Em novo flagrante, Ioniq 6 aparece sem camuflagem na Coreia

Em novo flagrante, Ioniq 6 aparece sem camuflagem na Coreia

Visto a partir da traseira, o Ioniq 6 da Hyundai agora mostra sua frente na Coreia do Sul, quando saía da linha de montagem. O cupê com quatro portas e propulsão elétrica mostra um visual um pouco diferente do conceito.


Os faróis tem base reta e um conjunto de luzes diurnas em LED, além dos projetores full LED acima. Sem grade, a frente do Ioniq 6 desce em direção ao para-choque.

Este por sua vez tem uma barra retangular com acabamento preto e luzes de neblina em LED verticais. No conjunto, é possível ver radar do controle de cruzeiro adaptativo.

Em novo flagrante, Ioniq 6 aparece sem camuflagem na Coreia

Outro diferencial do Ioniq 6 são as câmeras com função retrovisor nas portas dianteiras, montadas em hastes aerodinâmicas. Tal como visto no flagrante anterior, as câmeras parecem dispor de unidades menores para observação de ponto cego.

Com janelas de desenho fluido, o Ioniq 6 flagrado tinha rodas de liga leve de desenho aerodinâmico, porém, mais simples em estilo que as vistas no flagrante anterior. No geral, o visual é bem interessante, porque sai do tradicional da marca.

Em novo flagrante, Ioniq 6 aparece sem camuflagem na Coreia

Ainda que lembre um Porsche, o cupê elétrico da Hyundai tem potencial para realmente atrair muitos clientes como a Kia fez com seus produtos inspirados em carros alemães, especialmente na Europa.

O modelo compartilhará a plataforma E-GMP com o Ioniq 5 e poderá dispor da motorização do mesmo, com duas variantes de baterias, sendo elas de 72 ou 77 kWh, além de tração traseira com 215 ou 225 cavalos.

Com dois motores e tração nas quatro rodas, o Ioniq 6 pode dispor de 302 cavalos na versão de acesso ou 320 cavalos na versão com 77 kWh. A autonomia deve ficar entre 400 km e 500 km, garantindo assim bom posicionamento no segmento premium.

Ele deve ter entre 4,80 m e 4,90 m de comprimento, com 3,00 m de base. A produção deve ser concentrada na Coreia do Sul e não há planos conhecidos da Hyundai fazê-lo nos EUA ou China.

[Fonte: HitekRS via Worldscoop]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 25 anos. Há 14 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.