Elétricos EUA Tecnologia Vídeos

Elétricos: Carregamento wireless fica três vezes mais rápido

wireless

Um sistema de carregamento elétrico por meio de conexão wireless com 20 kW de potência promete revolucionar a recarga de baterias de carros elétricos. Desenvolvida pelo Laboratório Nacional de Oak Ridge, EUA, a tecnologia apresenta eficiência 90% superior ao sistema atualmente em uso.

Com a potência acima, o carregamento sem fio de 20 quilowatts permite reduzir o tempo de recarga da bateria de carro elétrico em três vezes. Equipado com inversor, transformador de isolamento, eletrônica de bordo e sistema de acoplamento, a tecnologia já está sendo testada com a potência de 10 quilowatts, mas os engenheiros querem alcançar 50 quilowatts. O projeto permitirá que no futuro o carregamento sem fio de carros elétricos seja mais rápido e prático.

Além disso, a maior potência proporcionará ainda mais rapidez na recarga e possibilitará no futuro que as estradas eletrificadas se tornem uma realidade. Com elas, os automóveis poderão recarregar-se enquanto se deslocam, podendo até retornar ao sistema a energia obtida com a desaceleração ou frenagem regenerativa.

Atualmente já existem sistema de carregamento de energia por meio de trilhos energizados apenas quando o veículo passa por cima, evitando que pessoas possam ser eletrocutadas. No entanto, essa tecnologia exige um contato físico entre veículo e a linha de energia no solo. Em breve, o VLT do Rio de Janeiro funcionará dessa forma.

[Fonte: ORNL/Inovação Tecnológica]

Agradecimentos ao Igor Döhler.





  • V12 for life

    Isso é interessante, se a recarga for mais rápida que a utilização as baterias podem ser menores, e se for viável a retirada dos sistemas de recuperação de energia os elétricos podem ficar tão ou mais leves que os modelos a combustão.

  • Alvaro Guatura

    Quero ver essas tecnologias de carregamento sem fio nos celulares, é a promessa pro Iphone que será lançado no final de 2017 (“iphone 8”).
    OBS: sem fio mesmo, que basta você estar no ambiente com o carregador na tomada, e não hoje que é necessário repousar sobre uma base enquanto lentamente carrega, sem sequer poder usar o aparelho.

    • Gustavo73

      Sinceramente preferiria ficar fora de um ambiente iradiado com energia para carregar uma bateria. No caso dos carros e outros veículos da matéria ninguém fica entre a bateria e a fonte. E acho difícil o iPhone ter essa opção em breve. E explico, baterias carregadas por indução nos celulares tendem a aquecer em demasia e isso tende a diminuir sua vida útil e capacidade de armazenamento. Tive um Nexus 4 e depois de ler um pouco desisti de ter um carregador desses. Justamente pelos problemas relatados.

      • Pacheco

        Pois é.. por isso vai precisar ainda de muita tecnologia e ciencia para que isso torne-se uma realidade vantajosa.

    • Marcos Andrew

      Sonhar não custa nada, apenas o esforço mental.. Oooooohh

    • Deadlock

      Essa tecnologia será importante quando implantarem as rodovias de células solares, em que os carros andariam com a energia gerada pelas estradas, que seriam enviadas por indução aos carros em tráfego.

  • Handlay P.B.

    Eu as vezes imagino como o donos das maiores petrolíferas do mundo acham desse boom dos carros elétricos, será que eles (que devem exercer um grande poder sobre o mundo) conseguem faturar + com energia do que combustíveis? Pois se eles estão fazendo nada…

    • BillyTheKid

      Você que pensa que não estão fazendo nada. Os irmãos Koch, por exemplo, lançaram uma campanha de US$ 10 milhões pra prejudicar a imagem dos carros elétricos. E isso é só parte do que sabemos; muita coisa acontece sem termos a mínima noção.

      • Handlay P.B.

        Mesmo assim, US$ 10.000.000,00 é pouco, não julgo ser suficiente para impedir de as massas comprem carros elétricos no futuro…

        • Pacheco

          Mas atrasa… sem falar que com certeza devem ser donos das maiores empresas de geração de energia.

