Brasil Combustíveis Ecologia EUA Mercado Montadoras/Fábricas

Etanol 2G terá custo de produção 30% menor que álcool tradicional

etanol

Ainda em 2014, o Brasil passará a produzir o chamado etanol 2G, um derivado da cana-de-açúcar feito a partir do bagaço, da palha e de resto do processo produtivo do combustível. O produto terá custo 30% inferior em relação ao álcool normal. Atualmente, o custo de produção do etanol é de R$ 1,10, mas com o 2G, o valor será de R$ 0,80, mas o objetivo é atingir 30%, o que dará R$ 0,77.

As empresas Raízen (Shell e Cosan) e Granbio já estão convertendo usinas e construindo 10 novas para produção do etanol 2G. Até a enzima usada no processo terá uma fábrica no Brasil com investimento total de US$ 300 milhões, feita pela dinamarquesa Vonozymes, que é quem fornece o produto. Cada um dos grupos promete produzir 1 bilhão de litros por safra até 2020. A Granbio quer exportar 50%.

A Odebrecht Agroindustrial em parceria com a dinamarquesa Dong Energy também promete produzir o etanol 2G. A Petrobrás já detém a tecnologia do etanol celulósico, uma variação do combustível e promete vender o produto em 2015. No geral, o Brasil deverá ter consumo anual de 20 bilhões de litros dessa versão do álcool nos próximos anos.

alcool-x-gasolina

No entanto, é os EUA que estão na frente quando o assunto é etanol 2G, apesar do Brasil ser o maior produtor mundial de etanol de cana. Os americanos estão estudando o uso de terras não produtivas como alternativa, já que o combustível vegetal é obtido do milho naquele país, gerando repercussão negativa, pois usa áreas destinadas ao plantio de alimentos. Um estudo apontou que 11 milhões de hectares marginais nos EUA podem produzir 21 bilhões de litros de etanol por ano, cuja redução de CO2 equivale à 10 milhões de carros rodando 20.000 km por ano.

No Brasil, o objetivo é o mesmo, mas em relação ao biodiesel, que pode ser extraído da mamona ou do dendê. O país tem 140 milhões de hectares (duas vezes o território francês, por exemplo) mal utilizados ou abandonados, que poderiam ser usados para produção do óleo vegetal combustível, cuja produtividade é de 4 a 5 toneladas por hectare ao ano, enquanto que a soja rende apenas entre 500 e 600 kg.

[Fonte: O Globo/Estadão]

Agradecimentos ao Eduardo Perrone Barbosa pela dica.





  • Jeferson Araujo

    Só quero ver se vai repassar esse custo para o consumidor final…

    • E_Pretinho

      na boa?
      eu não acredito!
      como se diz, vai ser mais do mesmo!

      • FelipeLange

        Podem ter certeza. O etanol não vai ficar mais barato para o consumidor.

        Enquanto não tirarem os impostos do combustível, vai continuar caro.

        • rafael_rtg

          O custo vai abaixar, o preço vai continuar o mesmo e a culpa são dos impostos meu amigo????

          A culpa é do Lucro Brasil e não apenas dos impostos…..

        • akismetuser737036868

          Os impostos sobre o Etanol não passam dos 8%.

    • netovskifln

      Caso não repassem é previsível a desculpa de que precisam recuperar o investimento.

      • PortoWF

        não é desculpa, é a verdade de qualquer mercado.
        Só pensem objetivamente no longo prazo.

        O Simples fato da projeção Futura de preços ser Estável, é consoladora.
        O Etanol se mantem a preços estáveis, ganham os produtores, ganham os consumidores.

    • DaysanF

      Claro que não… São inovações para aumentar a margem de lucros das pobrezinhas….

    • edneygoncalves

      Hahahaha…se bobear vão meter o "2G" no nome do etanol e vão aumentar…escreve aí!!!

  • ARISTEU

    e o preço nas bombas será ou o mesmo ou até maior que o atual
    depois aparece "estudos" dizendo que o etanol é vantajoso se custar 80% do valor da gasolina…
    sqn!

  • jamilsonsanches

    Pode até custar 30% a menos para ser produzido, mas duvido que irá custar 30% a menos nas bombas.

  • LeopoldoAntunes

    Achei interessante essa notícia, porque mostra o compromisso com a padronização. Já temos a gasolina que é feita do bagaço do combustivel fornecido pelas distribuidoras e agora vamos ter o etanol que vai ser feito a partir do bagaço da cana.

    • MarcosBittencourt

      Ou seja, tudo bagaço.

