Etc

E se existisse um contrato de aluguel de carros?

Transformar em realidade o velho sonho de ter o carro ou a moto que você quer, da marca e modelo que você quer e da cor que você sempre sonhou, nem sempre é tão fácil assim. Em compensação, quando se consegue, a alegria é enorme…No entanto, por mais que dure, essa euforia vai-se esvaindo com o tempo. Até porque nós humanos não nos contentamos com pouco! Implicamos às vezes com nossa própria aparência, com nossa altura, nosso peso, tipo de cabelo, barriguinha… E não somos um mero objeto!

Quanto ao carro, logo queremos equipá-lo, mudar as rodas, colocar “insulfilm”, som, “chipar”, “tunar” até os limites da imaginação e do bolso. Se a queixa for potência, bom, alguns se aventuram no turbo. Mas para a maioria, aí começa a coceira para trocar por um mais possante. O mesmo raciocínio é válido se a família crescer e for preciso um porta-malas maior, maior espaço interno, um ar condicionado… Ou simplesmente vontade de trocar mesmo. Como alguns dizem: “se atualizar”.

O problema é que, passados alguns anos, seu carro vale menos e então você percebe que para atualizar seu sonho vai uma grana. Muitas vezes o seguro será maior, o consumo também. E quanto mais caro for o carro que você pretende comprar, maior a desvalorização em porcentagem e dinheiro, pois carros mais luxuosos e de manutenção mais cara podem ter uma taxa de desvalorização de mais de 20% no primeiro ano. Então vem aquele dilema-tostines: se eu trocar todo ano perco menos ou se ficar mais tempo amortizo essa desvalorização que se estabiliza lá pelo quarto ou quinto ano? Essa discussão pode ser longa e difícil de se chegar a um consenso.

Ok, de volta pro nosso sonho de consumo incessante, um belo dia me peguei pensando se não haveria alguma maneira de manter meu sonho atualizado sem ter de fazer um desembolso tão grande e sem perder tanto tempo com pesquisas e sem os aborrecimentos trazidos pelas avaliações lá em baixo que os lojistas e concessionários fazem. Isso sem contar os casos em que as concessionárias nem mesmo aceitam pegar um determinado modelo na troca!

Veio à mente a pergunta “Dá pra se ter um veículo sem comprar ou ganhar um?” Que tal alugar, tal qual um imóvel, como fazem os gerentes de banco, por exemplo, que vivem mudando de cidade? Pesquisei sobre leasing, que, teoricamente seria um “aluguel”. Mas na prática não tem flexibilidade nenhuma, pois você tem de pagar um carro todo e ele não será seu nem você pode trocar por outro no meio do plano se enjoar ou se ele não mais vier a satisfazer suas necessidades.

Locação? Bem, se fosse para usar carro apenas eventualmente, talvez. Mas ainda é muito caro no Brasil. Se for uma emergência então, pior ainda! Tentei alugar um carro no aeroporto de Cumbica e só tinha Palio e o custo para um percurso de 180 km, contando taxas, seguro, quilometragem e combustível, custaria perto de R$ 600. E eu tinha 2 malas grandes e duas pequenas. Optei por um táxi Zafira até a Rodoviária e de lá pro meu destino. Nem precisa dizer que cheguei quase morto após voar umas 14 horas, mais uma de táxi e mais 3 de ônibus.

E uma locação apenas por algumas horas, para um compromisso mais social ou para impressionar aquela gata (ou aquele gato)? Já existe um serviço assim, de aluguel por hora, em que se devolve o veículo em estações do metrô e então outro “inquilino” o pega e devolve em outra estação deixando-o ali para o próximo num sistema “shared” (leteralmente “compartilhado” em inglês). Bem, soa interessante, mas é algo muito novo e o melhor carro da frota até o momento é um Honda Civic. Ainda não “chegou lá” esse serviço.