          O problema é que em breve vai faltar energia… vamos tira-la da onde?
          Novas Usinas Nucleares para produção?

    • Mr. Car

      Não se preocupe. Minha aposta é a de que carros elétricos não vão dominar este planeta (ao menos sozinhos) até que a última gota de suco de dinossauro tenha sido sugada das entranhas da Terra. E depois, combustível não é a única área de utilização do petróleo. Os caras não vão morrer de fome, he, he!

      • Handlay P.B.

        Se o carro elétrico estiver no mesmo preço e com a mesma autonomia de um carro a combustão, daqui a poucos anos, eu creio que os carros elétricos farão com que os a combustão fiquem obsoletos…

        • Mr. Car

          Podem até ficar obsoletos, mas não serão substituídos por elétricos com esta facilidade toda, não.

          • Handlay P.B.

            Claro, até que os elétricos se generalizem nos lineups das marcas e nos mercados subdesenvolvidos vai levar muito tempo mesmo (algumas décadas), mas isso poderá ser real e por fim aos carros a combustão.

            • Mr. Car

              Poderá, não: creio que será, mas como você também observou, vai levar muito tempo.

      • BillyTheKid

        Eu acredito que carros elétricos dominarão o mundo muito antes do petróleo acabar. Da mesma forma que carros movidos a gasolina dominaram o mundo muito antes do fim do carvão, e assim por diante.

        Mas, sem dúvidas, até que a maioria da frota mundial seja de veículos elétricos certamente levará algumas décadas…

    • Gustavo73

      As empresas de petróleo já se denominam empresas de energia. Até a combalida BR tem usinas eólicas no Brasil. As outras seguem o mesmo rumo. Fora que mesmo com os benefícios dados as energias renováveis o petróleo é uma das mais baratas principalmente hoje. E a indústria petroquímica vai muito além dos combustíveis. Novos materiais nanotecnologia e etc envolvem muitos produtos derivados de petróleo. Até adoçantese remédios tem alguns derivados de petróleo. Eles vão se reinventado. E nos países do hemisfério norte termoelétricas movidas a diesel ou a gás aquecem e mantê a energia no inverno. Não dá pra contar com sol, ventos ou hidroelétricas nessas regiões principalmente no inverno. Mesmo que tudo que usemos diretamente seja elétrico, na sua produção oi parte de sua energia virá da indústria petrolífera.

    • PEDAORM

      Tem até filme. QUEM MATOU O CARRO ELÉTRICO.

    • Pense o seguinte, eles têm dinheiro logo podem investir e dominar outros mercados , até mesmo o de baterias. Outra coisa, podemos dizer que tudo que usamos possui petróleo, plástico que vai da sacola aos produtos feitos de plástico (tv , computador, painel de carros) , produtos de limpeza, cosméticos, alguns remédios, conservantes para alimentos industrializados, tecidos sintéticos dentre outros possuem petróleo na composição. E ainda teremos caminhões, ônibus, navio e avião movidos a eletricidade? O petróleo tem mil e uma utilidades , e sim bom bril também usa petróleo na fórmula kkkk.

  • leitor

    Bela sacada nessa carga sem fio. Podendo usar assim uma área maior com a indução de energia. Mas não entendo como conexão sem fio, isso pra mim é um termo de comunicação.

  • Guilherme Eduardo

    Acredito que a maior vantagem é a praticidade. É mais fácil simplesmente estacionar e ir fazer suas coisas do que ficar caçando tomada e plugando cabo. Os mais leigos (tem gente que para abastecer não sabe nem onde fica o boca do tanque) agradecem.

  • Pipo pipo

    Cada vez que leio notícias desse tipo fico maravilhado com a capacidade do humano, se tudo fosse utilizado para um bem maior …

  • gustavo

    Se precisa de contato fisico então não e wireless.

  • T1000

    nao gosto deste tipo de sistema pois o rendimento é baixo. Como um carro demanda muita energia, o desperdício será significativo. Fora que acrescenta peso, complexidade e custo ao automóvel. Ainda acho a tomada melhor opção com eventualmente um extensor de alcance como no bmw.

  • Redpeak77

    F-Zero!



Send this to friend