  • MaverickV81974

    Eu tenho 2 carros a gasolina, um 1.0 16v fazendo 12,5kml na cidade e 14,5kml na estrada e um 2.0 16v 6 marchas fazendo 9kml na cidade e 13,1kml na estrada. Estão atendendo minhas necessidades por enquanto. Mas esse assunto me faz desejar ter carro flex de novo.

    • sergiopsy

      Vc não quer isso ai não, pois os produtores não irão baixar o preço, vão apenas acumular mais lucro, outra coisa, vão continuar a exportar etanol para outros países fazendo com que a oferta seja menor do que a procura no mercado interno, dessa forma o preço interno se mantem.

  • vini_c_a

    Eu não sou muito chegado em álcool combustível, prefiro os carros à gasolina. Se eu tivesse a opção de comprar carro 0km à gasolina ou Flex eu ficaria com o monocombustível. Apesar de ser interessante a versatilidade, ainda acho que os carros flex consomem muito mais que os monocombustível.
    Um carro da década de 90 a álcool tem consumo muito aproximado do consumo de um carro novo, isso é absurdo!

    • Louis

      Comparar consumo da década de 90 somente pelos números não é muito justo, visto que os carros ganharam muitos equipamentos e peso, fora que os pneus estão cada vez maiores e mais largos. Antigamente sedans médios usavam rodas aro 14, hoje 16 é padrão e tem gente que acha pequeno. Essas coisas influenciam no consumo.

      • vini_c_a

        Não é justo colocar 20 anos de evolução e engenharia para compensar isto?

        • FabioHira

          Bem por aí, nem sei se isso (os atuais serem mais pesados) é verdade, merece um estudo, componentes estão mais leves também: motor de alumínio, rodas de liga, etc.

      • Edson Roberto

        Caramba… então a resposta para a falta de evolução no quesito economia de combustivel é o fato dos carros terem ficado pesado?

        Então algo está errado. Enquanto vemos carros A GASOLINA mais pesado e mais equipados na Europa fazendo seus 18km/l na cidade com gasolina então é explicação para que?

        • Louis

          Sim, mas na Europa os carros estão evoluindo tecnologicamente. Downsizing, injeção direta, start-stop, etc. Aqui, pegaram motores defasados e transformaram em flex, por isso o consumo de alguns são altos. Mas o que eu não aprovo é a ideia de que não presta pelo fato de ser flex…

      • yagogabriell

        Nos anos 90 nem estrada tinha, tudo buraco. Aqui no nordeste então…

        • FelipeLange

          Não não é só na Europa não rapazes. Os carros estadunidenses, com cilindrada maior, conseguem fazer consumo próximo as de nossas carroças.

          Sem contar que a gasolina na Europa, tem opção de ser pura, e é de qualidade. Assim como nos EUA.

  • Castle_Bravo

    Essa é a chance de salvar as contas do país e até mesmo da Petrobrás, que é obrigada a comprar combustível no exterior para abastecer o mercado interno.

    Espero realmente que ao menos equipare os preços do etanol com a gasolina, seria uma vitória, já que fora de São Paulo o etanol está muito caro nos últimos meses.

    Aqui em Porto Alegre hoje está por R$2,59 o litro, contra R$2,89 da gasolina. Nada competitivo.

    • CharlesAle

      Aqui em SBC,o Carrefour Taboão,próximo de casa, vende o álcool à R$1,90-e a gas.comum à R$2,65-mesmo assim quase ninguém abastece mais com álcool…….

      • Castle_Bravo

        Aqui no RS etanol por R$1,90 só em sonho. De qualquer forma, a diferença aí pra vocês é pequena, não resultando em vantagem nem pra um, nem pra outro, muito embora eu ache que o etanol em comparação à gasolina comum tenha vantagens que vão além da diferença de preços.

    • FabioHira

      Castle…. com a gasolina a R$2,89…e levando em conta a regra dos 70%, o álcool deveria custar R$2,02… ou seja, estamos falando de R$0,87 de diferença… e a reportagem fala em uma diminuição de custo de produção de cerca de R$0,30 apenas… ou seja, o álcool não vai ficar competitivo na grande maioria do país.

      • Castle_Bravo

        Estamos na entre-safra, com a entrada do inverno os preços sempre baixam. De Julho a meados de Outubro do ano passado, aqui em Porto Alegre era comum achar postos vendendo etanol por R$2,19 e até mesmo R$2,09. Ou seja, por volta de 30% a diferença. Um empate nos custos.

