa que o consumidor do Corolla então prefere ficar no mediano que o atende perfeitamente.

          E veja: O cara vai pensar no cruze… mas aí ve:
          – Não tem ar digital de duas zonas como o Corolla que só tem Altis, mas o Cruze é turbo, porém em consumo o Corolla com um motor 2.0 é mais economico.
          – Não tem siada de ar para bancos traseiros, mas muitos médios tbm não tem
          – Carece de recursos tecnologicos que tbm são de segurança, mas é um carro sem sustos e fica na medida para quem quer um carro com uma tocada mais de conforto e justifica isso a não ser tão estavel (na verdade, não é um carro periogoso de estabilidade).

          Enfim… o que eu quero dizer é que é um carro novamente, mediano. Não tem mais que os outros, mas tem o que o consumidor almeja. Então por ser lider e esbanjar certo status de confiavel, não se ve ameaçado pelos sseus rivais. E não é a toa que os rivais são mais equipados e baratos, essa é justamente a consequencia de conseguir roubar as vendas de um produto mediano.

          • Erivelton Freitas

            Desculpa, mas você só confirmou o que todo mundo já sabia: Os Motivos pelo qual as pessoas compram o Corolla estão entre os menos cogitados em relação a compra de qualquer outro concorrente, porque todos vão atrás de Preço + Itens, diferente do Corolla, que só vende por causa do preço de revenda e da suposta fama de inquebrável. As pessoas compram esse carro sacrificando diversos equipamentos e pagando mais por menos, devido unicamente a algo tão… tão…tão… HIPOTÉTICO como problemas, falhas e defeitos. Não é um argumento que me convença hoje e não vai me convencer amanhã.

            Hoje eu não tenho grana nem pro Buzão, mas um dia terei… E se for para comprar um sedã médio (se eles ainda existirem), com toda a certeza deste universo que um Corolla, por tudo o que eu apurei desde já, não estará nem mesmo na lista dos cogitados.

            • Edson Fernandes

              Não precisa dizer desculpa, eu disse a realidade do mercado. Eu mesmo tenho um Fluence e não considerei o Corolla justamente pela falta de itens de série dele e na pratica vejo que essa questão de robustez não é bem somente o mote para o Corolla, mas o consumidor e mercado enxerga.

              Tem carros que perdem vendas porque eles apelam para a tecnologia mas cobram o preço dela e é por isso que a pessoa abre mão, porque o cara quer um meio-termo de fato.

              E foi por esse motivo que na epoca eu abri mão de ter um Jetta 2.0 TSI. E o mercado precisaria enxergar mais aos anseios do consumidor equilibrando a balança. Voltando ao Jetta, a manutenção dele comparada ao Fluence é bem mais cara por exemplo. E isso foi um fator para eu abrir mão.

              Ou seja, não sou consumidor de Corolla, mas eu vejo na pratica o que acontece. A empresa faz o papel de casa dela, mostra o produto … a Renault mesmo? Deixou sempre no escuro o Fluence. Foram poucas as propagandas do produto.

              E como eu já disse em outra oportunidade, a Chevrolet sempre foi de mostrar o Cruze junto dos demais, sem precisar exatamente recorrer as taxas que ela apela aos compactos.

    • Luis Carlos K.

      Chora hater. Sequer tem um Toyota e acha que conhece o carro mais do que aqueles que têm um.

      • Erivelton Freitas

        Quem tem um, somente o tem porque confunde carro com terreno ou imóveis. Não considero em nada aqueles que ‘tem um’. Pois os motivos que os fazem ter um diferem totalmente daquilo que sempre se considerou prioritário na hora de comprar um carro.

        • Luis Carlos K.

          Quais seriam os motivos? Quem é você para dizer o que é certo ou errado?

          • Erivelton Freitas

            O Motivo de você comprar um carro – e acho que você deveria saber, a essa altura do campeonato. – é ter facilidade de se deslocar de um lugar para o outro sem precisar esperar por transportes públicos. E um carro, dentro dessa proposta, deve te levar a esse lugar onde você quer/precisa ir com o máximo de CONFORTO, MIMOS, TECNOLOGIA, OPÇÕES DE INTERATIVIDADE e PASSATEMPOS possíveis.

            Agora se você compra um carro, que não oferece nada disso citado acima em grande quantidade, e ainda é caro, tendo como único pretexto, revendê-lo depois por um preço parecido, a esquizofrenia não fica por minha conta…

            “Hur dur! Olha pra mim… Comprei um Corolla Capado de R$ 120.000 para vendê-lo por R$ 118.000 um ano depois. Hue Hue, fiz um bom negócio, sou o mais entendido de carros do universooooooo!!!!!!”

            Com você, eu termino por aqui!

            • MMM

              Cada um tem seus motivos. Eu dou mais valor a desempenho do que conforto. Se alguém pensa diferente está no seu direito e q compre o carro q melhor lhe atende.

