Elétricos Europa Governamental/Legal Mercado

Escócia oferece financiamento sem juros para carros elétricos usados

Escócia oferece financiamento sem juros para carros elétricos usados

Em breve fora da União Europeia, a Escócia continua sua política de carros mais limpos no país e iniciou um novo programa de financiamento que, sem dúvidas, é bem atrativo para quem quer um carro usado.


Sem juros, o governo de Edimburgo vai financiar carros elétricos de segunda mão em até cinco anos. O limite é para veículos que custem até £ 20.000, o que dá R$ 139,2 mil em conversão direta.

Michael Matheson, secretário de gabinete para Transporte, Infraestrutura e Conectividade da Escócia, disse: “A mudança global em direção aos veículos elétricos significa que os preços estão caindo ano a ano, mas o preço dos veículos novos continua alto para muitos”.

Matheson complementou: “Queremos tornar mais fácil para as pessoas mudarem, fornecendo opções de financiamento sem juros para veículos usados. Ninguém que precise de um veículo deve ser deixado para trás dos benefícios que esses veículos modernos podem trazer, tanto em termos de custos de operação quanto em termos de benefícios ambientais. ”

Essa não é a primeira vez que a Escócia libera financiamento sem juros para seus cidadãos. Há algum tempo, ela iniciou um programa que financiava em até seis anos, carros elétricos novos que custassem até £ 35.000. Na mesma época, quem quisesse uma moto ou scooter elétrica, poderia tomar o empréstimo com limite de £ 10.000.

Escócia oferece financiamento sem juros para carros elétricos usados

Como se vê, o governo escocês quer mesmo que as pessoas eliminem os carros a combustão e abracem a eletricidade, com um bom prazo sem qualquer juro. Sem dúvida, algo tentador.

E o que comprar com esse limite? Um Nissan Leaf (o elétrico mais popular do país) pode custa £ 8.000, enquanto um Smart ForTwo EV da geração atual (o da foto é mais antigo) sai por £ 14,5 mil.

Embora o Reino Unido tenha 64 milhões de pessoas, a Escócia tem somente 5,5 milhões de habitantes e seu mercado automotivo é bem menor que o inglês, contudo, deverá sofrer também com o impacto do Brexit sem acordo. O país vem ensaiando uma separação do reino há algum tempo e a coisa pode se intensificar se piorar no próximo ano.

[Fonte: Carscoops]

Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 23 anos. Há 12 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações. Também trabalhou nas áreas de retificação de motores, comércio e energia.

    Quem somos

    O Notícias Automotivas é um dos maiores sites automotivos do Brasil, trazendo todas as novidades sobre carros para mais de 450 milhões de pessoas, por 15 anos. Saiba mais.

    Notícias por email