Sonhei então: Que bom seria se houvesse um sistema em que pudéssemos escolher entre todas ou quase todas as marcas disponíveis no mercado de carros e motos e fazer um contrato de aluguel de longo prazo de um veículo novo ou usado, já com seguro incluso e que possibilitasse trocar de modelo no meio do caminho ou, se decidíssemos desistir, a multa fosse razoável? E ainda pudéssemos acumular bônus por boa conduta e manutenções em dia? Eu topava na hora!

Li recentemente sobre uma empresa que formou um clube de milionários para compartilhar e manter Ferraris, lanchas, motos de alta cilindrada e até helicópteros em comum, de modo que todos usufruíssem dos mesmos e desse modo, despesas com seguro e manutenções fossem “rachadas” de forma justa e sem privilegiados ou espertinhos. Bom, pra mim, pelo menos não seria viável nesse momento. Talvez um sistema similar com bens, digamos, mais acessíveis poderia ser uma opção.

Exigiria planejamento germânico e pontualidade britânica para que os veículos fossem entregues no horário, no lugar certo e que quem abrisse mão de usá-los na sua vez avisasse com antecedência e que os que costumam mudar de idéia a todo momento não esperneassem caso não fosse possível alterar os planos pré-estabelecidos.

E vocês, caros leitores, o que pensam a respeito das idéias acima? Poderiam funcionar ou será que foi muita viagem na maionese?

Por Gerson Brusco Gonzalez





  • Pedro Henrique

    Eu gosto da ideia o ruim é que muitos não iam fazer as manuntenções devidas nos carros, iam tratar mal como vemos videos de carros de locadora e fora que sendo Brasil seria um serviço caro etc etc.

    • MatheusFR94

      é, lembro dum vídeo uma vez dos manolos queimando pneu e fritando embreagem dum Palio de locadora…

      • Pedro Henrique

        O qual foi depois vendido a um consumidor que descobriu o video de seu novo carro no youtube com esses manés abusando da "maquina".

    • danillob

      O grupo divide todos os custos, ou o inquilino paga estes custos, inclusos na tarifa. Mas se isso se popularizar, o brasileiro inventa rapidinho um modo de destruir o sistema.

  • 000000000000000

    É muita viagem…

  • Pelo menos já temos aluguel de carros como Ferrari e Lambo… Infelizmente é apenas por 15 minutos e com um caboco te controlando sempre…

    • dferraz88

      Bacana, onde ?

      • vinicarioca

        beto carrero world

      • Gramado/RS e Beto Carrero

        • No beto carrero e em Gramados (vi a materia hoje no Auto esporte), tambem tem Corvette, Mustang, 911…

          • aleneo2

            aluguei em gramado um mustang gt

  • Marlllon

    já conhecia esse método de uma empresa compra vários super esportivos, motos, lanchas, iates, aviões e etc. e faz sócios, que podem utilizar qualquer modelo com aviso prévio, mas isso lá nos EUA, mas parece que estão fazendo isso no brasil um Clube de super carros, só que pra ser sócio você tem que desembolsar uma certa quantia que variam bastante quanto mais pagar, tem direito de usar mais produtos.

  • CanalhaRS

    Como disse o amigo aí acima, tem muito cara que tá se lixando pro carro, só quer usufruir e cuidar que é bom, nada. Se o aluguel cobrasse pelo estado geral no momento da entrega(após uma inspeção) seria uma boa. Caso contrário….

    • Guilherme1daSul

      Poderia ter tipo uma vistoria todo mês, a pessoa não pagaria ela ou pagaria junto com o "aluguel"….

  • RBuriti

    Dependendo de brasileiro desleixado vc acabaria pegando um carro mal tratado, sujo, com comida dentro e etc. Afinal o carro nao é dele, o próximo que arrume. Esse tipo de ideia é boa, mas jamais funcionará aqui no brasil.

    Alem do fator revisao, que a pessoa iria deixar para o proximo arcar com a revisao, e ainda iria dizer "eu nao pago, o carro fez 10mil km contigo entao pague" ou vai lá saber se o malandro num trocou os pneus por um meia vida para encher o bolso. Nesse pais nenhuma ideia boa tem vez, apenas malandros.