              Aliás, analisando as vendas de Corolla, Civic, Cruze e Jetta, está mais do q provado que a maioria dos consumidores privilegia conforto, que é um dos pontos fortes do Corolla.

              • Edson Fernandes

                Isso é verdade, porque certamente quem prioriza o que vc prioriza quase sempre cai para o Cruze atualmente ou está disposto a pagar a mais no Civic, sem contar o Jetta .

            • Luis Carlos K.

              Carro tem que oferecer passatempo? Kkkkkk

              • Erivelton Freitas

                Tem sim! DVD Player é Passatempo. Rádio FM é Passatempo. App do YouTube e Spotify é Passatempo! Será que até isso eu tenho que explicar?

            • Luis Carlos K.

              Tu é um muleque sustentado pelos pais, no dia que for comprar um carro com o próprio dinheiro vai saber do que estou falando. Juvenil!

              • Erivelton Freitas

                Você é um fanboy lunático da Toyota. Desde já eu sei do que está falando: fanboyzismo.

                • JOSE DO EGITO

                  Mas essa averçao ao COROLLA é pelo simples fato de a TOYOTA cobrabar mais e oferecer 1 ou 2 equipamentos a menos ?? so por isso ??

                  • Erivelton Freitas

                    Se você der uma pesquisada, vai saber que não é apenas um ou dois equipamentos a mais, e não se trata apenas de cobrar mais, se trata de uma diferença de R$ 10.000 a R$ 18.000 para concorrentes BEEEEMMM mais recheados.

                    • JOSE DO EGITO

                      Na TOYOTA acontece o seguinte:quem tem ,fala bem pois nao tem dor de cabeça na parte mecanica,na manutençao e na revenda ai esse mesmo dono de TOYOTA indica pra quem nao tem,eese por sua vez compra e “percebe”das mesmas virtudes e tambem passa a indicar e assim ha um processo que se retroalimenta.O que as outras montadoras poderiam fafer?? Ao menos imitar,fazer igual a TOYOTA mas como nao fazem serao sempre coadjuvantes e lanterninhas em pesquisas de satisfaçao

                    • Erivelton Freitas

                      Eu compreendo esse ponto de vista, acontece que EU, eu, falando por mim, não dou bola para uma suposta segurança em manutenção e falhas no carro, porque isso são problemas MUITO esporádicos, e existem outros quesitos que EU julgo mais importante num carro do que confiabilidade, durabilidade e revenda.

        • Marcelo Martins

          Esse Luis é um mala que fica entrando em todos os sites de carro enchendo o saco de todos e defendendo a Toyota, não vale entrar na dele …

    • MMM

      Essa pesquisa é da satisfação com o processo de vendas. Nada tem a ver com o carro.

      • Marcelo Martins

        Mas qdo a pessoa responde está pensando em um todo, não somente na hora da compra.

        • MMM

          Então quer dizer que o pesquisador pergunta: vc está satisfeito com o teste drive? E o cara responde: sim, a troca de óleo que ainda nem fiz pq meu carro tem 1 mês foi muito boa.

    • Marcelo Martins

      Eu tenho um 408 THP e estou muito satisfeito !!

  • Lucas

    Na verdade, os donos de Toyota são fiéis porque geralmente nunca saíram da marca.
    Dá uma Amarok V6 pra qualquer dono de Hilux que ele nunca mais põe o pé na manca japonesa. Na verdade, basta a 2.0 mesmo…
    Dá um Jetta TSI pra um dono de Corolla que ele vai se arrepender de ter andado tanto tempo no sedã nipônico.
    Da um Equinox pra quem tem Rav4 que a pessoa se suicida de desgosto.
    É complicado cara, eu já tive um XRS 2018 e um XEI 2016 (todos comprados seminovos com cerca de 5 mil km) e o carro é simples demais, todo cheio de plástico e barulhos internos, a multimídia demora 5 segundos pra responder ao comando, a direção progressiva é dura pra manobrar e leve ao rodar! Mas os vendi depois de alguns meses pelo preço que paguei! Por que? O carro num mercado racional não vale 80 mil e eu comprei por 99 e depois de 6 meses eu vendi por 98 (no caso do XRS)!
    É difícil de entender… O pessoal paga 15, 20 mil a mais que a concorrência pra pagar 200 reais a menos por revisão e bater no peito dizendo que a manutenção é barata…
    Detalhe: o orçamento pra trocar os 4 bicos da minha SW4 que tem só 42 mil km e pifou no meio da rua, na concessionária ficou próximo dos 15 mil reais. Baratinho, ne? Alguém quer comprar esse lixo? ta valendo 135 mil na fipe, sendo que paguei 118 mil há quase 2 anos!
    Vai entender…

  • Janderson von Neumann

    Donos de Toyota estão entre os mais satisfeitos do Brasil, bom pra eles, pois pra mim eu estou super satisfeito em não ter um Corolla, não quero esse carro nem de graça, se fosse pra ter um carro japonês eu ia direto na Honda e comprava um Civic, isso sim é um carro, completo, moderno, visual futurista, etc…, agora Corolla?, tenha dó, kkkk…

  • Vitor C

    Para mim o único atrativo real da Toyota no mercado nacional é o pós venda.
    Os produtos são bons mas não se destacam em nada, são apenas suficientes para suas propostas e cobrando sempre mais sem entregar.

