Etios 2017: consumo, motor, desempenho, detalhes

O Etios 2017 chegou ao mercado nacional com diversas modificações que o deixaram mais antenado com os desejos dos clientes da Toyota, tendo sido elaboradas em um momento onde ainda não havia a presença do Toyota Yaris.

O investimento da Toyota no Etios foi bastante considerável, tendo sido desenvolvido nos sistemas e processos para a produção do hatch compacto na fábrica de Sorocaba, que fica no interior de São Paulo.


Não longe dali, em Porto Feliz, a Toyota inaugurara uma planta de motores para fazer os novos motores NR1 e NR2, que alimentariam o compacto com seu irmão Etios Sedan. A planta ainda faria o motor do Toyota Corolla.

O complexo da Toyota em Porto Feliz pode produzir 174 mil motores por ano e passou a fornecer os dois propulsores para o Etios (confira aqui Etios 2018: motor, consumo, etc), recebendo eles atualizações para serem mais eficientes no consumo e no desempenho.

A engenharia da Toyota também fez mudanças significativas no Etios 2017, tornando o compacto mais silencioso, macio e confortável, ampliando alguns dos atributos do produto, entre eles a dinâmica de condução prazerosa.

De projeto voltado para a Índia e adaptado ao Brasil, o Toyota Etios foi duramente criticado no início de sua carreira, mas a linha 2017 veio para sanar muitos dos problemas de qualidade do produto.

As mudanças no modelo começaram pelos novos motores NR1 e NR2, respectivamente 1.3 Dual VVT-i e 1.5 Dual VVT-i, nomes comerciais usados pela Toyota, que ainda oculta a sigla FBE, relacionada com a tecnologia flex.

Assim, o 1.3 Dual VVT-i passou a entregar até 98 cavalos, enquanto o 1.5 Dual VVT-i dispõe de até 107 cavalos. Além disso, a Toyota adicionou a mesma caixa automática de quatro velocidades do Corolla da geração 10, tendo esta modo Sport e mudanças manuais feitas na alavanca de câmbio.

Ela vem com o AI Shift Control, que é o chamado Inteligência Artificial de Controle de Trocas, capaz de analisar a condição do veículo e a posição do pedal do acelerador, adaptando-se as condições locais.

Para melhorar o consumo na versão manual, a Toyota tirou o câmbio de cinco marchas e o substituiu por uma caixa de seis velocidades, cujas marchas puderam ser encurtadas para melhor saída e uma sexta longa garantiu conforto na estrada

Nesse caso, a Toyota ainda instalou um dispositivo adicional, o Monitor Inteligente de Aceleração (IMT), uma espécie de auxiliar de arranque, reduzindo o risco do motor morrer ao se tirar o pé da embreagem muito rápido.

O Etios 2017 tinha ainda embreagem de acionamento hidráulico com autoajuste do curso do pedal. A engenharia ainda modificou outros parâmetros do hatch compacto, num trabalho bem extenso para torná-lo melhor.

Assim, a suspensão ganhou uma nova calibração com molas e amortecedores reajustados para maior firmeza. Além disso, a direção elétrica recebeu alteração para ficar mais direta e reduzir o curso de viragem, que caiu de 4,9 m para 4,8 m.

Fora isso, a coisa não ficou limitada aos ajustes citados, tendo ainda um novo sistema elétrico, mais potente, assim como compressor do ar condicionado com maior pressão e um software avançado para desligá-lo em caso de necessidade.

Isso foi feito para momentos em que o motor é mais exigido, como subidas muito íngremes ou ultrapassagens com o carro lotado, desativado o compressor por alguns segundos de pico de potência e retornando a seguir.

Outro avanço para o Etios foi o sistema de pré-aquecimento do combustível na partida a frio do sistema flex, eliminando o indesejável tanquinho de gasolina no cofre do motor, trazendo mais eficiência na injeção e uso do combustível.

Por dentro, o Etios 2017 adotou finalmente cintos de 3 pontos para todos os passageiros, assim como apoios de cabeça e o sistema Isofix de fixação de cadeiras infantis, um item que agora é obrigatório.

O Isofix é um sistema de ganchos presos à estrutura da carroceria e que fixa o assento infantil sem a necessidade de prendê-lo com cinto de segurança. Ele garante maior segurança que o assento afivelado.

O sistema de freios ABS com EDB também foi modificado, recebendo um novo software e trabalhando com o assistente de frenagem. Ele tinha ainda duas bolsas infláveis dianteiras e cintos com pré-tensionadores.

Internamente, o isolamento acústico foi melhorado com novo revestimento, assim como defletores de ar no para-choque dianteiro, visando reduzir  o ruído.