        Reduzindo R$0,10 aqui no inverno já fica competitivo, reduzindo R$0,30 já coloca o etanol em posição de vantagem (~ 40%). R$1,79 contra R$2,89 da gasolina, que não baixará de preço este ano.

  • Louis

    A notícia é boa, irão aproveitar o que não era utilizado para produzir mais álcool.
    Atualmente só estou utilizando álcool no meu carro, o preço aqui está equivalente a usar gasolina, está empatando. Mas estranhamente, quando abasteço com gasolina o ponteiro do combustível não funciona mais no meu carro, e no álcool funciona kkkkk.

  • FelipeLange

    Benefícios ao consumidor? Nenhum. Quando colocam mais etanol na gasolina, abaixa o custo de produção, mas não abaixa o preço.

    Ou seja, só vai ter benefício para os usineiros.

    <img src="http://1.bp.blogspot.com/_uz6ewhYzFTk/SdJoXv_67bI/AAAAAAAAAGk/4eKeWe_BMkc/s400/palhaco.jpg"&gt;

  • LucasOliveira

    Aqui em casa temos um Gol bola 95 CLi AP 1.6 a álcool, sempre utilizamos carro a álcool pois meu pai sempre trabalhou em Usina, aqui em Alagoas a Granbio já está começando suas operações, acredito que esta é uma oportunidade pra tirar as Usinas da crise em que estão, só espero que repassem ao consumidor…

    • marcos3000

      Crise nas usinas? onde? como? Vc já viu um usineiro pobre? Que eu saiba eles estão é ficando cada dia mais ricos, e o povo pagando mais.

      • Louis

        Você acompanha notícias sobre economia ? Nos últimos 3 anos várias usinas encerraram atividades ou entraram em recuperação judicial, e quase todas estão endividadas. A situação não está boa, não.

      • CharlesAle

        A maioria das usinas está em péssima situação financeira,muito devido a gasolina,que não aumenta de preço!!!!!!!! !http://g1.globo.com/economia/agronegocios/noticia/2013/01/crise-provoca-problemas-usinas-de-cana-de-acucar-de-sp-e-go.html

        • FabioHira

          Faz sentido, o governo controla a inflação artificialmente através da Petrobrás, segurando o preço da gasolina, e o álcool vai perdendo competitividade (se é que tem alguma) na grande maioria do país, e plantação não é como poço de petróleo, está sujeita a intempéries como pragas e clima, como o cara diz na reportagem, além da má gestão, existem outros custos variáveis, que aumentam o custo final mas que não pode ser repassado para o preço.

      • LucasOliveira

        Pois é cara, são dívidas atrasadas, salários e outras dificuldades, grande parte de minha família trabalha em Usinas, inclusive e principalmente meu pai… Antes, se informe aí amigo: http://www.novacana.com/n/industria/financeiro/gr

  • E_Pretinho

    acho que deveria acontecer um protesto grande, (parece que assim que eles nos ouvem)
    mas diferente. No lugar de sair para a rua causando algazarras, quebra-quebra e confrontos com a policia (especialidade dos vândalos), deveríamos ficar todos os finais de semana de um mês sem abastecer (sem utilizar os veículos).
    Sendo assim, gostaria de saber aonde que os caminhões que abastecem os postos iriam colocar a gasolina/álcool.
    Imagino eu que a solução seria deixar o preço convidativo para acabar rapidamente com o estoque e liberar o caminhão.

    • yagogabriell

      Nessa vida corrida é difícil fazer protestos assim.

  • tatu_peba

    Esse acréscimo na produção de etanol vai aliviar um pouco a dependência que o país tem com gasolina importada.

    • yagogabriell

      Eu vi que no ano passado a Petrobras não precisou importar gasolina no mês de agosto. Só precisa de um "pezinho" para sair dessas importações.

      • tatu_peba

        Mas nos últimos meses a importação aumentou. A ANP prevê um déficit na balança comercial de combustíveis de USD 2,5 bi só para a gasolina esse ano. Infelizmente as novas refinarias estão com atraso nas obras e o consumo está em alta. Vamos torcer para que essas empresas que estão investindo no etanol 2G sejam ágeis porque, na tendência, a importação de combustíveis vai aumentar.

  • portela_lucas_

    Custo de produção 30% menor e um aumento de 10% no combustível, podem esperar.

  • ZEKINHA71

    Na teoria tudo é lindo neste país. Mas colocou em prática muda tudo, ainda mais quando tem Odebrecht e Petrobrás no meio, mais usina de etanol.
    Se faz aquela reunião no fim de semana e decidem o quanto cada um pode cobrar.