    • evtdesign

      Nada a ver.. pensando a longo prazo como você pegaria carro com sujeira, todo zuado, maltratado e etc??
      Veja a sistemática da proposta do colega, onde o sistema seria como o de aluguel de imóvel, só que com mais cláusulas… pensando em contrato com prazo mínimo de 1 ano. isso é simples, a empresa que locaria estabeleceria um valor que já incluisse seguro e as manutenções (ao qual o inquilino seria obrigado à levar o veiculo para fazer na rede da locadora e dentro dos prazos, sob pena de multa), assim sendo, o inquilino pagaria apenas a documentação do veiculo no período e os gastos pessoais como gasolina e pedágios.. inclusive poderia ter planos de locação com base em quilometragem, ou seja, quanto maior a cota contratada com base em km/mês, maior o valor.
      Para problemas de troca de peças e etc, a empresa poderia 'selar' as peças com tinta torque, etiquetas da empresa, e toda e qualquer manutenção que o carro precisar foi realizada por oficina da locadora e/ou credenciada. Quebrou na rua? aciona a empresa de seguros (que já está incluso) e pega carro reserva.
      Além do mais, cliente foi pego com o veículo com peças trocadas, cadeia nele, pois isso é ladrão, não é cliente.

      É uma idéia excelente, dá pra desenvolver muito bem a idéia e planejar um ótimo negócio, porém sou um reles pé rapado e pra montar um negócio desses, o cara tem que ter muita bala na agulha.

  • roddepaula

    seria um sonho pra nós, e um desastre pras industrias^^ kkkkk

  • MarcosMV

    É complicado, num esquema desses a desonestidade precisa passar longe, só como exemplo não faria isso nem com alguns familiares, meus irmãos são muito folgados e enrolados.

    • Cezarskinner

      Negócios em familia nem sempre é uma boa, ainda mais se eles forem enrolados kkkkkk

  • dferraz88

    Eu gosto da idéia sim, acredito que com um bom estudo de mercado e com uma estrutura enxuta é possível ter preços bem bacanas.

  • vinicarioca

    seria bom… mas não daria certo

    ia ter sempre alguém pegando o carro pra dar uma "testada" ou outros até mesmo substituirem (roubarem) peças do carro por outras piores

  • DCald

    A GM ofereceu um sistema interessante a uns 3-4 anos atras, era um plano que se chamava "Para Sempre Chevrolet" (ou algo parecido)…
    Era um Leasing com entrada de 30%, e prestações baixissimas por 2 ou 3 anos. No final desse periodo vc tinha 3 opções: devolvia o carro
    , trocava por outro carro 0km (dai continuava pagando as mesmas parcelas baixas, que eram coisa de 300 reais na epoca para um Corsa 1.8 e 400 para um Astra) ou comprava o carro (dai pagava coisa de 50% do valor do carro (que poderia ser financiado – abrindo um novo financiamento)

    Era um sistema interessante, mas acabou não "pegando"… pq o pessoal tinha a impressão que o carro não era deles (como realmente não é no caso de leasing)… Na epoca eu até pensei em entrar nesse esquema (não cheguei a estudar o contrato pra ver se tinha alguma desvantagem), considerando comprar o carro ao final dos 3 anos, saia pouca coisa a mais que o leasing convencional considerando a mesma entrada, mas era pq vc estava deixando a divida pra amortizar no final dos 2 ou 3 anos… Só não entrei no esquema pq consegui um bom desconto e comprei a vista…

    • JHerzev_Potiguar

      Para Sempre Chevrolet…

      trágico.

  • Sr_Andante

    Já existe. É o motorinvest. Você tem planos para aviões, iates e carros GT.. Você paga uma parcela na adesão, mensalidades contínuas por 4 ou 6 anos além do km rodado, dividindo com mais 3 pessoas, ficando com o carro por 5 dias seguidos. Por enquanto, achei que é um serviço para 'novos ricos'. (www.fourprivate.com).

  • O problema é pensar em cada maneira de evitar as mil possibilidades de fraudes e má conduta.