Além dessas aletas aerodinâmicas, o hatch ganhou vidros dianteiros e para-brisa mais espessos para reduzir o ruído de vento no habitáculo. Este, por sua vez, recebeu mudanças no acabamento, ganhando revestimentos pretos de bom visual.

Outra novidade foi o painel redesenhado com o conjunto Toyota Smart Screen, que reúne duas telas digitais de 4,2 polegadas em TFT, as mesmas usadas no híbrido Toyota Prius.

Esse cockpit refeito substituiu o antiquado conjunto com mostradores analógicos em meia-lua, que tinham um display de hodômetro de dimensões reduzidas antes da primeira atualização.

Agora, o Etios 2017 passou a ter o painel mais completo da gama Toyota – inclusive em relação ao Prius – certamente o mais completo entre os compactos e, ousamos dizer, entre os médios de marcas tradicionais.

Numa das telas a Toyota adicionou velocímetro e conta-giros, que podiam ter suas formas modificadas, assim como econômetro, nível de combustível, temperatura da água, calculadora de gastos, histórico de consumo com médias diárias.

Através de um complexo computador de bordo do Etios 2017, é possível calcular o quanto foi gasto em combustível e, por meio de gráficos, ter uma noção exata de economia com o popular da Toyota.

São diversas telas que se sobrepõem, tendo nelas diversas funcionalidades que exigem do novo proprietário algum tempo para se adaptar e encontrar determinada função. Com isso, a Toyota enfatizava a boa relação custo-benefício do produto.

A função Eco Wallet, por exemplo, no computador de bordo, permite ao motorista adicionar o valor pago pelo litro do combustível, calculando e monitorando o valor gasto com combustível durante uma viagem.

Com informação em demasia até, o Etios ganhara ainda um revestimento melhor no painel com detalhes em preto brilhante e uma multimídia com tela de 7 polegadas, sensível ao toque com Bluetooth e USB.

As mudanças na linha 2017 adicionaram ainda as novas cores Prata Premium e Cinza Cosmopolita, que se juntaram às Azul Journey, Branco Bossa Nova, Branco Perolizado, Prata Lua Nova, Preto Infinito e Vermelho Fúria.

Lançado aqui em 2014, o Toyota Etios chegou como uma proposta de tornar a marca japonesa mais popular no mercado, embora a ênfase da empresa sempre fosse produto alto valor agregado.

O projeto foi desenvolvido inteiramente no Japão e usado para a Índia, onde fracassou na missão de ampliar os horizontes da marca, que acabou tendo que fazer um acordo com a Suzuki e vender parte de seu portfólio local.

Aqui, o Etios chegou como algo insano, uma vez que mostrou que a Toyota não sabia fazer carros populares para mercados emergentes como o nosso.

Cheio de defeitos e de qualidade baixa, até mesmo comparando com as mais inferiores do mercado, o Toyota Etios sequer tinha pintura no cofre do motor, expondo o prime pré-pintura. As caixas de rodas eram expostas como no Fiat Mille.

Na linha 2017, a Toyota adicionou revestimentos plásticos para absorver o ruído de água e pedras junto às rodas. Os retrovisores eram apenas manuais e o carpete era de baixa qualidade, descolando em alguns pontos.

Até o botão de abertura do capô parecia ter vindo do Toyota Bandeirante. Bancos extremamente simples em acabamento, assim como um painel com hodômetros e nível de combustível que não era visível em dia de sol.

Com extremo baixo custo, a Toyota tentou economizar o máximo para ter seu produto no mercado com um preço que não era competitivo pelo que oferecia. O design quadradão com vidros planos até fazia inveja ao primeiro Renault Logan.

De bom mesmo, além da economia com gasolina, era o espaço interno e dirigibilidade, visto que tinha direção elétrica e um bom ajuste da suspensão. As críticas da imprensa especializada começaram antes mesmo das publicações.

Contudo, a Toyota respondeu às reclamações com mudanças que pareciam semestrais, sempre com alguma novidade para corrigir as gafes de lançamento. Ao ler (e aprender) o mercado brasileiro, a marca adaptou-se à realidade.

Dessa forma, foi possível chegar ao Etios 2017 com um produto que, embora ainda com limitações, tivesse um custo-benefício muito superior ao modelo de lançamento.

Isso foi bom para que a marca ganhasse experiência e trouxesse o Yaris atualizado para os emergentes, modelo que praticamente tomou o lugar do Etios, mas que agora aguarda atualização e uma nova geração.

Esta é bem mais promissora, já que será feita sobre a plataforma modular TNGA (GA-B) simplificada, que trará propulsor híbrido HSD com motor 1.5 Flex de ciclo Atkinson e outro elétrico, tendo em torno de 100 cavalos.

Pode até parecer pouco, mas será o suficiente para um desempenho adequado e economia elevada com médias que poderão passar de 25 km/l no etanol e 30 km/l na gasolina.