  • JulienAvril

    Quero ver esse custo chegar no bolso do consumidor!!

    Legal ver que o alcool custa R$ 1 pra fabricar e nós pagamos R$ 2.
    Estamos pagando apenas 100% do preço, em frete, margem de lucro, e impostos.
    REVOLTANTE…

    • yagogabriell

      Dois reais é barato, aqui pago R$2,60

      • JulienAvril

        Caraca, que absurdo. nos postos aqui em SP estou abastecendo por R$1,99.

        Deve ser o Frete 60% mais caro ou cartel? kkkkk acho que o frete né?? Brasil-sil-sil

  • CharlesAle

    Caso esse álcool se torne mesmo uma realidade nas bombas,acho muito difícil o consumidor se beneficiar de seu custo de produção mais baixo!!!!!!

  • Mak06

    Pode ficar até 30% mais barato para produzir,mas o repasse para o consumidor não existirá!vai ficar até mais caro!
    Com isso vão produzir álcool dois tipo de álcool o comum e álcool "aditivado".
    O atual álcool já usado será chamado de "aditivado" subindo de patamar e ficando mais caro$$$
    E o álcool feito do resto do resto do resto será o comum e uma porcaria e com o mesmo preço que é praticado hoje.
    E voalá!os usineiro vão encher o tobá de grana!e o consumidor levará nos zóios como sempre!

  • DaysanF

    KKKKKKKKKK Na Republiqueta das bananas nada funciona… Nem 3G, nem 4G, quem dirá 2G… Palhaçada eim!

  • dncmotors

    Tem que repassar para o preço final…esperemos, os argumentos.

  • Pra carros esbagaçados , combustível de bagaço!!!!!!

    • FelipeLange

      Verdade.

  • CanalhaRS

    Num país sério essa redução de custo seria repassada ao consumidor, mas como aqui é terra sem nação e sem lei, esperem deitados por algum desconto.

  • yagogabriell

    Saindo do assunto… o que me chama atenção são os aumentos no álcool, como explicá-los? Sendo que não houve aumento de impostos. no máximo, o diesel teve aumento de 8%.

  • Vatttt

    E o consumidor nada!!! A política brasileira está ""tagando" e andando" para o país. Meia dúzia de empresários e políticos que vão ficar mais bilionários do que são e só!

    • CharlesAle

      A propósito,só de ver a roubalheira que foi comprar aquela sucata de refinaria de Pasadena EUA,,por 1 bilhão e tanto,já demostra como a questão dos combustíveis é tratado sem a mínima seriedade que merece!!!!!!!!

      • Renato_Dantas

        Não foi 1 bilhão sejamos justos, o valor pago em reais fora de R$ 2,6 bilhão.

        • CharlesAle

          Verdade Renato,esqueci que o bilhão e pouco foi,pasmem,em dólares!!!!O pior foi o então presidente da Petrobrás,Sérgio Gabrieli,dizer no vendido JN da Globo,que foi um bom negócio!!!!PQP!!!Olha,essa turma transforma Maluf e um reles ladrãozinho de galinhas!!!

  • jackson_sch

    Eu acho que os usineiros irão ganhar ainda mais e darão preferência às exportações. Quanto ao consumidor brasileiro nada de benefício. Tenho Fiesta 2012 e consegui abastecer somente 1 vez com etanol, e aqui no sul de nada adianta baixarem os preços no inverno. O consumo aumenta bem mais devido ao frio.

  • slipsnot

    Infelizmente não irá abaixar, ao menos aqui em minha cidade o preço do álcool é "tabelado" em 30% menos que a gasolina, então mesmo o álcool custando menos ao dono do posto, ele vai tabelar pelo preço da gasolina.

    • Renato_Dantas

      Vai custar mais barato para as usinas, para os transportadores e donos de postos, mas vamos manter o preço pois os brasucas vão pagar mesmo.

  • LuccasVillela

    Ok, ok, ok… Agora será que preço cai pra gente?

  • Renato_Dantas

    Não interessa se vai ficar mais barato produzir etanol, vamos manter o preço como está para lucrarmos mais ainda, viva o Brasil.

  • alexhmoraes

    Etanol 2G custo de produção menor, mas chegará ao consumidor pelo mesmo valor…

  • Romis_gtr

    Esqueceram de mencionar que pro consumidor, o valor será 30% maior….

    :)



Send this to friend