    • expresso222

      Mais problema ainda é que o brasileiro é muito criativo e sempre andaria na frente enganando quem buscasse as maneiras de evitar as mil possibilidades de fraudes e má conduta

  • cristian_sp

    Falta muita cultura para o brasileiro médio ….por isso existe o clube para ferraris e iates, não pq eles tem grana, mas tem consciência, vão usar o carro direito, cuidar, etc.

    É um problema de cultura …que aqui pode ser confundido com poder aquisitivo …outro dilema de tostines talvez, quem pensa melhor tem mais $ e cria essas oportunidades para o bem de todos (do mesmo grupo) ou participam do grupo pq tem grana?

  • Mostarda_69

    A título de curiosidade. Syngenta, Bayer, Dupont, e outras emrpesa do rmao de Agroquímicos locam os carros para seus funcionários. antigamente o funcionário tinha seu carro e ela pagava uma taxa digamo o dobro da gasolina que gastou, mas rodava-se cerca de 35-50milkm ano com o carro próprio, começou a dar muita justiça no meio e hoje eles locam.
    Sei que em 2009 o aluguel que elas pagavam por um Prisma 1.4 completo era 1200 ao mes, e pagavam mais a gasolina pro funcionário. Eles alugavam desde gol 1.0 ate S-10 executive a gasolina, sempre veículos completos. O contrato dura 2 anos e então o carro era trocado por um novo.Recentemente um amigo comprou uma S-10 dessas 2010 com 64milkm, a um preço bem atrativo.

    • DCald

      Sim, esse tipo de aluguel para empresas existe a algum tempo…
      Esse aluguel inclui tudo, manutenção, seguro, documentação, etc… na empresa tinha eram usados gol 1.0 e 1.6… 800 reais pros 1.0 e 900 reais os 1.6…
      Mas, que eu saiba, não tem esse sistema para pessoa fisica.. e nem valeria a pena para PF, pois por um pouco acima desse preço vc paga prestação e a manutenção… e no final dos 2 anos vc pode trocar por um outro carro, mas, o carro usado serve de entrada e pode reduzir as parcelas…

  • luizkessler

    Carro pra mim é da família, não se troca! Quanto mais alugar um.

  • MarlonJean

    Funciona e é uma ótima idéia, mas aqui no Brasil eu não boto fé não!

  • pfcmacedo

    As ideias são boas e até certo ponto viaveis, podemos ver muitas delas funcionando perfeitamente em outros paises. O problema disso é que sempre esbarram na cultura idiota que temos aqui do não é meu então f*#$!!! Acho isso absurdo, sempre que viajo alugo carro e sempre os trato com o devido cuidado mas a maioria não quer nem saber!!! No fim das contas que é honesto no Brasil acaba pagando por esses espertões!!!

  • Galvão

    Seria mto bom pra ser verdade!

  • Nickfrancebresil

    Eu nao acharia bom para o Brasil , primeiro , custo beneficio caro , segundo a maioria dos Brasileiros nao cuidam legitimamente de seus pertences , daria certo que nem o povo disse ai em cima , em paises de primeiro mundo ,
    Eu sou a favor de aluguel , mas e meio complicado com automovel ,principalmente para os apaixonados

  • Matheus_Marques

    Bom… A priori, parece uma soluçao excelente!

    O problema é que pra por isso em pratica num pais como o nosso seria extremamente complicado. Pode-se até arriscar, mas acredito que so alguém com muita coragem e paciencia poderia implementar essa modadlide em terras tupiniquins. Lamentavelmente, é burocratico dessa forma.

  • jmrfjorge

    Simplesmente não tem como dar certo no Brasil, por que carro é caro, muito caro. Propriedade, manutenção e seguro! Do popular básico, até os de luxo! Não tem como vc oferecer um serviçõ barato, em se tratando de um produto caro.