Já o Toyota Etios deve sair de linha até 2021 para a chegada do Toyota Corolla Cross, um crossover médio com motor híbrido 1.8 Flex de até 123 cavalos e um 2.0 Flex com até 177 cavalos e 10 marchas.

Etios 2017 – detalhes

O Etios 2017 tinha um visual bem simplificado, tendo faróis grandes e simples, bem como grade em forma de meia-lua com aletas elegantes e um cromado na parte superior. O para-choque envolvente tinha faróis de neblina circulares e grade.

Os retrovisores eram largos e na cor do carro, dependendo da versão, assim como maçanetas embutidas na cor do carro. Atrás, lanternas verticais e tampa com vigia dotada de limpador e lavador, bem como desembaçador.

O para-choque era achatado e tinha suporte de placa, com a tampa tendo aplique cromado na versão XLS. As rodas de aço eram aro 14 polegadas com pneus 175/65 R14, mas havia também liga leve com aro 15 polegadas e pneus 185/65 R15.

No Etios Cross, o visual era exagerado com para-choque preto e cinza, tendo um overbumper estilizado, já que o de aço era proibido. Os faróis tinham lentes que prolongavam seu formato e ampliavam-no.

A grade superior era fundida com o para-choque preto, que tinha ainda molduras laterais com faróis de neblina e acabamento cinza. Um protetor inferior cinza fazia alusão ao fora de estrada, algo longe das pretensões do carrinho.

Uma proteção plástica e preta, revestia as saias de rodas e laterais da carroceria, fundindo-se com os para-choques. Havia ainda um protetor extra em cinza. As rodas de liga leve eram esportivas e de aro 15 polegadas.

Sem suspensão elevada, o Etios Cross tinha ainda barras longitudinais no teto com pintura cinza e bem pronunciadas, além de antena. Atrás, mais proteção preta e cinza no para-choque, assim como defletor de ar na tampa do bagageiro.

Por dentro, o Etios 2017 tinha painel cluster digital e computador de bordo em duas telas de TFT de 4,2 polegadas cada, mais multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque com Bluetooth, reprodutor de mídias e USB.

Acabamento preto brilhante e mesclado, além de difusores de ar circulares e porta-luvas com abertura ampla. Bancos com padronagem simples nas X e XL, mas elaborados nas XS e XLS, esta com bancos em couro, incluindo portas.

As portas tinham comandos dos vidros elétricos, enquanto os retrovisores ficavam no painel. Travamento central elétrico com telecomando na chave existia, assim como volante com comandos de mídia e telefonia, mas ajuste vertical apenas.

O banco do motorista tinha ajuste em altura, enquanto o traseiro era rebatível. O porta-malas tinha abertura elétrica e iluminação. Seus 270 litros estavam abaixo da média, mas eram suficientes.

Etios 2017 – versões

 

  • Toyota Etios X 1.3 MT
  • Toyota Etios X 1.3 AT
  • Toyota Etios XS 1.5 MT
  • Toyota Etios XS 1.5 AT
  • Toyota Etios XLS 1.5 MT
  • Toyota Etios XLS 1.5 AT
  • Toyota Etios Cross 1.5 MT
  • Toyota Etios Cross 1.5 AT

Equipamentos

Toyota Etios X 1.3 MT – Motor 1.3, mais transmissão manual de seis marchas, ar condicionado, direção elétrica, coluna de direção ajustável, vidros elétricos nas quatro portas, travamento central elétrico, preparação para som, rodas de aço aro 14 polegadas, pneus 175/65 R14, alarme, airbag duplo, freios com ABS, retrovisores externos com controle interno, entre outros.

Toyota Etios X 1.3 AT – Itens acima, mais câmbio automático de 4 marchas com mudanças manuais na alavanca e modo Sport.

Toyota Etios XS 1.5 MT – Itens do X manual, mais rádio com Bluetooth e USB, Eco Wallet, computador de bordo e volante multifuncional.

Toyota Etios XS 1.5 AT – Itens acima, mais piloto automático, câmbio automático de 4 marchas com mudanças manuais na alavanca e modo Sport.

Toyota Etios XLS 1.5 MT – Itens do XS manual, mais bancos em couro, piloto automático, rodas aro 15 polegadas, faróis de neblina, volante em couro e projeção de smartphone.

Toyota Etios XLS 1.5 AT – Itens acima, mais câmbio automático de 4 marchas com mudanças manuais na alavanca e modo Sport.

Toyota Etios Cross 1.5 MT – Itens acima, mais visual personalizado, rodas de liga leve aro 15 polegadas exclusivas, escape esportivo, defletor de ar traseiro e bancos com padronagem específica.

Toyota Etios Cross 1.5 AT – Itens acima, mais câmbio automático de 4 marchas com mudanças manuais na alavanca e modo Sport.