    • Marcelo Martins

      Concordo…

  • Kleverson Gomes

    Fiar sendo chacota e não surpreende

  • Johne Edder

    O slogan da Mercedes-Benz é “O melhor ou nada”, mas julgando pela média fraca dela, os donos estão recebendo o “nada” ao invés do “melhor”.

  • Johne Edder

    100% dos trolls que estão falando mal da Toyota, nunca sequer tiveram um Toyota. Apenas são um bando de perdedores recalcados porque possuem um carro de um dos fabricantes que se saíram mal na pesquisa.

    • Luiz Fernando

      Já tive Toyota, realmente o atendimento na concessionária é bom, ótimo pós venda, valorização do seu usado, e confiabilidade. Porém, é um baita preço que se paga em carros extremamente sem graça e com motores anos 90.

      • Marcelo Martins

        Tb acho por isso que escolhi o 408 THP qdo fui escolher um sedã !!

  • Johne Edder

    Vejam só a história do Sr. Nelson e a luta pra ele receber a indenização por causa de um C180 problemático https://www.youtube.com/watch?v=0bdjxDth1SE

    • Johne Edder

      Mercedes tem uma nota muito ruim lá no Reclame Aqui. BMW também.

  • Louis

    Me surpreendeu é a Ford não ser a penúltima.

  • zekinha71

    Legal que as 5 primeiras são asiáticas, seguidas por uma francesa que não presta, e as maravilhosas nacionais estão lá embaixo.
    Logo poderá aparecer uma chinesa no começo da lista, daí vamos ver a desculpa dos protetores da indústria “nacional”.

    • leomix leo

      Algum sindicalista vai lhe alfinetar daqui a pouco. Kkkkkkkkk

    • Marcelo Martins

      Pq a Peugeot não presta ?? a marca está se esforçando pra mudar.. e eu tenho um 408 THP 2018 e estou muito satisfeito o carro é fantástico, grande, macio, confortável potente bem acabado e bem equipado prazeroso em dirigir e com valor mais justo, e fui muito bem atendido na css, não estou nem um pouco arrependido de ter comprado é muito melhor que Virtus 1.0 TSI com painel de Passat dos anos 90, melhor que Civic caríssimo e tb melhor que Corolla caro, pelado, motor sem graça e com aquile interior de carro dos anos 70.

      • Gomes

        Acho que ele quis dizer que não presta para ser irônico…uma marca que não presta está muito melhor que outras…

  • andrei Pereira

    Nenhuma surpresa até a quinto lugar, agora Peugeot em sexto, acho que o Total Care tá surtindo efeito.

    • Marcelo Martins

      Tenho um 408 THP 2018 e estou muito satisfeito, ainda não fiz a primeira revisão mas fui muito bem atendido na css qdo voltei par perguntar algumas dúvidas que tinha sobre o carro.

  • Johne Edder

    O recalcado que apagou meu comentário é casado com um Renault Megane e o marido dele se tornou amante.

  • Valdek Waslan

    Os Fãs da VW estão comemorando, mas existem as entrelinhas nesse quadro
    que eu acho que deveria ser levado em consideração.
    Vamos lá:
    Toyota é lider com 845
    Hyunda Caoa com 833
    a matemática é simples e a diferença entre elas é de 12

    Ao passo que a VW é líder das mais comuns, porém
    Volkswagen é líder com 803
    Ford …………………. com 801
    ou seja, com somente 2 pontos de diferença e isso sem se esquecer do Powershift que deveria contar muito contra a FORD.

    A VW tem a liderança?
    SIM, ela tem!
    Mas essa liderança é para ser comemorada ou para ser pensada?
    Eu acho que é para ser pensada!!!

    • Valdek Waslan

      Além do que, tirando Honda e Jeep, todas as outras praticamente trabalham também com carros chamados ditos “populares” e se encararmos assim, a VW estará de fato em sexto lugar. Então eu não sei se é para comemorar. LEMBRANDO QUE A MATÉRIA NÃO É SOBRE OS CARROS EM SI E SIM, ÍNDICE DE SATISFAÇÃO QUE ENVOLVE OUTROS FATORES. Portanto, não se trata do Etios se feio, de HB20 se meia boca (como alguns falam) ou de Polo e Virtus serem melhores e Argo pior… são diversos fatores.
      Claro… a FIAT é a que mais deve!!!

  • Marcelo MF

    O tempo passa e as coisas mudam …. o importante é que está melhorando e hoje está colada na Honda ..

  • Marcelo Martins

    Passado é passado … agora estamos em 2018 …. ainda bem que melhorou e podemos ter mais uma opção não é ?

Quem somos

O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros por mais de 12 anos. Saiba mais.

Notícias por email