  • FabioEsp

    O contraro de Leasing no Brasil é da forma que você descreveu mesmo, com todas essas desvantagens. É a apropiação de um termo em inglês que não foi muito bem aplicado. Mas o contrato de Leasing nos EUA tem um conceito diferente e bem próximo do descrito como 'sonho' pela reportagem…

    Se souber um pouco de inglês, dá uma sacada por aqui: http://en.wikipedia.org/wiki/Lease na sessão: Car Rental (=

    • jogador

      Leasing do Brasil é sui generes, é diferente do resto do mundo civilizado. Que é a principal modalidade de financiamento lá fora.

  • rajkoothra

    O Leasing de veiculos nos EUA, Europa e maior parte do mundo, funciona dessa forma. Vc faz pagamentos mensais por um periodo determinado (ie geralmentre entre 12-36 meses). Existe ainda a possibilidade (exigencia) de fazer um pagamento inicial (esse valor geralmente comeca em US$2000) e no final do prazo de leasing, vc tem a opcao de comprar o carro por um valor pre-estabelecido no comeco do contrato, devolver o carro encerrando o contrato ou fazer novo leasing do mesmo carro ou outro modelo que vc desejar. Simples e facil.

    O Brasil e uma aberracao com essa modalidade de leasing que nao passa de um financiamento comum com pequenas diferencas…..

  • dieguu

    Haja maionese rs.

  • RSM

    Em países como os estados unidos isso daria certo, pois os carros lá tem valores bem legais, já aqui no Brasil é impossível. qualquer carro com um cromado mais ou menos é o olho da cara, difícil arrumar uma clientela grande pra manter um plano de alguguel de carros tão caros e num mesmo lugar com muita variedade. não dá mesmo.

  • exmarujo

    Aqui na Europa usa-se muito o Renting, é um sistema diferente do leasing, no renting paga-se a mensalidade com tudo mas tudo incluido, manutenção na marca , seguro, troca de pneus dentro da kilometragem combinada etc etc etc, você só paga as mensalidades e o combustivel.

    • Avantimes

      Você passaria o nome de duas empresas de Renting daí ou sites pra eu dar uma olhada? Você viu isso em que país(es). É usuário do serviço? Aguardo

  • carlostorres82

    Além de tudo já falado, imagina o valor do seguro, pois não teria um perfil definido, área de circulação e pernoite e distância a ser percorrida. Queria ver que seguradora compraria esse risco.

  • Ja3172

    O Problema que vejo nesse assunto está na dependência do sistema regedor humano. Tem que ter uma empresa para sancionar. Conseguiríamos sós? Eu consigo comprar uma TV junto com outra pessoa na casa onde moro, comprar com um amigo um imóvel para ficar na casa dele e comprar material durável de escritórios com colegas de trabalho (grampeador, teclado, cadeira), mas é tudo de baixo valor porque o meu salário é um baixo valor. Temos uma sociedade, ou ao menos participamos de um circulo social onde conseguiríamos comprar alguns carros e dividir os custos? Oito pessoas, três carros, manutenção em dia? Eu não consigo nem lembrar de sete pessoas que priorizam manutenção.

    • Está bem.. pensei como resolver o problema e olhem essa.. que tal se juntar a alguns amigos e criar uma empresa não lucrativa prestadora de serviço. O patrimônio dela seria os carros e a desvalorização somada a manutenção seria mensalidade dos sócios. Não precisa ser uma empresa propriamente dita, mas algum documento registrado que deixe claro que os carros pertencem aos sócios e que eles podem sair ou aceitar novos sócios. Que tal, que tal? Cola?

      • Avantimes

        Creio que sim. Tudo documentado é melhor e criaria um distanciamento que permitiria não misturar negócios e amizade! E ajudaria um vistoriador sem vínculo algum com os sócios.

  • Avantimes

    Para todos ou boa parte dos problemas acima relacionados a malandragem sugiro um sistema de impressão digital ou íris. Que simplesmente inutilizasse a parte elétrica do carro se algum “esperrrrto” tentasse pedirr pra um amigo instalador de som picareta burlar ou desligar o sistema. Rastreador junto com isso também ajudaria.



Send this to friend