Preços

  • Toyota Etios X 1.3 MT – R$ 43.990
  • Toyota Etios X 1.3 AT – R$ 47.990
  • Toyota Etios XS 1.5 MT – R$ 48.995
  • Toyota Etios XS 1.5 AT – R$ 52.495
  • Toyota Etios XLS 1.5 MT – R$ 53.895
  • Toyota Etios XLS 1.5 AT – R$ 57.395
  • Toyota Etios Cross 1.5 MT – R$ 61.400
  • Toyota Etios Cross 1.5 AT – R$ 64.290

Etios 2017 – motor

O Etios 2017 tinha dois motores da família NR, feitos em alumínio e com ciclo Atkinson (veja aqui Etios 2015: versões, motor, etc), bem como injeção multiponto flex. O 1.3 Dual VVT-i tinha 88 cavalos na gasolina e 98 cavalos no etanol.

Já o 1.5 Dual VVT-i vinha com 102 cavalos no derivado de petróleo e 107 cavalos no combustível vegetal, ambos a 5.600 rpm. Os torques iam até 13,1 kgfm no primeiro e 14,7 kgfm no segundo, obtidos a 3.100 rpm.

Os dois propulsores da família NR ganharam duplo comando de válvulas variável e permitiram aos dois adicionar mais torque em baixas rotações, assim como maior economia e melhor resposta ao acelerador.

Além disso, o hatch ganhou transmissão automática de quatro marchas e uma caixa manual de seis marchas, mas não ficou por aí. Um novo painel adicionou um novo cluster digital, multimídia e outras novidades.

Desempenho

  • Toyota Etios 1.3 MT – 11,8 segundos e 170 km/h
  • Toyota Etios 1.3 AT – 12,5 segundos e 170 km/h
  • Toyota Etios 1.5 MT – 11,1 segundos e 173 km/h
  • Toyota Etios 1.5 AT – 11,8 segundos e 173 km/h

Consumo

  • Toyota Etios 1.3 MT – 8,6/9,8 km/l e 12,6/14,2 km/l
  • Toyota Etios 1.3 AT – 8,2/9,2 km/l e 11,8/13,3 km/l
  • Toyota Etios 1.5 MT – 8,3/9,8 km/l e 12,4/14,1 km/l
  • Toyota Etios 1.5 AT – 8,1/9,2 km/l e 11,9/13,2 km/l

Etios 2017 – manutenção e revisão

Revisão10.000 km20.000 km30.000 km40.000 km50.000 km60.000 kmTotal
1.3 16VR$ 278,59R$ 555,00R$ 447,00R$ 849,00R$ 441,00R$ 798,00R$ 3.368,59
1.5 16VR$ 278,59R$ 555,00R$ 447,00R$ 849,00R$ 441,00R$ 798,00R$ 3.368,59

Etios 2017 – ficha técnica

Motor1.31.5
Tipo
Número de cilindros4 em linha4 em linha
Cilindrada em cm313291496
Válvulas1616
Taxa de compressão13:110,1:1
Injeção eletrônicaIndireta FlexIndireta Flex
Potência máxima88/98 cv a 5.600 rpm (gasolina)102/107 cv a 5.600 rpm (gasolina/etanol)
Torque máximo12,5/13,1 kgfm a 3.100 rpm (gasolina)14,3/14,7 kgfm a 3.100 rpm (gasolina/etanol)
Transmissão
TipoManual de 6 marchas ou automática de 4 marchasManual de 6 marchas ou automática de 4 marchas
Tração
TipoDianteiraDianteira
Direção
TipoElétricaElétrica
Freios
TipoDiscos dianteiros e tambores traseirosDiscos dianteiros e tambores traseiros
Suspensão
DianteiraMcPhersonMcPherson
TraseiraEixo de torçãoEixo de torção
Rodas e Pneus
RodasAço ou liga leve aro 14 polegadasAço ou liga leve aro 14 polegadas
Pneus175/65 R14175/65 R14
Dimensões
Comprimento (mm)3.7773.777
Largura (mm)1.6951.695
Altura (mm)1.5101.510
Entre eixos (mm)2.4602.460
Capacidades
Porta-malas (L)270270
Tanque de combustível (L)4545
Carga (Kg)NDND
Peso em ordem de marcha (Kg)945 (MT), 965 (AT)945 (MT), 965 (AT)
Coeficiente aerodinâmico (cx)NDND

Etios 2017 – fotos

https://www.youtube.com/watch?v=y1ekmXk8wiY

 

Autor: Ricardo de Oliveira

Técnico mecânico, formado há 26 anos. Há 15 anos trabalha como jornalista no Notícias Automotivas, escreve sobre as mais recentes novidades do setor, frequenta eventos de lançamentos das montadoras e faz nossos testes e avaliações.